GM: a ex-potência

Pode ir à falência como foi a Chrysler. Para não quebrar, quer 7 BILHÕES de dólares do governo e que os credores e acionistas aceitem, em troca, 10% das ações desvalorizadissimas. A recuperação está longe.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *