Há algo no ar… Dilma proibiu, mas os 50 anos da Revolução de 64 serão comemorados com grandes festas nos clubes militares

Carlos Newton

A decisão de proibir a comemoração dos 50 anos da Revolução de 1964, transmitida ao ministro da Defesa Celso Amorim pela presidente Dilma Rousseff, está causando grande insatisfação nas Forças Armadas. O assunto já vinha dominando os bastidores desde 19 de fevereiro, quando o Estadão publicou um explosivo artigo do general (de Exército, quatro estrelas) da reserva Rômulo Bini Pereira, intitulado “Árvore Boa”, defendendo o direito de os militares celebrarem a “Revolução Democrática de 31 de março de 1964”.

Desde o início do governo Lula, a passagem do 31 de março é lembrada discretamente, com menção na ordem do dia dos comandos militares. Desta vez, porém, a data marca os 50 anos do golpe, que não foi somente militar, pois teve o entusiástico apoio de importantes figuras da política e do empresariado, que desde sempre participaram da trama. Este ano, os militares esperavam que a presidente Dilma tivesse uma maior compreensão, mas ela se apressou em determinar a proibição.

Como se vê, Dilma não demonstra jogo de cintura e é revanchista. Não tem o menor prestígio entre os militares, muito pelo contrário. Sua decisão de criar a Comissão da Verdade evidentemente desagradou as Forças Armadas, especialmente porque diversos integrantes do primeiro escalão do governo depois passaram a defender a revogação da Lei da Anistia. E começaram a ser criadas outras Comissões da Verdade nos Estados…

CORTE NO ORÇAMENTO

Em dezembro, na hora de a equipe econômica fazer cortes no Orçamento deste ano, o Ministério da Defesa foi o maior prejudicado. A presidente da República não teve contemplação e mandou reduzir R$ 3,5 bilhões das verbas militares, inviabilizando importantes programas de defesa e obrigando a diminuição do horário de funcionamento dos quartéis, por falta de recursos para alimentar a tropa e custear as atividades.

Depois, em fevereiro, mandou que o ministro Amorim determinasse a punição dos oficiais da reserva (mais de 200) que assinaram manifesto com críticas ao governo, à criação da Comissão da Verdade e à defesa da revogação da anistia. Mas até agora os três comandantes militares não o fizeram, porque existe uma lei em vigor que preserva o direito de os militares da reserva se manifestarem politicamente. E o número de assinaturas no manifesto só está aumentando…

Esta é a situação atual, e no texto publicado no Estadão o general Bini deixa as coisas bem claras: “Na área militar nota-se ainda repulsa aos atos das citadas comissões (da Verdade). Ela é flagrante, crescente e de silenciosa revolta. Pensam que os integrantes das Forças Armadas – quietos, calados e parecendo subservientes – assistem passivamente aos acontecimentos atuais com sua consciência adormecida. Não é bem isso que está acontecendo!

Por ser presidente da República, Dilma Rousseff consequentemente é comandante-em-chefe das Forças Armadas. Pode impedir as comemorações do 31 de março, mas os militares da reserva estão se organizando para lhe dar uma bela resposta, através de suas entidades de classe – o Clube Militar, o Clube Naval e o Clube da Aeronáutica – que vão celebrar os 50 anos da revolução com pronunciamentos duríssimos contra o governo.

E la nave va, fellinianamente.

84 thoughts on “Há algo no ar… Dilma proibiu, mas os 50 anos da Revolução de 64 serão comemorados com grandes festas nos clubes militares

  1. Os militares da reserva tem o direito de comemorar.
    Afinal, graças ao “golpe” não somos um país comunista.
    Houve anistia ampla, geral e irrestrita, antes dos petistas – guerrilheiros terroristas – assumirem o governo.
    Palavra de comunista não tem valor? É desprezível?
    É, pode ser…
    Como Putin que vem vestindo seus homens com uniforme sem identificação para fingir que não são russos? Embora empunhem armas russas, ajam como russos e falem russo.
    Como a URSS que atacou a Polônia vestida com o uniforme alemão durante a segunda guerra, numa manobra torpe, para acusar os alemães.
    É, deve ser isso.

    • Brasil comunista ? Só pode ser coisa de cabeças dementes, ou malandras, que vivem enxergando fantasmas em plena luz do meio dia, ou inventando montros para atemorizar, confundir e desnortear as presas que, na verdade, desejam devorar. Os governos FHC e LULA, totalmente sentados, gostosamente, no colo do establishment financeiro, por 20 anos, são prova irrefutável de que comunismo aqui é utopia, impossível, ou tese de malandro, ou Pijamão mente desocupada. Aqui é a terra da Lei de Jefferson, DNA de Jefferson, que por aqui aportou para se apropriar de tudo para si: ouro, prata, diamante, madeira…, capitalista até as entranhas, onde, desde o berço, não raro, irmão já toma a chupeta do próprio irmão mais novo, ficando com as duas chupetas para sí e deixando o outro irmão chorando copiosamente ao seu lado, onde a praxe é levar o máximo de vantagem em tudo o tempo todo: lucros, juros, salários, soldos, privilégios, mordomias, aposentadorias, vantagens, clubinhos de mordomias, um ambiente completamente adverso ao comunismo, que, se acontecesse, o Estado teria que cuidar até mesmo da limpeza da casa de muita gente. Em suma , não temos vocação nenhuma para o comunismo. Até mesmo um capitalismo menos desumano é quase impossível de ser praticado nestas plagas. Comunismo então, só pode ser demência ou má-fé de cabeças mal-intencionadas, dessas que vivem dia a noite na Internet fazendo essa pregação doente. O máximo de comunismo permitido por aqui é o bolsa-esmolas. Ademais, se não continuarmos trabalhando iguais condenados para pagarmos tantos impostos, quem sustentará as mordomias de todos os exércitos de espertos de plantão ? Para estes, escravagismo sim, comunismo não, nunca, jamais, em tempo algum. O fato é que quem não é vagabundo, não é bandido, e nem tem ojeriza ao trabalho, vive e viverá bem em qualquer regime, e não tem medo de nenhum deles. Quem me dera tivesse capacidade para ser um comunista de verdade, desprendido, despojado de bens e ilusões capatalistas, como fora meu pai em toda a sua vida, sem alarde, que tirava os sapatos dos seus próprios pés, e calçava outros mais necessitados do que Ele. Mas esse é um estágio civilizatório decorrente de um grau de consciência que só a educação plena pode propiciar, num regime de liberdade plena, e sucesso pleno do bem comum, quem sabe, no Brasil, daqui a mais uns 500 anos. Por ora, por aqui, basta defendermos um capitalismo menos desumano e já corremos riscos, até de morte.

  2. Os golpistas e seus defensores usam o argumento que a sociedade apoiou o golpe, só faltam dizer que eram democratas. Quem apoiou o golpe foi a globo , jornais de são Paulo, maluf, acm, sarney, empresários, banqueiros, latifundiários. Em troca de apoio os golpistas franquearam o público para eles, parar a sociedade deles. Onde tinha público funcionando destruíram para no lugar colocar o privado para ganhar dinheiro. Foram comemorar o golpe aqui na cidade do rio passaram vergonha porque o povo não deixou. Pensam que os jovens são cabeça bigbrodeada pela globo ? Não são, não. Os jovens sabem muito bem o que é ditadura. Quer comemorar ? Vai comemorar na tua casa, porque usar instalações públicas para comemorar golpe é um desrespeito as instituições democráticas.

  3. A sociedade não só apoiou o golpe como comemorou.
    E aqui todos sabem disso. Inclusive o jornal de Hélio Fernandes colocou como manchete:

    “Escorraçado, amordaçado e acovardado, deixou o poder como imperativo de legítima vontade popular o Sr João Belchior Marques Goulart, infame líder dos comuno-carreiristas-negocistas-sindicalistas. Um dos maiores gatunos que a história brasileira já registrou., o Sr João Goulart passa outra vez à história, agora também como um dos grandes covardes que ela já conheceu.”
    (Tribuna da Imprensa – Rio de Janeiro – 2 de Abril de 1964)

    “A população de Copacabana saiu às ruas, em verdadeiro carnaval, saudando as tropas do Exército. Chuvas de papéis picados caíam das janelas dos edifícios enquanto o povo dava vazão, nas ruas, ao seu contentamento”
    (O Dia – Rio de Janeiro – 2 de Abril de 1964)

    “Multidões em júbilo na Praça da Liberdade.
    Ovacionados o governador do estado e chefes militares.
    O ponto culminante das comemorações que ontem fizeram em Belo Horizonte, pela vitória do movimento pela paz e pela democracia foi, sem dúvida, a concentração popular defronte ao Palácio da Liberdade. Toda área localizada em frente à sede do governo mineiro foi totalmente tomada por enorme multidão, que ali acorreu para festejar o êxito da campanha deflagrada em Minas (…), formando uma das maiores massas humanas já vistas na cidade”
    (O Estado de Minas – Belo Horizonte – 2 de abril de 1964)

    E muito mais:
    http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/As-manchetes-do-golpe-militar-de-1964/4/15195

    Os jornais de todo o país noticiaram como uma grande vitória da Democracia contra o Comunismo.
    Se houve arrependimento depois da revolução feita por não atendido interesses de A, B ou C é outra conversa.
    Se os objetivos da revolução foram desviados posteriormente, porque o poder deveria ter sido entregue a um civil, através de novas eleições, é outra situação. Mas os militares alegaram que a entrega do poder imediata aos civis, poderia trazer de volta os comunistas e baderneiros. O que não era nada difícil.
    Dizer o contrário é pisar na História, pois está tudo documentado.

    • Ótimo, Sr. Hebe.

      O serviço de desinformação dessa gente de esquerda não cessa nunca. É o padrão da estratégia gramsciana que carregam em sua ideologia retrógrada.

      Parabéns!

  4. A Revolução de 31 de Março de 1964 deve ser comemorada. Ela derrubou um Governo que tinha perdido totalmente o controle da situação, com excesso de Greves, descontrole da Inflação, tentativa de mudar a Constituição “na marra”, e no fim com a quebra total da Hierarquia e Disciplina Militares. Teve o apoio de +- 95% do Povo,e dos Governos dos principais Estados, principalmente Guanabarra ( CARLOS LACERDA – UDN), SP ( ADHEMAR DE BARROS- PSP), MG ( MAGALHÃES PINTO – UDN), RS (ILDO MENEGUETTI – PSD), SC ( CELSO RAMOS – PSD), PR ( NEY BRAGA – UDN), etc.etc.
    A contra-Revolução de 1968, AI-5, NÃO.

  5. Até as emas da residencia oficial sabem que a terrorista Wanda, ops, o poste Dilma nunca governou.
    Quem manda é a “presidenta Lulla”. Faltando 9 meses para terminar o “mandato” a cada dia fica mais e mais evidente o descontentamento de todos, inclusive das FA. Em 2014 Lulla é candidatíssimo. Não se sabe como terminará esse mandato, se é que chegará até fins de dez/14.

    • É o inverso: A Dilmandona enquadrou o ex sapo barbudo. Mais do que nunca quem manda é ela, o Lulla depois que tirou a barba virou um frouxo. Dilma tal qual Dalila que acabou com a força do Sansão cortando seus cabelos, sabe que o Lula sem barba não é de nada, senão ele já tinha colocado essa jabiraca prá correr. Toda a base aliada quer isso começando pelo PT, mas a Dilma vai ser a candidata porque quem manda no pedaço é ela. Vai ganhar no 1º turno contra tudo e contra todos.(bem pelo menos é isso o que ela pensa).Como certeza absoluta não será com o meu voto.

  6. Abraços Bortolotto … sou filiado no PMDB … e estamos aí comemorando o 31/3/64, junto com Ulysses Guimarães … já 1968 foi por causa de uns dissidentes do PCB que pegaram em armas … já no MDB lutamos com gogó – e vencemos … inclusive com direito a receber Faixa Presidencial!!! Lionço Ramos Ferreira sugere Comissão da Verdade e não só da Meia Verdade!!! !!! !!!

  7. Tem um chapa-branca aqui que diz que a sociedade não apoiou o golpe. Deve estar sendo pago para dizer essas coisas por aqui.
    Até Aarão Reis, ex guerrilheiro afirmou que a sociedade apoiouo golpe ou contra golpe, segundo Hélio Fernandes aqui 🙁http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2014/03/hoje-50-anos-do-comicio-golpista-de.html)

    E o jornal de Hélio Fernandes saiu com essa manchetedepois da derrubada de Jango:
    “Escorraçado, amordaçado e acovardado, deixou o poder como imperativo de legítima vontade popular o Sr João Belchior Marques Goulart, infame líder dos comuno-carreiristas-negocistas-sindicalistas. Um dos maiores gatunos que a história brasileira já registrou, o Sr João Goulart passa outra vez à história, agora também como um dos grandes covardes que ela já conheceu”

    Eu nunca fui favorável a golpes e nem o tal de 64.
    Mas o que acontece aqui e que muitos aqui externam suas opiniões apenas por sentimentalismo e não fundamentadas nos fatos.

  8. Achei ótimo o golpe militar de 64. Principalmente pelo fato de o presidente FHC haver acabado, em decorrência, com os três ministérios militares e criado o Ministério da Defesa. Neste caso, concordei com o sociólogo. Antes, o Ministério do Exército era um covil de golpistas de toda sorte.
    E também pelo fato de a queda do grande Presidente democrata João Goulart haver criado condições para o governo Lula e para o de Dilma Rousseff. Estes seriam impossíveis de se instalarem, caso não tivesse havido o maldito golpe.
    Hoje, os velhos militares da reserva que ainda não morreram estão comemorando, não o golpe militar, mas, sem se darem conta disso, estão festejando a extinção do tal Ministério da Guerra.
    “Militar de pijama”, conforme os da ativa divulgam, não mandam mais nada.

  9. Outro dia um desses aqui, um ex- marinheiro declarou que é inimigo meu.
    A razão é simples, eu só acredito em fatos concretos como todo cético. Por essa e outras o que coloco aqui fatalmente o contraria pois já deixou claro que suas opiniões são todas fundamentadas em ideologias e gosto pessoal.

  10. E “alguns” militares da reserva não são muito brilhantes em termo de inteligência. Estão fustigando a Presidente da República, eleita pelo povo, não colocada em decorrência de um golpe militar. Se esquecem de que ela é a Comandante em Chefe das Forças Armadas. Os militares da ativa sabem que dona Dilma precisa de apoio militar para modernizar as Forças Armadas.
    Alguns militares da reserva são estúpidos demais para entenderem isso.

      • Desculpa, Solon, eu fui agredido por militares no colégio onde estudava na Tijuca, nos anos 70. Mas se eu tivesse seguido a carreira militar, não prestaria continência àquela senhora. Como também, na vida civil, a empresa em que trabalhei tinha a nefanda Rede Globo como cliente. Pois bem: eu me recusava a prestar suporte às demandas da maldita rede, que agora culpa os militares pela letargia atual da população. Como se ela não fosse co-responsável pela apatia.

        Ou seja: nem pró-golpe nem petista. Sou obrigado a aderir à dicotomia ?

  11. Eu estou nem aí para que quiser ser meu amigo.

    O fato é que gente apenas sentimental é problemática e não gosta de se deparar com pessoas que tem como hábito o uso de dados concretos numa conversa.

  12. Os abusos nos poderes capitaneados pela presidente,na política, na economia, na justiça, na ordem pública e a duvidosa e nebulosa relação com Cuba-Venezuela-Russia, bem como, a degradação dos partidos políticos (já prostituídos), a corrupção generalizada, a impunidade como vício e a desassistência na educação, saúde e segurança, já são fortes motivos para que o povo do bem aplaudam uma intervenção militar ou de civil apoiado por ele, com o fim específico de fazer uma varredura e reforma geral em todo o sistema e daí um recomeço dentro dos princípios limpo, ético e moral, com a devida dureza que cada caso merecer. O Brasil e seu povo merece isso!, hoje não vejo outras alternativas para mudanças em tudo isso, num sistema degradado como está, salvo melhor juízo.

  13. Normal bobinhos! Lula, Dilma, Ruy Falcão, Cardoso e Fraklin Martins.

    Querem detonar os militares e usar sempre suas milícias petistas e da base aliada seus cabeções. No STF já mandou muito bem para salvar bandidos petistas.

    Não reconhecer o crime de quadrilha e lavagem de dinheiro. A grana suja, agora está e estará sempre limpa para financiar ás campanhas.

  14. Altino Vieira Nunes. Meu pai. Assassinado (lenta, cruel e covardemente) pelo sr Antonio Delfim Neto, quando ministro da ditadura.
    Se vier outro golpe … quantos Altinos Vieira Nunes serão assassinados, em nome da democracia?
    Castelo Branco disse, logo que assumiu a presidência:
    “Como cidadão, peço. Como brasileiro, solicito. Como chefe, determino: não me falem na prorrogação do meu mandato”. Dias depois … seu mandato foi prorrogado por um voto (!) num Senado comandado pelo Sr Auro de Moura Andrade. Havia todo um aparato militar cercando o Senado para garantir a prorrogação.
    O jornalista Elio Gaspari já apresentou provas documentais e depoimentos (até do presidente John Kennedy) mostrando que tudo foi planejado, organizado, executado e controlado pelos Estados Unidos. Ao bravo Gaspari, juntaram-se outras personalidades, com mais e mais esclarecimentos da invasão que sofremos.
    EU??? Na ocasião, do “alto” dos meus 21 anos, xingava e amaldiçoava Jango, Darcy e Brizola 24 horas por dia. Hoje … o tempo passou … a maturidade chegou … e outro dia pude ouvir no rádio o trecho de um discurso de Jango, sobre a Reforma Agrária que queria implementar. Fiquei emocionado. Ouvi Celso Furtado, um dos mais brilhantes economistas que tivemos. Fiquei mais emocionado ainda.
    Em 1964, eu estive nas ruas apoiando a queda de Jango. Gritei muito pelo Brasil, pelas instituições democráticas que “corriam perigo” diante do comunismo que se aproximava com Jango. Depois, o que vi foi uma ditadura tão sanguinária como outras igualmente implementadas aqui, na nossa “América Latrina”, pelos mesmos arautos democráticos de sempre. E a morte de Rubens Paiva? E as torturas no Doi Codi? E os cemitérios clandestinos?
    Permitam-me completar. Quatro funcionários do ministério da Fazenda colegas do papai, ao tomarem ciência de que estavam na lista de atingidos pelo sr Delfim Neto, suicidaram-se. Papai contraiu um câncer … e morreu lentamente, sofrendo muito. Preferiu nada dizer ao primo (em primeiro grau) Petrônio Portela Nunes, homem fortíssimo na ditadura. “Se é assim que o meu país me trata … então é melhor morrer mesmo”. Eu procurei Petrônio, que indignou-se diante do fato. Garantiu que resolveria tudo, mas morreu antes, dentro de um avião, viajando com o ministro Said Farah.
    Há os ditadores diretos … e os ditadores que ficam comandando tudo, em “defesa da democracia”.
    Peço que leiam o Elio Gaspari. Passaremos por aquilo tudo novamente? Em nome da democracia, novamente?

    • Deixa pra lá, Almerio. Quem nasceu agora só acredita no que passa na RGlobo. E se lá não se diz que os EUA participaram ativamente do golpe, é porque não participaram. Simples, assim.

  15. Concordo com o título do Carlos Newton, confesso que não entendi a postura da presidenta de “cutucar a onça com vara curta”. Já falei aqui do meu tio Manuel Pereira Rocha, desaparecido político em SP, durante o regime civil-militar, tio que me ensinou a ler e escrever aos 6 anos de idade, com um texto altamente revolucionário, que guardo até hoje de recordação: “O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint Exupery”. A meu ver, 1964 foi uma Revolução de Direita; a geração do meu tio tentou fazer uma Revolução de Esquerda, não deu certo, minha geração optou pelo Eurocomunismo, mais light, perdemos; hoje penso que o Socialismo Escandinavo é mais fácil de se aplicar, adaptando-se, claro, a nós tupiniquins. Sempre que leio/ouço: as instituições democráticas brasileiras estão sólidas, lembro do livro “Tudo que é sólido desmancha no ar”. Se é Democracia, cada um comemore a sua data pacificamente…

  16. Este teu comentário, Almério, é aquele que se deve dar valor, acreditar, solidarizar-se.
    Opiniões sem conhecimento de causa, sem que tenham sofrido na carne as injustiças, perseguições, não valem nada.
    Ainda mais quando pronunciadas por pessoas desequilibradas, cuja fanfarronice mascara qualquer tentativa de se dar crédito ao que proferem.
    O teu relato causa indignação, haja vista que partiu de um civil acabar com a vida profissional de várias pessoas àquela época, que segue com alto conceito no meio político de hoje, inclusive pelo governo que se diz popular!
    No entanto – e é neste detalhe que faço meus comentários -, tem o pessoal amestrado que segue batendo na tecla de que nossos problemas atuais são resultantes da ditadura, extinta há trinta anos, isentando os governos civís de lá para cá.
    O senhor teu pai foi, desgraçadamente, uma das vítimas do golpe, apoiado pela maioria absoluta da sociedade brasileira, que constatou mais tarde ter havido crimes de tortura e de desaparecimentos de brasileiros inexplicável e injustamente.
    Entretanto, o mesmo aconteceu do “outro lado”, que não lutava contra o poder instalado, que tinha usurpado o anterior, mas combatia igualmente brasileiros à implementação de uma ditadura de esquerda, querendo derrotar os militares e quem havia sido favorável à tomada do poder de Jango.
    Faz-se mister que observemos que, o povo, TANTO DO LADO DIREITO QUANTO DO ESQUERDO, jamais foi considerado por ambas as facções, que simplesmente era afastado, torturado, morto e desaparecido, através dos mesmos moldes praticados por um e outro!
    Se falam do atentado ao Rio Centro, esquecem do mesmo episódio no Aeroporto de Recife; se comentam as torturas, não abordam a prática igual adotada por Lamarca, Val Palmares, MR 8; se trazem à tona os sequestros, calam-se diante dos mesmos crimes com relação ao embaixador americano; se escrevem ainda sobre a crueldade dos torturadores, bestas humanas, indiscutivelmente, nada publicam ou registram sobre a violência que hoje impera nas grandes cidades, nos presídios, nas delegacias e, principalmente, com o Judiciário sendo anulado como um dos poderes independentes pelo Executivo e Legislativo, gerando a olhos vistos a desigualdade entre cidadãos.
    Então, meu caro amigo Almério, revolto-me contra a IMBECILIDADE de alguns comentaristas que defendem a ditadura de esquerda ou de direita, tanto faz, porque ambas somente prejudicam o povo, matam-no, torturam-no, para que meia dúzia de canalhas, covardes, fanfarrões, passem a comandar uma Nação do alto do poder obtido à força, encastelados em seus palácios muito bem protegidos por uma guarda pessoal.
    Escrevi dias atrás:
    Basta de ditaduras, de poderes substraídos da população.
    Mas, que interrompessem, que bloqueassem, que impedissem que voltemos à trilha que nos dividiu como País no passado.
    Ledo engano.
    Encaminhamo-nos céleres para a mesma divisão, o mesmo impasse, os mesmos clamores da sociedade pedindo mudança de rumo, diante do que se nos apresenta à frente: a continuação de um governo MAIS CORRUPTO QUE DE JANGO, com os sindicatos exibindo poderes absurdos e totalmente pelegos do governo atual, com desvios de verbas fantásticas para outros países, obras desnecessárias, o povo sendo cooptado através de esmolas à garantia de votos aos mesmos, ditadura partidária que escolhe os candidatos previamente às eleições, afora os problemas crônicos que se agravam porque a ideologia e o endeusamento do partido do governo sobrepujam as questões nacionais e anseios da população.
    Tu, Almério, nos trazes fatos concretos do passado; milhares nos fazem ver o descalabro e desmandos de um governo medíocre atual, revanchista, vingativo, que quer destruir este País porque derrotados em seus objetivos iniciais nas décadas de sessenta, setenta.
    Não mudou nada, Almério, nada!
    Se antes eram alguns maus militares e alguns civís que diretamente arrasavam com qualquer oposição contra o poder, atualmente este mesmo poder permite que INDIRETAMENTE a população seja roubada, torturada e morta pelos péssimos parlamentares, pelos bandidos, assassinos, traficantes de drogas, de armas, pela inexistência de Saúde Pública para o povo, pela falta de saneamento básico, água encanada, esgotos em QUASE A METADE DOS LARES BRASILEIROS, pelas estradas que ceifam a vida de milhares a cada ano, enquanto que assistimos um governo querer melhorar um país estrangeiro e seu povo porque comandados DITATORIALMENTE pelo líder maior desta esquerda abjeta, deplorável,

    • É isso aí, Francisco. Os cretinos atuais estão levando o país a um estado tal que, quando saírem deixando o país à bancarrota, os usuários dos “bolsa-qualquercoisa” promoverão uma guerra civil para manterem seus “benefícios”.

      Uma explicação : Esquerda ? Como ? Uma vez que se obtém o poder, esquerda são os outros da oposição.

  17. Apertei a tecla antes, meu perdão.
    Concluo:
    … que se chama Fidel Castro, que tem sob as suas costas a responsabilidade de ter matado milhares de cubanos!
    Pois esta esquerdalha podre recrimina – e com razão! – as mortes ocasionadas pela direita, mas aplaude de forma ignóbil, irracional, doentia, os assassinatos por ditadores de esquerda, que matam seus compatriotas, que os torturam, que os fazem desaparecer!
    Valeu, Almério, para ambos os lados que somente nos querem fazer sofrer, enquanto se comprazem e se deliciam com os extremos impunemente.

    • Mais uma vez tenho que parabenizá-lo, Bendl.
      Seus comentários levam em consideração ambos os lados.
      Só ouvimos um lado da história. E o outro lado? E os civis mortos e aleijados pelos terroristas?
      Por que não há comissão da verdade interessada em suas histórias, por seus direitos?

      O pai de uma velha amiga ficou tetraplégico em decorrência de um desses assaltos por terroristas, antes de 1964. E quem ele era? Um cidadão brasileiro. Apenas um cidadão comum, apolítico. Mas o tiro lhe acertou a coluna e ele entrou em depressão profunda, acabou se matando.
      Era um simples jornaleiro, que estava no banco na hora errada para retirar uns caraminguás.
      E existem tantos casos…
      O irmão de uma vizinha era soldado raso num quartel e foi morto num desses atentados.
      Quantos casos semelhantes não há?
      Centenas.

  18. Eu tenho que parabenizar o Sr. Paulo Solon, que é quase uma voz solitária, aqui nesta Tribuna, principalmente pela determinação que defende seus pontos de vista. Penso igual ao senhor.

    Parabéns também ao Sr. Almério Nunes pelo belo comentário, muito bom.

  19. Peço permissão para o Sr. Bendl e subscrevo o que ele disse, Sr. Almério. É a pura verdade. Não desejamos mais nenhuma espécie de autoritarismo. Nem de direita, nem de esquerda.

    O que desejamos é a consolidação dos valores democráticos que conquistamos há pouco tempo. E, junto a isto, o desenvolvimento econômico e social do nosso país dentro dos mais altos valores humanos.

    Um abraço em seu querido pai, seja lá em qual orbe ele estiver. De auditor para auditor.

    Grande abraço!

  20. A petulância assombrosa do general Paulo Chagas me perturba.

    Quem ele pensa que é para insinuar que o Brasil precisa dos militares no poder? Não bastou a tragédia política, econômica e social que os generais no poder impuseram ao país por mais de duas décadas?

    Os militares favelizaram o Brasil ao servirem de babás para os ricos e de carrascos para os pobres.

    Foi monstruosa a concentração de renda sob eles, e quando eles bateram em retirada a situação já era completamente insustentável para a ditadura.

    Ou saíam pelas próprias pernas ou seriam enxotados, para simplificar.

    Ao ler as provocações de Chagas a propósito dos 50 anos do golpe, me veio à cabeça um texto do escritor e jornalista Antônio Callado publicado em novembro de 1964 no finado Correio da Manhã, então um grande jornal.

    Callado (1917-1997) enxergou o óbvio: o melhor para o Brasil seria, simplesmente, dissolver o Exército.

    Não somos bélicos. Não temos pretensões imperialistas. Para que o custo de manter um Exército?

    Quando Callado escreveu, a questão era ainda mais atual. Fazia muito tempo que o Exército se intrometia na vida política, e o golpe de 1964 ainda não completara um ano.

    “Devemos procurar na América Latina os meios de nos livrarmos do Exército”, escreveu ele.

    Havia dois modelos, segundo Callado. Um era Cuba. Ele cita um autor cubano que conta que foi liquidado em Cuba “o velho Exército mercenário, estruturado e recrutado na base da submissão ao imperialismo, do serviço dos exploradores e da exploração do povo”.

    Seus integrantes foram “licenciados ou reformados e pensionados, de acordo com a idade”.

    Que tal?

    O segundo exemplo oferecido por Callado era a Costa Rica, uma das democracias mais vigorosas do continente.

    Em 1948, a Costa Rica dissolveu o “caro Exército” e instalou como única força armada uma polícia de 1600 homens. Callado notava o alto gasto da Costa Rica com educação, em vez de armas.

    “Nosso Exército só serve para complicar as coisas”, escreveu ele.

    Callado terminou o artigo com uma história reveladora. O “truculento” general Góis Monteiro tivera uma explosão de cólera ao saber que o Brasil, na segunda guerra, decidira ceder bases aos americanos.

    Uma pessoa próxima quis saber a razão da indignação do general. Patriotismo, nacionalismo, alguma coisa do gênero?

    A resposta era bem mais prosaica.

    O general estava positivamente incomodado com a possibilidade de que os soldados americanos comessem as brasileiras. A honra das vaginas nacionais devia ser protegida.

    Pausa para rir.

    Pronto.

    Clap, clap, clap póstumos para Callado.

    De pé.
    Paulo Nogueira – DCM

  21. Erros cometidos no passado não podem servir de muletas para minimizar os erros de hoje e os que ainda virão! Alem disso, nada é 100% certo ou 100% errado.
    Quem viveu o período entre 1960/1985 e conseguir elaborar uma leitura racional e sem paixões, certamente entenderá melhor o que hoje estamos passando.
    Sob muitos aspectos, naquele período o povo sabia mais, se interessava mais e amava mais este País. A própria classe política, embora todos os defeitos, tinha mais qualidade, mais capacidade, maior visão e mais caráter.
    Também a juventude daquele período tinha mais ideais, maior visão e mais patriotismo.
    Acreditem, nos dias atuais, é a incapacidade/preguiça de raciocinar de uma considerável parcela de nosso povo, que está nos levando aos descaminhos e, infelizmente, nos levará a situações ainda mais dramáticas.
    Quem viveu sabe – e não tenta enganar os outros, que o povo apoiou a revolução de 1964. As idéias de Jango e das frentes que o apoiaram, eram reflexões daquele tempo – muita da continuidade dos governos de Vargas – com populismo e nacionalismo exacerbado. Era o pano de fundo daquela época.
    Alguém pode acreditar que as forças armadas atirariam no povo?
    A pergunta que deveria estar na capa do trabalho da ‘COMISSÃO DA VERDADE” deveria ser: com o apoio e autorização de quem os grupos guerrilheiros chamaram a si a implantação de suas propostas? E a segunda seria: com apoio e autorização de quem, os integrantes da guerrilha praticaram os crimes que lhes são atribuídos e pelos quais eles próprios se identificam? Alguns inocentes morreram, deixando uma dor inquestionável e inesquecível. Governantes e forças armadas cometeram excessos, crimes.
    Não deveriam todos pagar por eles?
    Amigos, quando ouço e leio afirmações sobre nossa juventude, antes de rir, me dá vontade de chorar. Contrariamente aquilo que dizem alguns, nosso jovem está distante de tudo: da família, da escola, da política (da boa política). Sabem muito pouco de seu País, da história dele e de tudo mais. Seus interesses estão dirigidos para outras coisas.
    Do passado não querem saber nada. Do presente, baladas e embaladas, bebidas e cigarros, drógas e mais algumas coisinhas. Lêem quase nada, entendem menos ainda.
    Quem tiver dúvidas procure as provas do Enem e das universidades: as redações e as respostas marcadas com “x” atestam a falência do ensino (notadamente o público) e da cultura geral. E por favor, as exceções são exceções – falo da regra geral. Quem promove exames de seleção para empresas sabe do que estou falando.
    Alguns afirmam que tudo isto está assim por causa do período militar. Cinquenta anos após ainda culpam os outros – nós não erramos e não falhamos. Quanta incapacidade!
    Quando olho a herança maldita de Lulla/Dillma, que será ainda maior do que foi a de FFHH, agradeço a vida por ter passado tão rápido e por me restar tão pouco tempo com ela.

  22. OS EUA NO GOLPE DE 64. (revista Super Interessante, março 2014)
    “Arquivos secretos recém-revelados não deixam dúvidas: sem o ok dos Estados Unidos, o Golpe Militar não teria acontecido” (por Jennifer Ann Thomas)
    “Não há no texto da repórter Jennifer um miligrama de ideologia: só História”, diz o Diretor de Redação da revista, Sr Denis R Burgierman.
    “Os quatro livros do jornalista Elio Gaspari serão reeditados levando em conta as gravações clandestinas de Kennedy e de seu sucessor Johnson” …
    “Um mês e meio antes de ser assassinado, Kennedy chamou Lincoln Gordon ao Salão Oval e apertou o botão (de um equipamento de gravação, mantido escondido embaixo da mesa) mais uma vez. O áudio desse encontro foi postado no site da Biblioteca Kennedy e descoberto por Elio Gaspari – parte dele estará na nova edição de ‘A Ditadura Envergonhada'” …
    A matéria da repórter Jennifer é muito útil para todos, mas principalmente para os jovens que até agora apenas “ouviram falar” da ditadura de 1964. O Golpe desferido pelos Estados Unidos já continha um violento bloqueio econômico e financeiro contra nós (Jennifer mostra isto), e foi fundamentado na promessa de uma democracia que, na prática, iria produzir desaparecimentos, torturas e mortes em abundância.

  23. Gilson,
    Que comentário mais sem sentido este que registraste!
    Ele é tão absurdo que não deve ser contestado nem apoiado porque ocasiona frouxos de riso, diante das besteiras proferidas, principalmente deste “calado”, isto é, com esta profundidade.
    Então concordas que não devemos ter Exército?!
    Pois eu sou a favor que não deveríamos era ter governo, e deste tipo atual: ideológico, o partido acima do País, dinheiro para manter ditaduras de esquerda, corrupto, desonesto, incompetente, incapaz, mentiroso, revanchista, alheio às necessidades do povo, responsável direto pelo aumento do analfabetismo, violência indiscriminada…
    Entretanto, na tua ótica e de muita gente, pois vocês têm a visão obtusa, o Exército é o culpado de todas as nossas mazelas!
    A turminha que adora isentar os governos depois da ditadura e daqueles que simploriamente dizem que foram os portugueses há quinhentos anos os culpados pelo que nos tornamos, deveriam entrar em acordo:
    Ou os militares ou os nosso descobridores, escolham, haja vista que um ou outro ser a opção pelo nosso está estágio atual, afirmo que o nosso fim eu já sei:
    Seremos enterrados pelo PT, que ainda vai oferecer a metade deste Brasil para seu maior líder, e seremos governados por uma idelogia ultrapassada, pérfida, criminosa.
    Não teremos mais exército de farda, Gilson, mas homens que farão o trabalho sorrateiro de delatores, acusadores, espiões, as milícias que hoje abundam nas comunidades das grandes cidades brasileiras, e que nossas autoridades fecham os olhos e acusam os policiais que se defendem de agressores violentos, enquanto morrem diariamente fulminados pelas balas de traficantes.
    Este espaço é democrático, pode-se escrever o que quiser, mas há limites. Um deles é opinar sem medir as consequências ou, então, para acompanhar uns e outros que fazem apenas coro às determinações de seus chefetes, os traidores da Pátria, que renegam os militares e, por decorrência, o povo, pois os “milicos” de nossas três Armas são egressos da população, e da sua camada mais simples.
    Pensa nisso.

  24. Será que os militares ainda não se convenceram que só fizeram m….desde a proclamação da república.Ficaram 20 anos e o que fizeram de organização para o país a não ser instituir censura( com falta de inteligência) e acobertando os escândalos dos seus apaniguados.Não contando as torturas e desaparecimentos de adversários. Se voltassem nenhum comentario seria feito em decorrência de artigos políticos nos jornais, que nem haveriam.

  25. A indignação contra aquilo que desrespeita o direito do outro procede. Procede porque o princípio moral estabele que não se deve fazer aquilo de que não gostaria que lhe fizessem. E mais , a foi aprovada na ONU em 194.. a carta dos princípios humanos.
    Já, quando uma opinião , indignada ou não, não se encaixa no acima descrito, ela corre o risco de ser desqualificada.
    Por essas e outras é preciso saber distinguir aquilo que apenas nos diz respeito como, por exemplo, nossas preferências pessoais daquilo que diz respeito a todos.

  26. Eu acho,com a devida vênia, que alguns comentaristas estão querendo ridicularizar as FFAAs.
    Se estão pensando que o movimento programado para o dia 22 de março se trata de utopia, recomendo darem uma passada no blog do Serrão( ALERTA TOTAL), e vejam um vídeo muito sugestivo que vem confirmar as informações do Carlos Newton.
    Há muitas coisas no ar além dos aviões de carreira.

    PS. Parabéns CN, pelo belíssimo artigo.

  27. Desculpe Sr Bendl, mas, não acho que o “comentário” que registrei seja sem sentido, é um artigo de um jornalista, que faz um questionamento sobre a necessidade do país ter um exercito ou não. Achei pertinente devido ao tópico. Se é tão absurdo e lhe causou frouxos de risos, é um direito seu.
    Quanto as besteiras proferidas pelo escritor Antonio Calado, talvez não o seja para outros, alguns devem achar ao contrário, o que é democrático.

    • Então?!
      Se é democrática a questão por que eu não posso opinar em contrário?
      Ora, tu publicaste um artigo que é contrário à manutenção do Exército, mas eu não posso registrar que tal proposta é um absurdo?
      Que outros pensem igual a ti e ao Callado, pouco se me dá, agora se não pactuo com o pensamento proposto devo permanecer calado em nome da “democracia”?!
      Quer dizer que esta é relativa?
      Aos destruidores de nossas instituições, que se possibilite a liberdade de expressão; aos que querem preservar as FFAA, que aceitem este tipo de sugestão, de baixo calado, isto é, rasa em consistência e razão?
      Observa, Gilson, que sequer tentaste me contestar. Pulaste na minha garganta querendo me chamar à atenção porque considerei o artigo rizível, no entanto, contraditoriamente, assim te expressaste a respeito de um general brasileiro, SE O FATO RELATADO TENHA SIDO VERDADE:

      “O general estava positivamente incomodado com a possibilidade de que os soldados americanos comessem as brasileiras. A honra das vaginas nacionais devia ser protegida.

      Pausa para rir.

      Pronto.

      Clap, clap, clap póstumos para Callado.

      De pé.”

      Por que tu podes rir do militar e eu não posso ter frouxos de riso do ridículo escritor, a meu ver?!
      Por favor!
      Um pouco mais de coerência não faz mal a ninguém, ao contrário.

  28. Na verdade é comissão da meia verdade , e será enquanto não tiverem a coragem de apontar para o ” NORTE” e pedir que de lá venham as devidas indenizações,um palco de revanchismo e estrelismo . Daqui à pouco vão querer condenar à prisão até os já falecidos,nossas Forças Armadas precisam hoje ,é de investimentos, aparelhamento e modernização.Como é que se tira dinheiro de um setor tão vital “pra ” manutenção da nossa segurança como PAÍS, como NAÇÃO ? A comissão que deveria ser criada , era para saber qual seria nossa capacidade de defesa em caso de agressão , e aí, cobrar o porquê desse descaso com a nossa segurança e de nossas riquezas.

  29. YAWHE NA SUA SABEDORIA ETERNA …PREDESTINOU OS FATOS DE 1964 EM NOSSA PÁTRIA E
    NOS LIVROU DA CHAGA do comunismo ateu e criminoso. do maldito e blasfemador KARL MAX.

    31 DE MARÇO DE 1964 …Ainda bem que o BRASIL SE LIVROU DOS COMUNAS MALDITOS que só
    queriam transformar nossa liberdade de pensar…de trabalhar..de morar…de economizar… e de ter
    FÉ …afinal os comunas dos infernos não aceitam a “utopia da religião” como eles mesmos gostam
    de trombetear aos quatros ventos…Malditos filhos de belzebu…QUERIAM transformar nosso
    amado BRASIL ..em um imenso porta aviões comunista …e mandar para os paredões Brasileiros
    tudo para fazer a tão “sonhada lutas de classes” decantada e apregoada pelo degenerado
    cerébro de merda Karl Max…um babaca ..ateu..e adepto de levar no…. (melhor deixar para lá ).

    PARABÉNS A CLASSE MILITAR..NOSSO EXÉRCITO DE ..MALLET E SAMPAIO… PARABÉNS
    NOSSA MARINHA …DE SALDANHA DA GAMA ..CUSTÓDIO ..BARROSO E TAMANDARÉ …
    E NOSSA AERONAUTICA…PARABÉNS POR EXTIRPAR PELO FERRO E PELO FOGO…
    CANALHAS MALDITOS SEGUIDORES DE UM BARBUDO BABACA..CÉREBRO DE MERDA E ATEU
    IDIOTA… PARABÉNS POR NOS LIVRAR DE UM SISTEMA QUE IMPEDE A LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA E DE FÉ..PARABÉNS POR VCS TEREM SIDOS HUMANOS…SIM HUMANOS…POIS
    SE VCS NÃO FOSSEM HUMANOS..COM CERTEZA “dos que hoje estão ai..até como presidente..
    seguidores do comunismo” NÃO RESTARIA NENHUM PARA CONTAR A HISTÓRIA ..TODOS
    TERIAM SIDO FUZILADOS LOGO ASSIM QUE FOSSEM PEGOS… MAS ….NÃO É ISSO QUE REGE
    O CÓDIGO MILITAR EM TEMPOS DE GUERRA…? TRAIRAS DA PÁTRIA DEVEM SER ELIMINADOS.

    Quem pegou em armas para ensinar quem planta para nos alimentar a ASSASSINAR irmãos
    BRASILEIROS …É UM TRAIDOR DA PÁTRIA…

    quem pegou em armas para ROUBAR…e com o produto do roubo COMPRAR armas para armar
    trabalhadores, agricultores e estudantes …iludidos e ‘doutrinados’ pela artimanha da cartilha
    da ‘lutas de classe’ do idiota e cabeça de fezes : Karl Max… É TRAIDOR BANDIDO …

    Quem se levanta contra a ordem do direito da propriedade privada, da paz social, da liberdade
    de CONSCIÊNCIA é um TRAIDOR DA NAÇÃO ..

    Quem armou BOMBAS matou e mutilou irmãos BRASILEIROS é TRAIDOR TERRORISTA

    Portanto TODOS os traidores da PÁTRIA de ontem se ainda HOJE estão VIVOS é por que os MILITARES
    DE ONTEM ..não honraram a PÁTRIA BRASILEIRA… Mas são PERDOADOS por terem sido
    HUMANOS…em deixar MUITOS DESTES TRAIRAS VIVOS…

    O grande problema advindo desta situação ( de não eliminar TODOS de uma vez ) é que os
    TRAIRAS de ontem hoje se julgam DONOS da única “verdade” e agora QUEREM proibir de
    se fazer a COMEMORAÇÃO DE MEIO SÉCULO DA LIBERTAÇÃO DO NOSSO AMADO BRASIL
    DA CHAGA MALDITA DO COMUNISMO DO IDIOTA E ATEU KARL MAX.. um homem amargo ,
    degenerado por sua insensatez e maldito em sua essencia.

    31 DE MARÇO ..OBRIGADO YAWHE SAGRADO POR NOS PREDESTINAR TAMANHA LIBERTAÇÃO.

    SE EU FOSSE UM MILITAR DA ATIVA OU DA RESERVA…NÃO BATERIA CONTINENCIA A QUEM
    ATENTASSE DOLO CONTRA MINHA CONCIÊNCIA E LIBERDADE DE PENSAR…

    É O QUE PENSO….

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

  30. O fato concreto é que na cartilha marxista-leninista de tomada do poder prevê tudo que o governo petista tem praticado.
    Assassinar reputações
    Criar conflitos no campo (dinheiro pro MST fazer invasões em vez de dar terras a quem precisa)
    Criar insegurança jurídica
    Empregar dinheiro na ditadura cunana em vez de aplicar aqui o nosso dinheiro.
    etc,etc,etc.
    Marxismo-leninismo: usar a democracia para destruí-la.

  31. Um fato que deixei passar:
    Esqueci de falar sobre a corrupção neste governo.
    Lula tá rico.

    Afinal só porque eu sou soccialista eu não adoro dinheiro? Ledo engano, adoro mais que qualquer um.
    E tem mais, minha ambição não fica apenas no dinheiro como a de todos os humanos. Quero mais é o poder e suas delícias para sempre. Se os irmãos castros podem , porque não eu?
    Minha ambição vai além da ambição.

    • Sim… Quem não gosta de dinheiro? Os “socialistas” adoram.
      O capitalismo soviético distribuiu a fortuna do país com os amigos do poder e os poderosos da KGB.
      Ciaram esse estranho “capitalismo”. Só que agora os milionários querem ir embora da Rússia, gastar seus milhões em terras ocidentais. Que ironia…

  32. Os radicais da direita sabem que são minoria das minorias. Produzem ataques de verdadeira neurastenia. Dizem que o comunismo acabou, mas chamam seus desafetos de comunistas. É como dizer que cristianismo acabou e, logo a seguir, chamar alguém de cristão. É muito engraçado e divertido.
    Estão furibundos porque a imprensa internacional divulgou sem retoques a atuação do povo da Crimeia festejando a anexação de seu país à Rússia, exatamente na praça onde está uma grande estátua de Lênin.
    E dizem que o Sr. Putin é o Lenin do século 21. Mas o povo russo gosta disso. Tem orgulho de Lenin. Assim como o povo chinês tem orgulho de Mao. Os ataques neurastênicos não vão mudar tal realidade. Nem vão agravar.
    É muito engraçado. A HISTÒRIA dá voltas. O maior alucinógeno.

    • Muito sensato como sempre seu comentário Paulo Solon. Engraçado é que os críticos do Putin defendem o GOLPE que destituiu o presidente eleito da ucrânia e condenam a decisão SOBERANA do povo da Criméia que pelo VOTO aprovou a anexação a Russia.

  33. Tenho todo o respeito ao Sr. Carlos de Jesus, mas não à religião que ele pratica. Respeito as pessoas, quando elas se dão ao respeito. Mas não aprecio qualquer religião. E respeito as pessoas, não com a condição de se identificarem com o que penso, mas sim se elas forem respeitáveis.
    Religião, para mim, não impõe respeito.
    Portanto, prezado Carlos de Jesus, Carl Marx nunca foi idiota e cabeça de fezes, como você está dizendo. Se eu ficar convencido de que é verdade, vou acabar pensando o mesmo de Jesus, que foi quem fundou o socialismo.
    Um pouco mais de coerência com a sua fé no chamado Filho do Homem.

  34. Enquanto vêm com choradeira ou alegria, qualquer sentimentalismo, eu sempre vou respeitar, mas a minha aqui é ater a fatos.
    Não acredito nem na minha mente. Eu sei que ela cria milhões de realidades para nos encantar, mas prefiro a realidade do visível e do palpável. Seja dura ou prazeirosa. Do corpo.
    A mente mente.

  35. Sr. Bendl em nenhum momento eu disse que não podes opinar contrariamente. Quem riu do General foi o autor da matéria, não eu, e também nada impede ao Sr. ter frouxos de risos da matéria dele.
    Não quero lhe contestar, respeito a sua opinião.

    • Perfeito, Gilson.
      Acato as opiniões alheias, mas sou sincero ao escrever que sobre alguns comentários é melhor rir que analisá-los.
      E, observa, Gilson, meu prezado, a nossa questão foi estritamente política, no campo das idéias, sem qualquer reclamação minha e tua no que tange a resquícios pessoais, que eu reprovaria de pleno, como acredito que tu farias o mesmo.
      Certamente nos entendemos depois dessa troca de esclarecimentos.
      Conta sempre comigo quanto a possíveis mal entendidos que devam ser postos a limpo.
      Assim como fizeste é a maneira mais certa para que não existam estremecimentos nas relações entre comentaristas que visem exclusivamente o bem do País e do povo.
      Aceita o meu abraço.

  36. Entendo, que não foram as Forças Armadas que deram o golpe, foram uns
    poucos militares, com poder de comando, aliados. a uma parte da Igreja Católica reacionária, que com ajuda do Padre Peyton, organizaram a “marcha
    da família com Deus pela liberdade”, que levou uma multidão de carolas a
    desfilar pela Av. Rio Branco, também contaram com a ajuda dos jornais amestrados,
    com exceção da Última Hora, dos latifundiários, dos banqueiros, dos atacadistas da
    Rua do Acre, dos grandes empresários e de políticos como Paulo Maluf e Carlos Lacerda
    golpista contumaz, em seus discursos, expelia ódio e principalmente com ajuda dos EUA em defesa de seus interesses aqui no País.
    Ernesto Geisel, (Presidente de 1974 até 1979), disse ao seu jornalista preferido e confidente
    Elio Gaspari em 1981: O que houve em 1964, não foi uma revolução. As revoluções fazem-se por
    uma ideia, em favor de uma doutrina. Nós simplesmente fizemos um movimento para derrubar
    João Goulart, foi um movimento contra e não a favor de alguma coisa. Era contra a subversão,
    contra a corrupção . Em primeiro lugar, nem a corrupção, nem a subversão acabam, você pode
    reprimi-las, mas não a destruirá. Era algo a corrigir, não construir algo novo, e isso não é revolução.
    ——-x——-
    Eu, acredito que só os remanescente da ditadura, da velha guarda golpista e alguns desaviados, ainda usam o eufemismo “revolução”.
    As Força Armadas além de ser a única instituição, neste momento, que têm credibilidade e confiabilidade,
    têm quer ser uma das prioridades do governo, por questão até de segurança nacional.
    Repetindo: não foram as Forças Armadas, nem a maioria do povo, que desejavam o golpe. A prova disso
    é que no plebiscito para escolher a forma de governo, o povo apoiou amplamente o desejo de Jango,
    o Terceiro Exército, e a maioria da tropa dos outros Exércitos, estavam com João Goulart, mas por questão
    de hierarquia, a decisão do comando tem que ser acatada.
    Observação: Não houve combate a corrupção, os corruptos, não foram molestados, ao contrário,
    nomearam até o Paulo Maluf governador de São Paulo. Primeiro ato do Castelo Branco: revogação da
    Lei de Remessa de Lucros. ( pagamento ao americanos pela “ajuda” )

  37. O governo Dilma já perdeu o rumo.

    E essa atitude revanchista e autoritária dela para com os militares de hoje – que não são aqueles da ditadura militar – é mais uma de suas tremendas burradas.

  38. HELIO FERNANDES –

    Exatamente há 50 anos, João Goulart fazia o discurso da suposta “reforma de base”. Na verdade era a tentativa de continuar no Poder, sem reeleição. Acreditavam que conseguiriam politicamente. Ou pela força. Nem uma coisa nem outra.

    Reeleição não estava na pauta de ninguém desde a República. FHC, esperto mas pusilânime, comprou e continuou no Poder, 35 anos depois do fracasso de Jango.

    Quando acabou de falar, o general Assis Brasil, Chefe da Casa Militar, sussurrou para o presidente: “temos 95 por cento das Forças Armadas”.

    ……http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2014/03/hoje-50-anos-do-comicio-golpista-de.html

    Leonel Brizola: “Eu não me chamo Jango Goulart”

    João Pinheiro Neto, ministro do governo Jango: ” As reformas de base não passavam de um sonho de uma noite de verão. Não tinham viabilidade na prática” (Entrevista na TV Bandeirantes, anos 80 ou 90)

  39. As notícias positivas sobre o golpe foram dadas pelo O Globo, a folha de São Paulo, conhecidos apoiadores dos golpistas, que, em troca pelo o apoio, ganharam concessões e dinheiro público para montar seus impérios da comunicação. A Globo de São Paulo foi comprada pelo Roberto Marinho em plena ditadura militar, a negociata está para ser julgada pelo STF depois de décadas engavetadas pelos filhotes da ditadura. A ditadura militar é a culpada pela nossa derrocada como sociedade organizada. Os ditadores destruíram o nosso futuro ao se aliarem com a escória ao mesmo tempo que perseguiam a inteligência. O pior da ditadura foi o legado humano que ela deixou para governar o Brasil. Perseguiu Juscelino, João Goulart, Brizola e se aliou com Maluf, ACM, Sarney. Agora os golpistas querem comemorar , comemorar o quê ? O país próspero, ético, honrado, que deixaram para o Sarney governar ?

  40. Concordo com Renato L. de que os golpistas se aliaram a Maluf, Sarney e outros. Como o PT está fazendo
    agora.
    Farinha do mesmo saco.
    Enfim, uma ditadura se foi e outra pior, a vermelha do atraso se instala.
    Que país, como diz Hélio Fernandes

  41. Dilma já nem sabe mais o rumo de casa! Nem de onde vem, nem para onde vai!

    Resolvi postar abaixo parte do que ela falou em Rio Branco-AC, quando foi avaliar as enchentes naquela região. Cuidado! Não se assustem com tantas bobagens! Apenas riam:

    “Se a gente não souber direitinho porque o desastre ocorreu, a gente não sabe enfrentar. Então, eu quero dizer para vocês que, do ponto de visto do governo federal e das informações que nós temos, que integram todo o combate, enfrentamento e monitoramento de desastres naturais no Brasil, integra o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPE. O INPE monitora o clima no Brasil, o INPE, nos melhores padrões internacionais, com contatos com todos os órgãos internacionais. A avaliação nossa é que houve, de dezembro a fevereiro, um fenômeno em cima da Bolívia, entre a parte sul, se eu não me engano, centro e a parte norte ou sul – a centro eu tenho certeza, a sul eu esqueci, se é sul ou se é norte. Bom, mas o que ocorreu ali? Ocorreu uma imensa concentração de chuvas. Nós temos dados de 30 anos, de 30 anos. Nesses 30 anos, não houve nenhum momento, nenhuma situação tão grave quanto essa, em termos de precipitação pluviométrica num só lugar. Portanto, é um absurdo atribuir às duas hidrelétricas do Madeira a quantidade de água que veio pelo rio.

    E aí eu até disse aqui uma fábula, que vocês conhecem a fábula do lobo e do cordeiro. O lobo, na parte de cima do rio, olhou para o cordeiro e disse: “Você está sujando a minha água”. O cordeiro respondeu: “Não estou, não, eu estou abaixo de você, no rio”. A mesma coisa é a Bolívia em relação ao Brasil. A Bolívia está acima do Brasil, em relação à água. Nós não temos essa quantidade de água devido a nós, mas devido ao fato que os rios que formam o Madeira se formam nos Andes, ou em regiões altas, se eu não me engano, o Madre de Dios e o Beni, em regiões… em região eu acho que de altiplano um pouco mais baixo, o Mamoré. Então, não é possível que seja devido à Usina de Santo Antônio e a de Jirau a quantidade de água que tem no rio. A não ser que nós nos tomemos por cordeiro e nós não somos cordeiros. Ou seja, ninguém pode dizer para nós, que estamos embaixo, que a culpa da quantidade de água que está embaixo não é de quem está em cima, onde a água passa primeiro. É isso que eu estou dizendo.

    Este país é um imenso país, não é? Vocês vejam só, eu fiquei olhando o rio Madeira, fiquei olhando… estive lá no Nordeste, o Nordeste está também na pior seca, tem gente que diz que é dos últimos 50, e tem lugares que dizem que é dos últimos 100 anos. Nós temos tido fenômenos naturais bem sérios no Brasil. O fenômeno natural, a gente tem sempre de lembrar, é possível conviver com ele, não é combater ele, nós não queremos combater chuva, nós queremos conviver com a chuva. Então, vamos discutir, sim, porque além disso aqui, nos reservatórios aqui, do Madeira, é tudo a fio d’água. O que significa a fio d’água? Significa que a água passa, a água passa, ela não armazena. Todos os reservatórios do Brasil que não são a fio d’água, que eram os grandes reservatórios do Brasil, onde está a chamada “caixa d’água” do Brasil, são grandes reservatórios de água, grandes, imensos, como é o reservatório de Itaipu, o de Furnas, o de Sobradinho, o de Três Marias, enfim, nesses reservatórios, você regulariza duas coisas. É a tecnologia que nós adotamos para a hidrelétrica, é a seguinte: a gente reserva a água, quando você reserva a água, você está reservando energia.

    Como aqui é rio de planície, aqui, nessa região, é rio de planície, o rio de planície tem pouco desnível, e você só gera muita energia em reservatório quando tem desnível. Nada impede que em algum lugar ou outro, em rio de planície, você faça um reservatório. Mas você só consegue fazer gerar energia em rio que tem desnível. Estava me dizendo o Ministro da Integração, para a gente ter uma ideia: rio São Francisco, de Sobradinho até o mar, vocês sabem quantos metros tem? Tem 300 metros de desnível. Do rio Madeira – eles fizeram um cálculo, foi um cálculo… é aproximado, viu, gente? Depois ninguém vai me perguntar assim: “Presidente, é trezentos e tanto?” Por favor, é aproximado, em torno de 300 metros. E do Madeira, daqui de Porto Velho, até o mar, o mar, é 60 metros. É essa a diferença. Então, eu quero explicar o seguinte: não é possível olhar para essas duas usinas e acharem que elas são responsáveis pela quantidade de água que entra no Madeira, a não ser a que a gente acredite na fábula, na história do lobo e na fábula do lobo e do cordeiro”.

  42. Prezado ..Cidadão ..e comentarista Sr. Paulo Solon… Obrigado pelas palavras sobre respeitabilidade
    há algum tempo atrás eu andei discordando de vossa pessoa sob a questão de interpretação da FÉ GENUINA..não maculada e nem misturada com a “sabedoria humana” …onde sabemos só nos trouxe
    algos podres e fétidos do tipo: Capitalismo e Comunismo e seus elos menores. Se lhe fui deselegante..
    agora peço-te desculpas a ti e aos demais ..Mas VENHO SEMPRE AQUI EXPONDO O QUE PENSO
    e para mim ..o tal barbudinho do Karl É UM DEGENERADO CABEÇA DE MERDA ..E ATEU.

    Por desvirtuar o sentido da verdade e base de nossa FÉ EM YAWHE … Que é: AMAI-VOS UNS AOS
    OUTROS ..E ANTES DESTE O PRINCIPAL: AMAI A YAHWE ACIMA DE TODAS AS COUSAS.

    Portanto apenas como um conselho não nivele YESHUA …com as ações de Karl , não se pode
    comparar um fonte amarga com uma fonte doce…. são opostos entre si….

    Agora se eu pego digamos o sermão da montanha do nosso amado YESHUA …e coloco ao lado
    digamos do Capital de Karl Max …Veremos que o tal livro nem chega perto das contudentes e
    amáveis palavras do “carpinteiro e do REI que não tinha um lugar para reclinar sua cabeça…”
    neste maravilhos SERMÃO que conseguiu SINTETIZAR a fé genuina..com a nossa forma de Viver
    com o nosso próximo.

    Além do mais nobre Paulo Solon … Eu Carlos de Jesus ..não utilizo e nem nunca utilizarei a minha fé
    em YAWHE com intuito de adquirir respeito , e dinheiro… isso são para os Néscios conforme ensinou
    o salvador YESHUA EM SUAS MENSAGENS.

    Guardando as devidas formas de cosmovisão prezado Sr. Paulo Solon eu creio que as bases do
    que vcs chamam de “socialismo” tem suas raizes nos ensinos de YESHUA… mas não o que esse
    Karl Max ..condensou em sua mente degenerada e impiedosa… e transformou neste
    “socialismo” de destruição e mortes, veja por si mesmo raizes puramente bases de violencias e
    manipulações promovidas por Karl EM SEUS ESCRITOS…e compare com os ESCRITOS DE YESHUA
    notadamente no Sermão da Montanha..portanto conforme eu disse meu salvador YESHUA trouxe o
    REINO DE YAWHE aos homens…e não a TODOS ..mas somente aos PREDESTINADOS PELA GRAÇA
    e as BASES DE CONVIVÊNCIA ENTRE OS HOMENS ADVINDAS NESTE REINO FORAM DILUIDAS
    COM SEGUNDAS INTENÇÕES MALIGNAS POR KARL MAX EM SEUS ESCRITOS…Dando origem
    a esse “socialismo” de violencia , manipulações e atentado contra a consciência individual.

    Tu és um mestre nas letras humanas prezado Sr. Paulo , és um homem viajado, foi autoridade quando
    estava na ativa como militar, teve sob seu comando seres humanos, teve enfim uma gama de
    aprendizado e no fim disto tudo pode elencar sua cosmovisão dos fatos . No caso em tela
    sua forma de ver a COSMOVISÃO DE YAWHE PARA COM OS HOMENS (neste caso tb para vc )
    baseia-se na premissa de INCREDULIDADE COM ATEISMO LATENTE
    tomo a liberdade de dizer que o prezado com toda essa sua forma de ver… pode se tornar um
    VASO de honra e chamado por YAWHE para pregar o teu REINO AOS HOMENS … Pois na
    HISTÓRIA da cosmovisão DO REINO DE YAWHE ..NA TERRA OS SEUS MAIORES VASOS FORAM
    homens ATEUS.

    Pense nisso.. . Já pensou no letrado PAULO SOLON …transformado para ser um pregoeiro da
    JUSTIÇA e da VERDADE DE YAWHE AOS HOMENS ?

    Com certeza vc seria muito bem recebido por TODOS nós ELEITOS E PREDESTINADODS NA GRAÇA
    DA ELEIÇÃO INCONDICIONAL DE YAWHE … EM YESHUA. ( por favor Sr. Paulo Solon NÃO confunda
    este com o “jesus” romanizado que nada
    tem de VERDADEIRO. )

    É o que penso ….

    Saúde e Paz para sua Casa…

    YAWHE SEJA LOUVADO SEMPRE EM YESHUA

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

  43. Digo,Sr.Paulo Solon,é um velho colaborador deste blog,e deve ser respeitado pelo seu conhecimento,cultura,
    que só engrandece este blog. Discordar da suas idéias,sim,agora atacar a suas opções, aí é demais.

    Ps. De outra banda,o Rolando-Lero,se entusiasmou com as luzes da ribalta,se intrometi em tudo,acha que es
    tá na escolinha do Profº. Raimundo. Poxa, éééé… .CHORAR

  44. Pelo amor de deus tenham pelo menos vergonha e fiquem na caserna pois vocês .não tem nada para comemorar. Foi um dos momentos mais triste das nossa história,tomaram o poder ,mamaram nas tetas do poder e seus coronéis e generais ,assumiram todos os grandes cargos das maiores companhias deste país,pararam a educação deste país,,saúde etc.Infelizmente nunca fizeram nada pelas forças armadas,tanto que quando sairão,eles só tinham acertado a vida dos oficiais superiores o resto que se danem.Senhores,eu infelizmente fiz parte desta história acima narrada,trabalhei em algumas dessas companhias,meu pai militar do exército sempre independente de nossas diferenças,sempre me dizia, faz a sua hora, e por ironia do destino, comprando o disco do Geraldo Vandré pra não dizer que não falei de flores, fui preso.Por favor vamos trabalhar por um Brasil mais justo,onde que pelo menos nossos netos e bisnetos possam conhecer a pujança deste país,o que nós precisamos é de carinho,não podemos mais sermos tão rancorosos,devemos isto sim lutarmos para mantermos a nossa democracia que apesar de tudo é melhor do que qualquer ditadura.Digo hoje para meus netos com conhecimento de causa,ditadura jamais………..

  45. Essa de GRANDES FESTAS foi introduzida pelo Carlos Newton para apimentar e se deliciar com os debates. Confessa. A propósito, nessas últimas 24 horas fui até doutrinado por um comentarista budista aqui no “incomparável”, segundo um habitual do pedaço.

  46. Resumo da Ópera.
    DEMOCRACIA; sistema de governo cuja característica principal é:
    FASE UM
    Bombardear
    Explodir
    Invadir
    Torturar
    Matar
    FASE DOIS
    Garantir, por todos estes (mesmos) meios …
    A implementação de uma DITADURA SANGUINÁRIA
    Pronto, assim o mundo estará protegido do comunismo!!!
    Viva a liberdade, viva a democracia!!!

  47. O link que o Charles deixou “A verdade sufocada” enfoca bem os anos de 1964.
    http://www.averdadesufocada.com

    Sei que alguns aqui são ateus, outros evangélicos, outros católicos e outros são espíritas ou simpatizantes.
    Deixo aqui um comentário de Chico Xavier de 1971.
    No programa Pinga Fogo de 1971, Chico Xavier foi questionado sobre a situação do Brasil – na época, em pleno regime militar. Vemos claramente que a espiritualidade desaprova o comunismo!!
    http://www.youtube.com/watch?v=1M6GYJDXruE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *