Inglaterra-Alemanha: futebol não aparece, Inglaterra desaparece. Apesar dos 5 gols, monotonia.

Há muito venho dizendo: 2010 será a repetição da monotonia e mediocridade de 1994. Nenhuma emoção, apenas instantes de emoção. Como os jogos estão sempre 0 a 0 ou 1 a 0, a angústia e o interesse se concentram no gol ou num gol salvador. Que muitas vezes não vem ou chega na prorrogação.

O primeiro gol da Alemanha, inédito: o goleiro botou a bola em jogo, atravessou o campo inteiro, não tocou em ninguém, caiu dos pés de Kloze, que marcou. O segundo, hilariante, divorciado do futebol: sem ângulo, o jogador da Alemanha chutou entre as pernas do goleiro.

A Inglaterra, aos 35, faz o primeiro gol, falha espantosa da zaga alemã, o inglês cabeceou tranqüilo. 1 minuto depois, a Inglaterra empata, a bola atravessa metade do gol, o árbitro olha para o auxiliar, este devolve, não validam o empate.

Deviam chamar imediatamente a Scotland Yard, mas também não chamaram em 1966, quando a vilã era a própria Inglaterra. Num lance polêmico, mas menos clamoroso do que o de agora.

Acaba o primeiro tempo, confusão, contradição e contemporização, só que nada disso é futebol.

Aos 22 minutos, mais 1 gol esquisito: o goleiro entrega ao zagueiro, ela vai até o gol adversário, passando por 7 jogadores, sem ser tocada por nenhum inglês. Dois minutos depois, a Alemanha faz o quarto, dando a partida como liquidada.

De uma certa maneira, a Alemanha voltou ao jogo da estreia, quando fez 4 a 0 contra a Austrália, mas estacionou. A Inglaterra confirmou a mediocridade que se esperava dela, embora se o segundo GOL, LEGÍTIMO, tivesse sido V-A-L-I-D-A-D-O, tudo poderia ter ficado diferente.

Apesar de alguns comentaristas, não houve show algum. E essa Alemanha favorecida pelo árbitro, não ganha da Argentina. (Que joga dentro de 4 horas).

Mundial de vôlei: duas vitórias
do Brasil sobre a Holanda

No sábado, ontem, Brasil 3 a 1, normal. Hoje, a Holanda vencia por 2 sets a 0, o Brasil reagiu e venceu por 3 a 2. A Holanda fez 1 ponto, mas o Brasil marcou 2 e a vitória. Continua na liderança.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *