Foto tirada na Austrália é usada para desacreditar universidade federal de Minas Gerais

A foto é da série “Naked City”, tirada por Spencer Tunick em 2001

Alessandra Monnerat
Estadão

Um boato falso sobre um protesto com pessoas nuas em universidades de Minas Gerais voltou a ser compartilhado no Facebook nesta semana, após manifestações nacionais contra cortes nos orçamentos dos institutos federais de ensino superior. A desinformação usa uma foto tirada em Melbourne, na Austrália, em 2001, e já havia sido checada pelo Estadão Verifica, por meio do projeto Comprova, durante as eleições.

Com a legenda “alunos e professores de universidades de Minas Gerais fazem protesto contra Bolsonaro”, a publicação no Facebook já teve mais de 182 mil compartilhamentos desde outubro do ano passado. Nas últimas 24 horas, outras 3,4 mil pessoas compartilharam a desinformação.

BUSCA REVERSA – Para encontrar o contexto original da foto, basta utilizar uma ferramenta de busca reversa de imagem. No Google Imagens, por exemplo, o usuário pode carregar uma imagem ou pesquisar pelo link da foto. Os resultados mostram os sites em que aquela imagem aparece.

Ao buscar a foto que viralizou no Facebook, é fácil comprovar que a reunião de pessoas peladas ocorreu no dia 7 de outubro de 2001. Segundo informou o jornal australiano The Daily Telegraph, trata-se da sessão de fotos “Naked City” (Cidade Nua, em inglês) para o artista Spencer Tunick. Ele é conhecido por tirar fotografias de grandes aglomerações de corpos nus.

Na época em que o boato começou a circular, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) também negou, por meio de nota, que a foto fosse de uma manifestação em seu campus. A universidade comunicou que lamenta que “o espaço intermidiático da cultura em rede esteja sendo povoado de inverdades”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
É lamentável o uso das redes sociais para difundir fake news sobre as universidades brasileiras. Sem dúvida, é impressionante o número de notas e imagens falsas postadas pelos imbecis que sonham em transformar o Brasil novamente em uma ditadura. Essa da famosa série Naked City foi enviada pelo grande psiquiatra Ednei Freitas, que tem atuação de âmbito internacional por desenvolver estudos revolucionários sobre a chamada “terceira memória”. Aqui no Brasil, ainda estamos na primeira memória e há idiotas que não lembram ou saibam o que significa uma ditadura. (C.N.)

21 thoughts on “Foto tirada na Austrália é usada para desacreditar universidade federal de Minas Gerais

  1. Isso não desmerece nada. É apenas pessoas peladas. Nada demais.

    O que desmerece as nossas universidades vem do fato de sua posição no ranking internacional em que ele ocupa um lugar vergonhoso, que demonstra que o nosso dinheiro está sendo jogado no lixo.

    Um dinheiro que deveria ser empregado no ensino fundamental e técnico.

    Quanto a esse lixo de universidades deste país deveria ser privatizado.

  2. Note-se que esta foto foi criminosamente divulgada, e criminosamente porque mente que se trata de evento na Universidade Federal de Minas Gerais, mas na verdade é uma foto de evento na Austrália, no ano de 2001, já com intuito de denegrir não só a UFMG , mas todas as universidades públicas do Brasil. Não sei se foi com o consentimento do candidato à época Jair Bolsonaro em sua campanha para Presidente da República, mas certamente foi criminosamente colocada por quem apoiava a eleição de Bolsonaro e já sabia que este futuro presidente, se eleito, iria denegrir, difamar e cortar verbas das universidades públicas brasileiras, alegando que as universidades públicas brasileiras era um antro de pessoas promíscuas e anormais, como vêm fazendo o atual Presidente Bolsonaro e seu assecla que hoje é “Ministro da Educação”, que vem batendo nesta mesma tecla sobre a moralidade e a conveniência da universidade pública, o que é, este sim, um argumento não só falacioso como extremamente imoral. A finalidade disso é não só cortar verbas das universidades, mas também sucatear até o desaparecimento da universidade pública e dos institutos de pesquisa, assim como o estudo da filosofia, para que os brasileiros continuem acríticos, messiânicos, incautos, fanáticos e incapazes de pensar.

    Como vemos, tivemos bandidos nos governos do PT, que alguns insistem que é esquerda, um governo desonesto e de ladrões, e o trocamos por um governo, este sim, de extrema-direita, de pessoas absolutamente mal intencionadas e desonestas e que recorrem às mais sórdidas mentiras para sua propaganda do anti-pensar, com o fito da idiotizar o povo brasileiro. Estes, também, por isso tudo, são igualmente bandidos.

    • Deve ser algum bobo que colocou essa foto e estou até desconfiado que é gente da esquerda mesmo que fez isso.

      Inútil essas bobagens querer denegrir as universidades se as avaliações internacionais já mostram claramente o que elas : LIXO.

      • QUÁ ! QUÁ! QUÁ !!!!!!!!

        Rindo da Maga Patalógica!!!!!!

        Não deixe faltar Cremogema , pra lubrificar sua ‘bot mind’….

        Onde voce estudou? Na Oztráulia? Ou num desses lixos?, ou nunca estudou na vida?

        Que seus comentários denotam um entendimento do contexto á base de estudos realizados no programa Teletubbies ….

      • Supostamente, vocês que criticam, todos estudaram em Harvard, correto?

        Ou NUNCA estudaram nada, ou sao o resultado do monte de esterco que denunciam….

        Recalcados que nunca passaram numa Fuvest, talvez?

        Ái cotovelo!!!! *%@*&\

        Mas nao e nada disso!

        Trata-se somente do ESGOTO que e o trabalho de desconstrução que voces pregam para instaurar um autoritarismo de bunda mole!!!

        O BANDO DE BOTS ASSALARIADOS DOS BOZOLADOS, a serviço …

  3. UFMG lidera ranking de patentes no Brasil
    quinta-feira, 10 de agosto de 2017, às 9h26

    A UFMG é a líder no ranking de instituições depositantes de patentes no Brasil em 2016, com 70 pedidos, segundo relatório divulgado pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Em segundo lugar está a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com 62 pedidos, seguida pela Universidade de São Paulo (USP), com 60 depósitos, e as universidades federais do Ceará (58) e do Paraná (53).

    O Boletim Mensal de Propriedade Industrial do Instituto ressalta a presença preponderante das instituições de ensino e pesquisa, que ocupam as nove primeiras posições dos rankings de patentes de invenção e de modelos de utilidade. Também comenta que a UFMG já havia ocupado posições de destaque nos rankings anteriores, como em 2015, quando foi classificada em segundo lugar entre os depositantes nacionais e em primeiro lugar, se consideradas apenas as instituições de pesquisa.

    De acordo com a Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT), nos 70 depósitos contabilizados no Ranking dos Depositantes do INPI não estão relacionados os pedidos de patente nos quais a Universidade figura como cotitular, ou seja, depositados junto com outras instituições. Quando esses são somados, o número chega a 91. O recorde histórico da UFMG em inovação era de 56 depósitos em 2015.

    Dos 91 pedidos depositados em 2016, 50% são da área de biotecnologia, confirmando outra marca da UFMG: a maior depositante de pedidos de patentes de biotecnologia no Brasil. São tecnologias como diagnóstico para dengue e para doença de chagas, prognóstico de câncer de ovário e composições antineoplásicas. Depois da biotecnologia, as áreas que mais depositaram patentes em 2016 foram engenharia, farmácia e química.

    Desafio

    Para além do desafio de gerar tecnologias por meio das pesquisas acadêmicas, está a transferência dessas invenções para o mercado, por meio da interação universidade-empresa.

    Com o intuito de dar maior visibilidade às pesquisas, a CTIT, que agora completa 20 anos, lançou seu novo portal de inovação, a Vitrine Tecnológica, seção em que os interessados encontram as tecnologias da UFMG separadas por área. O resumo executivo e informações da invenção são disponibilizados em vídeos, no formato de pitches, com descrição do potencial e vantagens da tecnologia.

  4. Qual ditadura cara pálida? Ah! Lembrei! Por acaso foi o Governo Militar que o CONGRESSO chamou porque iríamos cair num COMUNISMO da pesada!
    APROVADO ATÉ PELO ROBERTO MARINHO, ou esqueceram disso?
    Ditadura foi na Rússia e China. Agora, Cuba e Venezuela.
    Quem repudia os militares e o período de tranquilidade que tivemos, é porque estavam com bombas e granadas nas mãos!! Quem não deve não teme!!
    E me digam, o que foi feito deste pobre país depois das diretas? Nadaaaa!!!! Só caíram de boca na fabulosa cornucópia que é o Brasil. Nos saquearam sem dó!!
    Acho que tem gente que gostaria de escrever para o Granma ou o antigo Pravda… rsrs
    Pro Granma ainda dá tempo, é só se mudar pra Cuba.
    Simples assim.
    Atenciosamente.

    P.S.- Quanto as faculdades, só me resta lamentar, pois os que as integram, “alunos”, “professores” e “diretores”, estão degradados moralmente e intelectualmente.
    Parece que nunca viram o que é uma faculdade por dentro hoje. Aquilo é tudo, menos um espaço de ensino.
    Imperam: as drogas, promiscuidade, bebida, sexo livre, tráfico e destruição. Qualquer semelhança com uma favela é mera coincidência!
    Pra terminar, pergunto: a quem vocês querem enganar?
    Fuí!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *