Força-tarefa afirma que recibos de Lula são falsos, mas defesa garante que são válidos

Não há critério na escolha das provas, diz defesa

Luiz Vassallo, Julia Affonso, 
Ricardo Brandt e Fausto Macedo
Estadão

A força-tarefa da Operação Lava Jato pediu em alegações finais ao juiz Sérgio Moro que reconheça que os recibos entregues pela defesa do ex-presidente Lula para comprovar aluguel do imóvel vizinho à sua residência em São Bernardo em face do engenheiro Glaucos da Costamarques são ideologicamente falsos. Lula é réu em ação penal que investiga se um terreno em São Paulo onde seria sediado o Instituto Lula, no valor de R$ 12 milhões, e o apartamento vizinho ao do ex-presidente, em São Bernardo, no edifício Hill House – R$ 504 mil – seriam formas de pagamento de vantagens indevidas da empreiteira.

NUNCA PAGOU – A força-tarefa sustenta que o ex-presidente nunca pagou pelos imóveis até 2015. Investigação foi aberta sobre comprovantes de aluguel entregues pelo petista.

“Diante das tão clamorosas evidências da falsidade ideológica dos documentos impugnados neste incidente, ora destacadas, compreende-se porque a defesa do arguido, como é visível, tenha ido construir a fantasiosa e inverossímil versão sobre o `encontro´ dos recibos em sua residência, que não convence ninguém, consoante pormenorizadamente abordado na manifestação ministerial do evento 31, à qual ora aqui se reporta, sendo, assim, pois, irretorquível que o arguido fez uso de recibos ideologicamente falsos na ação penal de que se trata, documentos que foram ardilosamente produzidos para dar falso amparo à simulada locação, que é um dos expedientes de dissimulação da real propriedade do apartamento n. 121 de Luiz Inácio Lula da Silva”, afirma a força-tarefa.

IDEOLOGICAMENTE FALSOS – “Ademais, em vista do farto acerto probatório que atesta a ausência de relação locatícia real, deve ser dito o óbvio, em resposta à tentativa insistente e precária da defesa de provar a existência de pagamentos única e exclusivamente invocando a força probatória atribuída pela lei civil a recibos de pagamentos: documentos ideologicamente falsos não fazem prova de pagamento ou quitação. Ao contrário, a falsidade do recibo concorre francamente para confirmar os matizes criminosos dos atos que tentam, em vão, lastrear” conclui.

Glaucos da Costamarques, primo do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula, é denunciado por ser o suposto laranja do ex-presidente na aquisição do terreno e do apartamento. O ex-presidente apresentou os recibos de pagamento assinados por Glaucos em setembro deste ano. Parte do material tem os mesmos erros gramaticais e há datas nos documentos que não existem no calendário, como ’31 de novembro’. O Ministério Público Federal investiga a autenticidade dos papeis.

PROMESSA E RECIBOS – Glaucos tem afirmado que, em dezembro de 2015, foi visitado pelo advogado de Lula, Roberto Teixeira, no hospital Sírio Libanês, quando a ele foi prometido que o ex-presidente passaria a pagar pelo aluguel do apartamento 121 do condomínio Hill House, ocupado pelo petista. Segundo o engenheiro, um dia depois de receber o compadre de Lula, ele teria sido visitado pelo contador João Muniz, que teria levado todos os recibos para que assinasse de uma só vez.

Registros do hospital revelam que Glaucos foi visitado três vezes pelo contador. No entanto, não consta a entrada do advogado de Lula no Sírio para visitá-lo. A força-tarefa ressalta que ele recebeu ligações de Teixeira em datas próximas do dia em que assinou os papeis.Glaucos afirma que os registros do hospital são falhos e reitera que foi visitado por Teixeira.

DEFESA DE LULA – Com a palavra, o advogado Cristiano Zanin Martins, defensor de Lula:

“O Ministério Público Federal abusa do direito de acusar e reforça a prática do “lawfare” contra Lula ao apresentar suas alegações finais hoje (11/01) pedindo que seja declarada a falsidade dos recibos de locação apresentados pelo ex-Presidente a despeito da comprovação de que os documentos são autênticos e idôneos”, diz, acrescentando:

“Durante o interrogatório de Lula ocorrido em 13/09/2017, o Ministério Público Federal, assim como o juiz Sérgio Moro, exortaram o ex-presidente a apresentar recibos da locação contratada por D. Marisa. Colocaram a apresentação dos documentos como fundamental para o reconhecimento da inocência de Lula, embora a acusação formal esteja relacionada à propriedade do imóvel locado e à origem dos recursos utilizados para a sua aquisição”.

“Os recibos foram apresentados, contendo declaração de quitação dos aluguéis entre 2011 e 2015. Ao invés de reconhecerem a improcedência da acusação, os procuradores passaram a colocar indevidamente sob suspeita a autenticidade dos recibos”, denunciam os advogados.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
 – A defesa de Lula tenta reforçar a ideia de que o ex-presidente é vítima da manipulação das leis. Que tudo é feito para deslegitimá-lo através do abuso de direito, tentando influenciar a opinião pública. A estratégia é passar a impressão de que a atuação do MPF não é só jurídica, mas política também. Mas a precariedade da defesa se explicita diante dos contraditórios depoimentos e da fragilidade das provas apresentadas. Muitos apostam que a condenação é certa. Não há escapatória. Sem avaliar o mérito da questão, os advogados se sustentam no argumento de que nas urnas ninguém o venceria e, que mesmo condenado, liminares, embargos de declaração e recursos viabilizariam a sua candidatura.  (M.C.)

28 thoughts on “Força-tarefa afirma que recibos de Lula são falsos, mas defesa garante que são válidos

    • A lancha Manhattan também não está em nome de Sérgio Cabral, assim como alguns imóveis de Temer não estão em nome de Temer. Todos ( Lula , Sérgio Cabral e Lula ) são vítimas de perseguição , né mesmo !

    • O recibos são verdadeiros pois foram emitidos e assinados. O que é falso é o conteúdo. Mas, para defender bandido, sempre tem outro de plantão.

    • Caro leitor e comentarista Carlos Frederico Alverga,
      O caso do tríplex do Guarujá que culminou com a sentença condenatória do apedeuta a 9 anos e 6 meses de prisão, bateu o recorde de provas contra um réu no poder judiciário brasileiro.
      São seis provas documentais Irrefutáveis, três laudos periciais comprobatórios dos documentos, doze testemunhas idôneas que atestaram a propriedade imobiliária do casal Lula/Marisa Letícia, cinco delações premiadas incontroversas e cento e dez provas indiciárias, ou seja, ao contrário de Lula não conseguiu produzir uma mísera prova de sua tese defensiva. Ninguém neste pobre país arrasado pelo PT e correligionários teve contra si tantas provas como o Lula teve nestes autos do processo do tríplex do Guarujá.
      O Ministério Público Federal bateu o recorde de provas.
      E a foto do Lula se não me falha a memória com a esposa tirada com o presidente da OAS Léo Pinheiro na vistoria de entrega do tríplex, para o qual o Lula exigiu um elevador interno na referida propriedade imobiliária.
      Alverga quem recebe bola não emite recibo.

  1. Imperdível!!

    Juarez Cirino dos Santos, jurista de reputação mundial pelas contribuições à criminologia crítica, inicia série exclusiva de 12 artigos “A guerra de Moro contra Lula”, que chegará ao seu final no dia 24/01/2018, data da apelação no TRF4.

    O primeiro artigo da série tratará da evidente e chocante parcialidade do Juiz Sérgio Moro – “Todos os que acompanham com um mínimo de senso crítico o Caso Lula – que ficará na história como o caso da guerra do Juiz Moro contra Lula – são invadidos pela perturbadora percepção, ou assaltados pela inquietante impressão de que o objetivo do Juiz Moro, desde as primeiras investigações até a sentença final, era condenar Lula. É o caso mais evidente, na história da justiça criminal brasileira, de um processo penal construído sobre uma hipótese judicial, que unificou a ação do órgão da jurisdição com a ação repressiva dos órgãos da acusação penal e da investigação criminal contra um cidadão brasileiro” – afirmou o jurista.

    O primeiro artigo vai ao ar nessa sexta, 12, exatos doze dias antes do julgamento.

    https://goo.gl/sbeKgj

    • O tal “jurista” Juarez Cirino dos Santos é advogado criminalista , ou seja, ganha a vida defendendo criminosos. É óbvio que ele dê sempre razão a quem lhe sustenta. Enquanto juízes e procuradores são pagos pelos cofres públicos para defender a sociedade, criminalistas , com todo o direito, são pagos por criminosos para deixá-los livres. O resto é mimimi !

      • Fábio
        Bela informação. estava me preparando para descobrir que é o artista da vez.
        certamente seus textos são de “ALTO AJUDA”.
        Claro que primeiro ele será ajudado. Fica famoso no meio dos seguidores do criminoso e tem minutos de fama.
        Grato.
        Fallavena

    • Conheço duzentos juristas de reputação mundial que dizem que o Lulla é culpado. Existem no mundo, segundo a mais recente estatística, mais de um milhão de juristas que não pensam que o Lulla seja inocente.

      • Por favor Paulo, fique a vontade para citar fontes. Comentários políticos, baseados em convicções são um tanto primários. Siga o exemplo do Alex Carnoso que fundamenta tudo que fala.

  2. Boa tarde,
    Fico perplexo com a falsidade moral deste senhor.
    Mais ainda abismado como tem pessoas que o defendem e acreditam em suas teses.
    Dizer que o sistema todo é uma porqueira e existe pra phoder com o cidadão, não é novidade.
    Mas quando é com este senhor, aí sim, vivemos quase sobre o julgo do imperialismo fascista e autoritário. Será? A Venezuela não é aqui.
    Ou descreditamos em todas as instituições e isso seja válido pra todos, ou vamos aos poucos e lentamente depurando essa escório de ladrões gananciosos e hipócritas que assolam esse país por séculos.

  3. Coitadinho do rabuleto Zanin. Quando (ou se!?) o Ratão seu cliente estiver devidamente guardado, ele, Zanin, penará para conseguir clientes. Ele está se prestando demasiadamente ao ridículo. Perdeu toda a credibilidade que um dia tenha tido.

  4. …”Essa energia concentrada em salvar Lula deixa de lado algumas questões vitais que ela teria de encarar num processo eleitoral.

    Será difícil de explicar como acabou com a pobreza e surgiram 52 milhões de pessoas abaixo da linha da pobreza apenas neste curto mandato de Temer. É como se 52 milhões de pessoas estivessem escondidas nos pântanos, nas selvas, favelas e sertões e tivessem aparecido apenas quando ouviram os gritos de “tchau, querida”.

    Gabeira, no Estadao de hoje

  5. “Força-tarefa afirma que recibos de Lula são falsos, mas defesa garante que são válidos”

    A mesma defesa que garante que ele é inocente, mesmo aparecendo 9MM de aposentadoria privada, vários imóveis, filhos multi-milionários emergentes, dinheiro em Portugal e Espanha…

    A mesma defesa em que uma advogada é filha do réu Roberto Teixeira e o outro, seu genro.

    Tá.. Agora conta a do papagaio….

    • Fred SP
      Vou ajudar. Para começar vamos com a piada na qual o papagaio pede “cartas para três”.
      Se provado que são falsos – e tem tudo para serem, o advogado deveria perder a licença da OBA.
      Se pagou e os recibos estão ok, por que foi buscar/colher assinaturas em uma porção deles no hospital?

      Este pessoal acha que a gente dorme de “galocha”!

      Assim eu corto os pulsos!

      Abraço.
      Fallavena

  6. É claro que num processo criminal acusação e defesa vão expressar opiniões divergentes. Não há surpresa nisso. Muitas vezes a defesa simplesmente nega tudo que a acusação, não importando que as negativas se contradigam entre si, como quando a defesa nega o fato, mas depois diz que, se o fato ocorreu, não foi crime por algum motivo qualquer.
    Nesse caso em particular, o mais gritante é que a versão da defesa é inverossímil. Faz sentido que um sujeito venha todo mês de Goiás para São Paulo, só para ir bater na porta de alguém para cobrar aluguel, feito o Sr.Barriga do seriado Chaves, receber em dinheiro vivo e dar recibos cheios de erros de digitação? Porque não contratar uma imobiliária?

  7. Nero tem levado a culpa de ter ateado fogo em Roma de uma forma injusta, segundo os historiadores.

    Na verdade, o imperador sanguinário e doido estava em outra cidade neste dia, e voltou urgente a Roma, abrindo os jardins do palácio para os desabrigados!

    A verdade é que o incêndio que devastou 10 dos 14 bairros romanos foi acidental.

    O fogo teve origem nos casebres de até 5 andares de altura, de madeira, e o povão se aquecia do frio. Uma corrente de vento deve ter derrubado a vela e o incêndio se propagou em razão das fortes rajadas de vento naquela noite!

    Mais ou menos como o ditado sobre o diabo, que mais sabe por ser velho do que ser demônio!

  8. Mais uma condenação para o Lula em 1a instância, dia 24 em 2a e Palocci delatando tudo, e acabou.
    Pode chorar a vontade.
    Pode construir altarzinho para o Lula, Gleisy e quetais porque ACABOU.
    Acabou a mamata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *