General defende reajuste a militares antes de aprovada a reforma da Previdência

Resultado de imagem para

General Eduardo Garrido foi claro: os militares receberão reajuste

Pedro do Coutto

Numa entrevista a Adriana Fernandes e Idiana Tomazelli, em O Estado de São Paulo de ontem, o general Eduardo Garrido, assessor especial da Secretaria de Defesa, afirmou que as Forças Armadas devem receber reajuste de seus vencimentos antes de aprovada a reforma previdenciária. Acentuou que desde 2016 as Forças Armadas não tiveram seus soldos reajustados e assim perderam o poder aquisitivo na mesma dimensão na qual o custo de vida subiu.

Há, portanto, uma defasagem em torno de 15% e a oportunidade para voltar ao equilíbrio entre o salário e os preços coloca-se agora no episódio da reforma previdenciária.

REPERCUSSÃO – A entrevista, sem dúvida, terá grande repercussão, sobretudo porque o general Garrido destacou em linguagem militar que o comandante precisa ter as tropas na mão. E por isso torna-se oportuno o reajuste dos soldos porque deve se alcançar um clima de coesão.

A colocação do general Eduardo Garrido é pertinente e funciona para iluminar uma realidade na qual se incluem todos os assalariados sejam civis ou os integrantes do Exército, Marinha e Aeronáutica. Se existiam correntes contrárias à articulação do Planalto para tentar aprovar a reforma previdenciária, surge mais um fator de contrariedade.

Esse fator inclui a posição do deputado Rodrigo Maia que fez críticas fortes à articulação do governo na qual acha indispensável a presença direta de Jair Bolsonaro.

DENSIDADE CONTRA – Rodrigo Maia repetiu frase histórica de Oswaldo Aranha quando em 1944 declarou que o Brasil era um deserto de homens e ideias. Vê-se agora que a frase atravessou muitas décadas.

Como se constata, a atmosfera em torno da reforma projetada pelo ministro Paulo Guedes está ganhando densidade contra sua aprovação pela Câmara Federal.     

6 thoughts on “General defende reajuste a militares antes de aprovada a reforma da Previdência

  1. Surgiu agora uma nova Unidade de Medida, para avaliar o grau de amor à Pátria de cada cidadão:

    “Patriotismo por centavo no Holerite”. Rimou?
    Atualmente, as nossas Reservas tornaram-se Objeto de disputa de uma ratazana voraz.
    O que determina o tamanho da fatia que cada um arranca, é o Poder que ele detém:

    -Poder Bélico Letal

    -Poder de Legislar em Causa Própria

    -Poder de Julgar para Confinar.

  2. Vejam só que Nação abençoada por Deus:
    – Traficantes financiam candidatos, para, se eleitos, trabalharem na quebra da repressão ao trafico;
    – Empreiteiros também, visando a abocanharem as licitações de obras públicas;
    – Pastores igualmente, com o objetivo de, na esfera do Poder, forjarem uma legislação que lhes favoreçam, nas suas manipulações e bandalheiras impunemente;
    – E os militares, apoiaram Bolsonarano, expectando qual tipo de contrapartida?

  3. Essa reforma da previdência serve apenas para atender os interesses dos banqueiros e garantir as mordomias e privilégios dos militares e servidores públicos.
    Se essa reforma for aprovada vai trazer miséria ao povão trabalhador que trabalha de verdade .
    A situação de bolsonaro vai piorar.
    Daqui pra frente vai ser crise todo dia.
    Vai ser o caos total.

  4. Longe, mas muito longe de resolver o déficit previdenciário, a reforma que o governo pretende por em prática aumentará mais ainda as injustiças contra o pobre e miserável!

    Professores no meu RS estão sem qualquer reajuste há cinco anos.

    Os militares, de modo a não trazerem maiores problemas à reforma, querem reajustes salarias.

    Legislativo e Judiciário são intocáveis, e seus proventos milionários e aposentadorias especiais
    serão mantidas e protegidas.

    Considerando que a corda rebenta sempre no seu lado mais fraco, o povo terá de pagar as despesas, deverá arcar com eternos roubos na Previdência, as suas desonestas administrações.

    O projeto é tão cruel, que as notícias divulgadas dão conta que a viabilidade do Brasil está na aprovação desta reforma.
    Em outras palavras:
    Os ladrões, corruptos, as quadrilhas de bandidos que nos governaram, os desvios das arrecadações da Previdência, estes não serão importunados, haja vista haver o cidadão, o trabalhador, o assalariado com o mínimo, pagarão os danos e prejuízos, evidentemente!

  5. Boa tarde , leitores(as):

    Senhor Pedro do Coutto , acontece que o Presidente da Câmara Federal , deputado Rodrigo Maia , sempre foi e continua sendo parte dos problemas pelos quais o Brasil e seu povo passamos , isso é público e notório .
    Pois tem rabo preso e não á a toa que ele esta sendo investigado , e tentando desmoralizar, desqualificar , humilhar e desonrar o ex-juiz e o agora ministro da justiça Sergio Moro , usando os mesmos métodos de alguns ministros do “Supremo Tribunal Federal – STF ” e continua trabalhando contra os interesses do Brasil .

  6. O milico está reclamando de uma defasagem de 15% e eu aqui com uma defasagem de 4 anos (mais de 30%) pagando 14% de Previdência, aumento de IPTU, aumento de 70% do condomínio nesses 4 anos, 40% do plano de saúde mas ainda não coloquei fogo em ônibus e quebrei vidro de banco esse ano.
    Brasillll

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *