Greenwald pode preservar a fonte, mas tem de liberar o material para ser periciado

Resultado de imagem para greenwald

Greenwald começa a entender que pode se dar mal nessa trama

Carlos Newton

Ao comparecer à Comissão de Constituição e Justiça do Senado, nesta quinta-feira, dia 10, o jornalista norte-americano Glenn Greenwald, fundador do site “The Intercept Brasil”, fez críticas desonrosas ao país que o acolheu. Desafiadoramente, anunciou que não irá disponibilizar às autoridades as mensagens trocadas por procuradores e pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, que basearam reportagens publicadas pelo site.

“Nós não entregamos e nunca vamos entregar nosso material jornalístico para a polícia ou tribunais porque isso é uma coisa que acontece em países autoritários, tiranias, e não democracias. O que nós fizemos, como profissionais, nós verificamos com muita cautela que o material é totalmente autêntico”, advertiu.

SIGILO DA FONTE – Greenwald está vivendo há quase 15 anos por aqui e já deveria saber que aqui na filial Brazil apenas é preservado o sigilo da fonte de notícia jornalística. Trata-se de norma constitucional inquestionável. Mas não há nenhum lei determinando que o jornalista não seja obrigado a entregar o material utilizado, caso alguma possível vítima de injúria, difamação ou calúnia se considere prejudicada.

A decisão será da Justiça brasileira, com apreciação caso a caso, e existe jurisprudência a respeito. Greenwald precisa entender que aqui no Brasil, democraticamente, o sigilo da fonte não se sobrepõe ao amplo direito de defesa de qualquer pessoa atingida por esse tipo de reportagem obtida através de denúncia anônima.

E isso não é típico de regime autoritário ou tirania, muito pelo contrário, é uma conquista democrática de quem teve a honra ofendida, não importa o motivo nem o meio utilizado.

OBSTRUÇÃO À JUSTIÇA – Ao fazer a provocadora afirmativa no Senado, anunciando que não entregará o material, Greenwald está sinalizando “obstrução à justiça”, como dizem na matriz USA, ou cometimento de “crime contra a administração da justiça”, no dizer processual da filial Brazil.

Conforme explicou minuciosamente aqui na Tribuna da Internet o jurista Jorge Béja, a Polícia Federal já deveria ter solicitado autorização judicial para busca e apreensão, antes que Greenwald se desfaça do material. Se a PF não o faz, algumas das pessoas flagrantemente caluniadas poderão fazê-lo, como a procuradora Monique Checker, que teve um diálogo seu grotescamente adulterado.

Greenwald está equivocado em relação ao Brasil. Enfrentamos problemas graves e somos atrasados em muitos aspectos, mas temos uma legislação moderna que protege os direitos humanos, entre os quais se insere a ampla defesa, quando a honra é ofendida por jornalistas de verdade ou supostos jornalistas, como são tidos os blogueiros e usuários de redes sociais.

NA FORMA DA LEI – Na sua arrogância colonialista, Greenwald julga que está acima da lei, mas aqui no Brasil isso não funciona, porque até presidente da República a gente costuma colocar atrás das grades.

No caso do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), sua obrigação é investigar se há movimentos atípicos em contas bancárias. E já existe um pedido do deputado federal José Medeiros (Podemos-MT) para que haja investigação nas contas de Glenn Greenwald, lastreada em fortes indícios.

Medeiros acha estranha a coincidência de Jean Willys (PSOL-RJ) renunciar a um mandato tão disputado, para ser substituído pelo marido de um militante internacional. E há rumores de que o mandato teria sido “negociado”, digamos assim.

###
P.S. 1
Por coincidência, há um desesperado esforço para blindar Greenwald no Coaf, que é um órgão criado para investigar qualquer contribuinte suspeito, seja de que corporação for, e não cabe interferência do Ministério Público nem do Tribunal de Contas da União, que estão sendo usados na blindagem do jornalista americano.

P.S. 2No entender de Greenwald, países democráticos devem ser Estados Unidos, Suécia e Reino Unido,  que perseguem implacavelmente um jornalista notável como o australiano Julian Assange.  (C.N.)

14 thoughts on “Greenwald pode preservar a fonte, mas tem de liberar o material para ser periciado

  1. É uma força tarefa, bastante Forte (TCU, 1/2 do stf, oab, 90% da Imprensa, talvez 5 ex-presidentes, vários ex-governadores, senadores deputados, banqueiros, tesoureiros, doleiros etc. X Lava-Jato e Povo. Quem vencerá? Uma coisa é certa. A verdade vencerá. A justiça demora, tudo é uma questão de tempo. Estamos de olho.

  2. Se os Organismos Legais não prendem essa “quadrilha confessa internética com membros destilando seus crimes nesse espaço, registrado até com endereço e locais onde se reúnem” tá na hora das FFAA dar um troco e os colocarem na cadeia, talvez os alex,br, renatos e bandidos petralhas comentaristas estancarão suas ameaças criminosas e irão direto para a cadeia, aliás é bom se cuidando a prisão deles tá bem na frente dos locais onde eles vivem !!!! Bandidos tem que ser tratados como bandidos !!!!

  3. Esse Glenn Greenwald não quer entregar o material para perícia porque se o fizer estará desmontada a farsa que ele armou, pois será possível provar adulteração e edição dos textos, além da participação pessoal dele nos crimes para obtenção do material roubado.

    A alegação de que recebeu anonimamente seria facilmente descoberta como falsa.

    A adulteração e a edição foram tão flagrantes que nas supostas mensagens tinha até data no futuro.

    Só otários é que ainda acreditam nesse sujeito.

  4. Hoje em Paraty ele vai levar ovada na cabecinha e obviamente vai dizer que protestos tupiniquins contra green-go são ilegítimos. Só vale protesto de esquerda.
    Ele está sôfrego de se tornar vítima e ter seus textinhos apreendidos pela PF para posar de coitadinho e chamar o Moro de fascista. Mas quem quer textinho escrito com erros de português? Inventados? Sem originais? Fraudados? Pra quê, né? Vai ficar falando para o seu público interno. Taí o Pavao misterioso provando que é super fácil mostrar textos e até prints e todo mundo teria que aceitar. Simples assim. Sem provas vale tudo.

  5. O fato de não querer entregar o material com as mensagens, deixa claro que foi um trabalho escuso, com o único propósito em soltar o Lula e outros corruptos, desmoralizar o Sérgio Moro e acabar com a Lava Jato.
    O que tudo indica é que esse sujeito, Greenwald, é a peça principal da quadrilha. O que a justiça brasileira está esperando para agir?

  6. Verdevaldo sequer pode sair do Brasil, aconselhado por seus advogados, por que será, o Dr.Bejá poderia responder?Minha pessoa pode ir a qualquer lugar do planeta, sem nenhum medo e monitoramento de serviços de inteligência… hehehe!

  7. Ele me lembra o “dossiê” dos aloprados.
    Concordo com o José Augusto Aranha.
    O verdevaldo já está caindo de “podre” e só os que vestem antolhos ideológicos ainda acreditam ou querem acreditar.

  8. Como emedebista dos históricos … daqueles que sabem o que é censura prévia etc … concordo com Greenwald em não entregar nadinha voluntariamente a ninguém … lutamos muito para acabar com qualquer tipo de Autoritarismo!!!

    Se alguém se acha atingido injustamente pelo Intercept … que entre na Justiça – é assim no Brasil!!!

    Se o MPF achar que Greenwald coloca a nossa Democracia em perigo … cabe ao MPF (e somente a ele) tomar todas e quaisquer providências – conforme o Poder que o MDB deu ao MP na Cidadã!!!

    Sds.

  9. O fim dessa canalhada tá perto, corre alex, br, renato e afins, lugar de bandidos da quadrilha petralha é na cadeia, tu não és nada e voltarás para o nada atrás das grades, bem atrás das grades, queres ficar perto do Chefe da Quadrilha ??? Estamos olhando para vocês bandidos petralhas vocês escolheram ser contra as Leis e o Brasil, o troco chegou !!!!!!

  10. Muitos furos no caso do aloprado do “The Intercept Brasil””.
    Não quer mostrar as provas por que foram conseguidas ilegalmente; por que não demonstraram o que gostaria e precisaria.

    Tem uma pergunta que eu gostaria de fazer-lhe:
    – quais são, de verdade, os interesses dele e do “The Intercept Brasil” em relação a política brasileira ou mesmo as demais questões de nosso país? Será política? Para ajudar os amigos ladrões e corruptos?
    E por fim, o que de benefício espera com tais atitudes?

    Não terá sido contratado pelas facções petistas para apenas tumultuar?

    ´E urgente ações judiciais contra o mesmo. É muito ruim brasileiros de verdade ficar, diariamente, ouvindo e assistindo um sujeito como este andando livre e falando o que quer, SEM PROVAR!

    esta passando a hora de engaiolá-lo!

    Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *