Futebol: quarta sem lei

Ontem, quarta-feira, 23:44, quase entrando na quinta (hoje), o Flamengo perdeu a oportunidade de continuar o sonho de ganahar a a Copa Brasil. (E uma vaga para a Libertadores). Juan começou atrasand a vida do Flamengo numa recuada de bola indefensavel. O Flamengo conseguiu empatar, faltando 3 minutos para o fim, ainda na quarta, depois perdeu o jogo.

Hoje, ressaca na Gavea, reuniões duras entre presidente em exercicio (de corpo presente), o presidente licenciado (no telefone), Kleber Leite (furiosos) e o treinador Cuca (distante) inteiramente esquecido. Vem tumulto e grande.

O Fluminense podia ter levado uma goleada das grandes, Mano Menezes, treinador solidario com os colegas em dificuldades, “administrou” (mal) salvou Parreira, mas diminuiu seu prestigio.

Fazendo 2 gols imediatamente, obrigava o Fluminense a fazer 4 para continuar na esperança de disputar. Não fez nada nesse primeiro tempo. No segundo, o Fluminense viu o caminho livre e desimpedido e fez 2 gols antes dos 20 minutos. Nos 30 do segundo tempo, o Corintians não chutou a gol como tambem não chegou perto da area do Fluminense.

Genialdo Mano Menezes: tirou Ronaldo quando faltava 1 minuto para acabar o jogo. Poderia tirar no minuto inicial, rigorsamente igual.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *