Ganância dos detentores do poder ameaça a democracia, diz o general Rego Barros

Agência BrasilVicente Nunes
Correio Braziliense

Ex-porta-voz da Presidência da República, o general Otávio do Rêgo Barros diz que a ganância dos atuais detentores do poder contraria os “os princípios mais salutares da alternância de poder das democracias maduras”. E isso, no entender dele, vem causando aflição em vários segmentos da sociedade.

O general ressalta, em artigo publicado no Correio, ver uma armadilha no atual ambiente político que pode irromper um conflito social de “dimensão não avaliável em médio espaço de tempo, dada à polarização vigente do maniqueísmo que tomou conta de parte de grupos antípodas (estados de disputa)”.

TROMBA D’ÁGUA – Na avaliação de Rêgo Barros, os sistemas de freios e contrapesos do sistema ajustariam a temperatura (da CPI), mas, segundo ele, “não se passaram 30 dias e a tromba d’água se formou na cabeceira do rio do ambiente político, potencializada pela gestão sanitária e as investigações decorrentes”, explicitando que “a senda da institucionalidade está se tornando estreita, com riscos de dificuldades mais adiante”.

Quem acompanha as declarações do presidente Jair Bolsonaro e dos filhos dele compreende, de imediato, o alerta do general. Realmente, a família presidencial já está disseminando o discurso de que, caso Bolsonaro não seja reeleito em 2022, será porque houve fraude no sistema eleitoral. Por isso, vendem como verdade que só o voto impresso pode evitar a derrota do mandatário.

GRUPOS ARMADOS – Além da gestação dessa revolta popular em 2022, a máquina que atua a favor do governo defende a estruturação de grupos armados, dispostos a manter Bolsonaro no comando do país, mesmo que seja adotada uma ditadura militar tendo o ex-capitão do Exército com chefe.

Não por acaso, as instituições democráticas, como Supremo e Congresso, estão sob constantes ataques. E o grupo que detém o poder promove manifestações em série, por todo o país, pregando o fortalecimento do Executivo.

9 thoughts on “Ganância dos detentores do poder ameaça a democracia, diz o general Rego Barros

  1. Bolsonaro, um pedagogo, acidentalmente, pavimentando o caminho à esquerda.
    Alguns se perguntam: “Por que os partidos “progressistas” não se mobilizam, para extirparem Jair Messias do Palácio do Planalto?” Calmem afobadinhos, take easy, relaxem!
    -Vamos deixar o que já está fedendo, apodrecer total; para aquilo que também já foi carniça, mais tarde, quando desidratar e virar couro seco, parecer cheiroso ou inodoro, se comparado ao atual que ainda exala. “Isso sim, é brasilidade!”
    Aos olhos da geração vigente, uma personalidade anômala, identificando-se como Direitista, na mais alta função da República. Como será a reação da juventude? Muito provavelmente esta: moças e rapazes, converter-se-ão em multiplicadores, na destruição do conceito e modus vivendi de tudo que sugerir Direita.
    Desse modo, o Capetão, nos dias atuais, oferece-se como sparring, para fortalecer músculos e convicções dos seus oponentes de agora e da posteridade. Equivale a dizer: quando muito exacerbado, o negacionismo acaba-se transformando em autossabotagem.

    • Sr. Paulo.

      Bolsorachado perdeu a grande chance, iguais aos seus antecessores.
      Meteu os pés pelas mãos., como se dizia antigamente.
      Ficamos na espectativa de novos ares, mudanças.
      Mas, é o mesmo de sempre..
      De “menos pior”. vamos de mal a píor todas ás vezes.

  2. Um país tão grande, dominado por uma elitezinha tão pequena, tão tacanha. A Brazuela é aqui. E a esquerda que ama o sistema venezuelano, de perpetuação de populistas, personalistas, egocêntricos e narcisistas no poder não teriam como reclamar, até porque se pode lá pode cá tb. BASTA de andar para os lados iguais caranguejos. Homens é o que somos. Caminhemos para a frente, sob as luzes da verdade, da liberdade e da Justiça, que é para onde a história quer e deve caminhar e não para os lados e muito menos para trás. Urge seguirmos quem sabe para onde ir e para onde nos levar, para o futuro, pelo melhor caminho. A TERCEIRA VIA DE VERDADE, O PROJETO NOVO E ALTERNATIVO DE POLÍTICA DE NAÇÃO, O NOVO CAMINHO PARA O NOVO BRASIL DE VERDADE, ADVERTE: cuidado, muito cuidado, o sistema apodrecido, forjado, protagonizado e desfrutado pelo militarismo e o partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, que nos dominam há 131 anos, sob as fantasias de direita, esquerda e centro, é coisa do DIABO, tem a alma vendida ao dito-cujo, e agora, ANTE O CERCO DE JERICÓ que está próximo, o Satanás, pego com a boca na botija, está estrebuchando, entrando em parafuso mas continua fazendo de tudo para confundir a sua cabeça e impedir que a verdade de Jesus Cristo assuma o controle do Brasil e impeça o bando de Sataná$, à paisana e fardado, de continuar tentando obrigar o povo brasileiro inteiro, pobres, ricos e remediados, a se tornarem adoradores de Barrabáse$, civis e militares, e para lograrem os seus intento$ ocultos não hesitarão em forjar situações para levarem novos Cristos e novos Tiradentes a novos calvários, para continuar tudo como dantes nos mesmos quadrantes no velho quartel de Abrante$, com os me$mo$, à direita, à esquerda e ao centro, brigando entre si exibindo falsas aparências mas se juntando na hora da comilança. Basta. Chega dos me$mo$. Cansamos do blá-blá-blá, do gogó, do trololó, do mimimi, e dos jogos de cenas dos me$mo$, à direita, à esquerda e ao centro, e agora exigimos a Mega-Solução para o Brasil e o povo brasileiro, para os próximos 500 anos, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, a Terceira Via de Verdade, o projeto novo e alternativo de política e de nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, com Democracia Direta e Meritocracia, porque evoluir é preciso, alicerçado na paz, no amor, no perdão, na conciliação, na união e na mobilização que tem como foco o sucesso pleno do bem comum do conjunto da população, sem guerras tribais, primitivas, permanentes e insanas por poder, dinheiro, vantagens e privilégios, sem limite$. https://www.youtube.com/watch?v=Iy2mvMRMRI0&t=32s

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *