Fundos de penso: Empregados de estatais denunciam fraudes

Alexandre Rodrigues e Daniel Biasetto
O Globo

As suspeitas de uma articulao poltica para direcionar fundos de penso levantadas pela Lava-Jato coincidem com as denncias de funcionrios de estatais que contribuem para essas entidades. Um grupo de participantes de Petros (Petrobras), Postalis (Correios), Funcef (Caixa Econmica Federal) e Previ (Banco do Brasil) realizou um encontro em So Paulo no ltimo dia 12 para trocar informaes e reforar a participao nos rgos de fiscalizao das fundaes para combater a ingerncia poltica. Eles pretendem realizar um frum com participantes de vrios fundos no incio de 2015.

Uma das integrantes do grupo, a presidente da Associao de Funcionrios dos Correios (Adcap), Maria Ins Capelli, reclama da lentido da Previc, reguladora do setor, qual entregou um pedido de interveno no Postalis. Ela denunciou como causa de prejuzos o aparelhamento poltico da fundao, dominada por PT e PMDB. A fundao coleciona operaes controversas, como a perda de R$ 190 milhes com papis lastreados em ttulos de dvida da Argentina e a compra de notas relacionadas dvida externa da Venezuela. Segundo Maria Ins, o Postalis acumula dficit atuarial de R$ 2,7 bilhes desde 2013:

– como perder R$ 10 milhes por dia. Os trabalhadores dos Correios esto apavorados com as aposentadorias em risco. preciso acabar com o aparelhamento poltico que toma conta dos Correios e do Postalis.

LIBERDADE ENORME…

Para Silvio Sinedino, presidente da Associao dos Engenheiros da Petrobras e um dos conselheiros eleitos da Petros, tudo indica que os interessados em lesar os fundos preferem pequenas operaes divididas entre vrias entidades, que so mais difceis de rastrear e chamam pouca ateno. Ele explica que, em vrios fundos, gestores podem movimentar at 5% do patrimnio sem autorizao do conselho deliberativo.

– Essa regra d uma liberdade enorme, principalmente em fundos grandes. O equivalente a 5% num patrimnio como o da Petros R$ 4 bilhes. Conseguimos aprovar mudana no estatuto e baixar isso para 0,5%, mas mesmo assim isso significa R$ 400 milhes. muito dinheiro – diz.

Para Sinedino, s uma orientao externa explica o investimento de R$ 100 milhes de Postalis e Petros em debntures lastreadas em matrculas da Universidade Gama Filho, no Rio, que fechou as portas em 2013 descredenciada pelo MEC. A universidade j estava mergulhada em dvidas e havia sido recusada por dois grandes grupos educacionais.

O currculo de alguns gestores dos fundos alimenta as denncias de aparelhamento. Vrios j passaram por outras fundaes com indicaes polticas ou de sindicatos ligados Central nica dos Trabalhadores (CUT). Desde o incio do governo Lula, em 2003, ex-integrantes do Sindicato dos Bancrios de So Paulo dominam os principais fundos: Previ, Petros, Funcef e Postalis. Joo Vaccari Neto, o tesoureiro do PT, originrio desse grupo, assim como Wagner Pinheiro, ex-presidente da Petros e atual presidente dos Correios, que indicou o presidente do Postalis, Antonio Carlos Conquista. Este, por sua vez, j foi gestor da Petros e da Fundao Geap (de servidores federais).

One thought on “Fundos de penso: Empregados de estatais denunciam fraudes

  1. coisa boa!

    Vota nessa cambada de vagabundos petistas. Da mfia do Foro de So Paulo e ajudem o Lula, a Dilma e o PT a direcionar dinheiro do surrado povo brasileiro para os pases signatrios do Foro, como Argentina e Venezuela!

    coisa boa, s!!!

    Vota em vagabundo comunista e pague o preo sentindo no bolso, na sade e na perda das expectativas de um futuro merecidamente melhor.

    Eu estou gostando!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.