Furioso, Bolsonaro chama repórteres de “canalhas”, reclama da CNN e ataca a TV Globo

João Valadares
Folha

Visivelmente irritado, o presidente Jair Bolsonaro mandou uma repórter de uma afiliada da TV Globo e integrantes da sua própria equipe calarem a boca, tirou a máscara e reclamou da CNN Brasil em entrevista após a formatura de sargentos da Aeronáutica nesta segunda-feira (21) em Guaratinguetá (SP).

“CNN? Vocês elogiam a passeata agora de domingo né? Jogaram fogos de artifício em vocês e vocês elogiaram ainda”, afirmou Bolsonaro a repórteres, referindo-se aos protestos do último sábado (19) que reuniram milhares de manifestantes pelo país pedindo o impeachment do presidente. O vídeo com a entrevista do presidente foi postado nas redes sociais por um canal bolsonarista.

MERDA DE IMPRENSA – “Essa Globo é uma merda de imprensa. Vocês são uma porcaria de imprensa”, disse. O presidente se irritou inicialmente após ser lembrado que foi multado pelo Governo de São Paulo por não usar máscara.

“Você quer fazer uma pergunta decente? Eu respondo. Você é da Globo? Não quero conversa com a Globo não”, respondeu.

Em seguida, ele voltou ao tema. Ao ser questionado, mandou a repórter calar a boca.

“Cala a boca, vocês são uns canalhas. Vocês fazem um jornalismo canalha que não ajuda em nada. Vocês destroem a família brasileira, destroem a religião brasileira. Vocês não prestam”, disse.

 

14 thoughts on “Furioso, Bolsonaro chama repórteres de “canalhas”, reclama da CNN e ataca a TV Globo

  1. Pela manchete, logo pensei, “xii, o Presidente perdeu as estribeiras”, porém ao ler o texto ví que ele apenas falou, de modo ríspido, algumas verdades.
    Todo o povão sabe que a rede Globo, além de pregar a destruição dos valores familiares e religiosos, faz um jornalismo criminoso. Por isso, o ódio da Globo ao governo Bolsonaro é uma função exponencial da intensidade do desmame.

  2. A atualmente chamada de Globo lixo. Sempre foi um lixo. Porém qdo coloria candidatos como Collor, FHC, Dória, Witzel, e outros era isenta, uma verdadeira imagem do Jornalismo.
    Sem esquecer que ela sempre denegriu Brizola, e outros progressistas.
    Era uma excelente empresa qdo escolheu Moro como a Personalidade do ano.
    O que mudou?

  3. Boa noite , leitores (as):

    Senhor Turíbio , pelo que sabe a Cia. Globo é uma instituição jurídica de direito privado , portanto como pode ela ” AMAR OU ODIAR “, quem quer que seja ?

  4. Bolsonaro quando deixar o governo levará consigo a fama de idiota e imbecil, além de ser responsável diretamente por uma boa parte das mais de meio milhão de mortes que registramos vítimas da pandemia.

    Durante décadas, a Rede Globo serviu aos presidentes, pois sempre foi adepta de se postar ao lado dos governantes.
    Muito ajudou na divulgação de programas e projetos do Executivo, principalmente no que se refere à imagem dos inquilinos do Planalto.

    Bolsonaro assumiu, e tratou de eleger a maior empresa de telecomunicações do País e uma das maiores do mundo, como sua inimiga.
    O motivo era até simplório:
    Qualquer problema na sua administração, e haveria a quem culpar.

    Seus adeptos, adoradores, seguidores, sectários, robôs, automaticamente deram eco às reclamações do presidente.
    A Globo, mesmo com a sua excelência na programação, se transformou em “globolixo”.

    Não preciso rever a História do Brasil durante os 132 anos de República, para afirmar que jamais tivemos um presidente com ímpetos tão antidemocráticos, agressivos, ofensivos, degradantes, contra uma empresa que emprega milhares de funcionários.

    Sequer na ditadura, um dos generais presidentes agiu com tamanha descompostura, desrespeito e má educação, referente a uma organização jornalística, televisiva e radiofônica!
    O ódio é tão grande ou a pantomima é tão bem representada, que Bolsonaro acusa a Globo, infantil e ridiculamente, como causadora da destruição da família, de fazer o mesmo com a “religião brasileira”, e denominando-a como “merda de imprensa”.

    O excelso Werneck pergunta que religião será esta, a brasileira?
    Pois não me interessa a religião que Bolsonaro professa, eminente advogado e jornalista, haja vista não lhe dar orientações adequadas e procedentes sobre como se comportar em público mas, causa-me espécie, que logo Bolsonaro venha a falar de destruição da família??!!

    Casado por três vezes;
    filhos envolvidos em esquemas de corrupção;
    conduta inadequada como exemplo que deveria ser para a sua prole;
    arrogante, prepotente, autoritário, demonstrou para o Brasil e mundo o quanto considera a família, lembrando eu a situação da avó da primeira-dama;
    o descaso e desprezo das vidas ceifadas pelo Covid 19;
    a despreocupação com a miséria e a pobreza;
    o descaso total com relação ao desemprego;
    pouco se importa com a violência que o povo tem sido vítima;
    fiel seguidor do “façam o que digo, mas não façam o que faço”, a respeito de suas promessas de campanha, diante da primeira dificuldade com o congresso, tratou de se aproximar do Centrão, um movimento explícito de mercenários, corruptos e traidores deste País e do povo!

    Se o presidente se referia às novelas, que trouxeram prestígio à televisão brasileira, que deram trabalho a centenas de atores e atrizes, que emocionaram e distraíram milhões de famílias, que se reuniam à noite para assisti-las, a solução era tão simples impedir que a união familiar fosse destruída, bastando que apenas os telespectadores desligassem o aparelho ou rocassem de canal!

    Indiscutivelmente, a Globo protagonizou alguns exemplos de má fé absoluta, de tendenciosidade política, sendo o caso mais grave a célebre tentativa de burlar a votação de Brizola, quando da sua primeira candidatura ao governo do Rio de Janeiro.
    Mais para agradar os militares, que certamente impedir a eleição de Brizola.

    Agora, também Brizola, mesmo sendo alvo direto de um comportamento vergonhoso por parte da Globo, pois nem o gaúcho a ofendeu e a destratou como faz Bolsonaro!

    O que quero dizer é que este tipo de comportamento, além de não ser democrático, acirra ânimos belicosos, alimenta ódio e intolerância, cria animosidades desnecessárias, pois Bolsonaro sabe que está mentindo descaradamente para o povo, pois a sua intenção é ter alguém ou uma organização para culpar os seus fracassos, derrotas e omissões como presidente!

    Quanto à “religião brasileira”, caro Werneck, trata-se de um misto de cinismo, hipocrisia, exploração da crendice alheia, providências para anular impostos que as seitas deveriam pagar, e encher a mente de Bolsonaro que ele é um enviado de Deus, então a sua eleição!

    Mais a mais, com exceção da Assembleia de Deus, onde milita Malafaia, a Universal, Internacional e Mundial, pertencem a três empresários “espirituais”, que pregam a prosperidade – que agrada em demasia a Bolsonaro -, que enaltecem o materialismo, a propriedade e vida faustosa!

    Sequer Karl Marx foi tão materialista como têm sido as seitas neopentecostais brasileiras!!!
    Ah, e volta e meia são levadas à Justiça do Trabalho porque sonegam salários de seus funcionários, e impostos arrecadados de seus empregados, e embolsados pelos patrões de alto valor moral e espiritual!

    O Brasil atingiu o fundo do poço violentamente.
    Será extremamente difícil sermos encontrados, quanto mais conseguir quem nos tire desta profundeza antiética e imoral que nos encontramos!!

Deixe um comentário para Ronaldo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *