Governo promete cortar dez ministérios. Você acredita?

A maioria dos ministros de Dilma é formada de ilustres desconhecidos

Marina Dias
Folha

O governo federal estuda cortar dez dos 39 ministérios até setembro, segundo anunciou o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) nesta segunda-feira (24).

De acordo com o ministro, o corte faz parte de uma reforma administrativa que envolve ainda a redução de cargos comissionados e secretarias para melhorar a “gestão pública”.

Atualmente, o número de cargos comissionados é de cerca de 22 mil pessoas.

“Até o fim de setembro vamos apresentar uma proposta de reforma administrativa”, afirmou Barbosa após reunião da coordenação política do governo, comandada pela presidente Dilma Rousseff.

INDECISÃO

Apesar do anúncio de cortes, o ministro afirmou que o governo ainda não decidiu quais serão os ministérios cortados. “Há várias propostas em estudo”, declarou.

Pelo que está em estudo, o governo integraria a Secretaria da Pesca no Ministério da Agricultura e uniria o Ministério do Desenvolvimento Agrário ao Ministério do Desenvolvimento Social. Também acabaria com a Secretaria de Assuntos Estratégicos e com o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) – este último perderia o status de ministério, mas continuaria existindo como gabinete. Ainda uniria Trabalho com Previdência e Direitos Humanos iria incorporar as secretarias da Mulher e da Igualdade Racial.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Deviam criar mais um, o Ministério da Embromação, para fechar o ciclo (ou o circo). O governo vai empurrando a crise com a barriga, a situação se agrava cada vez mais, e não se vê nenhuma iniciativa para enxugar a máquina estatal, como eliminar os cartões corporativos, que fizeram a festa de Rosemary Noronha, no tempo em que trabalhava como comissária de bordo no Aerolula. É preciso cortar cargos, mas isso significaria demitir filiados ao PT e a outros partidos da base aliada. A irresponsabilidade fiscal deste governo é algo que nunca antes, na História deste país, nenhum governante teve coragem de assumir. (C.N.)

16 thoughts on “Governo promete cortar dez ministérios. Você acredita?

  1. Bem colocado! Esse foi meu comentário no Facebook, a respeito desta notícia: “Resta vigiar para onde irão os ministros e secretários e assessores! A graça da Foster está ganhando um salário de 159 mil, fazendo o que? Após redução do nr de ministérios, queremos ver a comprovação da diminuição dos custos. E tb queremos ver as despesas dos cartões corporativos, de todos! Afinal, somos nos quem pagamos!”

  2. Lógico que acredito. Vão criar o ministério ” Transformers” para transformarem esses 10 ministérios em Secretarias Especiais, com status de Ministério….

  3. Parafraseando Santo Tomás de Aquino:
    “É mais fácil acreditar que um boi possa voar”, que o governo tomar medidas de austeridade que venham a diminuir os custos exagerados dos combalidos cofres públicos!

    • Boa tarde Bendl, é assim que ‘funciona’..
      ” Hoje, o BNDES publica o seu balanço semestral nos jornais e um ex-conselheiro do banco assustou-se ao ler os nomes dos integrantes do Conselho de Administração do banco.
      Lá, se encontram cinco ministros (Joaquim Levy, Nelson Barbosa, Aldo Rebelo, Mauro Vieira e José Eduardo Cardozo), um presidente da CUT, Vagner de Freitas (sim, ele mesmo, o das armas…), dois secretários-executivos de ministérios, representantes dos empregados e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho.
      Por que o espanto? Não há ninguém da iniciativa privada. Algo inédito, ao menos nas últimas quatro décadas.
      Por Lauro Jardim

      • Virgílio,
        Este Conselho está mais para bloco carnavalesco – pelas suas palhaçadas -, que definir a administração de um banco, independente da sua importância e alcance social.
        No caso do BNDES, evidente que doações em dinheiro brasileiro para governos que se coadunam com o PT, como as direcionadas a Cuba, alguns países da América do Sul e África.
        Também estão explicadas as razões pelas quais Vagner Freitas, o cangaceiro do Planalto, se rebelaria contra o impedimento de Dilma, diante do cargo que exerce no banco e, de Aldo Rebello, o comunista, que deve enfatizar a necessidade de repartir o nosso dinheiro com governantes e nações afinadas com o socialismo, então o perdão que Lula e Dilma concedem às dívidas que possuem conosco.
        Imagino uma investigação denominada de, “Onde está o dinheiro, o gato comeu?”, com bases nas operações em segredo do BNDES, um banco brasileiro e não privado, que Dilma impede que venham a público as transações feitas nas trevas, na calada da noite, que deve colocar o petrolão como insignificante no dinheiro desviado para o estrangeiro, e sem que se tenha delatores que negociem suas acusações por punições menores, ou seja, dinheiro a fundo perdido, verdadeiramente!
        Talvez esteja no BNDES o segredo tão bem guardado do PT, e não que as operações bancárias devam se manter secretas, confusão feita propositadamente para que os cofres do banco continuem inacessíveis aos seus legítimos donos, o povo brasileiro, sempre enganado, roubado e explorado, e com um cangaceiro a proteger o numerário depositado e um comunista a reparti-lo com quem elege como aliado político.
        Vamos de mal a pior, pois a cada dia descobrimos detalhes que, se não causam mais perplexidade, apenas confirmam que o Brasil pertence ao PT, e faz de nós o que bem entende, naturalmente.
        Um abraço, Virgílio.

        • Bendl , no dia 16 apos a manifestacao fui tomar umas cervejas com um Almirante recem reformado.
          Essa pessoa e muito bem informada e entre uma Brahma e outra ele me disse se a Brahma entrar em Portugal e engarrafada…

  4. Tenho comigo que cortar 10 ministérios não é solução, mas sim,
    reduzir para 10 .
    E nomear ministros competentes, sério e HONESTOS.
    Ainda temos muita gente boa. Mas… mas..

  5. Já que a meta é cortar dez ministério o interessante seria assim que atingir a meta, ela deveria dobrar a meta, que convenhamos 29 ministérios ainda é muito..

  6. Isto é Conversa para Boi Dormir ou para Inglês Ver.

    Circulando na rede:

    Conselho de Administração do BNDES é isso ai

    Está no balanço semestral do BNDES, publicado em vários jornais: no Conselho de Administração, formam, entre outros, os ministros Joaquim Levy, Nelson Barbosa, Aldo Rebelo, Mauro Vieira e José Eduardo Cardozo, além do presidente da CUT, Vagner de Freitas, aquele mesmo que falou em “pegar em armas” para defender o governo proletário PT estava usando uma camisa Lacoste de R$ 329,00.

    De quebra, mais dois secretários-executivos de ministérios, representantes dos empregados e, claro, Luciano Coutinho, presidente do banco. Resumo da ópera: na CPI do BNDES, conselheiros também poderão ser convocados.

  7. Enquanto o governo está com a máquina inchada, gordurosa com os companheiros
    e aliados muito bem empregados, o governo tira direitos e arrocha os trabalhadores para fazer
    economia. Para não pegar mal estão falando em diminuir o número de Ministérios etc.
    deveriam fazer isso primeiro, cortando na carne para ter moral e tomar outras medidas.
    Como o empreguismo é a marca desse governo, os funcionários do Ministérios extintos só
    mudaram de local, o número dos aboletados continuarão o mesmo. Tudo nesse governo é enganoso.

  8. O grande Ministério, que, silenciosamente orienta os assaltos aos cofres públicos se chama MINISTÉRIO DAS SAFADEZAS GERAIS, alguém sabe quem é o Ministro sem pasta ???

  9. Pode até substituir o nome do Ministério por um outro cargo ou serviço semelhante, com a mesma remuneração e embromação. Só muda a palavra ministério para departamento com o mesmo valor ($$$). Conversa mole para boi dormir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *