Hoje o Dia do Holocausto, para que a Humanidade jamais consiga esquec-lo

Prisioneiros nazistas eram mortos tambm por inanio

Celso Serra

H 77 anos, no fim da Segunda Guerra Mundial, o Exrcito Sovitico, depois de intensa luta, tomava e libertava Auschwitz, na Polnia, o maior e mais terrvel campo de concentrao nazista, no qual milhares de judeus foram assassinados.

Devido a esse fato histrico, 27 de janeiro o Dia Internacional em Memria das Vtimas do Holocausto. Essa data foi instituda pelas Naes Unidas e faz com que jamais esqueamos os milhes de seres humanos que foram brutalmente assassinados pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial para impor a insana ideologia poltica que haviam criado, a da supremacia ariana.

GENOCDIO – H informaes de que apenas em Auschwitz, na Polnia, cerca de 1,5 milho de pessoas tenham sido exterminadas no perodo, tudo para atender insanidade dos nazistas da propagada supremacia tnica ariana.

Esse triste perodo da humanidade historicamente denominado Holocausto. Para os judeus, Shoah, palavra hebraica que significa, literalmente, “destruio, runa, catstrofe”, a expresso para denominar o aniquilamento metdico perseguio, excluso socioeconmica, expropriao, tortura, trabalho forado, fome, priso sem motivo e extermnio de seis milhes de judeus da Alemanha e da Europa ocupada entre 1933 e 1945 pelo regime nazista

Enfim, a prtica e a contnua evoluo da tcnica do assassinato em massa de seres humanos objetivando um extermnio seletivo.

EXEMPLO DA BARBRIE – No perodo, os seis milhes de judeus assassinados homens, mulheres e crianas – representavam 65% da populao judaica europeia e 30% da populao judaica mundial. O Holocausto tornou-se o smbolo representativo da barbrie do sculo XX.

H diversas suposies que tentam explicar a ideia fixa dos nazistas de que o povo judeu era inferior e, portanto, deveria ser exterminado. Alguns at escreveram que a causa para a desmedida crueldade se deu por supostos fatos religiosos, j que judeus condenaram Jesus morte o que significa patente distoro da verdade, pois Jesus foi condenado pelos romanos. Jesus Cristo nasceu, viveu e morreu como judeu.

Porm, a teoria que mais parece merecedora de crdito a que afirma que o objetivo do extermnio ocorreu devido alta concentrao de riqueza pelos judeus, principalmente pelo fato de muitos deles serem donos de instituies financeiras e empresas bem sucedidas. Assim, fica claro que o objetivo era tomar todos os bens dos judeus em portugus claro: roubo, confisco.

POR ETAPAS – O Holocausto no foi praticado de uma s vez, foi um processo doloso aplicado por etapas, sem Hitler ter levado em considerao que na Primeira Guerra Mundial cerca de 100 mil soldados judeus alemes lutaram pela Alemanha, tendo 12 mil morrido em combate.

A primeira etapa (1933/1935) foi a da identificao dos judeus, sua separao social e incio da excluso da vida pblica, com medidas como proibio do exerccio de profisses liberais, de frequncia a escolas e universidades e de boicote contra lojas judaicas.

A segunda (1935/1938) foi a de isolamento e degradao dos judeus, etapa que se inicia com as Leis de Nuremberg. Os judeus deixavam se ser reconhecidos como cidados e eram proibidos de se casar com “arianos”. Se no obedecessem. eram punidos com a morte.

NOITE DOS CRISTAIS – Na terceira fase (1938/1941), iniciada a partir da “Noite dos Cristais Quebrados” a primeira chacina de judeus do sculo XX assinala o princpio da violncia fsica desmedida contra o povo judaico e o envio de seus membros para os campos de concentrao.

Nessa fase, os judeus foram radicalmente expulsos da vida econmica e financeira na Alemanha. Todo o patrimnio foi confiscado pelo Estado alemo. Nesse perodo, comea a Segunda Guerra Mundial, a expanso do “espao vital” da Alemanha nazista com a invaso de outros pases, a forte elevao do nmero de vtimas, o aumento do nmero dos campos de concentrao e tambm se inicia o confinamento dos judeus em guetos.

A quarta e ltima fase (1941/1945), a denominada “Soluo Final da Questo Judaica”: a do extermnio em massa dos judeus pelas “operaes mveis de assassinato” formadas pela cruel SS (Schutzstaffel), nos campos de extermnio (Sobibor, Treblinka, Chelmno, Auschwitz e Majdanek) situados na Polnia, pas onde se encontrava a maior concentrao populacional judaica da Europa. H registros que tambm consideram o campo de Jasenovac, na Crocia, como campo de extermnio.

(Celso Serra advogado e economista, fundador da Academia Manica de Artes, Cincias e Letras do Rio de Janeiro)

LEIA AMANH: No Holocausto, os nazistas perseguiam e matavam outros grupos sociais, alm dos judeus

2 thoughts on “Hoje o Dia do Holocausto, para que a Humanidade jamais consiga esquec-lo

  1. Parabns, pelo excelente resumo histrico, principalmente pelo momento em que vivemos, quando cidades so coagidos, sob pena de terem os seus direitos elementares bloqueados, caso no faam aquilo que os mandes da hora determinam.

    Em alguns estados brasileiros, o tax-payer impedido de usufruir de servios pblicos (entrar em hospitais, detrans, secretarias, escolas, etc) e privados (restaurantes, shoppings, clnicas, laboratrios, etc) caso no apresente uma “autorizao” estatal, uma repetio da primeira fase da estratgia “por etapas”, claramente demonstrada pelo autor.

  2. Matria que entristece qualquer pessoa de bom corao, pois trata-se de crueldade humana puramente, e no vejo nada de vis poltico quando a atrocidade impera.

    Lanar fatos terrveis como esse na conta da poltica tentar dar uma conotao de que poltica algo ruim, mas sei que essa no foi a inteno.

    Todavia, precisamos ter cuidados com criminosos poderosos que intentando fazer algo de seu interesse mais inconfessvel busca dar uma conotao poltica para se livrar das punies merecidas que, s vezes, a honesta justia lhes impe.

    Observarmos fatos horroseos, principalmente, aqui no Brasil, onde pessoas sorrateiras e imprestveis entram na vida pblica, e da denominados de “polticos” usam essa fachada para roubar, assassinar, corromper e muitos outros crimes cometem e depois dizem que so “perseguidos politicos” ou mesmo “preso poltico” como divertidssimo o caso do apedeuta Luiz Incio.

    Outro que vai pelo mesmo caminho o seu irmo siams Bolsonaro, ambos disputam ttulos diferentes mas o objetivo o mesmo a parceria cada vez mais ntida.

    Rendamos nossas homenagens s vtimas, parentes e amigos dessa tragdia que foi o holocausto e nos sintamos dispostos a lutar para que, por outros mtodos corruptos, no venha acontecer fatos trgicos ao povo brasileiro que pena nas mos de toda espcie de bandidos, principalmente aqueles que entram na vida pblica para cometerem crimes diversos e lanaram essa prtica nas costas da POLTICA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.