Horário eleitoral “gratuito”, voto comprado

Helio Fernandes

Hoje está começando o segundo tempo do chamado horário “GRATUITO”. O primeiro tempo foi vencido pelas pesquisas imaginárias, que acabaram erradas ou deturpadas. E naturalmente continuou a venda ou troca de votos.

Chagas Freitas, corruptíssimo “governador” na ditadura, só disputou eleições proporcionais. Na INDIRETA, serviçal da ditadura em dois mandatos.

“Governador”, foi procurado por um amigo,candidato a deputado federal, queria saber como conseguir votos. E Chagas, com total conhecimento de causa: “Na capital, se você tiver relacionamento com rádios e televisões, ajuda muito”. E silenciou.

Angustiado, o amigo perguntou; “E no interior?” E Chagas, com três mandatos de deputado: “No interior não tem jeito, só COMPRANDO. Realidade que vale até hoje, vejam o que aconteceu nesta eleição.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *