Imprensa foi alvo de mais de 500 ataques promovidos pela família Bolsonaro em 2020, aponta relatório

Charge do Duke (domtotal.com)

Wálter Nunes
Folha

Balanço feito pela organização não governamental Repórteres Sem Fronteira mostra que, em 2020, o presidente Jair Bolsonaro e pessoas do seu entorno promoveram 580 ofensas a profissionais e empresas de comunicação. Bolsonaro e seus filhos Eduardo e Carlos estão no topo do ranking de “predadores da liberdade de imprensa”, feito pelos Repórteres Sem Fronteira.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) é o líder com 208 ataques a jornalistas. O presidente Jair Bolsonaro vem em seguida, com 103 ataques, e Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), vereador no Rio de Janeiro, é o terceiro com 89 ataques. Bolsonaro e seus filhos respondem por 85% das ofensas promovidas por autoridades à imprensa em 2020 compiladas pela organização não governamental.

INDENIZAÇÃO – No dia 20 de janeiro deste ano, Eduardo Bolsonaro foi condenado a indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello, repórter da Folha, em R$ 30 mil por danos morais. A Justiça ainda determinou o pagamento de custas processuais e honorários advocatícios no valor de 15% da condenação. Cabe recurso.

A repórter acionou a Justiça após ataque, com ofensa de cunho sexual, feito numa live e em publicação em rede social. Em transmissão ao vivo, Eduardo afirmou que a jornalista “tentava seduzir” para obter informações que fossem prejudiciais ao seu pai. A live foi ao ar pelo canal do YouTube Terça Livre TV em 27 de maio do ano passado.

REDES SOCIAIS – O balanço do Repórter Sem Fronteiras aponta que as redes sociais foram o meio preferido de Bolsonaro, seus filhos e ministros para declarações desse tipo. Pelo Twitter, foram publicadas 489 mensagens com hostilidade a profissionais da imprensa.

Metade dos ministros de Bolsonaro contribuiu com os ataques a jornalistas aferidos no levantamento. Dos 22 ministros, 11 deles promoveram alguma ofensa a jornalistas. Damares Alves, titular da pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos, foi quem mais atacou, protagonizando 19 episódios de hostilidade.

“PALCO DE HUMILHAÇÕES” – O relatório traz uma análise em que aponta que o Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República, se tornou “palco de humilhações públicas de jornalistas”.

“Em 2020, o Palácio da Alvorada em Brasília, onde o presidente mora e de onde costuma dar coletivas informais pela manhã, se tornou símbolo da sua hostilidade aos jornalistas. Foi lá que, no dia 3 de março, Jair Bolsonaro saiu de seu veículo oficial acompanhado por um humorista disfarçado de presidente, a quem pediu para distribuir bananas aos jornalistas presentes. Essa cena surreal foi transmitida ao vivo nas redes sociais da presidência”, diz o documento.

5 thoughts on “Imprensa foi alvo de mais de 500 ataques promovidos pela família Bolsonaro em 2020, aponta relatório

  1. #DIGNIDADEJABRASILERUNDINAPRESIDENTADACÂMARAFEDERAL. Genial é o que Vc é Luiza Erundina. E é disso que podem te acusar, de ser uma Mulher Genial, honrada, convicta, revolucionária, honesta, autêntica, séria, sincera, coerente, desprendida, cabra da peste, uma Política com P maiúsculo, formidável, fora de série, hors concours, e se Vc não estivesse cercada por uma maioria de canalha$, canalha$, canalha$, salvo exceções, que, infeliz e desgraçadamente, perfazem a maioria da câmara federal, repleta de picareta$, sanguessuga$, mercenários, vendilhões e afin$, salvo exceções, que nunca valeram sequer o caviar que sempre comeram a vida inteira e continuam comendo, há 131 anos, às custas do sangue, suor, vidas e lágrimas do povo sofrido e já quase extenuado brasileiro, inútil e negativamente, porque nada mudam de verdade para melhor na vida da população, não tenho dúvida que, caso tivéssemos ai uma maioria de gente honrada, Políticos com P maiúsculo, Vc , certamente, seria eleita a Presidente da Casa, com honras de Heroína do povo brasileiro, porque não se rende e nunca se rendeu ao canto das sereias, não abaixa a cabeça para bandidos, não dorme de touca, não vacila na defesa do interesse público, não tem medo de cara feia, encara até o Sataná$ se preciso for, tem garra e gana para pegar até o Capetão pelos chifres e espatifá-lo ao chão, não obstante o insuportável odor de enxofre do dito-cujo. Mas, infelizmente, é isso que temos no Brasil, uma esquerda, centro e direita, formada por uma maioria de covardes, mercenários, vendilhões, “bundões”, com a imprensa a bordo, em grande medida, nos governos e parlamentos, que, infelizmente, perfazem um “país de maricas”, como diz o presidente do baixo clero de plantão, chegado em “rachadinhas” e afin$, ” gentalha, gentalha, gentalha” essa que, a menos que nos provem o contrário no dia de eleição, jamais elegerão Presidente da Câmara Federal do Brasil, uma Mulher do quilate de LUIZA ERUNDINA, para lavar a nossa alma e salvar a honra do Brasil e do povo brasileiro, tão vilipendiado pelos maus políticos e os seus maus exemplos, cuja maioria não faz outra coisa senão dar maus exemplos de cima para baixo que, infelizmente, contaminam negativamente e prostram o conjunto da sociedade, tão carente de bons exemplos de cima para baixo, que poderia ver na eleição de LUIZA ERUNDINA, à Presidência da Câmara Federal do Brasil, o bom exemplo e possível início de uma possível redenção, da política, do país e da população. E se quiserem me punir, me discriminar, me cancelar e me excluir por falar a verdade, como vocês do sistema podre têm feito há mais de 20 anos em relação à minha pessoa, fiquem à vontade para fazê-lo, até porque enquanto me sobrar sequer um sopro de vida continuarei a falar a verdade, porque o meu punho e a minha língua falam apenas aquilo do que o meu coração e o coração do povo brasileiro, com certeza, estão cheios. https://www.brasil247.com/regionais/brasilia/estou-virando-uma-geni-diz-luiza-erundina-do-psol-sobre-eleicao-na-camara?fbclid=IwAR2J7TPcKCRsP8A9p4E6XfnqqmG4rCEXMEz_AVxsphWtwo0lqwee2qpdoY0

  2. Desacatem a recomendação: alimentem-no!
    Afinal, um fardo de folhas de maniva, contendo ácido cianídrico ou cianeto (veneno), não empobrece ninguém!

  3. Aí meu Deus, agora falar mau da imprensa é ataque a democracia! Todo mundo está sujeito a críticas, sejam elas justas ou injustas, parem de chorar e agir como se fossem virgens em que alguém passou a mão na bunda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *