Inédito, textual e entre aspas

Millor Fernandes, irreverente mas indiscutível: “As pessoas não morrem de falência múltipla dos órgãos, e sim de concordata múltipla dos órgãos”.

Do jornalista Pedro do Coutto para o repórter: “Excelente teu artigo sobre Gay Talese. Ele é mestre em matéria de empulhação, a partir de textos sobre ternos, gravatas, camisas de entrevistados. Apenas hábitos. Quanto ao conteúdo da informação? Com isso, confunde muita gente, vai faturando”.

Perfeito, Pedro. Espero que com essas nossas posições, que outros referendam, mas não publicamente, se inicie e se complete a desmistificação desse exibicionista, que se diz, criador do “jornalismo novo”. Ha! Ha! Ha!

Da Folha na Primeira, em manchete justa e no tamanho exato: “Policia federal indicia filho de Sarney”. Fernando, (esse filho do senador) jamais quis participar da política propriamente dita. Seu objetivo, alcançado, era e é o de ganhar dinheiro. Daí a ligação com Ricardo Teixeira.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *