Interrogatório de Bolsonaro pela PF será por escrito e as perguntas já estão prontas

A delegada da Polícia Federal Christiane Correa

Delegada Christiane Machado enviará as perguntas para Bolsonaro

Carlos Newton

Está praticamente concluída a investigação sobre a denúncia de insistentes tentativas do presidente Jair Bolsonaro para interferir na Polícia Federal e colher informações sobre inquéritos que envolvem seus filhos e amigos, conforme o próprio chefe do governo admitiu na explosiva reunião ministerial de 22 de abril.

Faltam apenas alguns detalhes, como o depoimento do presidente, que não pode ser incriminado sem exercer direito de defesa; as estatísticas de produtividade da Superintendência da PF no Rio, que Bolsonaro alegou serem muito baixas; e o andamento de inquéritos do interesse dos filhos dele.

DEPOR POR ESCRITO –Nesta segunda-feira, o relator Celso de Mello atendeu a pedido da Polícia Federal e prorrogou as investigações por mais 30 dias, porém falta muito pouco para a conclusão e tudo indica que o inquérito rapidamente será concluído, depois do depoimento do presidente. 

Como aconteceu no governo de Michel Temer, que também respondeu a interrogatório dos federais, Jair Bolsonaro vai exercer o direito de depor por escrito às perguntas que já foram redigidas pela equipe da delegada Christine Correa Machado.

DIVERSAS ACUSAÇÕES –Encerradas as investigações, o ministro Celso de Mello então encaminhará ao procurador-geral Augusto Aras seu relatório sobre as acusações que o ex-ministro Sérgio Moto faz a Bolsonaro:

Prevaricação, com o funcionário público agindo para satisfazer questões pessoais; Advocacia administrativa, pelo patrocínio, direta ou indiretamente, de interesse privado perante a administração pública; Coação no curso de processo, quando há emprego grave ameaça para interferir em processo judicial; Obstrução à investigação, crime de atrapalha uma investigação; e Falsidade ideológica, por inserir assinatura de Moro na portaria de demissão de Maurício Valeixo do cargo na PF.

Cabem também Difamação, porque o presidente afirmou na TV que Moro lhe ofereceu acordo para ser nomeado ao Supremo, e Falsa denunciação caluniosa, por Bolsonaro ter ingressado na Justiça contra Moro sob tal justificativa.

NAS MÃOS DE ARAS – As provas são abundantes, porque o próprio Jair Bolsonaro, com seu espírito autocarburante, assumiu o encargo de produzi-las. Assim, quanto mais fala sobre o inquérito, mais se incrimina, é um verdadeiro festival.

O relator Celso de Mello, na forma da lei, não tem como deixar de pedir ao procurador-geral Augusto Aras a abertura de processo criminal contra o presidente.  

Como chefe do Ministério Público, Aras pode acompanhar o parecer do relator e mandar abrir o processo, mas tem a alternativa de determinar o arquivamento. Mas tal hipótese não pode ser levada a sério. Se arquivar o inquérito, será Aras quem estará prevaricando e vai responder a processo, com toda certeza.

###
P.S. 1
Em tradução simultânea, a derrocada de Bolsonaro é só uma questão de tempo, e ele será massacrado diariamente pela mídia.

P.S. 2Para poupar sofrimento, seria melhor que renunciasse, imitando Jânio Quadros, que disse: “Fi-lo porque qui-lo!”. E realmente fê-lo no Dia do Soldado, 25 de agosto. Aliás, agosto é conhecido na política como mês do cachorro louco. E quando chegarmos lá, o processo criminal contra Bolsonaro já estará na ordem do dia, como dizem os militares, e a renúncia poderá ser uma bela solução. (C.N.)

9 thoughts on “Interrogatório de Bolsonaro pela PF será por escrito e as perguntas já estão prontas

  1. Bolsonaro será massacrado pela mídia? rsrsrs Depois que se candidatou, quando não foi?
    Outra coisa: você teria razões para sugerir também a renúncia de outras digníssimas autoridades? Daqueles referidos como “o amigo do amigo do meu pai” ou o “Botafogo” Maia? Ou o Davi Alcolumbre, Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes, Witzel, Doria…? Eu não tenho tantas informações como você, por isso pergunto: haveria razões para você propor a renúncia de outras autoridades, ou o problema é só o presidente?

  2. Por enquanto os ladrões vão ficando, agora, o louco genocida, tem que ser demolido.
    Não temos tempo a perder ou ele colocará o país nas profundezas da amargura.
    Atenciosamente.

  3. Hiroshima e Nagasaki foram bombardeadas com armas nucleares em agosto.

    Aliás, o vírus chines já matou, até agora, mais que o dobro de pessoas que morreram em Hiroshima e Nagasaki, somadas.

  4. Conforme poderia dizer Dona Dilma, a Roussef, está na hora desse Bolsonaro se auto suicidar com 18 facadas nas costas.
    Acho que já falei aqui, vou repetir, o CN é jornalista mas sua verdadeira obsessão é em ser radiologista para poder ver a caveira do Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *