Há parlamentares tentando boicotar os projetos da prisão após segunda instância

Resultado de imagem para Maia e Alcolumbre"

Se pudessem, Maia e Alcolumbre já teriam arquivado as propostas

Deu na Coluna do Estadão

Apesar da queda de braço entre Câmara e Senado pelo protagonismo na discussão sobre a prisão em segunda instância, parlamentares avaliam nos bastidores que nas duas Casas há um forte grupo interessado em empurrar o tema com a barriga. Para isso, querem adicionar na proposta outras esferas judiciais, além da criminal, como a execução de processos cíveis. Isso traria impacto direto para as contas da União, uma forma de colocar o governo em posição contrária à proposta, meio caminho até o naufrágio total da aventura no Congresso.

O roteiro é fazer a PEC (proposta de emenda constitucional) andar no início, mas ir desacelerando com o tempo até deixar o tema morrer.

BANCADA CONTRA – Em linhas gerais, os contrários à prisão em segunda instância estão no Centrão, na esquerda e até em pedaço da direita. E os senadores favoráveis à PEC ficaram insatisfeitos com a decisão dos líderes de dar à Câmara o protagonismo na tramitação da proposta.

A forma como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, agiu está no epicentro do mal-estar. Segundo o deputado, a Casa não votaria projeto do Senado sobre o tema.

Uma das ideias que circulam entre os insatisfeitos do Senado é recuperar uma das PECs que já estão em tramitação na Casa e votá-la na CCJ ainda neste ano.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A Coluna do Estadão confirma a informação divulgada aqui na Tribuna da Internet, há alguns dias, sobre o cinismo de dirigentes da Câmara e do Senado em relação à prisão após segunda instância. O fato concreto é que Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre só estão se mexendo devido à forte pressão de parlamentares e da grande imprensa. Se pudessem, eles já teriam sentado em cima do assunto. (C.N.)

12 thoughts on “Há parlamentares tentando boicotar os projetos da prisão após segunda instância

  1. Evidentemente que os parlamentares que estão envolvidos em corrupção, não são poucos, não querem a aprovação da prisão em segunda instância e o melhor caminho de não ser aprovada é decidir pela PEC, que além de demorar, dificilmente passará pela Câmara, onde o PT, partidos aliados chamados de esquerda, o centrão e talvez até o PSL ligado ao Bonsonaro não querem ouvir falar em prisão em segunda instância, nem de brincadeira.

      • Talvez você não saiba que os dois filhos do Bolsonaro estão envolvidos e investigados o caso das rachadinhas e o ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio envolvido até o pescoço no caso dos candidatos laranjas em Minas Gerais.

  2. Estes dois são crápulas da pior espécie.
    O Maia, discípulo do pai, nem se fala.
    O Alcolumbre, só foi eleito para barrar o pior deles, Renan. Pensa que é senador de escol. É um merda igual ao Maia.
    Espera-se que nenhum dos dois seja reeleito a seu tempo.

  3. .
    já foi dito,
    apenas REITERO, REALÇO,
    a afirmação não é minha,
    mas gostaria muito que fosse:

    “os dedos das mãos são
    demasiadamente muitos,
    excessivos demais,
    para contar
    parlamentares tupiniquins que NÃO SEJAM desonestos” !!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *