Geddel mantém-se indisciplinado, para voltar a tomar remédios sem receita

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, em julho do ano passado, após audiência na Justiça Federal, em Brasília. (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

Geddel aproveitou a crise e começou a fazer dieta

Andréia Sadi e Mariana Oliveira
G1 Brasília

A juíza Leila Cury, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, afirmou ter recebido informações do Presídio da Papuda de que, mesmo diante do isolamento imposto ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, ele permanece indisciplinado. Geddel cumpre prisão em Brasília desde o ano passado, após investigação sobre fraudes na Caixa Econômica Federal. Ele foi preso depois de a Polícia Federal ter apreendido, na Operação Cui Bono, R$ 51 milhões em dinheiro que estavam distribuídos em malas, em um apartamento supostamente utilizado pelo ex-ministro em Salvador.

Segundo a juíza, em decisão do começo de julho, o isolamento disciplinar não prejudica o estado de saúde dele, que tem se recusado a receber todas as refeições diárias e sair para o banho de sol.

“Informa (a direção do presídio), ainda, que mesmo em isolamento disciplinar, Geddel vem se comportando de forma indisciplinada e vem se recusando ao recebimento de parte das quatro refeições diárias ordinariamente disponibilizadas a todas as pessoas em privação de liberdade naquela unidade prisional, insistindo em ter acesso à cantina do Bloco 5. Além disso, ele se recusa a sair diariamente para o banho de sol”, afirma o despacho.

REMÉDIOS – O isolamento começou em 27 de junho e durou dez dias em razão da prática de desacato por Geddel, que também já foi alvo de suspeitas de uso de remédios não prescritos dentro do presídio, o que está sob apuração. No fim de junho, uma supervisora da vara de execuções cobrou, de ordem da juíza Leila Cury, o presídio sobre as medidas tomadas.

A respeito do isolamento de Geddel, Leila Cury citou um relatório psiquiátrico, do fim de junho, que aponta o ex-ministro “um pouco irritado e impulsivo, o que é compatível com o período de mudança da medicação antidepressiva”.

Na avaliação de Leila Cury, não cabe nesse momento discutir se houve ou não falta disciplinar por parte do preso, uma vez que isso está sob apuração. Mas frisou não ver “o menor indício de irregularidade” na medida.

SEM BANHO DE SOL – A juíza destacou que, como em todo isolamento, Geddel teve acesso suspenso à cantina, à televisão e visitas, tendo sido mantido banho de sol diário de 3 horas, mas que ele se recusa sem “razão plausível”. Ela citou que Geddel estava cumprindo o isolamento em cela com mais de seis metros quadrados, tamanho mínimo recomendado, e com estrutura mínima.

Leila Cury destacou que a equipe do presídio tentou encaminhar o ex-ministro para atendimento médico em rede hospitalar externa, mas que ele também se recusou “e ainda ameaçou fazer escândalo caso o retirassem de lá”.

Segundo ela, embora tenha se recusado a todas as refeições, ele aceita o café e a ceia, que correspondem “a dois pães, sendo um deles recheado, um achocolatado e um suco, não havendo, por ora, indícios de riscos à sua saúde”.

A decisão autoriza, no entanto que, caso necessário, Geddel deixe a penitenciária para obter atendimento médico externo.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Para Geddel não fazer delação, Temer prometeu que não haveria mais prisão após segunda instância. Mas o tempo vai passando, Gilmar Mendes e sua trupe fazem o que podem, mas até agora, nada. No desespero, Geddel resolveu bancar o maluco. Pode ser que dê certo e o enviem a uma clínica psiquiátrica, onde terá acesso a todos os remédios tarja preta que lhe aliviam a pena. (C.N.)

8 thoughts on “Geddel mantém-se indisciplinado, para voltar a tomar remédios sem receita

  1. ” Há algum lugar onde estaria sendo gestada uma solução para o modelo de desenvolvimento econômico dos países?

    R: Cingapura é hoje o exemplo mais bem sucedido de um país com desenvolvimento pragmático e não ideológico. Quando lemos sobre Cingapura nos jornais The Wall Street Journal e na revista The Economist sempre ouvimos falar da política de livre comércio e o acolhimento positivo que o país tem com o investidor estrangeiro. O que é verdade. Mas não se fala que 90% das terras do país são de propriedade do Governo; 85% das casas são de propriedade do governo; e 22% do PIB é produzido por empresas públicas. Eles têm um modelo pragmático de economia, que mistura elementos do capitalismo de livre mercado e do socialismo. Eles não são capitalistas, nem socialistas. São pragmatistas. Uma de minhas frases favoritas é de Deng Xiaoping, o ex-líder Chinês: “Eu não ligo se o gato é preto ou branco, contanto que seja bom em pegar ratos”. Isso é o pragmatismo.
    Ha-Joon Chang | economista da Universidade de Cambridge

    https://brasil.elpais.com/brasil/2018/01/05/economia/

  2. Esta frase de Tales de Mileto foi criada especialmente para Geddel: “O maior é o espaço porque dentro dele cabe tudo. O mais veloz é o intelecto porque passa através de tudo. A mais forte é a necessidade porque tudo domina. O mais sábio é o tempo porque tudo revela.”

  3. Nós presídios do interior de SP, se o “apenado” discutir, responder ou demonstrar revolta, imediatamente o setor de disciplina soluciona a questão:o injustiçado, vítima da sociedade, do capitalismo selvagem é imobilizado na grade mais próxima e tem seus dentes frontais extraídos a socos, simples, fica manso rapidamente!Passou da hora do poço de banha e seus pares serem tratados como os demais internos, na base do cacete!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *