“Gabinete do ódio” está perto de ser desmantelado pelo inquérito das fake news

Carlos Bolsonaro deverá ser atingido no final do inquérito

Rafael Moraes Moura
Estadão

O avanço da investigação sigilosa do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre ameaças, ofensas e fake news disparadas contra integrantes da Corte e seus familiares deve chegar ao núcleo próximo do presidente Jair Bolsonaro, segundo o Estadão apurou.

Com previsão de ser concluído em 15 de julho, mas a possibilidade concreta de ser novamente prorrogado, o inquérito já fechou o cerco sobre o “gabinete do ódio”, grupo de assessores do Palácio do Planalto comandado pelo vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do chefe do Executivo. A existência desse núcleo foi revelada em reportagem do Estadão de setembro do ano passado.

OPERAÇÃO DA PF – Comandante do “gabinete do ódio”, Carlos não foi alvo da operação da Polícia Federal ocorrida na quarta-feira por determinação do relator do inquérito das fake news, ministro Alexandre de Moraes. A ofensiva, considerada “abusiva” pelo Palácio do Planalto, resultou na apreensão de documentos, computadores e celulares em endereços de 17 pessoas suspeitas de integrar uma rede de ataques a ministros do STF e na convocação de depoimento de oito deputados bolsonaristas.

A expectativa de integrantes do STF é a de que, se em um primeiro momento Moraes optou por focar nos tentáculos operacionais do “gabinete do ódio”, o filho do presidente da República deve ser atingido já na etapa final do inquérito, com o aprofundamento das investigações.

O cálculo político que estaria sendo feito é o de que o envolvimento de nomes mais graúdos nessa etapa poderia comprometer os trabalhos. A investigação é conduzida no Supremo pelo delegado federal Igor Romário de Paula, que integrou a Lava Jato em Curitiba, e é tido como um aliado do ex-ministro Sérgio Moro, e também por Denisse Dias Rosas Ribeiro, Fábio Alceu Mertens e Daniel Daher.

BLINDAGEM – Em meio às acusações de Moro de que Bolsonaro tentou interferir politicamente na PF, Moraes decidiu blindar o grupo e determinou que o inquérito deveria continuar nas mãos desses delegados, independentemente das trocas no comando da corporação. Ao determinar a operação de busca e apreensão, que mirou empresários e blogueiros bolsonaristas, o ministro definiu o “gabinete do ódio” como uma “associação criminosa”.

“As provas colhidas e os laudos periciais apresentados nestes autos apontam para a real possibilidade de existência de uma associação criminosa, denominada nos depoimentos dos parlamentares como ‘Gabinete do Ódio’, dedicada a disseminação de notícias falsas, ataques ofensivos a diversas pessoas, às autoridades e às Instituições, dentre elas o Supremo Tribunal Federal, com flagrante conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática”, escreveu Moraes.

ATAQUES – A operação contra aliados bolsonaristas foi criticada na sexta-feira, 29, por Carlos no Twitter. “Nunca tiveram provas, apenas narrativas. Revelações literalmente inventadas por 2 parlamentares e agora apoiadas por biografados. Forçam busca e apreensão ilegais para criarem os fatos e ganharem fôlego”, escreveu.

“Eu não sei o que estão fazendo. Não chego perto do meu pai há um bom tempo. Apenas exibi minha liberdade de falar enquanto posso!”, emendou. O filho do presidente ainda postou uma declaração antiga de Moraes em julgamento do STF, quando o ministro falou “que quem não quer ser criticado, ser satirizado, fique em casa, não se ofereçam ao público”. “Querer evitar isso por uma ilegítima intervenção estatal na liberdade de expressão é absolutamente inconstitucional”, disse Moraes na ocasião.

INQUÉRITO – O inquérito das fake news foi aberto por determinação do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, à revelia do Ministério Público, o que provocou críticas da Procuradoria-Geral da República (PGR), da Ordem dos Advogados do Brasil e, na época, de colegas da Corte.

Na ocasião, o ministro Marco Aurélio Mello chegou a chamar o inquérito de “natimorto”. De lá pra cá, no entanto, diminuiu a resistência interna da Corte às investigações, que encontraram na rede ameaças de incendiar o Supremo e matar ministros com tiros à queima-roupa. Interlocutores de Moraes avaliam que, hoje, a maioria da Corte apoia o inquérito como uma “defesa institucional do STF” contra ataques.

SUSPENSÃO – O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu na última semana a suspensão do inquérito. A decisão será do plenário do Supremo. A Associação Nacional dos Procuradores da República também contesta a investigação em outra ação.

Em outra frente, um ano e dois meses depois de ingressar no Supremo para também contestar o inquérito das fake news, a Rede mudou de posição e pediu ontem a Fachin o arquivamento da ação. A lei sobre ações de controle de constitucionalidade, porém, prevê que, se a ação for proposta, não se admitirá depois desistência.

21 thoughts on ““Gabinete do ódio” está perto de ser desmantelado pelo inquérito das fake news

  1. Como não existe crime perfeito, a turma de bandidos que integram esse chamado “gabinete do ódio” está sendo habilmente investigada. E logo começarão a ocorrer prisões.

    Afinal a justiça brasileira funciona. Não da forma como gostaríamos, mas da forma possível.

    Fabricar e disseminar fake news NÃO é liberdade de expressão. Porque essas peças de comunicação comumente incorrem nos mais diversos crimes, pois propagam:

    – Calúnia, difamação, injúria, desinformação, ameaça, amedrontmento, desinformação grave, e etc…

    Bolsonaro está apavorado, pois ele está ligado de forma umbilical a esse infame escritório criminoso. Mas na sua psicopatia, segue achando que tudo isso não passa de perseguição.

    Afinal aparentemente um dos transtornos psiquiátricos que o acomete é o classificado como “CID 10 – Z60.5 – Objeto de discriminação e perseguição percebidas”. Mas psiquiatras já têm observado a presença de mais outros transtornos.

  2. Uma coisa é a crítica e a sátira.

    Outra coisa é falarem que vão procurar saber de tudo de um membro, das empregadas, vai infernizar, que vai na casa, vai matar, que pena de morte é a solução, que o poder de estado tem de ser derrubado etc.

    Isso nem na França, país das luzes, seria tolerado.
    Nem divulgar a presença do presidente em evento, tendo em mira que protestantes se fossem ao local, é tolerado.

    http://portalimprensa.com.br/noticias/ultimas_noticias/83109/jornalista+frances+e+preso+apos+divulgar+presenca+de+macron+em+teatro+de+paris

      • Caramba, você vê Datena todos os dias?

        Belo programa, né não?

        Está justificado porque você confundiu HC (habeas corpus) com HC (hidroxicloroquina) e paciente (réu) com paciente (pessoa acometida pelo vírus).

        • Você está de parabéns na arte de mentir, distorcendo o que os outros falam; seu mestre vai ficar orgulhoso, é capaz até de ele dar um apoio aqui em baixo.

          PS: E eu não vou te desmentir, porque agora não está passando datena, está passando o Chris.

          • “Leão da Montanha29 de maio de 2020, 21:01 at 21:01
            Quando qualquer uma pessoa pode impetrar um hábeas corpus em favor de quem se ache (paciente) na iminência de ter sua liberdade cerceada injustamente, ou que já tenha sido – no primeiro caso, preventivamente.
            Mas a questão é que o ministro o fez – assinando – como tal, dando conotação política.
            Então, não tem como o STF se recusar a apreciar, salvo na perdia-se de objeto – talvez por isso tenha o Weintraub ido hoje, a fim de que o HC perca o objeto. Só não sei se será eficaz, pois no HC preventivo foi ainda solicitada extensão a outros pacientes… enfim, uma cagada jurídico-política feita querendo agradar o Presidente.”

            “responder
            “Piadinha.29 de maio de 2020, 23:27 at 23:27
            “pois no HC preventivo foi ainda solicitada extensão a outros pacientes… ”
            Todo brasileiro sabe que tem um tratamento para cada paciente. Nem todos pacientes se dão bem com cloroquina; por isso, o Bolsonaro defende o uso só no inicio da gripe (nos raros casos, em que a doença evolui, tem que interromper o tratamento.”

            Tenta desmentir, Piadinha HC!

          • “””Piadinha. 30 de maio de 2020, 11:19 at 11:19 .

            Eu pensei que estava em outro site (lá as pessoas “pegam” mais fácil o raciocínio); então vou desenhar para você.

            A piada significa, que em medicina cada doente (paciente) tem que ter um tratamento diferente. E no stF eles chamam o réu de “paciente”, para poder trata-lo como em medicina; um tratamento diferente para cada “réu”.

            Entendeu agora ?”””””

            Não tem como ninguém fazer essa confusão que vocês alegam. O objetivo da piada, era fazer as pessoas honestas, não caírem nas suas distorções e mentiras, e perceberem que quem trata um réu como paciente, é o stF.

            PS: Coloque também no Chris, e também chame seus descendentes para assistirem; é bom para estimular o intelecto, e também (somente para seus descendentes crianças) para formação de um bom caráter.

          • Patética a sua desculpa do DIA 30/05/2020.

            Só trouxa acreditaria nessa sua desculpa esfarrapada e infantil. Como não acreditei, logo, não sou trouxa.

            Se você acreditou no que escreveu, ou seja, na sua desculpa esfarrapada e infantil, logo você é …..

  3. Segue uma lista de veículos que são investigados e/ou tem sido bloqueados pelas empresas Facebook, Twitter e Whattsapp por espalhar fake news (notícias falsas) e utilizar estratégias de demolição de reputações para fins próprios.
    Não se informe por veículos de desinformação.
    Discursos de ódio e notícias falsas não são liberdade de expressão.

    1 – Pela Ordem (YouTube)
    2 – Pleno News
    3 – Jornal da Cidade Online
    4 – Pavão Misterioso
    5 – Terça Livre
    6 – Bloco Movimento Brasil
    7 – Gazeta Informante
    8 – Diário do Brasil
    9 – Expresso Diário
    10 – Diário on line
    11 – Br Notícias
    12 – Canal Gama
    13 – Riachuelo em Ação
    14 – Opinião Crítica
    15 – Jornal 21 Brasil
    16 – Grande Ponto
    17 – Presidente Bolsonaro
    18 – Agora Notícias Brasil
    19 – Imprensa Viva
    20 – República de Curitiba
    21 – O Alerta
    22 – 1News
    23 – Folha Política
    24 – Seu Mizuka
    25 – Portal BR7
    26 – Verdade Estampada
    27 – Critica News
    28 – Canal Gama
    29 – Gazeta Brasil
    30 – Ibuzz online
    31 – Jacaré de Tanga
    32 – Senso Incomum
    33 – Vista Pátria
    34 – Bruno Jonssen
    35 – Dr Marcelo Frazão
    36 – Crítica Nacional
    37 – Folha do Brasil
    38 – Folha Política
    39 – Questione-se
    40 – Bombeiros DF
    41 – Enzuh
    42 – Endireita Gandu
    43 – Te Atualizei
    44 – Renova Mídia
    45 – Paula Marisa
    46 – Vlog do Lisboa
    47 – Giro de Notícias
    48 – Bernardo P küster
    49 – Denne Souza
    50 – Alexandre Garcia
    51 – Ravox Brasil
    52 – Conservador & Patriota
    53 – Eduardo Bolsonaro
    54 – Marcos Falcão
    55 – Brasil de Direita
    56 – Vista a Pátria
    57 – Valéria Bernardo
    58 – Brasil Acima de Tudo
    59 – Daniel Lopez
    60 – Daniel Alvarenga
    61 – Carla Zambelli
    62 – Top Tube Famosos
    63 – Jair Bolsonaro
    64 – Movimento Brasil Conservador
    65 – Blog Professor Raickson
    66 – Caneta
    67 – O Patriota
    68 – Patriotas do Brasil
    69 – Brasil pela Direita
    70 – Canal Joseni de Deus
    71 – Mauro Fagundes
    72 – Kim Paim
    73 – Canal do Carlos Bolsonaro
    74 – Aqui o Povo Fala
    75 – Brasil Notícias
    76 – Notícias da Hora
    77 – Folha do Brasil
    78 – Canal Nação Patriota
    79 – Canal Foco do Brasil
    80 – Folha Política
    81 – Patriota 38
    82 – Canal Ed Barroso: Direita? Vou ver!
    83 – Canal Verdade Política
    84 – Bolsonaro TV
    85 – O Pai do Questione-se
    86 – Seu Tube
    87 – Canal Expresso Conservador
    88 – Canal Professor Bellei
    89 – Canal Universo
    90 – Comunicação & Política
    91 – Canal Gigante Patriota
    92 – Canal de Brasília
    93 – Politica Play
    94 – Web Giro
    95 – Canal N Sra de Fátima
    96 – Canal Cafezinho com Pimenta
    97 – Ficha Social
    98 – Canal Katherine Resende
    99 – Canal O Provocador
    100 – Canal Aliança Patriótica
    101 – Oswaldo Eustáquio

    (Atualizada em 11 de maio de 2020)

  4. Isso aqui virou uma grande vergonha. Observem o besteirol|: “Gabinete do ódio” está perto de ser desmantelado pelo inquérito das fake news. E na matéria: “O avanço da investigação sigilosa do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre ameaças, ofensas e fake news disparadas contra integrantes da Corte e seus familiares deve chegar ao núcleo próximo do presidente Jair Bolsonaro, segundo o Estadão apurou.”

    Primeiro, gente boa, investigação sigilosa do Supremo Tribunal Federal (STF) é NULA, pois que JULGA não pode INVESTIGAR.

    Segundo, pelo Regimento Interno do Supremo existe sim a possibilidade de instauração de Inquérito INTERNO, ou seja, para apurar algo (crime) dentro da Casa Judiciária.

    Terceiro, quanto mais vocês batem mais o Presidente Bolsonaro cresce. Ignorar esse relevante fato é cometer, de novo, o mesmo erro das eleições, quando disseram que ele não tinha uma chance em um milhão de ser eleito.

    PS.: E ninguém, da população honesta, decente e trabalhadora (que não fica em casa para destruir o país sob desculpa de seguir OMS (braço de esquerda do Foro de São Paulo e Internacional Socialista), larga a mão do homem, único capaz de confrontar essa esquerda abjeta e destruí-la completamente da face da Terra.

    PS 01.: Foi nesse presidente que eu votei.
    https://www.youtube.com/watch?v=V4aVmKV-iFw

    • Ah, vai… quer dizer que um governador de estado pode ter telefone apreendido e só – e tão somente – o presidente tem seu celular absolutamente livre de qualquer busca e apreensão devidamente fundamentada na lei e depois de fortes elementos indiciários materiais e de sua autoria (?)

      Nenhum país no mundo chega a esse absurdo de proteção.

      Aliás, conversas entre o presidente dos EUA (que seria mais protegido do mundo) são transcritas oficialmente e colocadas sob sigilo puderam ser levantadas pela Câmara do Congresso dos EUA, que resultou na abertura de impeachment.

      Não há lei que de forma absoluta proteja o presidente de investigação e dispense o acesso de um único meio de prova.

      Mesmo que uma lei assim fosse aprovada, poderia ser questionada, verificada a finalidade à luz das circunstâncias de sua aprovação, investigado o espírito que moveu o legislativo da época.

    • Sobre quem julga, não investiga… não vai julgar mesmo!
      Se não sabe, o Alexandre de Morais dar-se-á como impedido de participar do julgamento (muito além do do que julgar).

      Agora se insinua que Poder Judiciário não investiga, está enganado.

      As várias investigações em curso em tribunais devem ser anuladas, ao argumento de Juízes não investigam?

      O Legislativo também fica proibido de investigar?

      Legislativo e Executivo também ficam proibidos de julgar?

      Executivo e Judiciário ficam proibidos de legislar?

      Nenhum dos Poderes praticam atos apenas da espécie própria de sua natureza.

  5. “PS.: E ninguém, da população honesta, decente e trabalhadora (que não fica em casa para destruir o país sob desculpa de seguir OMS (braço de esquerda do Foro de São Paulo e Internacional Socialista), larga a mão do homem, único capaz de confrontar essa esquerda abjeta e destruí-la completamente da face da Terra.”

    Gilberto Clementino dos Santos não precisa questionar os porquês da existência do “gabinete do ódio”, pois certamente o compõe, após a confissão acima.

    Por outro lado, como tem feito costumeiramente, ao afirmar que “ninguém larga a mão do homem”, Bolsonaro, respeitosamente deixo-lhe uma sugestão:
    tá na hora de crescer e seguir teus próprios passos.

    Já tens idade e tamanho suficientes para que as rodinhas de apoio na bicicleta sejam retiradas.

    • Assistiu ao Debate na CNN Brasil ontem, entre Ives Gandra e Torquato Jardim?

      A interpretação dele do artigo 142 de que o exército pode intervir é isolado entre os juristas!

      Por que será?

      Durante seus dias quando mais jovem, servirá à Ditadura.

      Não à toa que esse “jurista” ” leciona há décadas na Escola de Magistratura Militar.
      No Debate o seu “maior jurista” claudicou e titubeou várias vezes para, no final, concluir contraditoriamente que a Democracia não corre perigo…

        • “O programa, na verdade, foi reprisado ontem.”

          Mais um canal esquerdista, que passa na TV a cabo (dominada por esquerdistas, não tem Record News) que cobra mensalidade, é cheio de propagandas e ainda reprisa episódios.

          PS: Nenhum adorador da teta publica, que está no “fique em casa” recebendo a teta integralmente, deveria dizer que eu tenho inveja, por não pagar essa percentagem ao esquema esquerdista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *