General Pazuello negociou pessoalmente compra de Coronavac com preço quase triplicado

Cb image default

Pazuello mandou filmar reunião com intermediadores

Constança Rezende e Mateus Vargas
Folha

O então ministro Eduardo Pazuello (Saúde) prometeu a um grupo de intermediadores comprar 30 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac que foram formalmente oferecidas ao governo por quase o triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan.

A negociação, em uma reunião fora da agenda oficial dentro do ministério em 11 de março, teve o seu desfecho registrado em um vídeo em que o general da ativa do Exército aparece ao lado de quatro pessoas que representariam a World Brands, uma empresa de Santa Catarina que lida com comércio exterior.

RESUMO DO ENCONTRO – A gravação, obtida pela Folha e já de posse da CPI Covid no Senado, foi realizada no gabinete do então secretário-executivo da pasta, o coronel da reserva Elcio Franco. Nela, Pazuello relata o que seria o resumo do encontro.

“Já saímos daqui hoje com o memorando de entendimento já assinado e com o compromisso do ministério de celebrar, no mais curto prazo, o contrato para podermos receber essas 30 milhões de doses no mais curto prazo possível para atender a nossa população”, diz o então ministro, e segundo ele, a compra seria feita diretamente com o governo chinês.

A proposta da World Brands, também obtida pela Folha, oferece os 30 milhões de doses da vacina do laboratório chinês Sinovac pelo preço unitário de US$ 28 a dose, com depósito de metade do valor total da compra (R$ 4,65 bilhões, considerando a cotação do dólar à época) até dois dias após a assinatura do contrato.

PREÇO ABUSIVO – Naquele dia, 11 de março, o governo brasileiro já havia anunciado, dois meses antes, a aquisição de 100 milhões de doses da Coronavac do Instituto Butatan, pelo preço de US$ 10 a dose. A demissão de Pazuello seria tornada pública por Bolsonaro quatro dias depois, em 15 de março.

Além da discrepância no preço, o encontro fora da agenda contradiz o que Pazuello afirmou em depoimento à CPI da Covid, em 19 de maio. Aos senadores o general disse que não liderou as negociações com a Pfizer sob o argumento de que um ministro jamais deve receber ou negociar com uma empresa.

“Pela simples razão de que eu sou o dirigente máximo, eu sou o ‘decisor’, eu não posso negociar com a empresa. Quem negocia com a empresa é o nível administrativo, não o ministro. Se o ministro… Jamais deve receber uma empresa, o senhor deveria saber disso”, disse Pazuello à CPI.

TANTA PORTA ABERTA… – No vídeo, um empresário que Pazuello identifica como “John” agradece a oportunidade do ministro recebê-lo e diz que podem ser feitas outras parcerias “com tanta porta aberta que o ministro nos propôs”.

A reunião dos empresários foi marcada com o gabinete de Elcio Franco, que recebeu o grupo. Segundo ex-assessores da pasta, Pazuello foi chamado à sala, ouviu o relato da reunião e fez o vídeo.

Três pessoas que acompanharam a reunião disseram que o vídeo foi gravado mesmo antes de Pazuello conhecer o preço da vacina. Segundo um ex-auxiliar do ministro, a ideia era propagandear nas redes sociais o avanço em uma negociação, no momento em que o governo era pressionado a ampliar o portfólio de vacinas.

VÍDEO EM SIGILO – Após a gravação, de acordo com os relatos colhidos pela Folha, parte da equipe do ministro pediu que os empresários não compartilhassem o vídeo, que foi feito por meio do aparelho celular do empresário identificado como “John”.

Um dos assessores de Pazuello teria alertado o general após a reunião de que a proposta era incomum, acima do preço, e a empresa poderia não ser representante oficial da fabricante da vacina.

Caso o negócio fosse adiante, as doses seriam as mais caras contratadas pelo ministério, posto hoje ocupado pela indiana Covaxin (US$ 15), que tem o contrato suspenso por suspeitas de irregularidades.

MILITARES NA MIRA – A proposta da empresa tem data do dia 10 de março, véspera da reunião com Pazuello. Segundo dois auxiliares do ex-ministro e um dos empresários que acompanharam a conversa, a oferta só chegou à pasta no dia do encontro.

Apesar de Pazuello ter dito no vídeo que havia assinado um memorando de entendimento para a compra, a negociação não prosperou.

O governo Bolsonaro resistiu em negociar a Coronavac. Em outubro de 2020, o presidente forçou Pazuello a recuar de uma promessa de compra da vacina. “Um manda e outro obedece”, justificou o general em vídeo ao lado do mandatário.

CRÍTICAS À CHINA– O presidente chegou a dizer que não compraria a vacina mesmo quando a Anvisa desse aval para o uso. “Da China nós não comparemos, é decisão minha. Eu não acredito que ela [vacina] transmita segurança suficiente para a população pela sua origem”, declarou o presidente em 22 de outubro.

Para a CPI da Covid, o governo desdenhou de negociações diretas com fabricantes como a Pfizer, enquanto abriu as portas para representantes de intermediárias que atuavam sem o aval dos laboratórios.

Em uma das tratativas dessa linha de maior repercussão, o cabo da polícia militar Luiz Paulo Dominghetti teve três reuniões com a cúpula do Ministério da Saúde, e afirma que chegou a receber pedido de propina de US$ 1 por dose para destravar uma compra de 400 milhões de unidades da AstraZeneca.

Procurados, Pazuello, Elcio e a Casa Civil —onde os militares hoje despacham como assessores de Bolsonaro— não se manifestaram sobre a reunião do dia 11 de março.

Em nota, a Sinovac disse que APENAS (em letras garrafais, na resposta em inglês) o Instituto Butantan pode oferecer a Coronavac no Brasil.

EMPRESA MULTISETORIAL – Segundo registros da Receita Federal, a World Brands tem capital social de R$ 5 milhões e atua com comércio de diversos produtos, como materiais para uso médico, além de atividades de agenciamento marítimo e de despachantes aduaneiros.

O empresário identificado como “John” afirmou à Folha que havia uma cota da Coronavac que poderia ser ofertada ao Brasil.

Ele disse ser um “parceiro” da World Brand, mas encerrou a conversa telefônica com a reportagem quando foi questionado sobre detalhes das negociações e nomes dos presentes na reunião, como o dele mesmo.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– O amadorismo dessa gente é impressionante. Enquanto o povo necessitava (e ainda necessita) de vacinas para sobreviver à pandemia, os responsáveis pela Saúde se preocupavam em extrair propinas e comissionamentos. É o fim da picada. (C.N.)

25 thoughts on “General Pazuello negociou pessoalmente compra de Coronavac com preço quase triplicado

  1. O engraçado será quando a CPI apresentar seu relatório capenga, a PF apresentará um mais completo, obviamentecom conclusões divergentes. Sem contar que o da PF contará com investigação de estados e municipios e pareceres técnicos do TCU e CGU. O que vocês acham? A qual dos dois a PGR dará crédito?

  2. Realmente como diziam os bolsonaristas desde o início da cpi :

    Palhaçada

    Para que p3rder tempo e encher nosso saco procurando pelo em ovo?

    Bolsonaro é honestidsimo e em seu governo não existe corrupção.

    E de militares ainda???

    E agora como ficam os lugares??

    Afinal o ministro da aeronáutica disse que ia ser só uma nota, depois viriam as providências.

    E agora???

    Usando a fraseologia do poder, tome me cá……

  3. Duas perguntas ao jornalismo do Sistema do Crime Organizado (pt+ psdb+ stf e seus puxadinhos):

    1) qual o valor desviado dos cofres públicos, pela “corrupção” das compras das vacinas pelo MS?

    2) Em qual cidade brasileira eu posso tomar a vacina Covaxin?

  4. O Partido da Ètica PSDBandido vai pra cima do fundão,
    Onde tem bilhão tem tucaladrão.

    PSDB

    Adolfo Viana BA Sim
    Aécio Neves MG Sim
    Alexandre FrotaSP Não
    Beto Pereira MS Sim
    Bia Cavassa MS Sim
    Bruna Furlan SP Sim
    Carlos SampaioSP Sim
    Célio Silveira GO Sim
    Celso Sabino PA Sim
    Daniel Trzeciak RS Sim
    Danilo Forte CE Sim
    Eduardo Barbosa MG Sim
    Eduardo Cury SP Não
    Geovania de Sá SC Sim
    Lucas Redecker RS Sim
    Luiz Carlos AP Sim
    Mara Rocha AC Sim
    Mariana Carvalho RO Sim
    Paulo Abi-Ackel MG Sim
    Pedro Vilela AL Sim
    Rafafá PB Sim
    Rose Modesto MS Sim
    Rossoni PR Sim
    Samuel Moreira SP Não
    Tereza Nelma AL Sim
    Vanderlei Macris SP Sim
    Vitor Lippi SP Sim

  5. Os comunopatas doentes , puxadinho do PSDBandido também adoram uma Teta Publica…

    Cidadania

    Alex Manente SP Sim
    Arnaldo Jardim SP Sim
    Carmen Zanotto SC Não
    Da Vitória ES Sim
    Paula Belmonte DF Não
    Rubens Bueno PR Não

  6. Lembrei da musica

    https://youtu.be/5dY5p-XAjqE

    Por Debaixo Dos Panos
    Ney Matogrosso

    O que a gente faz
    É por debaixo dos pano
    Prá ninguém saber
    É por debaixo dos pano
    Se eu ganho mais
    É por debaixo dos pano
    Ou se vou perder
    É por debaixo dos pano
    O que a gente faz
    É por debaixo dos pano
    Prá ninguém saber
    É por debaixo dos pano
    Se eu ganho mais
    É por debaixo dos pano
    Ou se vou perder
    É por debaixo dos pano
    É debaixo dos pano
    Que a gente não tem medo
    Pode guardar segredo
    De tudo que se tem
    É debaixo dos pano
    Que a gente fala do fulano
    E diz o que convém
    É debaixo dos pano
    Que eu me afogo
    Que eu me dano
    Sem ver meu bem
    É debaixo dos pano
    Que eu me afogo
    Que eu me dano
    Sem ver meu bem
    O que a gente faz
    É por debaixo dos pano
    Prá ninguém saber
    É por debaixo dos pano
    Se eu ganho mais
    É por debaixo dos pano
    Ou se vou perder
    É por debaixo dos pano
    O que a gente faz
    É por debaixo dos pano
    Prá ninguém saber
    É por debaixo dos pano
    Se eu ganho mais
    É por debaixo dos pano
    Ou se vou perder
    É por debaixo dos pano
    É debaixo dos pano
    Que a gente esconde tudo
    E não se fica mudo
    E tudo quer fazer
    É debaixo dos pano
    Que a gente comete um engano
    Sem ninguém saber
    É debaixo dos pano
    Que a gente
    Entra pelo cano
    Sem ninguém vê
    É debaixo dos pano
    Que a gente
    Entra pelo cano
    Sem ninguém vê
    O que a gente faz
    É por debaixo dos pano
    Prá ninguém saber
    É por debaixo dos pano
    Se eu ganho mais
    É por debaixo dos pano
    Prá ninguém saber
    É por debaixo dos pano
    O que a gente faz
    É por debaixo dos pano
    Prá ninguém saber
    É por debaixo dos pano
    Se eu ganho mais
    É por debaixo dos pano
    Ou se vou perder
    É por debaixo dos pano…
    É debaixo dos pano
    Que a gente esconde tudo
    E não se fica mudo
    E tudo quer fazer
    É debaixo dos pano
    Que a gente comete um engano
    Sem ninguém saber
    É debaixo dos pano
    Que a gente
    Entra pelo cano
    Sem ninguém vê
    É debaixo dos pano
    Que a gente
    Entra pelo cano
    Sem ninguém vê

  7. E agora, Jair
    Que você amarelou
    Que o Salles roubou
    Que Wantergarten mentiu
    Que o Pazuello seguiu
    O que o mestre mandou?

    E agora, Jair
    Que a Miche deu sem vascilar
    Para o Pastor e seu Deus
    Milhões que não eram seus?

    E agora que os médicos atestam
    De modo firme e inconteste
    Que a Cloroquina é frescura
    E que a vacina é que cura?

    E agora que veio á luz
    Que até o pastor de Jesus
    Fez parte da quadrilha?

  8. Eita, lascou de vez, até a nova-política do famoso Mamae Kaguei também votou para mamar nos bilhões do fundo…..

    Patriota

    Alcides Rodrigues GO Sim
    Dr. Frederico MG Sim
    Fred Costa MG Sim
    Marreca Filho MA Sim
    Pastor Eurico PE Sim
    Roman PR Sim

  9. Essa Folha perdeu a credibilidade, está quebrada, só não fecho as portas por causa do PagSeguro que não aceito mais suas máquinas. Toda corrupção tem que seguir o dinheiro, qual dinheiro? Não foi pago nenhum tostão em nenhumas das situações citadas na CPI. Isso é só narrativa de quem não aceita a derrota.

  10. Pazuello é o pau mais bem mandado do seu gostosão, e o cabra mais nocivo à nação.

    É uma caricatura de si mesmo, pois não é possível um pau ser general, ou um general.ser um pau.

    De mentiroso não tem mais nada porque gastou toda as suas mentiras na CPI, e daqui por diante só falará a verdade, então será preso à bem da verdade.

    Fingiu, fingiu e fingiu, mas agora não fingirá mais como antes mas sim de forma diferente porque falará a verdade, então continuará fingindo porque a verdade para ele é fingir que não está fingindo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *