Indonésia nega clemência e vai fuzilar o outro brasileiro

Rodrigo está preso há mais de dez anos

Deu na France Presse

O brasileiro Rodrigo Gularte deve ser fuzilado na Indonésia por tráfico de drogas, após as autoridades do país asiático negarem o pedido de clemência realizado pelo governo brasileiro, informou o Itamaraty.

“O pedido de clemência de Rodrigo Gularte foi negado pelas autoridades indonésias”, revelou a chancelaria em Brasília. Gularte, 42 anos, foi condenado à morte em 2005 por ingressar na Indonésia com seis quilos de cocaína escondidos em pranchas de surf.

A data da execução não foi fixada, segundo a chancelaria. No final de semana passado, a Indonésia fuzilou seis condenados por tráfico de drogas, entre eles o brasileiro Marco Archer Cardoso. Após o fuzilamento, a presidente Dilma Rousseff – que tentou em vão salvar a vida de Marco Archer – chamou para consultas o embaixador brasileiro em Jacarta para manifestar seu repúdio à execução.

Apesar da rejeição do segundo e último pedido de clemência previsto no processo, a defesa de Rodrigo Gularte ainda mantém a esperança de que Jacarta reconsidere sua decisão por razões médicas. Diagnosticado com esquizofrenia, Gularte poderia evitar a execução com uma transferência para um hospital psiquiátrico, como prevê a lei indonésia. Uma prima dele foi para a Indonésia visitá-lo, com representantes da embaixada para pedir que ele não seja executado e sim, levado para um hospital.

Clarisse Gularte, mãe de Rodrigo, que visitou o filho em agosto de 2014, contou que ele está “totalmente transformado” e quinze quilos mais magro. “Reconheço que Rodrigo cometeu um erro, mas não se justifica a pena de morte (…) não foi um crime tão grave. Ele está (preso) há mais de dez anos e acredito que já pagou o suficiente”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGA Indonésia é um país hipócrita, que pune com a morte o tráfico de drogas, desde que não esteja sendo feito por suas autoridades. Ao mesmo tempo, é conivente com o terrorismo islâmico e com homicídios. E ainda chamam isso de democracia. (C.N.)

11 thoughts on “Indonésia nega clemência e vai fuzilar o outro brasileiro

  1. Prezado Carlos Newton:

    Sigo afirmando: a Indonésia é um Estado irmanado na “filosofia” do assassino Maomé. Observe a desproporção: dois brasileiros condenados à morte, sem que hajam cometido crimes dolosos contra a vida consumados. Mas o terrorista – decerto um ‘superstar’ para o povo e para as autoridades bandidas (eufemismo) daquele país -, Umar Patek, recebeu, pelo atentado em Báli que matou 202 pessoas, a modesta pena de 20 anos de reclusão (acesse o link http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/especialista-em-explosivos-do-atentado-de-bali-e-condenado-a-20-anos).

    Quanto à corrupção que grassa aquelas plagas, consegue a façanha de ser mais espurca do que aquela que é praticada pelo Estado brasileiro e veiculada em nossos noticiários todos os dias. Em uma tabela, cuja posicionamento decrescente do Estado indica os países menos corruptos (em 1º lugar, figura a Dinamarca), o Brasil se encontra, tristemente, na 69ª posição.

    Já a Indonésia ocupa a 106ª colocação, demonstrando que aquela nação chafurda numa pocilga de corrupção bem pior do que a nossa (fonte: http://www.transparency.org/cpi2014/results). Indonésia: país corrupto, que, decerto, somente autoriza o tráfico de drogas ilícitas por meio de seus agentes credenciados (os clandestinos são condenados à morte), de molde a financiar o terror mundo afora. Cortemos relações com esse paiseco. E tornemos a entrada de seus cidadãos algo quase impossível, em nome do princípio da reciprocidade.

    Estou 100% com Carlos Newton.

  2. Não restam dúvidas de que a Indonésia é um país vagabundo. Se nivela com o Brasil.
    Contudo a tal lei que pune com morte o traficante de drogas já existe há algum tempo e não vai ser a interferência estrangeira que a revogará.
    Se holandeses, australianos e outros de países respeitáveis são fuzilados na Indonésia, não vai ser um cidadão de 5º mundo que não o será também.

  3. Caro Jornalista,

    PIOR É O BRASIL, que não pune NEM os traficantes, e, muito menos prende os TERRORISTAS!

    Para se ter uma ideia:

    “De quase 135 mil inquéritos que investigam homicídios DOLOSOS — quando há a intenção de matar — instaurados no Brasil até o final de 2007, apenas 43 mil foram concluídos. Dos concluídos, pouco mais de 8 mil se transformaram em denúncias — 19% dos responsáveis pelos assassinatos foram ou serão julgados pela Justiça. Ou seja, o país arquiva mais de 80% dos inquéritos de homicídio.” Fonte: Conjur

    “Em números absolutos a conclusão é ainda mais drástica: O Brasil é campeão mundial em homicídios. Isso porque, com um total de 52.260 mortes em 2010, o Brasil superou todos os demais países, inclusive a Índia (40.752 mortes), que possui uma população seis vezes maior que a brasileira e um volume maior de pessoas vivendo abaixo da linha da miséria.
    Esse quadro de violência se agrava com as pesquisas realizadas pela Associação Brasileira de Criminalística, que apontam que a taxa de elucidação de homicídios no Brasil varia apenas de 5% para 8%. Percentual que nos Estados Unidos é de 65%, no Reino Unido é 90%, e na França é de 80%. Uma taxa baixíssima e vergonhosa, que contribui para fomentar ainda mais a sensação de impunidade no país.” Fonte: Jus Navegandi.”

    -Ou seja: das 52.260 mortes de 2010, elucidaram-se menos de 5.000 casos. E destes elucidados, prenderam-se menos ainda…
    Imagine como deve ter sido agora, em 2014, com a segurança e presídios mais sucateados ainda!

    “ADVOGADO DO PCC VIRA SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    O novo titular da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo aparece no Tribunal de Justiça do Estado como advogado em pelo menos 123 processos na área civil em favor da Transcooper, segundo informa o jornal O Estado de S. Paulo nesta sexta-feira (9 de janeiro de 2015). A cooperativa atendida por Alexandre de Moraes – que tem como missão enfrentar uma das principais organizações criminosas do país, o PCC (Primeiro Comando da Capital) – é citada em uma investigação que apura formação de quadrilha e lavagem de dinheiro do PCC. Fonte: Estadao/radiovox.org”

    “A intensa onda de incêndios de ônibus nos últimos 18 meses, só neste ano já foram mais de cem, reforçou uma certeza de que há pelo menos uma década se aventa nas regiões periféricas paulistanas, de que o PCC controla as cooperativas de micro-ônibus que fazem o transporte coletivo. “Todo mundo aqui na zona sul sabe que é o PCC quem manda nas cooperativas. Só não vê quem não quer”, afirma um vendedor ambulante do Capão Redondo.”

    “Polícia identifica “combinação” do PCC sobre ataque a regiões de São Paulo. Segundo Marcelo Rezende, um grampo teria identificado que os criminosos do PCC atacaria três regiões da cidade nesta sexta-feira (22). A polícia de São Paulo teve reforço no armamento. A facção criminosa reagiu à morte de bandidos em operação da Rota e tem atacado e matado policiais militares na capital paulista.” Fonte: Portal R7
    -Pela escolha do governador, dentre todos os paulistas, ele era o mais preparado intelectualmente com capacidade de ocupar essa importante pasta…

    NO BRASIL COMPENSA SER assaltante, ladrão, traficante, estelionatário, estuprador, corrupto, sonegador, vândalo, …

    Abraços.

  4. Na verdade, o brasileiro morreu POR SER BURRO!
    Onde já se viu largar o PARAÍSO DOS LADRÕES para ir peitar leis estrangeiras?
    Se estivesse por aqui, estaria LIVRE E RICO sem precisar trabalhar, traficando nas baladas, nos iates e nas universidades e pegando todas as menininhas nas noitadas!!!

    Duvido que algum outro idiota nacional queira ir para a Indonésia agora.

    Abraços.

    PS: por falar em droga, já acharam o DONO da cocaína que estava no helicóptero?

  5. Sugiro que a Diplomacia brasileira peça uma permuta com o brasileiro a ser fuzilado. Manda-se todos, desde o “capo barbudo” e sua “ventriloqua enlouquecida” e todos os envolvidos em todos os poderes e que sustentam a impunidade dos mensaleiros e petroleiros petralhas, para que todos sejam fuzilados na Indonésia em seu lugar. A Nação Brasileira agradeceria eternamente, que tal a sugestão ??????

  6. Meu caro CN.
    A indonésia não é uma democracia. Assim como nós também não.
    A Indonésia é um país governado por hipócritas. E nós, meu caro CN, somos governados por quem ?
    A mais nova hipocrisia dos aloprados é debitar os escândalos da Petrobrás ao Aécio Neves.
    É meu caro, com este sistema político, que só indica ladrões para os cargos eletivos, a nossa caminhada para baixo continua. Devagar e sempre. Para o fundo do poço.
    Um abraço.

  7. Senhores,

    “JUIZ LIBERTA HOMICIDA CONSIDERADO O MAIOR TRAFICANTE DE GOIÁS E ENTORNO DO DF
    Conhecido como Marcelo “zoio verde”, ele foi preso em uma mansão de Brasília,com 200kg de pasta-base, uma pistola, uma carabina e uma metralhadora roubada da PM.
    O maior traficante de Goiás e do Entorno do Distrito Federal, segundo as polícias das duas unidades da Federação, ganhou a liberdade na noite desta terça-feira (20/1). A decisão partiu do juiz federal Leão Aparecido Alves, titular da 11ª Vara Criminal de Goiânia, que concedeu o alvará de soltura a Marcelo Gomes de Oliveira.
    No habeas-corpus, o magistrado argumentou somente que Marcelo é réu em dois processos, que tramitam na 1ª e na 2ª Vara de Execução Penal de Goiânia. Marcelo aguardava julgamento na Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana de Goiânia. Ele estava preso em uma cela de segurança máxima na Penitenciária Odenir Guimarães.”

    MATOU DURANTE UM ASSALTO E FICOU SÓ TRÊS ANOS NA CADEIA. DEPOIS FOI PRESO E NOVAMENTE SOLTO.
    “Em 2000, Marcelo foi condenado a 21 anos de prisão por latrocínio (roubo com morte), mas, após cerca de três anos, teve progressão de pena ao regime semiaberto, de onde fugiu.
    Ele voltou a ser preso em 2007 por tráfico de drogas, mas conseguiu liberdade provisória e novamente ficou livre.”

    MENOS DE UM ANO PRESO POR TRÁFICO
    “Conhecido como Marcelo “zoio verde”, ele foi preso em uma mansão do Park Way, Brasília, em maio de 2014, após a Operação Esmeralda, que prendeu outras 14 pessoas. A ação foi realizada pela Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) de Goiás e de pela Coordenação de Repressão às Drogas da Polícia Civil do DF.
    Na época da prisão, foram apreendidos na mansão do traficante, de 34 anos, 200 quilos de pasta-base, uma pistola, uma carabina e uma metralhadora roubada da Polícia Militar do Piauí, além de munição para fuzil.
    De acordo com a Polícia Civil de Goiás, a quadrilha tinha duas fazendas com mais de 7 mil hectares, 1,5 mil cabeças de gado e sedes luxuosas. Na operação também foram apreendidas joias, 22 veículos nacionais e importados. Além disso, o líder do grupo era dono de um posto de combustíveis e tinha participação em uma casa de câmbio que, segundo os investigadores, fornecia dólares para o esquema.”

    (Postado em 21/01/2015 10:09 – Correio Braziliense – Renato Alves , Mariana Laboissière )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *