Fraudes continuadas no INSS são a verdadeira causa do déficit da Previdência

Resultado de imagem para FRAUDES NO INSS CHARGES

Charge do Bier (Arquivo Google)

Pedro do Coutto

O Senado finalmente aprovou a medida provisória que determina a revisão das contas do INSS, que são atingidas pelas fraudes continuadas através do tempo. Não vamos esquecer o caso Jorgina Fernandes, um marco em matéria de atuações ilegais que abalaram a estrutura previdenciária.

Reportagem de Tiago Rezende Daniel Carvalho, na Folha de São Paulo de ontem, revela que um levantamento realizado pela auditoria do governo revelou que somente neste ano de 2019 as fraudes registradas nas contas do INSS elevaram-se a 9,8 bilhões de reais.

CAUSA PRINCIPAL – Eis aí, a meu ver, a causa principal do déficit operacional da Previdência. Sobretudo porque o episódio de 9,8 bilhões deste ano não representam os bilhões de reais decorrentes de fraudes ao longo do tempo. Se recuarmos, vamos dizer, por três décadas, vamos nos deparar com as falsificações em série que abalaram não só o governo, mas sobretudo o país.  Hoje não é possível estimar o produto acumulado das fraudes em sequência.

Mas se somente neste exercício, elas representam 9,8 bilhões imagine a quanto monta o produto da ilegalidade e da farsa através do tempo. O caso Jorgina é emblemático da falta de controle do próprio Instituto. No cardápio tempos de serviços falsificados, pagamentos indevidos, balbúrdia na fiscalização conduziram a inadimplência no próprio sistema do INSS.

Se em um ano, durante cinco meses, foram descobertos atos ilegais de quase dez bilhões de reais, emerge a falência de um sistema incapaz de distinguir os roubos praticados.

FRAUDES E SOMBRAS – Não é preciso ser um especialista na questão. Qualquer pessoa que pesquisar constatará as sombras que desciam sobre os números. Bastaria comparar os pagamentos feitos com sua presença no Imposto de Renda. Mas isso é outra questão, embora tenha uma importância extraordinária no volume e no funcionamento de um Instituto cuja finalidade localiza-se especialmente no campo do desenvolvimento social.

Agora finalizando a leitura da reportagem de Flávia Faria, na Folha de São Paulo de ontem, pode-se dizer que elas, as fraudes, abalaram até vários governos que se sucederam através de décadas.

Na matéria, foi destacado que faltavam 3 horas para que a medida provisória perdesse o efeito. Sem dúvida foi uma vitória da sociedade brasileira e de uma verdade que finalmente ganhou primeiro plano pelo que representa e representou em matéria de prejuízo nacional.

 

4 thoughts on “Fraudes continuadas no INSS são a verdadeira causa do déficit da Previdência

  1. E o IMOBILIZADO da Previdência que está jogado às traças? Na Presidente Várgás, são três edifícios; na Presidente Wilson, dois; na Almirante Barroso dois; na Marechal Câmara, mais dois; na AV Passos tem um terreno onde se fez um estacionamento ( um quarteirão ). A Galeria Menescal em Copa cabana, pertence também á Previdência. Agora é só multiplicar pelo Brasil afora

    Estas informações estou fazendo de memória.Quando na ativa, fiz um levantamento dos imóveis da Previdência em todo o Brasil.

  2. É um conjunto e as outras malandragens, principalmente as sonegações e o débito de grandes empresas, inclusive dos políticos deste país, o Brasil poderia ser grande, mas eles continuam maltratando este país e enriquecendo.

  3. Pedro quem lutou para que a CPI da Previdência condenasse Jorgina, um juiz e um advogado que morreu na cadeia foi Cidinha Campos deputada do PDT. Há 3/4 anos foram devolvidos ao governo 40 imóveis que faziam parte da lavagem do dinheiro roubado. Tinha até uma casa em Petropoles que pertençera ao Presidente Dutra. Façamos justiça a Cidinha por sua luta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *