Governo inaugura escritório comercial em Jerusalém e Netanyahu participa

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro durante cerimônia de abertura de escritório da Apex, em Jerusalém — Foto: Gil Cohen-Magen/AFP

Ao invés da embaixada, Jerusalém ganhou apenas um escritório

Deu no G1

O governo brasileiro inaugurou neste domingo (dia 15) um escritório comercial na cidade de Jerusalém, em Israel. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, participaram da cerimônia.

De acordo com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), órgão vinculado ao Ministério das Relações Exteriores e que vai administrar o escritório, o local terá três funcionários e será comandado pela analista de comércio internacional Camila Torres Meyer, que está há 12 anos na agência e será a única funcionária do governo brasileiro ali – os outros dois funcionários serão contratados em Israel.

CUSTOS REDUZIDOS – O escritório vai funcionar no edifício Jerusalem Gati Business Center em sistema de “coworking”, cuja estrutura, como recepção e sala de reuniões, é compartilhada entre várias empresas, com o objetivo de reduzir custos.

Pelo espaço, o governo brasileiro vai pagar US$ 1.600 por mês, o equivalente a R$ 6.768, pela cotação atual do dólar (US$ 4,23). De acordo com a Apex, esse valor inclui o uso da sala, internet, mobiliário, impressão e limpeza.

O escritório comercial foi inaugurado após uma polêmica causada por declarações do presidente Jair Bolsonaro, que disse que transferiria a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, a exemplo do que fez o presidente norte-americano, Donald Trump.

SAÍDA DIPLOMÁTICA – A cidade é considerada sagrada por cristãos, judeus e muçulmanos e não é reconhecida internacionalmente como capital israelense.

A abertura do escritório em Jerusalém foi uma saída diplomática para o embaraço gerado com países árabes após o presidente ter manifestado publicamente a intenção de transferir a embaixada brasileira. Israel considera Jerusalém a “capital eterna e indivisível” do país, mas os palestinos não aceitam e reivindicam Jerusalém Oriental como capital de um futuro Estado palestino.

O eventual reconhecimento por parte do governo brasileiro de Jerusalém como capital de Israel, e a possibilidade de mudança da embaixada, suscitou, na época, receio de retaliações comerciais de países árabes, grandes compradores de carne bovina e de frango do Brasil.

21 thoughts on “Governo inaugura escritório comercial em Jerusalém e Netanyahu participa

  1. Bem vindos a nova política do pastor na presidência

    Sob clara inspiração bolsonariana, a quadrilha criminosa de cristãos evangélicos extremistas “Bonde de Jesus”assumiu o controle do bairro pobre de Parque Paulista, em Duque de Caxias.

    Os criminosos atacam qualquer pessoa cuja religião não se alinhasse com a sua. Isso incluía impor o fechamento de templos de religiões de matriz africana, como o terreiro de candomblé de Marcos Figueiredo.

    À medida que o cristianismo evangélico reconfigura o mapa espiritual do maior país da América Latina, conquistando poder político, seus fiéis mais radicais, em muitos casos filiados a gangues criminosas, vêm atacando com frequência crescente membros de minorias religiosas não cristãs no Brasil.

    Sacerdotes foram mortos. Crianças foram apedrejadas. Uma idosa foi gravemente ferida. Provocações e ameaças de morte são comuns. As quadrilhas hasteiam a bandeira de Israel, país visto por alguns evangélicos como necessário para assegurar o retorno de Cristo à terra.

    http://bit.ly/2S1Ipup

  2. “A abertura do escritório em Jerusalém foi uma saída diplomática para o embaraço gerado com países árabes após o presidente ter manifestado publicamente a intenção de transferir a embaixada brasileira. ”

    -O ideal é vender para os “iranianos e israelenses”…

  3. Caros CN e MC … Bom dia!!!

    São 2 passagens a serem consideradas:

    “1. O Senhor disse a Abrão: “Deixa tua terra, tua família e a casa de teu pai e vai para a terra que eu te mostrar. 2. Farei de ti uma grande nação; eu te abençoarei e exaltarei o teu nome, e tu serás uma fonte de bênçãos. 3. Abençoarei aqueles que te abençoarem, e amaldiçoarei aqueles que te amaldiçoarem; todas as famílias da terra serão benditas em ti.” 4. Abrão partiu como o Senhor lhe tinha dito, e Lot foi com ele. Abrão tinha setenta e cinco anos, quando partiu de Harã. 5. Tomou Sarai, sua mulher, e Lot, filho de seu irmão, assim como todos os bens que possuíam e os escravos que tinham adquirido em Harã, e partiram para a terra de Canaã. Ali chegando, 6. Abrão atravessou a terra até Siquém, até o carvalho de Moré. Os cananeus estavam então naquela terra. 7. O Senhor apareceu a Abrão e disse-lhe: “Darei esta terra à tua posteridade.” Abrão edificou um altar ao Senhor, que lhe tinha aparecido. (Gn 12)
    … … …
    O texto é mais que claro, né???

    • A outra passagem:

      2 – “20. Quando virdes que Jerusalém foi sitiada por exércitos, então sabereis que está próxima a sua ruína. 21. Os que então se acharem na Judéia fujam para os montes; os que estiverem dentro da cidade retirem-se; os que estiverem nos campos não entrem na cidade. 22. Porque estes serão dias de castigo, para que se cumpra tudo o que está escrito. 23. Ai das mulheres que, naqueles dias, estiverem grávidas ou amamentando, pois haverá grande angústia na terra e grande ira contra o povo. 24. Cairão ao fio de espada e serão levados cativos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos pagãos, até se completarem os tempos das nações pagãs. 25. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas. 26. Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobrevir a toda a terra. As próprias forças dos céus serão abaladas. 27. Então verão o Filho do Homem vir sobre uma nuvem com grande glória e majestade. 28. Quando começarem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeças; porque se aproxima a vossa libertação. (Lc 21)
      … … …
      O texto também é mais que claro … e aí está a explicação porque as nações (gentios – quem não é judeu) não reconhecem Jerusalém.

      Quando se completar o tempo dado para as nações acreditarem em Jesus … haverá sinais no sol (Três Dias de Trevas???) etc etc etc

      Abraços saudáveis kkk KKK kkk

      Vem, Jesus!!!

      • Renato, meu caro … Analisemos o que aconteceu com Theodor Herzl … considerado fundador do moderno sionismo político … https://pt.wikipedia.org/wiki/Theodor_Herzl

        https://fratresinunum.com/2014/05/26/non-possumus/ … “E o estado atual, Santo Padre?” … “Eu sei, não agrada ver os turcos na posse dos Lugares Santos. Nós simplesmente temos que nos conformar com isso. Mas apoiar os judeus na conquista dos Lugares Santos, isso não podemos”.

        O então Papa São Pio X não deu nenhum apoio a Theodor Herzl … no entanto, Israel foi refundada e Jerusalém reconquistada, né???

        Conta outra, amigo!!!

        • Você esqueceu de dizer que os tais judeus que fundaram esse “Estado de Israel” eram maioria esmagadora de comunistas de origem russa.

          Os seus comentários fortalece as minhas palavras:

          “Somente idiotas uteis acham que esse Estado de Israel e a Israel da bíblia.”

      • Renato … há (ou havia) um entendimento (cristão) de que o castigo citado pelo próprio Jesus seria interminável … … … acontece que o mesmo Jesus faz uma restrição: “até se completarem os tempos das nações pagãs.”

        Se Jerusalém não se tornar a Capital Política de Israel … como consequência não há Vinda de Jesus!!! pois ainda não teriam terminado o tempo das nações pagãs (dos povos que não são judeus).

        Você tem outra leitura???

        Um aperto de mão.

        • Você esqueceu de dizer que os tais judeus que fundaram esse “Estado de Israel” eram maioria esmagadora de comunistas de origem russa.

          Os seus comentários fortalece as minhas palavras:

          “Somente idiotas uteis acham que esse Estado de Israel e a Israel da bíblia.”

        • “22. Pilatos perguntou: Que farei então de Jesus, que é chamado o Cristo? Todos responderam: Seja crucificado! 23. O governador tornou a perguntar: Mas que mal fez ele? E gritavam ainda mais forte: Seja crucificado! 24. Pilatos viu que nada adiantava, mas que, ao contrário, o tumulto crescia. Fez com que lhe trouxessem água, lavou as mãos diante do povo e disse: Sou inocente do sangue deste homem. Isto é lá convosco! 25. E todo o povo respondeu: Caia sobre nós o seu sangue e sobre nossos filhos! (Mt 27)

          • Renato … todo o povo pediu o castigo; incluindo filhos!!!

            Porém, cair sangue também tem significado de purificar do pecado, né???

            E o Senhor Deus “costuma” mudar ao terceiro dia:
            1 – foi ao terceiro dia que o Senhor manifestou sua divindade a todo povo israelita – e não só a Moisés!!!
            2 – foi ao terceiro dia que o Senhor mandou o grande peixe deixar jonas na praia!!!
            3 – foi ao terceiro dia que Jesus manifestou sua divindade com a Ressurreição!!!
            … … …
            Podemos esperar que o Senhor “mude” o entendimento e ao terceiro milênio os judeus acreditem em Jesus.

            E aí é que podemos aceitar que Bolsonaro seja mesmo um enviado de Deus!!! !!! !!!

        • Meu colega de comentários … dizem dos khazares – é isso que você quer relatar???

          Acontece que pelos 1.500 uns 20% da população de Portugal era de judeus sefaraditas (que é outra em relação aos askenazitas ou khazares).

          Os judeus em Sefarad (Portugal e Espanha) são citados várias vezes no Antigo Testamento … e os que sobraram após o Genocídio de Adriano foram exilados em Sefarad … e por 1.000 anos os judeus somem da História … só voltando firmemente com os Descobrimentos.

          Sabia que até uns 40.000.000 de brasileiros podem ser de descendência de Abraão e Sara … … … abração!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *