Haddad entrega hoje a carta aos evangélicos, para conter avanço de Bolsonaro

Resultado de imagem para kit gay charges

Haddad mandou fazer o “kit gay”, mas não distribuiu

Andréia Sadi
G1 Brasília

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, escreveu uma carta nesta terça-feira (16), com a ajuda de Gilberto Carvalho, ex-ministro e ex-chefe de gabinete de Lula, dirigida a religiosos para tentar conter o avanço do adversário Jair Bolsonaro entre evangélicos. A campanha discute o melhor momento de divulgar a carta.

Ao blog, um aliado de Haddad disse que a carta “é um recado aos cristãos contra mentiras veiculadas”, além de abordar a “trajetória do candidato em respeito a todas as religiões”.

FAKE NEWS – Haddad tem dito ser alvo de fake news nas redes sociais e pela campanha de Jair Bolsonaro, que atribui ao petista a divulgação do que ficou conhecido como “kit gay”. Nesta terça-feira, o Tribunal Superior Eleitoral mandou o candidato do PSL retirar esses vídeos da internet.

Segundo as últimas pesquisas, Bolsonaro tem ampla vantagem entre os religiosos, principalmente com evangélicos. Haddad tem seu melhor desempenho entre católicos mas, mesmo assim, perde para Bolsonaro.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Em O Globo, o repórter Sérgio Roxo informa que, nesta quarta-feira, Haddad terá um encontro em um hotel de São Paulo com lideranças evangélicas. A carta, em que o candidato também se comprometerá em não propor a legalização das drogas, deve ser lida no encontro. Sérgio Roxo revela também que a campanha petista se queixa que adversários têm espalhado fake news para esse segmento de eleitores. Uma delas seria a apresentação de  Haddad como responsável por distribuir nas escolas o chamado “kit gay” quando ministro da Educação. Mas acontece que ele realmente mandou fazer o tal “kit gay” e o editor da TI chegar a manusear o folheto, que foi impresso, mas nunca chegou às escolas, porque foi vetado pela Presidência, devido à reação altamente negativa. Era destinado aos alunos do ensino médio e tinha como objetivo combater a homofobia. (C.N.)

16 thoughts on “Haddad entrega hoje a carta aos evangélicos, para conter avanço de Bolsonaro

  1. Muamar Kadafi, o ex-ditador que doou para a campanha petralha com provas robustas fornecidas por Antonio Palocci.

    Dever-se-ia escrever um artigo sobre a obrigatoriedade da justiça em cassar o Partido dos Trambiques imediatamente !!!

  2. Existe alguém neste Brasil, que ainda acredita nas promessas do PT? Nunca cumpriram nada do que prometeram, quando chegam ao poder, esquecem tudo e só fazem o que lhes interessa e trás lucro.
    Os “crentes”, que ainda formarão a maioria religiosa no Brasil, em tempo não muito distante, sabem com quem estão lidando.
    O PT só se aproxima de religião em épocas de eleições, para tentar obter alguma vantagem.
    Até os bispos católicos, tão chegados ao petismo, já mandaram um deles ir “trocar figurinhas” com o Bolsonaro.
    O poste, só se tornou poste, a um segundo do final do jogo. O presidiário, com justa razão, não acreditava nele.
    O molusco apostava e aposta, é na liderança da oposição.

  3. Gilberto Carvalho, o Goebbels do PT? Quer dizer que para obter o apoio deles, Haddad se compromete a não fazer e não defender tudo que fizeram e defenderam ao longo de toda sua jornada política? Sei. O PT continua o PT. É o poder pelo poder. Os evangélicos não deveriam se meter com esta gente, mas se quiserem um bônus imediato, sem se comprometerem em mentir para seus fieis, esse partido precisa de uma lição melhor dada. O que tiveram até hoje, não parece ter sido o bastante.

  4. A belíssima Andréia Sadi anuncia que Haddad tentará refrear o crescimento de Bolsonaro junto aos evangélicos.

    Curiosamente, escrevi há dois dias um comentário onde eu afirmara que, embutidas na disputa entre PT e PSL, havia atuações dos evangélicos e católicos para que se aproximassem do poder, esta jovem bonita e competente profissional, confirma o que percebi nas entrelinhas, quando Bolsonaro buscou o apoio dos evangélicos e Haddad visitou a CNBB.

    Evidente que a população de católicos é bem maior do que dos evangélicos no Brasil, mas, os primeiros não são dados a obedecer a própria Santa Sé, o católico é muito independente da Igreja.
    No que diz respeito aos evangélicos, não.
    O que pede o pastor, bispo, missionário ou apóstolo, ele obedece, cumpre com o solicitado.

    Logo, o petista quer uma fatia desse povo, esquecendo-se do seu fiasco na missa dias atrás, quando tomou comunhão, melhor, quando comeu a hóstia!

    Haddad está numa confusão tão grande que não sabe mais o que faz.

    Sabe que perdeu as eleições, e por mais que seja ousado ou criativo, de nada adiantarão seus esforços.

    Falta ao petista carisma, credibilidade, dinamismo, vibração.

    Haddad não consegue fazer caras e bocas, pois o seu rosto é sempre o mesmo, então como ator um célebre canastrão.

    Diferentemente de Bolsonaro, cuja voz é mais vibrante, ele é mais irrequieto, e fala a voz do povo, o que ele quer ouvir.

    Fosse quem fosse o petista que disputasse com Bolsonaro o poder, a verdade é que o partido desgastou-se em demasia, ruiu, veio ao solo.

    O PT não aceita a verdade; nega a realidade que o cerca; Lula entende que basta pedir que será atendido pelo povo.

    Trancafiado no xilindró, o líder petista é um caricatura de si mesmo, alguém que murchou, perdeu, que não quer reconhecer o seu fim político porque megalômano, mitômano, endeusado pelos seus seguidores.

    Lula ainda vive um sonho, e não quer acordar.

    • “Evidente que a população de católicos é bem maior do que dos evangélicos no Brasil, mas, os primeiros não são dados a obedecer a própria Santa Sé, o católico é muito independente da Igreja.”

      Os católicos não são dados a obedecer ao clero esquerdista.

      É só tirar a prova de como os católicos obedecem ao clero realmente católicos, não esquerdista.

  5. Haddad escreveu um livro, “Em defesa do socialismo”, em que fala que para a implantação do comunismo marxista é necessário “reotizar a sociedade”.
    O “kit-gay” erotiza a sociedade através de quem ainda não tem capacidade de discernimento (crianças).
    Será que ninguém é capaz de somar 2 + 2?

    • Corrigindo o primeiro parágrafo:

      Haddad escreveu um livro, “Em defesa do socialismo”, em que fala que para a implantação do comunismo marxista é necessário “erotizar a sociedade”.

  6. Bolsonaro só se elege se conseguir votos dos católicos.

    Essa historinha de que ele vai ganhar as eleições com os votos dos evangélicos é conversa fiada criada por maçom como Malafaia.

    Se a maioria dos católicos não votarem em Bolsonaro, ele perderá as eleições.

    • Renato
      A grande dificuldade de muitos analistas e incluído aqui de alguns comentaristas é compreender o que esta ocorrendo nesta eleição é saber que a realidade politica mudou. Voce imagina que os catolicos formam um bloco e que eles sozinhos dariam a vitoria ao Haddad, porque? hoje o eleitor decide sozinho a eleição ocorreu nas redes sociais em cada celular…seu comentario é mias uma torcida do que uma analise dos fatos…se falava que Lula tinha 37%, que no segundo turno o capitão perdia para qualquer um, Marina, Alkcmin, Andrade,….e agora esta a 18 pontos de diferença o que foi que aconteceu?

      • “hoje o eleitor decide sozinho a eleição ocorreu nas redes sociais em cada celular…”

        Por isso mesmo.

        O estranho é que nessa tal “pesquisa” não mencionaram dentro desses grupos religiosos (católicos e protestantes) quantos votarão NULO.

        Não ficaria surpreso se o número de votos nulos entre católicos fosse maior do que entre protestantes.

        “que no segundo turno o capitão perdia para qualquer um, Marina, Alkcmin, Andrade,….e agora esta a 18 pontos de diferença o que foi que aconteceu?”

        Bolsonaro só perderia para Ciro no segundo turno, provando que a maioria só está votando no Bolsonaro devido ao anti-petismo, não devido as proposta do candidato. Tanto que o Ciro receberia mais votos por não pertencer ao PT, se fosse para o segundo turno com Bolsonaro…

        A mídia fez questão de isolar a eleição na dupla Bolsonaro vs Haddad de modo a se promover o pior dos cenários, para o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *