Haddad e Manoela vão percorrer o país para consolidar a campanha de Lula

Imagem relacionada

Na reta final, Valéria  assumir como vice de Haddad

Pedro do Coutto

Falando na tarde de ontem à Globonews, Fernando Haddad afirmou que ele e Manoela D’Avila vão percorrer o país iniciando a campanha do ex-presidente Lula às eleições de outubro. Iniciativa inusitada porque, antes de tudo, tem de se decifrar, segundo a lógica do ex-prefeito de São Paulo, quem será o vice do outro. Pois, afinal de contas os dois foram indicados candidatos a vice, com o PT não deixando claro quem será o vice de quem. A colocação, como é natural, provoca risos uma vez que a lei não permite candidatura dupla para compor a chapa partidária.

Assim, está na cara que a chapa que emerge desse enigma, claro enigma, para citar Drummond é que Haddad disputará a presidência e Manoela a vice-presidência, recebendo o apoio de Lula, que, nesta altura dos acontecimentos já foi envolvido pela certeza de que será declarado inelegível.

APOIO A HADDAD – A decisão do Partido dos Trabalhadores conduz a uma mudança no cenário eleitoral. Porque é absolutamente claro que Lula dará seu apoio ao ex-prefeito da cidade de São Paulo e que foi ministro da Educação durante seu governo.

Dessa forma, pode mudar o panorama para o segundo turno. Os eleitores de Lula serão mobilizados para seguir na estrada com Haddad à frente. O segundo turno de outubro parece inevitável, com base nas pesquisas realizadas. Mas não há evidência sobre os dois que serão colocados frente a frente. Não se pode fazer qualquer previsão sobre os dois que ficarão como finalistas.

MOURÃO TRAPALHÃO -Bolsonaro lidera os levantamentos tanto do Ibope quanto do Datafolha, num panorama sem Lula. Até segunda-feira podia se considerar que estaria presente nas urnas no segundo turno. Mas agora é preciso que se leve em conta se as declarações do general Hamilton Mourão vão prejudicar sua imagem. Pode se admitir até uma semelhança com o caso dos marmiteiros na campanha presidencial de 1945, que prejudicam o brigadeiro Eduardo Gomes.

As questões de raça são profundamente sensíveis. Vamos aguardar novas revelações se o general Mourão prejudicou ou pelo menos reduziu a influência de Bolsonaro no posicionamento ideológico do qual faz parte.

A questão dos vice é curiosa: antigamente eram eleitos separadamente dos presidentes. Assim aconteceu com Café Filho em 1950, com João Goulart em 1955 e com ele também em 1960. Aliás tornou-se o primeiro caso de reeleição no país. Foi um caso decidido pelo Supremo Tribunal Federal. O advogado de Jango foi Santiago Dantas. Mas o passado o vento levou. Vamos ver agora qual o destino dos candidatos no desfecho de outubro.

###
ABRIL DEMITE 500 E FECHA VÁRIAS REVISTAS

A editora Abril em comunicado a seus funcionários, documento ontem publicado pelo O Globo, anunciou que vai encerrar a publicação de 10 revistas, entre as quais a Veja Rio. Vai demitir 500 funcionários, 170 dos quais jornalistas. A empresa alega que em 2017 teve um prejuízo de 331 milhões de reais, montante 140% maior do registrado em 2016.

Mais um golpe no mercado de empregos no Brasil. Quanto menos emprego, menor será o consumo, também menor será a receita de impostos e arrecadação do INSS e FGTS. Coisas da vida brasileira. Só se pensa em cortar empregos. Cobrar tributos é outra conversa.

15 thoughts on “Haddad e Manoela vão percorrer o país para consolidar a campanha de Lula

  1. Pessoas que sofreram Lavagem Cerebral, via João-o-Milionário:

    Petistas!
    E cá entre nós, no Brasil…, quem vota no lula livre do PT e seus satélites embusteiros ao estilo de PCdoB (e, também, no bregaço do Petismo) é:

    1.
    Autoritário,
    2.
    Grotão convencido a sabichão,
    3.
    Pessoas toscas,
    4.
    Pessoas que sofreram Lavagem Cerebral, via João-o-Milionário-Santana (o ex-publicitário do brega petismo),
    5.
    Bregas e barangonas,
    6.
    População reacionária,
    7.
    Ladrões, bandidos e mulheres revoltadas;
    8.
    Imbecis de toda ordem!

    O petismo, lula, dilma etc. são totalmente autoritários de esquerda…
    Vejamos. Eis tais pessoas:
    Elas têm uma abordagem mental tão estreita como o buraco de uma agulha (PT, PCdoB): ali não cabe outra opinião além da sua, outra crença ou outra verdade, algo que ela mesma criou ao longo da sua vida.
    Ser petista é ser brega.

    • Bom Dia Mario Supero,

      O único resultado eleitoral que os petistas aceitarão é aquele em que eles voltem ao poder. Qualquer outro dirão que a eleição foi uma fraude.

      Sobre isso existem três questões:

      1) Se perderem as eleições, dirão o tempo inteiro que foram fraudados e vítimas de golpistas, seja no judiciário ou na mídia?

      2) Como será o PT na oposição ao novo governo?

      3) Será que o próximo governante terá de se utilizar de medidas autoritárias para conseguir governar, visto a total impossibilidade de acordos políticos no Congresso?

      • Comunista não é traficante e consumidor de coca. Esta é a diferença, entre outras, que ão é e não gosta de ladrões e trambiqueiro.

      • Como disse, comunista não corre atras de dinheiro e não manda matar sem terras etc. Mas, algum dia os povos todos seguiram sistemas de justiça social e os empresarios (ladroes de gravatinha) vão se ferrar.

  2. Que bobagem. Mourão tem mais traços e origem de índio e negro do que ninguém. Se quisesse pegaria vaga na universidade pelas cotas. Para BOLSONARO estão preocupados se ele esqueceu de colocar uma vírgula na frase. Já para os outros, não estão nem aí se roubaram, se são corruptos ou presos. Isso tudo é culpa da mídia vendida. Os problemas desse país estão sendo todos colocados a luz. Políticos corruptos, judiciário incompetente e ineficaz, agora imprensa partidária e sem isenção. Nojento isso tudo, nojento!!!

    • A MÍDIA FAZENDO MÉDIA do lado dos seus padrinhos e afilhados, puxando a brasa pra sua sardinha, esquecendo os tubarões
      OS IGUAIS COM SEUS IGUAIS, como dizia Aristóteles

  3. Torço pelo fim da Editora Abril. E de diversos outros grupos da grande imprensa, que sempre controlaram com unhas e dentes as informações, em troca de interesses próprios, muitas vezes imundos.

    A maravilhosa força e permeabilidade da internet está fazendo com que minguem os negócios da Globo, SBT, Folha, Estadão, Band, e muitas outras grandes empresas de comunicação!

    Viva a internet, que realmente oferece liberdade de imprensa! De uma forma que esta Terra nunca havia imaginado antes!

  4. Quanto a Abril, realmente uma lastima para os desempregados, mas isso é reflexo do estado atual do pais aliado a escolhas próprias, é uma empresa, que vende um produto, e que está encalhado na prateleira por inúmeros motivos, qualidade necessidade, seja lá qual for, podemos até culpar a interne, com a concorrência desleal, como uma montadora de carros que tira produtos de linha devido a baixa procura, é o mercado, ou devemos continuar a produzir sem vender? quem é que pagará por isso? não é só a Abril e a imprensa vitimas da situação, o carro chefe do desenvolvimento que é a grande engrenagem a girar inúmeras outras a construção civil tá na merda desde 2013 com milhares de demissões semanais e fechamento de empresas, meus sentimentos a classe e bem vindos ao clube.

  5. Lamento pelos empregados demitidos pela Abril. Mas a decadência do grupo é visível, e em grande parte merecida. Seu carro chefe, a Veja, teve seu grande momento quando contribuiu para a queda do Collor, e começou a declinar durante a era FHC, e hoje é ilegível. Deixei de comprar a Veja há uns doze anos, e só a folheio em salas de espera, e quase sempre fico indignado com seu neoliberalismo cego, sua americanofilia de pacotilha, e sua mediocridade geral. A Veja deixou há muitos anos de publicar notícias, para se limitar a fazer propaganda do ideário neoliberal, e fazer isso de uma maneira ridícula. Dia desses peguei uma edição da Veja em que uma coluna de uma tal Vilma Gryzynski louvava Emmanuel Macron por discursar para investidores britânicos, falando em inglês, e que isso, segundo ela, seria um “avanço”. Porque, segundo a Veja, governantes sérios devem falar principalmente em inglês, a língua dos donos do mundo, à qual até mesmo os franceses tem obrigação de se curvar.
    Isso para não falar dos absurdos que um tal Gustavo Ioschpe escrevia naquela revista a respeito de educação.

    De resto, é bom lembrar que as revistas da Abril, não só a Veja, mas também suas publicações de negócios, Exame e Você S/A, sempre louvaram downsizings, reegenharias, terceirizações, e a formidável “gig economy” que empurra pessoas para arremedos de emprego humilhantes, mal pagos e sem segurança. Agora, infelizmente muitos empregados da Abril irão agora vivenciar as idéias apregoadas pelas publicações do grupo.

  6. Não Loriaga, não é coitado do psol, foram as escolhas próprias, sairão do pt mas o pt não saiu deles, são sim lacaios do lula, dependentes seja por que motivo for estão onde estão, debaixo do pé do lula por opção.
    Até o pstu fez papelão.

  7. Perder votos, acho que não perde…
    Os eleitores mais conscientes, mesmo aqueles que não votam em Bolsonaro, vão percebendo o modus operandi da imprensa.: Planta informações, editam falas, descontextualizam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *