Inédito, textual e entre aspas

Sarney quase expulso do próprio prédio do Senado, (incluindo os pródigos e prodigiosos anexos) mascarando a realidade: “Cheguei, vi e venci”.

E modesto, quase sinônimo de ignorante, pergunta,”Alguém já disse isso?”. Nessas circunstâncias, é a primeira vez.

Líderes da oposição, fascinando líderes da situação, quer dizer, da base: “Trocamos a CPI da Petrobras pela CPI do Sarney”. O governo recusou, achou que era “muita generosidade”. A oposição respondeu: “Não é generosidade, é estratégia. Mudamos apenas o nome da CPI e chegamos mais rápido ao objetivo pretendido ou perseguido”.

O senador Suplicy, surpreendendo o Senado inteiro por ficar contra, ele que sempre foi a favor: “O senador Mercadante tem a maioria do PT com ele”.

Do Ministro (?) José Mucio, justificando e tentando garantir o lugar vitalício de Ministro do TCU: “Se Suplicy está com Mercadante, este nunca esteve tão isolado, sozinho e solitário”. Quem fez a frase para o pernambucano?

Mozart Valadares, Presidente da Associação dos Magistrados do Brasil: “Se algum magistrado contribuir de qualquer forma ou de má fé, para o retardo (sic) do processo, tem que ser punido”. Ah, Doutor Mozart, o senhor chegou ao Brasil quando? Na verdade, acredito que o senhor tem boa intenção, mas nunca veio ao Brasil.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *