Fora-tarefa cumpriu mandado de busca e apreenso na casa de Garotinho

Garotinho no ru, mas continua sob investigao

Marco Grillo
O Globo

Agentes do Ministrio Pblico do Estado do Rio (MP-RJ) e da Secretaria de Estado de Segurana cumpriram, na manh desta tera-feira, um mandado de busca e apreenso na casa dos ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense. O objetivo da ao, que faz parte da Operao Caa-Fantasma, recolher documentos relacionados a um suposto esquema de fraudes que seria comandado pelo empresrio Fernando Trabach Gomes, que teve a priso preventiva decretada.

Fernando Trabach acusado de usar um nome falso George Augusto Pereira da Silva e fraudar licitaes em municpios como Campos e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. As empresas em nome do “fantasma” firmaram contratos com a prefeitura de Campos durante a gesto de Rosinha Garotinho, mulher do ex-governador, e prestaram servios para Garotinho quando ele foi deputado federal.

11 DENUNCIADOS – Ao todo, o MP denunciou 11 supostos integrantes da quadrilha por organizao criminosa, lavagem de dinheiro, sonegao fiscal e falsidade ideolgica a denncia j foi aceita pela 3 Vara Criminal de Caxias. Garotinho e Rosinha no esto na lista dos rus.

Alm de Trabach, outras duas pessoas tiveram a priso preventiva decretada, mas os nomes ainda no foram revelados. O Grupo de Atuao Especializada no Combate Corrupo (Gaecc) tambm esteve na sede da prefeitura de Campos, que at ano passado era comandada por Rosinha. Trinta mandados de busca e apreenso foram cumpridos nesta manh.

DESDE 2006 – O esquema, de acordo com o Ministrio Pblico, comeou a vigorar em 2006. Em Campos, a prefeitura contratou empresas ligadas ao empresrio para alugar ambulncias, em contratos que chegaram a R$ 17,3 milhes. A operao apura ainda contratos assinados com a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e a Polcia Civil.

Em 2013, a revista “poca” revelou que Garotinho, ento deputado federal, havia alugado, por meio do gabinete na Cmara, veculos da empresa GAP Comrcio e Servios Especiais. A firma est registrada em nome de George Augusto Pereira da Silva, o fantasma criado por Trabach. Na ocasio, o ex-governador negou irregularidades e afirmou que no conhecia George Augusto Pereira. A prefeitura de Campos tambm negou, poca, qualquer irregularidade.

Em nota, Garotinho e Rosinha afirmaram que “a prefeitura de Campos foi vtima, a exemplo de outras prefeituras e rgos pblicos do estado”. O casal classificou o cumprimento do mandado de busca e apreenso de “perseguio poltica”. A nota diz ainda que, aps a revelao dos fatos, Rosinha rescindiu o contrato com a GAP e “reteve recursos que ela tinha a receber”.

A prefeitura de Campos tambm se manifestou na manh desta tera-feira, por meio de nota. Confira a ntegra do comunicado:

“Agentes do Ministrio Pblico Estadual (MPE) realizam operao na manh desta tera-feira (08) na sede da Prefeitura de Campos com o objetivo de recolher documentos relativos empresa GAP, que prestava servios de ambulncia para a gesto passada.

O procurador geral do municpio Jos Paes Neto acompanha a equipe do MPE, que est com mandado de busca e apreenso, e recolhe documentos relativos empresa que se encontra sob investigao judicial por conta dos servios prestados antiga gesto.”

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Garotinho e Rosinha no foram denunciados, mas continuam sob investigao, caso contrrio a fora-tarefa do Ministrio Pblico e da Polcia Civil no teria realizado a busca e apreenso. mais um baque na imagem dos dois, que em matria de irregularidades so meros amadores, em comparao ao profissionalismo de Srgio Cabral e Adriana Ancelmo. (C.N.)

8 thoughts on “Fora-tarefa cumpriu mandado de busca e apreenso na casa de Garotinho

  1. Amadores? Me desculpe, mas so profissionais de carteira, se o MP, receita federal e PF fizessem uma devassa iria ver o enriquecimento destes dois, inacreditvel como polticos no Brasil enriquecem da noite para o dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.