Inquérito aberto por Toffoli está sendo questionado em sete ações no Supremo

Resultado de imagem para fachin

Fachin é o relator das sete ações contra as trapalhadas de Toffoli

Renata Mariz
O Globo

Na esteira do inquérito aberto pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli , no qual o ministro Alexandre de Moraes , relator do caso, tomou a decisão de censurar uma reportagem publicada na revista “Crusoé” e no site “O Antagonista”, há sete ações sobre o processo para serem julgadas pela Corte. Boa parte dos pedidos é pela revogação da censura, o que já foi feito por Moraes. O foco agora se concentra sobre requerimento para que o inquérito seja arquivado, conforme determinação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

A primeira ação que chegou ao STF sobre o caso foi protocolada pela Rede Sustentabilidade. O partido pediu a suspensão do inquérito, aberto de ofício por Toffoli, ou seja, sem requerimento de nenhum órgão ou autoridade, para apurar ofensas à Corte e a seus integrantes.

CENSURA – Foi nessa mesma investigação que Moraes determinou a retirada do ar de reportagem que citava o apelido de Toffoli na Odebrecht: “Amigo do amigo de meu pai”. A Rede disse também que a decisão de Moraes de censurar a revista “infringe diretamente os preceitos fundamentais” de liberdade de expressão e de imprensa.

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) ingressou com um mandado de segurança e com um habeas corpus coletivo. A entidade pede a suspensão do inquérito aberto no Supremo. Também requer um salvo-conduto para que procuradores, bem como outras pessoas, não sejam obrigadas a depor na investigação conduzida pelo ministro Alexandre de Moraes.

FACHIN RELATOR – Há também um cidadão comum que pediu ao Supremo que impeça censura ou busca a qualquer pessoa que venha se tornar alvo do inquérito. Em outras três ações, protocoladas pelos veículos atingidos, por um cidadão e pelo senador Jorge Kajuru (PSB-GO), pede-se a revogação da censura imposta à matéria.

Todas as ações sobre o caso são relatadas pelo ministro Edson Fachin. Isso porque ele foi sorteado no primeiro pedido relacionado ao inquérito, o da Rede Sustentabilidade. Fachin já pediu informações a Moraes e à Advocacia-Geral da União sobre o caso. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu o arquivamento do inquérito, mas não foi atendida por Moraes.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Para Toffoli e Moraes, que criaram o problema, o ideal seria que o relator arquivasse logo o inquérito. Se ele convocar julgamento em plenário, o vexame será ainda maior, porque os dois serão esculhambados em público, com transmissão nacional pela TV, ao vivo e a cores. Será um espetáculo imperdível, com certeza. Vai fazer mais sucesso do que “O maior espetáculo da Terra”, do Cecil B. DeMille. (C.N.)

4 thoughts on “Inquérito aberto por Toffoli está sendo questionado em sete ações no Supremo

  1. “Gilmar Mendes é de novo hostilizado em Portugal, desta vez no Chiado, Lisboa”

    “Viraliza nas redes sociais o mais novo escracho sofrido pelo ministro Gilmar Mendes em Portugal, desta vez no Chiado, em Lisboa.”

    “Foi neste final de semana. O ministro está em Lisboa para um evento que sua faculdade promoverá a partir de amanhã, com a presença de gente como Sérgio Moro, Davi Alcolumbre, Jaques Wagner e Rodrigo Maia (leia nota mais abaixo).”

    “Sentado num bar de rua com duas mulheres, de costas, Gilmar Mendes é escrachado por um homem de bermuda e boné. Ao final do escracho, o homem vai embora e é aplaudido por frequentadores do bar. Gilmar Mendes fez cara de paisagem.”

    https://youtu.be/WAmUXFsX074

    ===> Políbio Braga

    —————————————————————

    Não podemos esquecer que Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre passeiam também na Terrinha à convite de Gilmar Mendes. Claro que é tudo de primeiríssima e nós é que devemos ficar com a continha, ora pois, pois.

  2. 1) Licença: em seu livro “Alien Invasion”, ainda não traduzido para o português, o médium budista japonês fala que, em 2037, nosso planeta será invadido pelos ETs. Só não sabemos se é uma coisa boa ou ruim.

    2) Coincidência ou não, alguns autores espiritistas brasileiros, informam que breve, neste século 21, teremos contato com os povos das estrelas….

    3) Quem sabe, os ETs podem trazer novas sugestões para sairmos das crises…

    4) Certamente, estarei do outro lado, assistindo tudo em Cinemascope, como se dizia antigamente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *