Haddad não esperava que a transferência de votos de Lula batesse no teto

Resultado de imagem para haddad

Haddad tenta atrair votos de indecisos, mas está difícil

Luiz Carlos Azedo

O candidato do PT à Presidência da República, Fenando Haddad, volta ao horário eleitoral repaginado, vestido de verde-amarelo e com um discurso paz e amor. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seu mentor intelectual e chefe político, desaparecerá da propaganda do petista. Resta saber se a dissimulação, que atende aos apelos dos setores “golpistas” que querem apoiá-lo como “um mal menor”, trará votos suficientes para vencer o pleito ou se a tática tipo “o piloto sumiu” confundirá ainda mais os eleitores.

O tracking de ontem mostrava que Bolsonaro continua subindo e Haddad, caindo: a distância entre os dois seria de 18 pontos percentuais, com 10% de nulos e brancos.

NOVA LINHA – Haddad mudou completamente a linha de campanha. Para chegar ao segundo turno, o PT alimentou a tática do ódio nas eleições, com o discurso “nós contra eles”, pois Lula considerava Bolsonaro o adversário ideal a ser batido no segundo turno. Quem eram “eles”? Os “golpistas neoliberais”, claro.

Um post do petista Breno Altman, do site Opera Mundi, nas redes sociais, intitulado “Quem é o inimigo principal?”, no momento em que essa linha política passou a ser questionada internamente no PT, ilustra como Haddad chegou ao segundo turno:

“São diferentes os alvos da primeira e da segunda volta, a meu juízo. No primeiro turno, os inimigos principais são os partidos e candidatos que comandam o bloco golpista, a começar por Geraldo Alckmin, mas se estendendo a Meirelles, Alvaro Dias, Amoedo e Marina Silva. A centro-direita deve continuar a ser destroçada por sua cumplicidade com o impeachment e a agenda antipopular, antidemocrática e antinacional do governo Temer. Sua destruição política é fundamental para a regeneração do país. Caso haja alguma chance, em algum momento, de levantar a cabeça, toda artilharia possível deve ser voltada para aniquilar os aliados de Temer.”

O DIA SEGUINTE – Intérprete fiel da lógica política petista, Altman antecipava o que viria depois: “No segundo turno, por óbvio, o inimigo principal será o neofascismo representado por Jair Bolsonaro. A inversão de objetivos táticos é tudo o que deseja o partido do golpe para buscar um caminho que enfraqueça a polarização entre Haddad e o capitão reformado, dando algum fôlego para uma candidatura de centro que possa ser apresentada como ‘mais viável’, ‘mais moderada’, para derrotar o neofascismo.”

Haddad manteve a rotina de visitas semanais a Lula, vestiu a camiseta vermelha da campanha Lula livre e chegou ao segundo turno sem mudar o discurso. Não esperava, porém, que a transferência de votos do petista batesse no teto tão cedo, bem abaixo da rejeição que fez Bolsonaro subir ainda mais e quase vencer no primeiro turno.

CENTRO GOLPISTA – “Aconteça o que aconteça, na delícia ou na dor, um objetivo estratégico terá sido alcançado nessas eleições: a destruição da centro-direita, do centro golpista, como alternativa viável para o comando do país”, disparou Altman, quando isso aconteceu.

“A soma do arco Alckmin-Marina, somando Amoedo, Meirelles e Alvaro Dias, mal chega a 20% das intenções de voto. Essa é uma vitória importante do campo popular, que pavimenta o segundo turno e a marcha rumo ao triunfo em 28 de outubro.”

Essa estratégia, porém, se tornou uma maldição para Haddad. A maioria dos partidos derrotados no primeiro turno optou pela neutralidade, alguns já se posicionam para permanecer em oposição, outros para aderir ao novo governo, vença Bolsonaro ou Haddad. Por ora, acompanham o jogo da arquibancada.

TÁTICA DO MEDO – Entretanto, ninguém morre de véspera numa eleição tão disputada, ainda mais para presidente da República. Desde a reeleição de Lula, o PT tem uma fórmula eficaz para disputar o segundo turno: a tática do medo. Não será diferente agora, com a ajuda de atitudes fascistas dos partidários de Bolsonaro. Poderia ter sido usada antes, mas isso não interessava, porque o objetivo era o atual confronto.

O problema de quem vende a alma a Mefistófeles, como Dr. Fausto, é que o Diabo quererá o seu corpo no inferno. Foi o que aconteceu com Haddad. Bolsonaro é acusado de machista, misógino e homofóbico, isso despertou os maus instintos das profundezas de uma sociedade traumatizada pela violência, pela corrupção e pela desestruturação das famílias. Essa narrativa até agora não foi capaz de superar a força do antipetismo, porque o partido governou como uma espécie de erva daninha.

Bolsonaro, porém, sentiu a pressão em relação a temas que atingem diretamente a população mais pobre.

TÁTICAS FASCISTAS – Nas eleições de 2006, quando Lula foi reeleito, Alckmin foi derrotado porque se disseminou que ele venderia a Petrobras e o Banco do Brasil e acabaria com o Programa Bolsa Família, que abriga 13 milhões de famílias. A tática se repetiu contra José Serra, em 2010, e Aécio Neves, em 2014. Agora está sendo usada novamente.

Não foi à toa que Bolsonaro anunciou que não pretende privatizar as estatais e vai criar o 13º do Bolsa Família. A radicalização e a disseminação do ódio nas redes sociais, por uma militância que não mede as consequências do que escreve, já evoluem para confrontos físicos, que precisam ser contidos, porque isso a sociedade não suporta. Não fazem parte do jogo democrático, são atitudes realmente fascistas.

42 thoughts on “Haddad não esperava que a transferência de votos de Lula batesse no teto

  1. O terrorismo político, sempre foi uma prática comum do PT.
    Em 2006, quando da reeleição do lula, pregavam os sindicalistas bancários, que se o PT perdesse a eleição, todos os bancos estaduais, seriam privatizados.
    O lula venceu e os tais bancos, quase todos, desapareceram.
    Agora o terror petista, ataca entre as estatais, com maior força sobre os funcionários dos correios.
    Dizem eles, os funcionários, que a pregação do sindicato da classe, é que se o Bolsonaro for eleito, extinguirá a estatal.
    Acredito que isto, seja de uma falsidade digna da moral petista, até porque quem é mais velho, lembra, que as empresas de correio e telégrafo, era um dos órgãos público, com maior credibilidade, nos governos dos militares.
    O PSDB, vítima maior do terrorismo, deveria partir para o desmascaramento destas atitudes petistas, independente de não participar mais da disputa, mas para de uma vez por todas,
    mostrar o que estes terrorista tem feito na política brasileira.
    Parece que sobrará apenas para o povo brasileiro e seu indicado, o capitão, varrer para o lixo, esta sujeira chamada petismo.

    • O PSDB e o PT são duas faces da mesma moeda. Um sempre ganha ( não tanto, mas ganha) com o outro no poder. Lembro ainda que o PT não inventou o que há de mau na política brasileira. Apenas aperfeiçoou. O Mensalão foi projetado pelo PSDB do FHC, aquele que comprou a reeleição. A tática do medo foi usada pelo nefasto FHC contra o Lula. Lembram-se da Regina Duarte apavorada com uma possível vitória do metalúrgico ?

  2. A radicalização e a disseminação do ódio nas redes sociais, por uma militância que não mede as consequências do que escreve, já evoluem para confrontos físicos, que precisam ser contidos, porque isso a sociedade não suporta. Não fazem parte do jogo democrático, são atitudes realmente fascistas.

    Quem é que vem plantando esse clima de ódio na sociedade? O bolsonaro é consequencia, não é causa disso! Essa corja petralha está colhendo o que vem plantando há muito tempo! O triste é que muitos inocentes vão pagar por isso! Os verdadeiros culpados, tiram o corpo fora e ainda tem o cinismo de declarar que o outro lado é que promove o discurso de ódio! Pena que a vitória vem por etapas, mas gente(?) Como a vitima do golpe(dilmanta), lindeberg farias, a múmia do suplicy, o”desgovernador” de minas e outros já foram escorraçados pelo voto.

  3. A imprensa costuma se referir a Bolsonaro como o capitão reformado. Ele é deputado há mais de 20 anos. Além disso, aprendi como soldado raso que o militar não deve usar a sua patente militar nas atividades civis. Capitão da reserva ou reformado é cidadão civil. O militar da reserva pode ser reconvocado em caso de calamidade (Lula fugir da cadeia, Dirceu perder um dedo, Toffoli virar um homem responsável e honesto). Calei.

    • Perfeito, assim como o Lula sempre foi apresentado como um metalúrgico como se ele não tivesse sido um péssimo deputado federal. Então, ele não era mais um homem pobre. Origem humilde, acaba quando o sujeito tem condições de estudar e não estuda, condições de trabalhar e não trabalha e tudo por opção própria. A imprensa tem usado esta artimanha de nominar pejorativamente ou de elogio para eleger candidatos e se locupletar com o dinheiro público.

  4. Loriaga, primeiro que o famoso golpe foi dado pelo Lula. Ele sabia que, se, a Dilma continuasse presidente o PT despareceria na eleição de 2018. Ora, quem abriu o processo de impeachment na Câmara e quem o referendou no Senado foram dois dos maiores amigos do Lula e dois dos maiores ladrões brasileiros. Se o Lula não quisesse o impeachment ele nunca teria acontecido. O que deu errado? Um sujeito chamado Sérgio Moro, que meteu o Lula na cadeia. Após o governo desastroso (?) do Temer o Lula seria candidato quase que absoluto ao posto de presidente e, com o apoio do Michel Temer que já declarou o seu voto no Haddad.
    A vice do Haddad é uma socialista de iPhone que adora tudo aquilo que o capitalismo lhe dá e, agora que se converteu ao catolicismo, logo estará combatendo o PT.

  5. Loriaga, primeiro que o famoso golpe foi dado pelo Lula. Ele sabia que, se, a Dilma continuasse presidente o PT despareceria na eleição de 2018. Ora, quem abriu o processo de impeachment na Câmara e quem o referendou no Senado foram dois dos maiores amigos do Lula e dois dos maiores ladrões brasileiros. Se o Lula não quisesse o impeachment ele nunca teria acontecido. O que deu errado? Um sujeito chamado Sérgio Moro, que meteu o Lula na cadeia. Após o governo desastroso (?) do Temer o Lula seria candidato quase que absoluto ao posto de presidente e, com o apoio do Michel Temer que já declarou o seu voto no Haddad.
    A vice do Haddad é uma socialista de iPhone que adora tudo aquilo que o capitalismo lhe dá e, agora que se converteu ao catolicismo, logo estará combatendo o PT.

  6. O que mais me impressiona no PT e principalmente em seus líderes é a incapacidade de fazer uma autocrítica de seus atos e ações.Todos nos mortais sabemos que errar é humano mas persistir no erro é burrice.No PT não se permite admissão de erro por isso o povo já tá de saco cheio de tanta mentira,de tanta canalhice. Fora PT.

  7. Logo o Azevedo mais conhecido como Joaquim Silvério dos Reis? E, tadinho do Ciro, foi patrolado pelo Haddad e atropelado pelo Bolsonaro. Agora, querem dar o golpe do golpe do golpe? O Ciro que se prepare para 2026 se não morrer engasgado na língua.

  8. Um criminoso de lesa-pátria que precisa de Zé de Abreu e outras figuras nojentas e adoradores de corruptos e ladrões do povo brasileiro não merecem nosso respeito. São Podres, Podres ao extremo. como Lewandovski, Tofolli, Celsão, Joaquinzão,Gilmarzão Fétido Bicho Nojento, Aurelião, Rosa Lula e tantos outros “lulopetralhas” que defendem a perpetuação dos bandidos da Organização Criminosa Petralha !!! Xô Petralhas !!!

  9. Centro golpista? Isso certamente é uma coisa inédita na história da ciência política, já que teoricamente partidos e políticos de centro rejeitam soluções extremas. Mas para o PT, tudo que não seja ele próprio é ilegítimo e “golpista”.

  10. Comentarista comparando o picolé de chuchu que passou ara osegudno turno lá atrás com Bolsnaro com 46%? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Desespero, a gente se vê por aí. Não é atoa que ele é azedo…

  11. É surreal ver-se esse partido nefasto, das profundezas, do quinto-dos-infernos, depois de tudo que fez ao pais ainda disputar o segundo turno das nossas eleições. Cazzo, mas que país infeliz! Definitivamente, o mundo não tem como nos compreender.

  12. Escrevi várias vezes que usar a História para fundamentar opiniões ou enfatizar alegações é temerário.

    Acusar Bolsonaro de nazista e fascista não só é absurdo como inconsequente.

    Quem se utiliza desses movimentos querendo ofender o deputado desconhece por completo o que significaram à época o nazismo e o fascismo, e o quanto envolveram seus povos no maior conflito da Humanidade, a Segunda Guerra Mundial!

    Bolsonaro está anos-luz distante desses acontecimentos funestos, desses movimentos que usaram o trabalhador para seus verdadeiros objetivos, conseguir o poder.

    Nesse particular, o PT seria a continuação do partido Nazi alemão, sobretudo pela sua maneira preconceituosa, a propaganda utilizada que o partido levará felicidade para as pessoas, e promessas de vida melhor para os mais necessitados, copiando, inclusive, se não o alto grau de racismo contra os judeus, pelo menos o PT rotula quem não pertence ao seu partido como indivíduos inferiores, capitalistas, que fazem parte da “elite”.

    A única identidade entre nazismo e fascismo, baseia-se que ambos são totalitários.

    Ora, fosse Bolsonaro ou um ou outro, perguntas devem ser feitas:
    Por que está disputando as eleições?!
    Por que a sua campanha política em busca de votos?
    Por que sujeitar-se à aprovação popular para ser eleito presidente da República?!

    Bolsonaro teria imitado Hitler, feito as suas tropas de força, ASSIM COMO TEM O PT, com o MST e o movimento do Boulos, o SEM TETO, mais o exército de Stédile, então poderia ser acusado de nazista!

    Todos sabem que tenho apenas o Ensino Médio, e concluído aos sessenta anos!!!

    Mas, tenho um compromisso com a TI, com Carlos Newton, com meus colegas comentaristas e leitores desse espaço democrático, de escrever verdades, de me fundamentar em fatos, e não meramente postar minhas opiniões.

    Logo, reitero que temos de ter cuidados extremados para não sermos conhecidos como palpiteiros e sectários.

      • Caro Ricardo Lima,

        Grato pelo comentário.

        Defendo a tese de que escrever para um blog não é somente criticar ou opinar, mas apresentar pensamentos e razões com fundamentos, com fatos, de modo que as postagens não sejam contestadas procedentemente!

        Uma simples análise do que foi a construção do Nazismo, e veremos que o PT é a semelhança absoluta com esse movimento que levou a Humanidade pra o seu maior conflito!

        Assim como o Nazismo, o PT tem as suas forças de segurança, paramilitares e sua polícia secreta.
        Da mesma forma, utiliza-se dos mesmos métodos da propaganda do partido de Hitler, dizendo-se a única agremiação com possibilidades reais de oferecer à população a felicidade hoje desconhecida!

        E, o PT, foi mais longe:
        Sabia quando da sua ascensão ao poder, que não bastava o domínio político, que também necessitaria de ter em mãos a liderança religiosa, do amedrontamento de um Deus vingativo e punitivo ou o perdão desse mesmo Criador pelas falhas e crimes praticados pelos pobres!

        A Teologia da Libertação e a CNBB, se encaixaram com uma luva na proposta petista de tomar o Brasil para si!

        Abração.

  13. Cadê a imprensa que condenou as táticas fascistas do PT? Não existe. Ficaram vergonhosamente calados.
    A Imprensa prefere criar factóides falsos (fake news) contra os adversários do PT.
    Depois reclamam que os brasileiros desprezam os mídia. Não é com razão?

    • Dionísio,

      Escrevi, acima, que o PT usa os mesmos moldes nazistas para sua propaganda política.

      Sem um jornal próprio, como tiveram os nazistas, tratou de comprar opiniões de jornalistas, blogs, veículos de comunicação, para difundirem a excelência de atuação do PT, a honestidade de seus membros, a capacidade de trabalho de seus ministérios, além de o partido não ser corrupto e de não aceitar a corrupção, palavras de Zé Dirceu!!!

      A mídia comprometida com o PT ganhou muito dinheiro, e jornalistas tiveram substancias aumentos em seus proventos publicando mentiras sobre o PT ou tergiversando a verdade quanto à quadrilha instalada no Planalto.

      Logo, não será a imprensa que publicará notícias contra ela mesma, convenhamos.

      Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *