Governador do DF é um fracasso e passou a ser conhecido como “Inganês” Rocha

Resultado de imagem para ibaneis rocha

Ibaneis Rocha é apenas mais uma nulidade a governar Brasília

José Antonio Perez

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, já conhecido popularmente como “Inganês”, é mais um advogado que enriqueceu sem se importar sobre a origem dos honorários a ele pagos. Faz questão de afirmar ser um milionário o tempo todo e é um sujeito extremamente arrogante. Seu vice, Paco Britto, também advogado, nunca trabalhou mas tem coleção de carros importados em sua mansão na península dos ministros, além de várias aeronaves. Vivia de vender tempo de TV do partido de aluguel que criou há alguns anos atrás, hoje chamado de Avante.

“Inganês” Rocha Interrompeu o projeto “Orla Livre”, mesmo com determinação judicial em última instância para a desobstrução e entrega do espaço invadido à população e, “coincidentemente”, era o advogado que defendia os invasores antes de arranjar seu mandato com apoio da turma de Roriz.

UM NOVO RORIZ – Em retribuição, “Inganês” colocou todos os ex-assessores de Roriz em seu governo, alguns em postos-chave. Um amigo que trabalha com um deputado e que o acompanha semanalmente a reuniões com essa gente na mansão que “Inganês” comprou pelo maior valor já registrado no DF no setor de mansões do Lago Sul (chácaras, em frente à propriedade de Luiz Estevão) me disse que o deputado comentou que, após o governo “Inganês”, Brasília demorará pelo menos 50 anos para se recuperar das vigarices ainda vindouras.

Bem informado, o deputado comprou logo terrenos nas redondezas onde “Inganês” acertou de construir a nova ponte sobre o lago Paranoá.

DECISÃO ACERTADA – Quanto à decisão do TCU, que o governador chamou de “tribunal de merda”, infelizmente a medida está correta. Digo infelizmente, porque vai faltar  dinheiro para pagar aposentadorias e pensões de servidores, porque o fundo constitucional que “Inganês” queria usar destina-se exclusivamente a manter as polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros da capital.

Na minha opinião (mesmo sendo morador do DF), é um absurdo esse fundo, pois arrancam dinheiro dos contribuintes de todos os estados da federação para pagar super-salários para alguns privilegiados servidores do governo local.

Há mais de uma década já havia delegados em Brasília recebendo mais de 50 mil reais por mês. Com o abate-teto recebem hoje “apenas” 39 mil (teto) e se aposentam com quarenta e poucos anos de idade. Tudo errado. Brasília não merecia mais uma quadrilha no Buriti.

32 thoughts on “Governador do DF é um fracasso e passou a ser conhecido como “Inganês” Rocha

  1. “Na minha opinião (mesmo sendo morador do DF), é um absurdo esse fundo, pois arrancam dinheiro dos contribuintes de todos os estados da federação para pagar super-salários para alguns privilegiados servidores do governo local”. A Polícia do DF é a mais bem paga de todo país. Quanto ao fundo que arranca dos estados para alimentar a bonança na Côrte, lembremos que Brasília foi feita para ser Brasília. Um gasto e energia absurdos para levanta-la e um preço político ainda maior para manter o Governo Federal nela. Quanto a eleger as porcarias ou correr para o lado do tabuleiro que fede menos, lembremos que enquanto não se puder ter candidaturas avulsas, isso é o máximo que este sistema nos permite fazer.

    • Mas dá pra lembrar que o Agnelo PT DF, para segurar uma greve dos agentes, aumentou em mais de cem por cento as gratificações dos delegados e o movimento foi enquadrado.

      • Aumentou de quem já ganhava muito mais. Houve varias greves da PCDF reivindicando equiparação com a PF e essa foi inclusive uma das promessas de campanha (não cumpridas) do Inganês. Se querem ganhar igual a PF, que façam concurso para PF e não greve que prejudica a todos. Os novos querem a equiparação mas os antigos recebem muito mais que a PF. Nos governos Roriz a PCDF recebia 2 contra cheques. Salário dobrado e olhos vendados para as vigarices que eram ESCANCARADAS. A PCDF teve e tem tanta força junto ao GDF que já fez DEZENAS de distritais. Até hoje há varios agentes e delegados na câmara distrital. TODOS os policiais ( civis, federais, militares e rodoviários) se elegem com a bandeira da segurança pública mas chegando a câmara (federal ou estaduais) só olham para si e para sua corporação. Só olhar a reforma da previdência. Querem planos de cargos e salários e aposentadorias especiais.

  2. KKK nunca nos esqueçamos de que o DF sempre foi uma Ilha da Fantasia. Enquanto o resto do Brasil se mata de trabalhar e arrecadar impostos, nesta cidade só se vive dos impostos arrancados no resto do país.

    • Pois é, Peres, mas os penduricalhos são reservados apenas para os chefes, geralmente delegados, que não pagam nem gasolina. O Agnelo dobrou as gratificações para os puxasacos para não dá aumento para a ralé do nível médio.
      Dizem que comprou os delegados chefes para não ser preso:
      https://www.google.com/amp/s/veja.abril.com.br/brasil/apos-novo-escandalo-agnelo-demite-diretor-da-policia-civil/amp/

      A tabela acima deve ser para agente de polícia.

      “Após novo escândalo, Agnelo demite diretor da Polícia Civil
      Onofre de Moraes aparece em vídeo dizendo que governador ainda seria preso pela Polícia Federal. VEJA mostrou tentativa de cooptação de testemunha.”

    • Lembrando que a transferência anual dos cofres da União para o GDF ultrapassa os 14 bilhões. Isso equivale a quase a metade da verba anual do Bolsa Família e a mais do que a receita líquida individual de 14 estados, 90% desse dinheiro é gasto só com pessoal. SALÁRIOS DE SERVIDORES DO GDF.

  3. Quanto ao Ibanez, não se têm notícias que já tenha roubado no atual governo, o que já é um grande avanço quando se está em um país tão corrupto quanto o nosso.

  4. A era da picaretagem DE: GUSTAVO CASTAÑON / 4 DIAS ATRÁS

    Política diz respeito a conflito de interesses. Defender uma posição, é contrariar outra. Então um critério infalível para identificar picaretas políticos é que eles tentam esconder o que são e o que querem por trás de nomes e causas que não contrariam, aparentemente, ninguém.

    Ora, quem não contraria ninguém não defende nada.

    Eram exemplos as famosas “passeatas pela paz” no Rio. Ora, quem vai fazer uma passeata pela violência? Ou a “defesa da família”. Ora, quem é contra a família? No fundo essas pessoas podem estar querendo é lutar contra a liberdade de pessoas LGBTi e portanto tem que falar que estão fazendo outra coisa.

    O exemplo máximo dessa degradação da vida política em nosso país são os partidos que resolveram esconder que são partidos e o que pensam, e os movimentos que não afirmam absolutamente nada.

    Surgiram nomes como “Podemos”, “Avante”, “Democratas”. O que significam essas porcarias? Por acaso alguém não pode? Ou quer ir para trás? Ou não defende a democracia no jogo democrático?

    Pior ainda os movimentos que negam os partidos como “Acredito”, “Agora!”, “Juntos” ou “Em frente”. Façam o teste. Existe alguém defendendo o “Duvide!”? Ou o “Ontem!”? Ou o “Para trás!”?
    Se não, é porque esses nomes são vazios, não expressam posição política ou luta alguma, e portanto só servem para evitar atrito e esconder as verdadeiras intenções de seus donos.

    É uma importação anódina da assepsia politicamente correta do Partido Democrata americano para o Brasil.

    Se não importarem o dinheiro deles também, já está ótimo.

    Meus respeitos:

    Só respeito politicamente quem coloca a cara na janela para apanhar.

    O resto, ou não defende nada, ou não pode realmente revelar o que defende…

  5. Nossa que texto ridículo, eu tbm sou morador de Brasília e embora tenha as minhas criticas ao Ibaneis as criticas do texto não apontam nada a não ser bobajadas.

    O projeto Orla era um lixo (além de morador sou urbanista tbm ok?) resultado de um estupidez do MP.

    E não foi o Ibaneis que decidiu construir a ponte, esse projeto já existe a uns 30 anos! E é obvio que as pessoas vão comprar terras em lugares que tendem a valorizar. Qual o problema?

    A unica critica pertinente é a existência do fundo constitucional que só serve para inchar de forma irresponsável a maquina publica do DF.

    Enfim, texto mal escrito, com criticas rasas, Ibaneis tem coisas a serem criticadas.

    • “Estupidez” é impedir o acesso do povo à orla do lago. Sou morador do lago Sul há décadas e deveria estar reclamando assim como a grande maioria. Pelo seu ponto de vista então só quem mora na avenida Atlântica deveria ter acesso à praia de Copacabana? O lago é público e os acessos foram invadidos. Existe um TAC e decisão judicial em última instância. Qual seus argumentos técnicos como “urbanista”?

      • O projeto não garante o acesso dos moradores ao lago. Simples assim.
        O que esse projeto medonho cria é um cinturão de área publica em torno do Lago, uma “tripa”, sem acessos, difícil de ser controlado ou fiscalizado e de alto custo.

        Vai virar tudo terreno baldio, simplesmente por que a área é impossível de ser usada pela população, é basicamente o quintal das casas.

        Teria sido muito mais útil a cidade vender essas áreas aos moradores, e cobrar o devido IPTU aumentando a arrecadação e com o dinheiro criar uma serie de parques em pontos mais abertos com infraestrutura para garantir ai sim o acesso da população ao lago.

        MP e judiciário não entendem coisa nenhuma de urbanismo.

        O projeto do Lago Norte e Sul foi todo errado, a implantação foi mais errada ainda e esse projeto é outro erro.

        • Está difícil escrever. Quem mora à beira do lago ou tem amigos ou parentes sempre vem com os mesmos argumentos seus. Tudo que foi “vendido” de patrimônio público em Brasília FOI NA VERDADE DOAÇÃO! Os apartamentos funcionais, os condomínios em área pública e etc.. Vendidos muito abaixo do preço de mercado e financiado a perder de vista .

        • PPP’s são a solução. Pontão de lago Sul É O EXEMPLO A SER SEGUIDO. Há clara intenção de deixar o projeto e os terrenos vazios abandonados para depois devolver aos invasores dizendo serem eles as melhores pessoas para cuidar dessas áreas. Ainda bem que ja ha trânsito e julgado e TAC assinado entre as partes. Inganês simplesmente abandonou a democratização da orla do lago. Lembrando; foi advogado de defesa dos invasores então tem sim interesse particular ali. O projeto previa até roda gigante no estilo LONDON EYE. A orla é espaço público. Tem que ser da população e não de poucos invasores.

    • Ele não decidiu construir a ponte MAS DECIDIU ONDE A MESMA SERÁ CONSTRUÍDA ! Desapropriando terras e comprando o que tem em torno do seu acesso. Problema nenhum , DESDE QUE SE DIVULGUE o trajeto para que TODOS possam se beneficiar, não é mesmo ! Fala sério !

      • Decidiu mas não divulgou. As reuniões secretas acontecem até hoje e a nova ponte é uma “gota d’água” perto do que andam tramando. O sujeito já dizia na campanha que se vencesse doaria milhões ou algo do gênero aí perguntaram porque não diária os milhões se não vencesse. Resposta muito “educada” porém elucidativa; porque o dinheiro é meu e faço o que eu quero! Mas na verdade o sujeito tem MILHÕES a receber em precatórios do GDF. Você é ingênuo, burro ou mal intencionado?

      • Tbm não, o projeto e o local de implantação da ponte já estão definidos a 20 anos. O projeto original inclusive é do Oscar Niemeyer e o local já estava definido desde 1976.

        • Mas não é isso que irá ocorrer. Primeiramente esse governo pensou em construir no lago Sul em função da expansão rumo a arealpha/ Alphaville mas após Brumadinho e a proibição de caminhões na barragem do Paranoa , os planos foram modificados e será construída (já foi inclusive anunciado) no lago norte. Não estou falando da ponte em si que pode até ser onde já está projetada para ser construída. Estou falando do acesso à ponte. Lá é que farão a festa m. Essa gente sabe fazer sem que a princípio se perceba claramente as más intenções. No acesso á nova ponte é que está “o caminho das pedras”, CLARO!

    • Se é uma “estupidez” a orla livre porque será que os trechos já entregues à população vivem LOTADOS de gente usufruindo como o parque da asa delta ou o parque da península? O que o Sr “urbanista” tem a dizer da PPP via concessão do Pontão do lago sul onde há bares, restaurantes e é frequentado de segunda a segunda? Melhor seria estar invadido por meus dúzia de mansões para fazerem seus churrascos no domingo? Quem começou a desobstruir a orla do lago foi o Governador José Aparecido. Recuou nada menos que as mansões dos presidentes da câmara e do Senado e de TODOS os ministros. Esse trecho é onde funciona o parque da península. Comprou briga com Sarney (na verdade com os amigos dele que lá residiam e tem ódio de “povo”) e foi inclusive o estopim para que fosse substituído por Joaquim Roriz. Zé Aparecido havia sido indicado por Tancredo. Gostaria que o Sr “urbanista” me dissesse os argumentos técnicos que o levaram a chamar o projeto de “lixo”. A desobstrução será obrigatória por decisão judicial então se o projeto aprovado é um “lixo” sugiro que o Sr apresente um alternativo. Se for melhor , maravilha! Que seja então aproveitado. Houve um concurso para a escolha do projeto. O Sr participou?

  6. Não conheço a história do governador e pouco conheço de Brasília.
    Mas, se são verdadeiras as argumentações no texto, é possível que sendo o TCU uma merda, que o eleitor de Brasília seja feito da mesma coisa!
    E como a maioria faz, a culpa é da democracia! O eleitor é apenas uma vítima!
    Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *