Inacreditável, mas rigorosamente verdadeiro

Helio Fernandes

A Síria queria uma vaga no Conselho das Nações Unidas (ONU), mas não é a mesma que o Brasil tanto deseja, se arrastando para obtê-la.

A Síria, dominada por um grupo de militares que não têm nem 5 por cento dos habitantes, não deveria sequer pertencer à ONU. São arbitrários, incompetentes, sem ética, não respeitam ninguém. Tudo o que admiram é a V-I-O-L-Ê-N-C-I-A.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *