Gustavo Ferraz, cmplice de Geddel, j pediu PF para fazer delao premiada

Geddel e Ferraz, uma grande amizade que j acabou

Vinicius Sassine
O Globo

Preso em razo de ter suas digitais em pacotes de dinheiro apreendidos num bunker em Salvador, o advogado Gustavo Ferraz (PMDB) afirmou Polcia Federal (PF) que deseja colaborar com as investigaes. Ferraz deu detalhes sobre como buscou uma mala com notas de R$ 100 em So Paulo e disse que se sentiu trado pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), tambm preso preventivamente em Braslia em razo dos indcios de que o responsvel pelos R$ 51 milhes encontrados na capital baiana.

Gustavo e Geddel so aliados polticos e as digitais dos dois foram encontradas em pacotes apreendidos. Agora, Gustavo vem se candidatando a implodir a parceria e a entregar o que est por trs da maior apreenso de dinheiro j feita no pas.

O Globo revelou na edio de tera-feira que o advogado admitiu em depoimento PF ter viajado a So Paulo em 2012, a mando do ex-ministro, para buscar quantias em espcie. Na ocasio, Geddel era vice-presidente de Pessoa Jurdica da Caixa Econmica Federal, nomeado pela presidente Dilma Rousseff.

PEDIDO DE PRISO O episdio foi citado pela PF para embasar o pedido de priso preventiva da dupla o dinheiro teria sido repassado por um emissrio do ex-presidente da Cmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Agora, novas informaes obtidas pela reportagem mostram que Ferraz detalhou essa busca das quantias. O cmplice de Geddel j prestou dois depoimentos. No primeiro, foi genrico nas afirmaes. No segundo, acrescentou detalhes e deixou evidente a inteno de colaborar com a Justia. Geddel, por sua vez, ficou em silncio.

Ferraz disse que buscou uma mala num endereo em So Paulo, numa rua cujo nome no se lembrava, e que achava que a bagagem seria leve, tendo notado depois o peso. O advogado afirmou que entregou a encomenda na residncia de Geddel em Salvador, sem abri-la.

DETALHES – Depois, em novo depoimento, Ferraz acrescentou detalhes: forneceu elementos do carro que usou, do imvel onde buscou o dinheiro e do avio que o transportou, que j estaria preparado no aeroporto para ele.O aliado de Geddel afirmou que ele e o ex-ministro abriram a mala em Salvador e notaram a existncia de diversos pacotes de dinheiro. De Geddel ouviu que as quantias iriam abastecer campanhas de candidatos do PMDB da Bahia. Ele disse ter se sentido trado por Geddel, pois no haveria destinao de dinheiro para seu grupo poltico.

De janeiro at o dia de sua priso, na sexta-feira, Gustavo exerceu o cargo de diretor-geral da Defesa Civil de Salvador, nomeado pelo prefeito ACM Neto (DEM). A Justia autorizou a transferncia dele do Presdio da Papuda para o Ncleo de Custdia Militar, onde advogados ficam presos.

Por haver indcios de que o deputado Lcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmo de Geddel, tem ligao com o bunker dos R$ 51 milhes, o juiz federal Vallisney de Souza Oliveira encaminhou ontem o caso para anlise do Supremo Tribunal Federal (STF). Lcio pode ser acusado de lavagem de dinheiro.


###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Geddel est esquentando os motores para fazer a delao que acabar de destruir Temer e o chamado quadrilho do PMDB. Todos sabem que j esto com os dias contados, como se dizia antigamente. (C.N.)

5 thoughts on “Gustavo Ferraz, cmplice de Geddel, j pediu PF para fazer delao premiada

  1. Mais uma declarao vergonhosa de Gilmar Mendes:
    Adeus a Janot: Que saiba morrer quem viver no soube.
    —-
    Como se ele soubesse. No porque cita em Latim, decorou leis, e foi apontado para o STF que sbio.
    Esses caras deveriam acordar do sono profundo em que vivem – ns vivemos no sculo XXI, porra!

  2. Geddel um cara arrogante, pernstico e antiptico.
    Se julga o dono da Bahia. Agora que foi preso merecidamente pela segunda vez, o seu sonho de ser governador da Bahia foi por gua abaixo.
    Definitivamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.