Indeciso deve votar a favor de Dilma, diz o lder petista Humberto Costa

Resultado de imagem para humberto costa

Humberto Costa tenta se inscrever na Piada do Ano

Correio Braziliense
(Agncia Estado)

O senador Humberto Costa (PT) afirmou h pouco acreditar que os senadores que esto indecisos podem decidir o voto a favor da presidente afastada Dilma Rousseff. “Quem estiver indeciso deve estar acumulando informaes”, afirmou.

De acordo com o senador petista, a oposio buscou neste primeiro tempo dos depoimentos um caminho mais tcnico para questionar a presidente e afirmou que Dilma, com isso, precisa responder mais objetivamente. “Agora vamos trazer os temas polticos e que ela reafirme o que foi colocado no discurso inicial”, disse.

GOLPE – Humberto Costa rebateu tambm o questionamento de alguns senadores que se manifestaram contra o uso da palavra “golpe”. “Se eles querem impedir que a palavra golpe seja dita, vo precisar calar a imprensa internacional, calar parte da imprensa local, calar manifestantes, calar boa parte dos brasileiros”, afirmou.

Costa disse ainda que estranho que o processo da presidente Dilma esteja sendo julgado quando o do ex-presidente da Cmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a quem chamou de “bandido renomado”, esteja parado.

### NOTA DA REDAO DO BLOG A senadora Ktia Abreu (PMDB-TO) disse presidente afastada Dilma Rousseff que haver 32 votos a favor dela, ou seja, mais quatro do que os 28 necessrios. E agora o senador Humberto Costa (PT-PE) afirma que os indecisos votaro a favor de Dilma. Sonhar ainda no proibido. E acontece que no h indecisos. Na verdade, o impeachment a coisa mais certa de todas as coisas, como escreveu Caetano Veloso numa de suas mais belas canes, Fora Estranha, gravada por Roberto Carlos. O impeachment realmente uma fora estranha. (C.N.)

19 thoughts on “Indeciso deve votar a favor de Dilma, diz o lder petista Humberto Costa

  1. A pororoca de mais uma reserva moralkkkaaas

    O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) j chegou ao Senado, dia 11 de janeiro ltimo, com a imagem comprometida. Dias antes, no decorrer da chamada Operao Pororoca, ele foi preso pela Polcia Federal com mais 29 polticos, empresrios e servidores pblicos, acusados de integrar uma quadrilha envolvida em fraudes em licitaes pblicas.

  2. Abaixo os patrocinadores infiis da causa pblica. Basta de traidores de mandatos populares. Basta de vendilhes do templo sagrado da democracia. Basta de serviais do capital velhaco, bandido, corruptor. Basta de corruptos. E o sistema poltico apodrecido, que a bola da vez, que deveria estar na berlinda, no lugar de Dilma, como que fica? O congresso nacional fisiolgico, bandido, extremamente corrupto, que tem em indivduos como Eduardo Cunha, Michel Temer, Jos Sarney, Renan Calheiros e Romero Juc (todos com priso preventiva j pedida pelo probo e corajoso Procurador Geral da Repblica ), o retrato acabado da corrupo sistmica do pas, na verdade, o grande monstro, bandido, a ser batido pela banda honesta, trabalhadora e corajosa do conjunto da sociedade brasileira, vtima e refm dos me$mo$, que nos enganam e nos mentem compulsivamente, eleies aps eleies, e que medida que fazem as suas prprias vidas e fortunas cheios de poder, dinheiro, vantagens e privilgios, sem limite$, tornam as nossas vidas um calvrio eterno, um inferno sem fim na Terra de Deus Nosso Senhor. E que, agora, com as suas mscaras finalmente cadas ao cho, revelaram-se o monstro que realmente so, e que s pode ser abatido pelo prprio povo e pelas foras armadas leais e fiis ao so sentimento de honestidade e justia, ao povo e Democracia Direta, quer queiram, quer no queiram. E, se em 1964 havia dvidas quanto bandidagem congressual, hoje est to claro quanto a luz do sol do meio-dia a certeza de que o Brasil e seu povo tm apenas trs opes: ou cerca, acua e compele o congresso nacional a fazer a reforma poltica e de estado que o povo brasileiro quer e o pas necessita, ou dissolve o congresso bandido, ou aceita ser devorado pelo dito cujo, como de fato j est sendo devorado. o cncer ou a vida, medida em que o corpo j est tomado em pelo menos 70% pelo tumor maligno. ISTO POSTO, neste momento histrico, o convite que fao no apenas a este ou aquele artista, intelectual ou jurista de renome, mas, isto sim, ao povo brasileiro em geral e banda boa, honesta e progressista das foras armadas e, sobretudo, LUTA (Legio Unida de Trabalhadores Amigos ), para que, juntos, sem violncia, na paz, no amor, no perdo, na conciliao, na unio e na mobilizao, nos encontremos em Braslia, a partir do dia 29/08/2016, para colocarmos o guizo no grande Satans do Brasil que o congresso nacional fisiolgico, bandido, corrupto. Para que, doravante, finalmente, seja possvel passarmos o nosso Brasilzo limpo, de verdade e na verdade, ou porta da rua serventia da casa para o congresso, como desfecho das Jornadas de Junho de 2013, face s quais, todos juntos e misturados, direita, esquerda e centro, gritamos nas ruas do Brasil, firme, forte, alto e e bom som: sem partidos, sem partidos, vocs no nos representam. Democracia Direta J. O Brasil o lugar e a hora agora. Com a Democracia Direta ns podemos mais, muito mais, com certeza. Vamos l fazer acontecer o que vir para nos libertar.

    • Esse time de “corruptos” (Eduardo Cunha, Michel Temer, Jos Sarney, Renan Calheiros e Romero Juc) escalado por voc me parece que ainda no deve ser encarado como uma autntica seleo.
      Est desfalcado de grandes craques da melhor qualidade oriundos de agremiaes como PT, PC do B, PDT, PP e outros menos expressivos.

  3. ERA UMA VEZ 5 AMIGOS…….
    Fux diz-se impedido de julgar inqurito contra Eduardo Cunha e Esteves
    Em Braslia
    29/08/201619h01 .

    O inqurito que investiga a relao do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) com o banqueiro Andr Esteves, do BTG Pactual, ter um novo relator. Desmembrado da Lava Jato, o caso havia sido distribudo para o gabinete do ministro Luiz Fux, que declarou-se impedido. Aps redistribuio, a investigao ser relatada pelo decano do Supremo Tribunal Federal, o ministro Celso de Mello.
    A declarao de impedimento est prevista nas normativas internas do STF e ocorre em circunstncias em que o magistrado entende ser parcial para julgar o procedimento. Como se trata de uma deciso de foro ntimo, o ministro no precisar declinar o motivo do impedimento.
    Nesse inqurito, os investigadores apuram a afirmao do ex-senador Delcidio do Amaral (sem partido-MS) segundo a qual Cunha seria o “menino de recados de Andr Esteves, principalmente quando o assunto se relacionada a interesses do banco BTG, especialmente no que tange a emendas s medidas provisrias”. Esteves chegou a ser preso na Lava Jato, em novembro de 2015, mas foi posto em priso domiciliar um ms depois.
    poca da priso do senador petista, a Polcia Federal encontrou na residncia de Diogo Ferreira, ento chefe de gabinete de Delcdio, uma anotao sobre possvel pagamento de R$ 45 milhes do banco Cunha.

  4. Mais almas honestas….
    O juiz Juliano Nanuncio, da 3 Vara Criminal de Londrina, no norte do Paran, condenou o empresrio Luiz Abi Antoun, parente do governador Beto Richa (PSDB), e mais seis pessoas em processo que investigou fraude em uma licitao do Departamento de Transportes (Deto) do Governo do Estado.

    Os rus foram condenados por crimes como: organizao criminosa, falsidade ideolgica e por fraude licitao. A deciso foi publicada nesta segunda-feira (29). Ainda cabe recurso.

    O advogado Antnio Carlos Coelho Mendes, que defende o empresrio Luiz Abi Antoun, disse que no vai se manifestar.

    http://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2016/08/sete-reus-da-operacao-voldemort-sao-condenados-pela-justica-do-pr.html

  5. O Yakissoba de R$ 290,00 no deu certo ! kkaaas

    Momento Antagonista: movimentos querem entrar na poltica
    Brasil 29.08.16 19:46
    Claudio Dantas entrevista Kim Kataguiri e Fernando Holiday, lderes do MBL que resolveram trocar as ruas pela poltica partidria aps o impeachment. Holiday um dos 40 candidatos que o grupo lana nas eleies de outubro.

    Eles garantem a O Antagonista que no tero o mesmo destino de Lindbergh Farias.

    o que esperamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.