“Intercept” é parte do esquema para destruir a Lava Jato e “descriminalizar” a política

Resultado de imagem para

Greenwald coloca o site a serviço do esquema contra a Lava Jato

Carlos Newton

O site “The Intercept Brasil” conseguiu fazer um carnaval fora de época à custa da reputação de dois brasileiros que têm prestado extraordinários serviços ao país. Conforme já registramos aqui, a reportagem de denúncia contra o então juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato de Curitiba, tem o mesmo valor de uma nota de três dólares, mas a grande mídia engoliu a isca e deu seguimento à jogada, colocando Moro e Dallagnol na defensiva, quando deveriam estar na ofensiva, reunindo informações para processar por calúnia os responsáveis pelo blog.

E não há novidade no esquema montado para destruir a Lava Jato, pois é uma imitação grosseira da estratégia usada na Itália para inviabilizar a operação “Mani Pulite” (Mãos Limpas).

“OPERAÇÃO POLÍTICA” –Iniciada em 1992, a Mãos Limpas estava no ápice quando o empresário Silvio Berlusconi, mestre em corrupção, aproveitou a aversão aos políticos e chegou ao poder em 1994. Cinco partidos foram fechados, e a partir daí os restantes começaram a alegar que os juízes da Mãos Limpas faziam uma “operação política” e foram esvaziando a operação, que dois anos depois naufragaria.

Aqui no Brasil o esquema é semelhante e os corruptos reagem contra a “criminalização da política”, bandeira levantada pela quadrilha de Temer, com apoio de PT e muitos outros partidos. Agora, voltam à tese de anistiar o Caixa 2 e endurecer a Lei do Abuso de Autoridade, para emparedar juízes, procuradores e promotores.

Reparem que a reportagem do Intercept veio logo após a reciclagem da denúncia de grampo nos advogados de Lula e os pedidos para libertá-lo por progressão da pena.

CRIMINOSAMENTE – O fato mais grave é que esquema antiLava Jato agiu criminosamente e conseguiu invadir os celulares de Moro e Dallagnol. Houve então houve um grande esforço para selecionar meia dúzia de mensagens entre os dois, trocadas num período de dois anos. Com essa ardilosa montagem, conseguiram forjar uma conspiração que jamais existiu.

A base da denúncia é de que juiz e procurador não poderiam se falar, teriam de se comunicar apenas nos autos. Ora, isso só acontece em países onde há juiz de instrução e de julgamento, como na França, mas não no Brasil, onde o magistrado tem de acumular as duas funções.

Como juiz de instrução, era Moro quem autorizava as operações da Lava Jato e estava obrigado a tomar conhecimento do andamento das investigações, para quebrar sigilos dos réus e determinar as operações policiais, incluindo prisões preventivas e temporárias, conduções coercitivas e ordens de busca e apreensão, nas sucessivas operações s em diversas cidades, espalhadas pelo país.

INTERAÇÃO – Na fase de instrução, o juiz no Brasil tem de interagir com o Ministério Público e só deve deixar de fazê-lo na fase de julgamento. O sistema brasileiro funciona assim.

O site anunciou que a reportagem de domingo continha apenas 1% das denúncias e muito mais “ilegalidades” seriam reveladas. No entanto, já se passaram quase três dias e até agora… nada.  Sem novidades no front.

Mesmo assim, a grande mídia não desconfia de que há algo de errado nisso tudo. Sem aguardar nem cobrar as prometidas denúncias, os jornalistas embarcaram na onda do Intercept e ajudam a sujar a reputação de dois brasileiros que estão entre as personalidades mais importantes do mundo.

DIZ A DEFESA – Em O Globo, a colunista Bela Megale informa que os advogados de Lula planejam usar as mensagens trocadas por Moro e Dallagnol para pedir a anulação de processos, além de preparar um novo habeas corpus para que Lula seja libertado enquanto tramitam os questionamentos sobre o processo.

O fato concreto é que, se o Intercept não exibir mais provas de um relacionamento juridicamente promíscuo, é sinal de que não está agindo de forma jornalística, como seria de se esperar. E ficará claro que o site tornou-se parte do esquema em curso para inviabilizar a Lava Jato, implantado nos mesmos moldes da campanha para destruir a operação Mãos Limpas na Itália.

###
P.S. –
Por enquanto, vamos ficar por aqui, na defesa da Lava Jato e desses dois brasileiros que simbolizam a luta contra a corrupção. A Tribuna da Internet funciona assim, lutando o bom combate, sob o signo da liberdade. Há muito mais a falar em favor de Moro e Dallagnol, dois brasileiros que merecem respeito e gratidão. (C.N.)  

48 thoughts on ““Intercept” é parte do esquema para destruir a Lava Jato e “descriminalizar” a política

  1. Não vejo por este lado, destruir as falcatruas de condenações sem prova, ainda insistem em achar que Sergio Moro e procurador não praticaram crime, é por isto que este país vai perdendo respeito, os poseres vão se deteriorando a cada dia, uma mídia tendenciosa, que faz política em vez de informar, os generais estavam na caserna desde 1985, após Bolsonaro ser eleito, a sanha dos generais se espalhou neste governo, não crítico as forças armadas que é uma instituição, mas quem está a frente, pois a função é defesa do pais, lembrem o passado sombrio e danoso, não sou comunista, socialista, liberal, ou qualquer porcaria destas, sou um cidadão brasileiro que vê um povo que foi iludido, se arrepende aos poucos, onde o país com tal dimensão, poderia ser uma potência, mais é desigual e querem manter isto para continuar os privilegiados e apadrinhados do poder, sugam tudo que podem enriqueceem e o povo empobrece, vejam quantos desempregados e endividados, são projetos cada vez mais desemanos, não é atoa que a criminalidade e violência se espaçham por este pais.

  2. E o italiano, crápula, escroto, Elio Gaspari, diz, hoje, no Pasquim, globo lixo:
    Pede para sair, Moro.
    Este carcamano de merda não tem moral para escrever sobre o Moro e a lavajato.
    Já disse isto a ele, em resposta a outro assunto.
    Está lá na internet:
    Resposta de Albuquerque Lima a Elio Gaspari.
    Não é bravata: apesar da idade, minha e a dele, ainda tenho preparo físico de corredor há 58 anos, para dizer a verdade a este bandido que viveu das benesses do Lula e da imbecil.
    Não vale nada, não tem caráter.

  3. Por favor, devemos criticar o errado, sempre. Moro e Dallagnol não podem ser criticados? São pessoas acima do mal e do bem? Quem os critica é a favor da corrupção? A que ponto chegamos, endeusar e perdoar erros. Me lembro daqueles pessoas que matavam e faziam barbaridades nas Cruzadas, tudo em nome de Deus.

  4. O sindicato de ladrões está em festa … pensa que duas supostas frases, roubadas por bucaneiros digitais a serviço da pederastia gringola, poderá libertar o ‘capo di tutti capi’ e seus 300 mafiosos. Não passarão!

  5. Dizem as más línguas que esta “operação” custou a bagatela de US$15 milhões, com a colaboração de especialista de outra nação, imaginem a grana roubada e escondida que o sindicato dos ladrões possui! Bilhões de verdinhas!

  6. Assinem a petição na internet para deportar este homem ou mulher, com sua mulher, ou seu homem.
    Trata-se de um estrangeiro , americano,cujo marido, ou mulher, entrou como substituto do pederasta, j. Willis.
    Que volte para o país de origem, e não venha se meter aqui.
    Quem paga? Os advogados do bandido preso?

  7. O trio maravilhoso Regina, composto pelo americano de merda, o deputado federal pelo Psol, marido ou esposa do americano de merda, o merda do parlamentar David Miranda, e Jean Wyllys, merda de pessoa, certamente envolvidos nesta conspiração contra o Brasil e seu povo, precisam ser investigados criteriosa e profundamente!

    O indivíduo com nome de jipe deve ter vendido a sua vaga para o colega, que era vereador pelo Psol, no Rio de Janeiro.

    Greenwald deve ter sido quem pagou Wyllys para ver o seu amado (a) no antro de venais, e decidiram que iriam acabar com Moro e Bolsonaro mais o MPF.

    Wyllys sempre foi inimigo declarado de Bolsonaro, e sentia aversão por Moro porque o juiz havia prendido seu amo e senhor, o ladrão e genocida, Lula.

    O americano de merda sabendo como se extraía de celulares conversas que interessariam para o golpe, auxiliado pelo jipe de merda, e com ajuda de parlamentares de merda da oposição insana, PT, PCdoB, PCB, Psol, trouxeram à tona tais conversas entre Moro e Dallagnol, sabendo da repercussão que tais vazamentos iriam ocasionar.

    Logo, o profissionalismo citado pelo Mediador, Carlos Newton, contra a Lava Jato não é só procedente quanto verdadeiro, existindo planos para acabar com a Operação que botou na cadeia alguns dos maiores ladrões da história deste país!

      • “Trabalho”, Franco!!??

        Roubar, obter ilicitamente o que se quer, é “trabalho”??!!

        Sinto-me elogiado como me definiste, de “nazistou”, que significa que estou sendo coerente, sincero e honesto no que escrevo!

        Agora, contigo, “bizarrou”, pois dás mais valor ao crime que os combates feitos pela Lava Jato em prender ladrões do erário e do povo!

        Agora, falando sério:
        Se queres criticar o comentário que te desagrada, faça-o no terreno das ideias, e não rotulando o teu oponente como isto ou aquilo.

        Logo eu, “nazistou”, logo eu!

        Te orienta, Franco.

        • Nazistou e continua a nazistar. Os jornalistas não cometeram crime algum. Receberam o material e cumpriram com suas atribuições: publicar. Você tenta transformar em criminosos pessoas que cumpriram seu dever profissional. Que tipo de jornalista recebe um material como esse e não publica? para ignorar que Moro infringiu as regras você prefere atacar profissionais que fizeram o que seu ofício os obriga a fazer, noticiar.

          • Até onde vai a tal “obrigação profissional”, Franco, na tua ótica?!

            Vale tudo?

            Mesmo quando afronta a ética, a decência, e o tal jornalista de merda publica o que foi obtido ilicitamente, trata-se de “profissionalismo”??

            Então a obrigação dos petistas e de quem defende Lula é roubar, agir criminosamente, ser um inescrupuloso, haja vista que esta é a profissão da quadrilha lulista??!!

            O ofício do PT os obriga a roubar, explorar, mentir, enganar??!!

            Ora, ora, de acordo com o teu raciocínio esdrúxulo, ridículo, de total insensatez, quando o PT recebeu a Petrobrás porque tinha ascendido ao Planalto, deveria cumprir com as suas obrigações??
            Roubar a maior estatal brasileira??!!

            Bom, se o que escrevo em defesa de Moro e Dallagnol é “nazistar”, lamento, mas você “babou”, ou seja, tornou-se seguidor de Ali Babá e seus quarenta ladrões, vulgo Lula!

            Compra um babeiro, Franco, pois estás te babando todo por Lula, Babão!

    • Francisco Bendl,
      a tua ética tem ótica? Achei que fosses um conterrâneo que honrasse nossas antigas tradições e que hoje, infelizmente, estão perdidas. Não injuriando e escrevendo palavrões contra quem discorda ou tem ideias divergentes de de tuas convicções. Paixão e política séria não combinam, embotam nossos pensamentos. A lava jato contribuiu em muito para descobrir a corrupção espalhada, mas não é por isso que devemos endeusar qualquer pessoa. O jornalista, sim, tem o dever de publicar coisas do interesse público, caso contrário ele seria omisso, conivente com os mal feitos.

        • Vidal,

          Não injuriei e tampouco escrevi palavrões contra quem quer que seja.
          Se entendeste desta maneira, o problema é teu.

          Sim, Vidal, a minha ética tem ótica, e não poderia ser diferente.
          Observa a tua ética, que é cega, pelo que dizes, que, no entanto, defende o criminoso, o bandido, o ladrão.

          A Justiça, cuja imagem tem uma venda nos olhos, por exemplo, é para não ver a si mesma quando comete seus desatinos, como por exemplo, Gilmar Mendes.

          Não se pode classificar, NA MINHA ÓTICA, que uma deficiência possa ser elevada a patamares superiores da realidade, ou seja, trata-se de um problema, menos solução.

          A minha ética ou maneira de entender o Brasil, cuja moral e ética foram extintas há tempos, e enterradas em vala comum e sobre elas jogadas pás de cal por Lula e sua quadrilha, agora vai ao encontro e admite o pragmatismo, isto é, objetividade, realista.
          Se Lula e comparsas tinham de ser presos e a Justiça brasileira parcial e tendenciosa, conforme exemplos em demasia do Supremo, Moro deve ser elogiado, e não endeusado como disseste, outro erro teu de interpretação.

          Aliás, dizes que te decepcionas comigo, pensando que eu honrasse as tradições gaúchas antigas (sic).

          Não sei quem tu és, Vidal, e, respeitosamente, não me interessa.
          Preciso, neste momento, no lugar de olhar para o passado, elaborar um futuro ou uma forma de sobrevivência que me possibilite chegar aos dias de amanhã.

          Assim, se me vejo obrigado a mudar meus conceitos, alterar as minhas convicções, pois humanas, logo, podem estar erradas.
          E causa-me espécie que modelos do antanho prá ti ainda sejam válidos para ser “honrados”.
          Paraste no tempo e no espaço.

          Antigamente, Vidal, os problemas eram resolvidos à bala;
          as encrencas eram solucionadas à base de duelos;
          conquistava-se terra alheia;
          matava-se o inimigo;
          havia até mesmo o canibalismo;
          e, o gaudério, que tanto elogiamos, nada mais era que uma pessoa sem lei, desobediente, ladrão de cavalos e gado;
          nós, gaúchos, ultimamente temos sido exatamente o contrário que apregoas, que honramos tradições!

          Se isso fosse verdade ou estivesses sendo honesto e sincero contigo mesmo, o nosso RS votou no PT para governador duas vezes, e olha só no que deu!

          Quanto Olívio Dutra foi governador, ele recebeu com pompa e circunstância, o ativista e anarquista José Bové, lembra?
          Um francês porco imundo, vagabundo, fedorento, daqueles que levam pão embaixo do sovaco, que não toma banho, e este merda destruiu várias lavouras nossas!
          O PT e os gaúchos seguidores dessa quadrilha, aplaudiram.
          Não posso honrar essa antiga tradição, assim como rejeito quando o PT quebrou os relógios que tínhamos espalhados por Porto Alegre, em homenagem aos nosso 500 anos, e no governo do bêbado Olívio!

          Igualmente não devo honrar o corrupto, covarde, o gaúcho de merda Tarso Genro!
          Pois este canalha teve a ousadia de condecorar em pleno Palácio Piratini, o assassino Battisti!

          Fala sério, Vidal, sem sectarismo – faz um esforço -, e me dizes se são essas as tradições que devo seguir ou, nesta caso do ladrão Lula, não devo prestar solidariedade e apoio a Moro e Dallagnol, em razão das tradições petistas??!!

          Credo, mas tu não deves morar no RS, e sim distante dos pagos.

          O gaúcho corrige seus erros; aperfeiçoa-se; aprimora-se;
          altera as suas convicções e paixões quando percebe que se enganou.
          Ou tu seguirias amando a mulher que te traiu por outro?
          Ou continuarias amigo de quem te ROUBOU E EXPLOROU??
          Definitivamente se me disseres sim, então não se trata de ética, porém de estupidez, idiotice, imbecilidade.

          Quanto ao seriado da Netflix, que citaste, vi e gostei, muito.

          Mas, trata-se de uma obra de ficção com bases em alguns fatos indiscutíveis, porém não retrata a verdade absoluta, a realidade do PT quando governo.

          Agora, tenho reiterado seguidamente, que jamais fui seguidor e serei de quaisquer movimentos e muito menos de homens, sejam eles quem for!

          Minhas posições são minhas, e de mais ninguém.
          Não imito ou sou fiel a posições que não me dizem respeito, e, tu, gaúcho, deverias saber disso, do quanto somos rebeldes e revolucionários, do quanto somos indisciplinados e desobedientes.

          Na verdade, acho que tu te dizes gaúcho, mas é só para provocares, instigares, querer a polêmica desnecessária ser mantida.

          Desconfio até do teu nome, se legítimo, Vidal.

          Repito:
          Te orienta!

          • Francisco Bendl,
            da mesma forma que tu desconfio do teu nome ou pseudônimo ou o que quer que seja. Nunca defendi Lula ou corrupção e minha ética não tem ótica ao contrário da tua. Aliás, acho que se tem ótica ela não vale nada. Crimes são crimes. E os que cometem os mal feitos devem pagar. Simplesmente assim. Não pedi opinião sobre o filme, somente gostei da posição do Jose Padilha que reafirma sua convicção que Lula é um salafrário, mas não exime de erros o Moro. Essa é a nossa discordância e mantenho a minha posição. Mas acho que és um gaúcho da cidade, sem o senso crítico tão peculiar dos gaúchos do interior.. Sempre mantive minhas posições, até prova em contrário, quando sou convicto de alguma coisa e muitas vezes me dei mal. Da mesma forma que me aconselhas, te devolvo: te orienta tchê!

          • Parabéns, Vidal, pois és a última vestal existente no planeta!

            A tua retidão de caráter, morar no interior do RS, personalidade forte, convicções inquebrantáveis, posições firmes, me obrigam a te aplaudir, e confessar meus erros e defeitos.

            Agora, estranho, que ao ser ofendido e o meu RS agredido, violado, humilhado, questão de alguns meses atrás aqui, neste blog, NÃO TIVE A SOLIDARIEDADE DE GAÚCHOS DESTA TUA ESTIRPE, desta tua qualidade, que tem uma certa paixão para discutir acirradamente com seus conterrâneos, menos a combatividade para defender as nossas tradições e costumes, curioso!

            E, na razão direta que tens direito em opinar, por que negas o meu de discordar??!!

            A tua cega ética não te avisa que assim deve ser a democracia, e é desta forma que temos liberdade de expressão?!

            Por que devo concordar contigo que, crime é crime?
            Não é!!!
            Se mato alguém para proteger meus amados foi crime?
            Ou foi legítima defesa??!!

            Che, o troço não pode ser analisado dessa maneira online, que os crimes estão conectados, não.

            Para justamente diferenciar um crime de outro crime, existem agravantes e atenuantes.
            Intenções, dolo, ódio, preconceito … na medida igual da reação em legítima defesa da vida!

            Logo, esta tua ética, que acusa crime é crime, colocando no mesmo patamar os supostos erros de Moro com os crimes cometidos por Lula, sinceramente, mas não concordo mesmo!

            E podes te rasgar, ter chiliques, espasmos, tremedeiras, que é o meu modo de entender este episódio dantesco, essa conspiração contra o povo e País!

            Não se trata de a ética estar em discussão, porém se o preso está na cadeia injustamente ou não!

            Mais a mais, deploro esta discussão entre nós, gaúchos.
            Não deveria ser assim.

            Na razão direta que defendes os direitos, lá pelas tantas, aviltados de Lula, pouco adianta tu declarares ser contra o ladrão e a corrupção, pois estão em jogo exatamente os crimes de Lula, se culpado ou inocente, e não como a razão de o julgamento ter proporcionado uma rápida conversa entre Moro e Dallagnol.

            A essência deste debate infrutífero, pois meramente político, não reside na ética jurídica, se foi ofendida pelo juiz e procurador, mas a libertação de Lula, e qualquer brecha existente para soltá-lo, MESMO OS OBTIDOS ILICITAMENTE!!!

            Repara:
            Escreveste “crime é crime”.
            Certo.
            A obtenção CRIMINOSA das conversas entre Moro e Dallagnol não foram crimes??!!

            Por que jamais pediste que, assim como queres punição para os servidores “criminosos”, que o jornalista americano de merda seja punido igualmente??!!

            Se me responderes que o safado fazia o seu trabalho, ótimo, pois eu te direi que o juiz e o procurador faziam o deles!!!

            Tenta entender a posição alheia, e não sair ofendendo, agredindo, quem jamais te tratou dessa maneira, e vamos nos dar bem, como dois gaúchos de quatro costados.

  8. O intercept faz um baita trabalho jornalístico investigativo e é parte do esquema para destruir a lava jato? Conta outra CN. O problema é que o senhor foi feito de bobo. Idolatrou Moro, defendeu Bolsonaro e agora, para não dar o braco a torcer, fica botando panos quentes. Errou e insiste no erro para não admitir que se equivocou.

    HF denunciou, dia após dia a trama. Não tinha informantes. Tinha bom senso e continua sendo grande analista. Experiência e talento do Grande Mestre HF.

    • “Trabalho jornalístico” com material roubado, apresentado a conta gotas e fora de contexto. Tá “serto!”

      Tenho pena dos jornalistas de verdade que precisam dividir o nome de seu valoroso título com vermes desse tipo. Lamentável!

    • Este “trabalho” não e jornalismo, é crime e militância, fato!A GG(gazelinha gringa)que fique atenta, o “trabalho jornalístico” em questão, enquadra-se no Estatuto do Estrangeiro, Lei nr.6815/80, artigo 107.

    • Pena que o que temos hj ,ainda é resultado dos governos anteriores.
      E o atual governo não vai resolver os problemas num instalar de dedos como estão cobrando, nessa luta temos que lutar pela nossa sobrevivência, afinal independente de raça, cor, poder aquisitivo ou não, empregado ou desempregado, gostando ou não de política,
      estamos todos no mesmo barco.

  9. Dois brasileiros honrados?!

    O juiz ícone da moralidade, estupra a carta magna(gravando e destrihbuindo para a mídia), conversa da presidente(?!)….

    O procurador, faz um show para a mídia, na apresentação de um relatório, com o intuito claro e objetivo de atingir o sujeito em questão.

    Vários procuradores condenaram a atitude irresponsável do procurador.

    Dois picaretas a soldo do sistema(a velha e salafraria direita), a qual o “imparcial” editor não assume seu vinculo.

    Viva HELIO FERNANDES, imparcialidade e isenção em nome da informação.

    Viva a “TRIBUNA DA IMPRENSA” um blog q dignifica a liberdade de expressão.

    • Ah, Valdenito, ah, Valdenito,

      Vou te ensinar – repito, ENSINAR – o seguinte:
      Sabes que esta “liberdade de expressão” pode te levar para a cadeia?!

      Antes de te dar a resposta, espero que me digas se sabes ou não sobre o que perguntei, se quiseres, obviamente.

      Aguardo.

  10. O artigo do Carlos Newton faz uma excelente análise de corruptos contra a Lava Jato.
    É impressionante o apoio que tem esses corruptos que bagunçaram o país de parte da mídia e figuras importantes.
    Enquanto o chefe estiver preso, a
    quadrilha que ainda está solta não vai sossegar, enquanto não acabar com a Lava Jato.

  11. Tá doido, tá doido!

    Os que acusam Moro e Dallagnol, QUE NÃO ROUBARAM UM TOSTÃO DO POVO E PAÍS, ao contrário do ladrão e genocida Lula e sua quadrilha de criminosos, comprovam que suas consciências são mesmo superficiais, que adoram julgar os efeitos porque não conseguem pensar nas causas, mais difíceis de serem diagnosticadas, claro.

    Enaltecer Lula, SABIDAMENTE LADRÃO, em detrimento de dois cidadãos que defendiam o País e seu povo, decididamente essas pessoas perderam o juízo, a consciência, suas integridades morais!

    Lula roubou, explorou, mentiu, montou uma quadrilha especializada em extorquir, desviar verbas, de receber propinas, comissões, e, mesmo assim, muitos o apoiam e querem vê-lo livre das grades!

    Então acusam um juiz e um procurador.
    Dizem e vociferam que ambos agiram ilegalmente para prender o chefão da máfia petista.
    No entanto, a obtenção ILEGAL dos diálogos entre Moro e Dallagnol, tais gravações são provas LEGAIS, e que devem montar um processo contra ambos gladiadores contra a corrupção instituída pelo PT.

    A coisa tá mal!

    • Francisco.
      Moro e Dellagnol praticaram o roubo reverso, eles pegaram o roubo dos velhacos e estão devolvendo aos cofres públicos. E olha que os tutti ladri ainda não devolveram tudo.

      • caro James,

        Esse pessoal que cai de pau em cima dos dois servidores públicos que lutaram e ainda combatem a corrupção, mostram-se desaforados, incoerentes, contraditórios, e sem consciência.

        Basta ler os roubos que o PT e cúmplices praticaram contra o erário e povo por anos a fio, que não haveria necessidade alguma de “provas”.

        Interessante as exigências que querem que a Justiça siga fielmente, mas defendem ardorosamente os crimes de Lula, o modo como deixou o Brasil e seus cidadãos!

        Deplorável!

        Abraço.
        Saúde.

  12. Entre Helio Fernandes e Millôr Fernandes, fico com o ultimo.
    Millôr matou a pau quando disse que a luta da esquerda não foi luta, foi investimento.
    Hoje vemos que a Começão da Verdade encheu o bucho dos ‘revolucionários de gabinete’ a esquerda festiva que sempre gostou de mamar nas tetas da vaca profana que já foi para o brejo.
    The cow went to the swamp = A vaca foi pro brejo Millôr Fernandes.

  13. Enfim, todo bom comunista adora os vícios da burguesia, gostam tanto que se dedicam a roubar para sustentar o ‘vicio’.
    O filho de Fidel anda flanando nos points dos ricaços a bordo de um iate maior que uma fragata de guerra, pulseira e cordões de outro tão pesados que para tomar banho de mar tem que tirar, senão afunda com o peso.

  14. Hélio Fernandes tem uma história que ninguém poderá deslustrá-la, anulá-la, deixar de reconhecer.

    Mas, o notável jornalista, o injustiçado empresário, que até hoje ainda não recebeu a indenização que a União lhe deve há mais de trinta anos, decididamente não é infalível.

    Erra como qualquer um de nós;
    tem suas falhas como qualquer outro ser humano;
    Suas ideias ou conjecturas ou conclusões podem ser contestadas como qualquer cidadão, logo, precisamos compreender quando Hélio Fernandes divaga, imagina, elabora pensamentos que não se coadunam com a realidade.

    Merece críticas?
    Não.
    Mas o respeito de todos nós pela idade avançada, pelo seu combate em favor da democracia, liberdade de expressão, de um jornalismo honesto e informativo, que não invalidam seus enganos e possíveis erros profissionais.

    A sua defesa intransigente de Lula e Dilma, demonstraram o homem brilhante de sempre, porém cansado, sem mais o fôlego de antes para se aprofundar nas suas afirmações, calcadas unicamente em suas experiências e lembranças do passado.

    Rendo minhas homenagens ao extraordinário jornalista, declarando que se trata de um ser humano, com seus defeitos, qualidade, acertos e erros, como qualquer um de nós!

    • Prezado Francisco, não discuto os méritos do jornalista Helio Fernandes, e como ele tem lado eu tenho o meu, ele sempre foi de esquerda e não acordou com o barulho da queda do Muro.
      Gosto de ler velhos jornalistas, ele diziam ‘empastelar’ jornais contra, mas só os que interessavam, necas de divulgar empastelamento que fizeram nos países de sua ideologia.
      Desastre de trens era divulgado como ‘engavetamento’, jargões eram citados nas matérias, Carlos Chagas com seu viés também tinha seus pruridos ideológicos bem palatáveis, hehheh, esse lance de Cavaleiros de Granada peguei dele.
      Aquela safra boa se foi ou está dando baixa aos poucos.
      Esse nosso editor aqui seguindo as pegadas num futuro próximo vai ser citado nos debates onde a ideologia é colocada em xeque.
      É bom que seja assim e como não faço muitas curvas me declaro um conservador, se isso ainda não transpareceu nos meus ditos…

      • Pimenta, meu caro,

        O meu comentário não teve o teu, com relação a Hélio Fernandes, motivo para eu te contestar, longe disso.

        Te dei razão de outra forma:
        concordei contigo na condição de humanos que somos, logo, passíveis de erros, confusões, más ideias e conclusões.

        Um dos ícones do jornalismo brasileiro e ainda vivo, mediante a idade que ostenta, lúcido, trabalhando, escrevendo, postando as suas opiniões deve ser enaltecido, mas precisa ser sujeito a críticas, a discordâncias, mesmo em se tratando de tão célebre jornalista.

        Pensa que postei as qualidades de Hélio como pessoa e profissional, na razão direta que podemos contestar o que escreve, pois o jornalista não é infalível, muito menos o dono da verdade.

        Aliás, temos tido o mesmo pensamento sobre a situação atual brasileira, e temos algumas identidades neste aspecto, portanto, jamais eu te criticaria porque opinaste com educação e respeito com referência às informações e conclusões de Hélio Fernandes.

        Abraço.
        Saúde.

        • Francisco, sou leitor antigo da Tribuna da Imprensa e depois continuei com essa agora do Carlos Newton. Gostava de ler o Helio, logicamente filtrando ou deduzindo o que ia nas entrelinhas e até o que não foi dito ou induzido.
          Ah… Gosto de ler também o que você escreve.
          Saúde, paz e prosperidade.
          Abração.

  15. Carlos Newton, parabéns pelo lúcido artigo.

    Penso que, além de muito dinheiro na parada, há interesses maiores buscando atingir a soberania nacional.

    Os caminhos de análise que segui destes acontecimentos me levaram a um complô para enfraquecer o atual governo brasileiro no cenário internacional.

    Tenho a impressão que nossos serviços de inteligência já estudam essa hipótese.

    Aliás, o jornalista Augusto Nunes já teceu comentários bem elucidativos.

    Aqui, dentre os comentaristas, percebo que o Bendl já farejou a bandalheira. Parabéns Bendl.

  16. Podem me dizer o que quiserem, publicar o que acham importante com relação aos supostos de crimes de Moro e Dallagnol, podem ser contundentes em mencionar que a ética foi ofendida pelo juiz e procurador, podem fazer o que quiserem neste blog democrático.

    Mas não vão me convencer que tais reações não escondem que o objetivo é soltar Lula, de nivelar o fantástico e memorável trabalho da dupla de servidores na Operação Lava Jato, aos crimes praticados pela quadrilha de petistas!

    Em suma:
    Não há honestos no País; não há mais decência nesta terra; não tem quem possa acusar e condenar quem quer que seja porque todos são bandidos!!!
    Esta é a tática e intenção do PT e cúmplices.

    Só não percebe quem não quer ou for um sectário petista empedernido e dissimulado!

  17. Tem gente que se explode pra matar mais gente acreditando que se morrer em combate vai ter as virgens prometida no paraíso. E qual seria o paraíso dos comunas? Matar os que não querem esse paraíso?
    Esse paraíso não foi o prometido por Engels e Lenin, foi nessa que veio o Stalin e sacaneou?
    Hehehhehe

  18. O esquema para destruir a Lava Jato e permitir a volta do domínio do crime na política tem um mandante principal:

    – O PT, sem sombra de dúvida!

    Mas tem atores coadjuvantes dos mais diversos: de dentro da esquerda imunda brasileira; de dentro do judiciário; no meio empresarial envolvido em crimes de corrupção; em parte da imprensa; só para citar alguns!

    Mas a Lava Jato conferiu muita maturidade ao Brasil, que conseguirá se livrar das armadilhas dessa gente ordinária!

  19. Não concordo com essa pauleira no Moro e no Dallagnol provocada por jornalista assumidamente traveco.

    Afinal, os dois – Moro e Dallagnol – estavam tramando assaltar os cofres públicos em proveito próprio?

    Ou tomar medidas no interesse da sociedade, fazendo com que os ladrões do dinheiro do povo devolvessem o produto do roubo aos cofres públicos?

  20. Realmente, Carlos Newton, nada há de extraordinário, de “inapropriado” ou, ainda menos, de ilegal nas conversas até aqui divulgadas. É comum alguma “troca de figurinhas” entre juiz e promotor (procurador, na área federal). Que não houvesse conluio deixa-o claro o fato de que nem sempre Moro atendia aos pleitos do Ministério Público, assim como o de que os procuradores recorriam de decisões suas. Só não vê isso quem não entende do assunto ou entende demais.

  21. Prezado CN …o nobre plebeu tem pleno direito de optar por sua posição..e isso não é por causa de ter a direção do blog..nada disso ..é por que estamos em uma democracia e com livre pensamento.
    Mas questiono SUA POSIÇÃO de defender quem comete CRIME . Com essa defesa o nobre plebeu se equipara a abonar o CRIME . Defender estes dois idiotas (tratar de assunto crucial via celular é cousa de idiota ) e colocá-los em um pedestal de acima do bem e do mal … ai meu nobre plebeu creio que vc ou tá arrependido de ter votado neste sistema que é tão podre quanto ao sistema anterior , ou tá com vergonha de dar o braço a torcer conforme escreveu um comentarista … Eu ainda questiono como vc jornalista das antigas..um verdadeiro lagarto criado..nas manhas da politica deste brasil ..fez campanha para um sistema que agota está destruindo o que resta de nossa nação…como pode uma cobra criada como vc CN … achar que a “lava jato” estava prestando um serviço ao Brasil … LEVANTANDO PROVAS FRAUDULENTAS contra o Sr. Luis Inácio …, e fazendo negociatas com os EUA … uma nação criminosa/protencionista como dizia o saudoso CELSO BRANT…Puxa vida quem te acompanha desde de 1981 na antiga TI do mestre HF… COMO EU ..SE ESPANTA em ver tamanha mudança de foco jornalismo patriótico..para o atual CN dos anos de 2019..DEFENDENDO dois servidores públicos que fazem os mais graves atentados contra o ESTADO DE DIREITO e Traindo NOSSA PÁTRIA para os EUA … com “conversinhas…tenebrosas” ..
    É realmente desanimador..dos antigos JORNALISTAS patrióticos SÓ TEMOS MESMO O MESTRE HÉLIO FERNANDES a tocar a trombeta contra esse sistema podre que vem DESTRUINDO nosso amado Brasil … eu excluo vc deste time meu nobre plebeu… VC mudou … CREIO que vc ainda vai escrever neste blog..sua confissão de erro …quando as cousas mais a frente te forem mais chocantes e claras…
    YAWHE SEJA LOUVADO ..sempre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *