Gandhi e os mortos

Julio Cezar:

“Por que lembrar de Gandhi? Por que os que morrem devem ser elogiados? Com ele vivo e atuante, morreram milhões de indianos, que não tiveram direito a coisa alguma. Morreram de fome.”

Comentário de Helio Fernandes:
Discordar é uma necessidade. De outro jeito, o mundo ficaria inabitável. Mas condenar um herói do mundo e não apenas da índia, é uma heresia. Com ele ou sem ele, a Índia era exploradíssima pela Inglaterra, que dominava o mundo desde a Primeira Guerra Mundial, e continuou até que acabasse a Segunda. Era “dona” da Índia, do Canadá (parte falando francês e parte, inglês), da Austrália (que se chamava então Australásia), da Guiana Inglesa, de países inteiros da África, embora tivessem perdido, há muito tempo, aquelas possessões sem nome que se transformaram em Confederação dos Estados Unidos da América do Norte.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *