Investigação contra Maluf na Suíça chega à fase final

O procurador-geral da Suíça, Michael Lauber, afirmou que as investigações sobre contas naquele país ligadas a Paulo Maluf (PP) estão em sua fase final. Segundo Lauber, uma ação contra o ex-prefeito de São Paulo e hoje deputado federal deverá ser apresentada em breve. A medida poderá resultar numa ordem de devolução do dinheiro aos cofres brasileiros, assim como ocorreu com o caso Jersey.

“Entendo que já existem indícios suficientes”, disse o procurador ao jornal “Estado de S. Paulo”. Segundo Lauber, Maluf e seus familiares mantêm contas na Suíça há quase 30 anos – o político nega.

Foram os suíços que, em 2000, alertaram a Justiça brasileira sobre movimentações financeiras envolvendo Maluf e o fato de o político ter transferido parte do dinheiro para as ilhas Jersey. As contas que permanecem abertas estão congeladas – todas elas ligadas a Lígia Maluf, filha do ex-prefeito. Em uma delas, na cidade de Lausanne, o bloqueio chega a US$ 7 milhões. Ao todo, há US$ 13 milhões bloqueados.

Os advogados assinalam que eventual citação a Lígia “não tem nada a ver com Maluf”. “Todos os bens (de Lígia) estão declarados ao imposto de renda”, declarou a assessoria de imprensa do ex-prefeito.

(Transcrito do jornal O Tempo)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *