Frustração generalizada

Carlos Chagas

Entre agosto deste ano e abril do ano que vem, estarão fora da cadeia os integrantes do núcleo político do processo do mensalão: José Genoíno, João Paulo Cunha, Delúbio Soares e José Dirceu. Sem esquecer Roberto Jefferson.

Não deixa de ser frustrante, apesar de não se desejar mal a ninguém, verificar que os principais ex-líderes e dirigentes do PT conseguiram tirar de letra as condenações uma vez aplaudidas pelo país inteiro. Terão direito a prisão aberta, ou seja, a cumprir suas sentenças em casa, podendo transitar pelas ruas durante o dia, obrigados a dormir à noite em seus domicílios.

Quando condenados, ano passado, imaginou-se que permaneceriam enjaulados por muitos anos, mas dois fatores conjugaram-se para desfazer a impressão: a mudança na composição do plenário do Supremo Tribunal Federal e as facilidades das leis penais.

O resultado é a prevalência daquele clássico mote popular, de que cadeia, no Brasil, vale apenas para os ladrões de galinha. Ficou óbvia a tendência dos novos ministros recém-nomeados, junto com outros, mais antigos, de abrandar as penas dos réus. Não se cometerá a injustiça de supor que cumpriam recomendações do governo, que os indicou. Nos alfarrábios do Direito é sempre possível encontrar argumentos em favor ou contra qualquer causa. Torna-se difícil e perigoso julgar os juízes. Mas antes pronunciaram-se num sentido. Depois, em outro obviamente oposto.

Mesmo tendo fechado a torneira de sua indignação, o presidente Joaquim Barbosa fica devendo um depoimento. Talvez deixe a obrigação para suas memórias. Quem sabe desabafe antes, sem que o desabafo interfira em sua decisão de iniciar carreira política. A verdade é que continua saudado, respeitado e aplaudido por onde quer que passe. Dependesse apenas dele e os mensaleiros permaneceriam por longa temporada como hóspedes do sistema penitenciário.

7 thoughts on “Frustração generalizada

  1. Enquanto os Ministros do STF (Poder Judiciário) forem escolhidos pelo chefe do Poder Executivo, isto não melhora. Foi assim antes, vergonhoso, e continuará sendo. E tem mais. Como a gangue do PT e sua base enlameada vai continuar mais 4 anos no poder, o restante dos capachos do STF será nomeada pelos faltosos.
    Portanto, em se tratando das maracutaias dos que indicam, os novos réus serão absolvidos por 11 x 0, com direito à ir à TV gozar da nossa cara.
    Por que não paramos com essa discussão sem objetivo, se houve ou não mensalão e mensalinho mineiro, e se discute um novo modelo de preenchimento das vagas do STF e de Desembargadores, que é a mesma desgraça ?

    http://capitalismo-social.blogspot.com.br/

  2. ” A verdade é que (o ministro Joaquim Barbosa) continua saudado, respeitado e aplaudido por onde quer que passe”. Certamente, sobretudo por aqueles que desejariam ver os réus do PT condenados a penas maiores, mesmo que de forma injusta ou sem provas. Mas inegavelmente, a medida que hoje a opinião pública passa a conhecer detalhes de como se desenvolveu o processo para se chegar aquelas condenações. Os aplausos, saudações e respeito diminuíram e muito, a ponto de levarem os entusiastas da candidatura do ministro a refazerem os planos. Ao menos por enquanto.

  3. Aqueles que são justos sabem que o julgamento do “mensalão” foi político e hipócrita…….porque se fez coisas muito piores no passado quando a “Direita” estava no poder……além do mais, o julgamento do mensalão tucano deveria ter sido julgado antes, manchando qualquer julgamento posterior…………..Joaquim Barbosa não passa de um deslumbrado, querendo aparecer e, ao mesmo tempo, com medo de que se agisse com justiça poderia ser taxado pelos hipócritas de plantão de “obediente aos brancos “………..nunca terá o respeito da maioria dos brasileiros!

  4. Não houve mensalão, não houve movimento de milhões de reais ilegais, o Duda Mendonça
    recebeu em dolares numa conta no exterior pelo seu trabalho realizado, Delúbio Soares,
    mesmo antes de ser condenado, foi expulso do PT, José Dirceu foi demitido, mas essa
    decisão do Lula, não tem nada haver com o mensalão. Todos condenados do PT são inocentes, os únicos culpados foram os que não pertenciam aos quadros do PT. Mensalão foi invenção da direita para prejudicar o ótimo governo do Lula. Acredite se quiser.

    • Realmente, são todos íntegros, honestos, éticos. Errados são os ministros do STF (alguns, só, os que não foram comprados).
      Vamos acreditar em papai noel, saci pererê, pq essa história de mensalão é fictícia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *