General Santos Cruz processa Olavo de Carvalho e outros dois bolsonaristas

Santos Cruz bloqueou dinheiro para Olavo

Santos Cruz cobra altas indenizações que serão doadas à APAE-DF

Rogério Gentile
UOL Notícias

O ex-ministro da Secretaria de Governo da Presidência e general da reserva, Santos Cruz, está processando o astrólogo e guru do governo Bolsonaro, Olavo de Carvalho , além de outros dois militantes bolsonaristas.

Os processos foram abertos no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Santos Cruz cobra indenizações que chagam a R$ 140 mil por agressões que sofreu nas redes sociais.

BOSTA ENGOMADA” – Olavo de Carvalho chamou o general de bosta engomada”, ” bandidinho ” e “gente sem caráter”. “O Santos Cruz é a última esperança que os petistas têm de continuar mamando dinheiro do governo”, escreveu no Twitter.

Os militantes bolsonaristas Maria Tereza Zappi e Manoel Magalhães dos Santo Gontijo também foram processados por compartilharem imagens editadas do general seminu e em posição sexual com George Soros.

ATÉ A FAMÍLIA – Os bolsonaristas também atacaram a família de Santos Cruz , dizendo que “vagabundos são seu pai, sua mãe, sua esposa e seus filhos”, e insultaram o general, a quem chamaram de “figura grotesca do passado” e que “não consegue ser homem sem uma farda por trás lhe dirigindo”.

Nas petições assinadas pelos advogados André Silveira e Ana Paula de Paula, do escritório Sérgio Bermudes, o general pede que as indenizações sejam destinadas à APAE-DF (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, de Brasília).

Olavo, Maria Tereza e Gontijo ainda não se manifestaram no processo. O general Santos Cruz foi demitido em junho de 2019 por pressão do chamado núcleo ideológico do governo, do qual Olavo de Carvalho é uma espécie de guru.

5 thoughts on “General Santos Cruz processa Olavo de Carvalho e outros dois bolsonaristas

  1. Parabéns general, gente desta espécie só aprende quando dói no bolso. E a hora escolhida não poderia ter sido mais feliz, o governo está descendo ladeira abaixo, sem prestígio nenhum.

  2. E a liberdade de expressão, onde fica? Não se pode sacrificar um principio fundamental por mera sensiblidade. Quer dizer que se eu chamar o Messias de Bozo, posso ser processado? Mesmo que a maioria dos brasileiros seja prejudicada por um idiota, temos que calar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *