Helio Fernandes esportivo: Copa da Europa, Adriano, Luiz Fabiano, Master de Miami e vôlei masculino

A Europa disputa as eliminatórias da Copa de Seleções, para eles, a mais importante depois da Copa do Mundo. A Espanha, campeã do mundo, mantem a excelente fase. Disputou 6 jogos, 18 pontos, ganhou todos.

A competição será disputada simultaneamente na Polônia e Ucrânia. Recordando, em 1º de setembro de 1939, o carrasco Stalin invadiu a Polônia vindo pela Ucrânia. Na mesma madrugada sangrenta, o carrasco Hitler invadia a Polônia, chegando pelo outro lado. Massacre completo das duas potências, então aliadas.

Fabiano teve uma consagração ao chegar ao São Paulo. O clube aproveitou a boa ideia de recepcioná-lo e homenageá-lo junto com a consagração de Rogério Ceni pelos 100 gols. Um espetáculo.

Enquanto isso, a contratação de Adriano pelo Corinthians, com um contrato muito bem redigido, provoca silêncio, interrompido pelas acusações ao Ronaldo empresário. No Flamengo, Adriano continua sendo um grito de guerra e de protesto contra Luxemburgo. E sobrando para Dona Patrícia Amorim. E Wagner Love, voltará?

No Master Mil de Miami, o mais importante de todos, tumulto e confusão provocados pela chuva. Jogos começados na segunda, interrompidos, recomeçados na terça, com tenistas jogando duas vezes no mesmo dia.

Nadal, Djokovic e Federer, os três primeiros do ranking estão nas quadras. Podem jogar hoje, a partir das 11 da noite, depende do tempo. Del Potro, que já foi quarto do mundo, perdeu para o americano Fish. Este não é um grande tenista. Mas razoável, chega sempre às oitavas e agora está na quartas. Vive confortavelmente, pode até se alimentar com o que está no próprio nome.

No vôlei masculino, o time de Bernardinho chegou às semifinais. O time do filho, Bruninho, depois de 4 títulos seguidos, foi eliminado.

***

Falta de esportividade e criatividade nas manchetes sobre a morte de José Alencar. O Globo, inteligente e original: “O descanso do guerreiro”. Merecido. Folha: “José Alencar morre aos 79 anos”. Puxa, é o Prêmio Nobel do lugar comum. Ontem, televisões e sites passaram o dia dizendo isso. E o próprio site da Folha.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *