Herdeiro da Mendes Júnior vai confirmar denúncia contra Renan no Supremo

Data: 03/09/2012 Hora: 17:00 Editoria: Empresas Reporter: Marcos de Moura e Souza Local: escritório da construtora Mendes Junior Endereço Completo: Rua pedroso Alvarenga 1046 11 andar conjuntos 113 e 116 - Itaim Detalhe: Construtora Mendes Junior começa a atuar em projetos relacionados ao pre-sal. Personagem: Sergio Cunha Mendes, vice-presidente de Mercado TAGS.: Sergio Cunha Mendes, Construtora Mendes Junior, pre-sal Fotos:Adi Leite/Valor <M>***FOTO DE USO EXCLUSIVO FOLHAPRESS***</M>

Mendes vai confirmar as propinas à ex-amante de Renan

Jailton de Carvalho
O Globo

As delações de Sérgio Cunha Mendes, ex-vice-presidente da Mendes Júnior, e de outros executivos da empreiteira deverão reforçar a denúncia de que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) usou dinheiro da empresa para pagar pensão alimentícia a Mônica Veloso, jornalista com quem o senador tem uma filha de uma relação extraconjugal. Em acordo que vem sendo negociado, Mendes se dispõe a esclarecer o caso que levou Renan a renunciar à presidência do Senado e a quase perder o mandato em 2007, segundo disse ao Globo uma fonte que acompanha as investigações.

Os acordos de delação de Mendes e outros executivos da empreiteira vêm sendo negociados desde novembro do ano passado e só não foram assinados, até o momento, porque os procuradores responsáveis pela Lava-Jato estão sobrecarregados.

NEGOCIAÇÕES – As tratativas para os acordos de delação de executivos da Odebrecht deixaram em segundo plano as demais delações. Sérgio Mendes e outros executivos da Mendes Júnior negociam acordo de delação com a força-tarefa de Curitiba e com o grupo de trabalho da Procuradoria-Geral da República (PGR), em Brasília.

A denúncia sobre o suposto suborno pago ao presidente do Senado foi apresentada pela PGR em 2013. Mês passado, o ministro Edson Fachin, relator do caso no Supremo Tribunal Federal, anunciou que o relatório sobre o recebimento da denúncia estava pronto. Cabe agora à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, decidir quando o caso, que se arrasta há quase uma década, será posto em votação. Renan foi indiciado por peculado, falsidade ideológica e uso de documentos falsos.

“O denunciado utilizou documentos ideologicamente falsos perante o Senado Federal para embasar a defesa apresentada”, diz a denúncia feita pelo ex-procurador-geral Roberto Gurgel e mantida pelo sucessor, Rodrigo Janot. A denúncia tramita em sigilo.

PENSÃO À EX-AMANTE – O caso teve origem em 2007, quando Renan foi acusado de usar dinheiro da Mendes Júnior para pagar pensão de R$ 12 mil mensais, em valores da época, a Mônica Veloso. A empreiteira teria bancado a pensão entre 2004 e 2006. Para despistar, os recursos teriam sido repassados pelo lobista Cláudio Gontijo diretamente à ex-amante do senador.

A empreiteira teria pago também despesas em um hotel de Brasília para o presidente do Senado. Ao se defender em processo por quebra de decoro, Renan apresentou documentos para comprovar que, como parlamentar e fazendeiro, tinha renda suficiente para pagar a pensão com recursos próprios.

NOTAS FISCAIS FALSAS – A Procuradoria-Geral da República sustenta, no entanto, que alguns documentos apresentados pelo senador são falsos. Ele teria inflado o tamanho do rebanho vendido em determinado período para justificar pagamentos a Mônica.

Pela denúncia, Renan “não possuía recursos disponíveis para custear os pagamentos feitos a Mônica Veloso”. Em nota divulgada em 2007, a Mendes Júnior negou que tenha bancado a pensão de Mônica e defendeu a lisura dos contratos que mantinha com várias estatais, entre elas a Petrobras.

Num dos processos abertos a partir da investigação, Sérgio Mendes foi condenado a 19 anos e 4 meses de prisão.

4 thoughts on “Herdeiro da Mendes Júnior vai confirmar denúncia contra Renan no Supremo

  1. De que vai adiantar se o Tóffolli já sentou encima do processo que tiraria o Reinan da presidência ?!?!

    Esse Trem Temeroso covardão não deixa prender o Luladrão e o Reinan Calhorda !!!!! L I X O !!!

  2. Ao assistir à esta crise institucional brasileira atual, cheia de políticos “ovelhas” santas que negam toda roubalheira, verdadeiros “abóboras”, e com tantas “Monicas” (do Santana, do Renan) envolvidas no enredo, me veio á memoria a interpretação fantástica do Roberto Benigni no filme “Uma Noite na Terra”……

    link:

    https://youtu.be/w5KdLFZXaWA

    ovelhas, abóboras, monicas ….

  3. Alguém investido de responsabilidade deverá tomar uma atitude urgente, o Brasil está com sua economia arrasada e socialmente agonizando. Fatos, boatos, mentiras e maldades abastecem os noticiários. Os entendidos na matéria dizem que o Brasil para recuperar sua economia levará trinta anos. Como? Com esses ladrões soltos e governando, jamais recuperará. Quem leu o livro História de Formação econômica do Brasil de Celso Furtado. Para vencer a inflação no Brasil iria levar quase meio século e com o governo militar pouco mais de cinco anos aconteceu o chamado, ¨Milagre Econômico¨. Portanto, ¨não venham com churumelas¨ precisamos de um governo forte, que prenda os ladrões e recupere o roubo, o resto e papo de políticos traidores de sua pátria. Tem que prender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *