Já passou da hora de Jair Bolsonaro trocar a bandeira de seu “Posto Ipiranga”

Resultado de imagem para POSTO IpIRANGA charges

Charge do Iotti (Zero Hora)

José Carlos Werneck

Tomem nota: o ministro da Economia, Paulo Guedes, vai levar o Brasil a ruína. Vai tornar ainda pior a já perversa distribuição de renda. Está na hora de trocar a bandeira do “Posto Ipiranga” por uma mais forte e que adote as lições de Keynes. Num país miserável como o Brasil, o Estado tem de se fazer presente em alguns setores vitais da Economia, como Habitação, Saúde, Educação e pensar num Programa de Renda Mínima, para aquela parcela da população, que não tem onde morar e o que comer, isso sem falar que não sabe o que é Assistência Médica e muito menos Educação.

Sem renda não há consumo e sem consumo a Economia permanece estagnada!

CAPITALIZAÇÃO – A indecorosa e totalmente ineficaz proposta do regime de capitalização na Reforma da Previdência, ideia fixa do ministro, só beneficia os banqueiros e não deu certo em nenhum país do mundo!

Numa atitude insensata e demonstrando total desprezo pelo contribuinte responsável que cumpre exemplarmente suas obrigações com o Imposto de Renda, o ministro Paulo Guedes não aceita a ordem presidencial para atualização da tabela, que há muitos anos encontra-se defasada. Ao mesmo tempo, quer acabar com as deduções das despesas feitas com Saúde e Educação, como se isso fosse um privilégio da tão sofrida classe média, que sustenta, em grande parte, as despesas do Governo.

Em vez de ir atrás dos sonegadores e falar em taxar de maneira coerente e justa os lucros dos dividendos e dos bancos, a meta do atual ministro da Fazenda é perseguir o contribuinte cumpridor de suas obrigações com a Receita Federal.

ESTELIONATO – Não se fala em nenhum programa habitacional, num país em que milhões de pessoas não tem moradia digna e enfrentam condições sub-humanas de sobrevivência, sem Saúde, Educação e Segurança Pública.

Os mais de 50 milhões de eleitores que levaram Jair Bolsonaro à Presidência da República estão se sentindo vítimas de estelionato eleitoral, devido à presença altamente nefasta deste ministro no comando da Economia do País!

Seguramente não foi para isto que o eleitor brasileiro foi às ruas e as urnas para tirar a quadrilha do PT que se perpetuava no Poder.

29 thoughts on “Já passou da hora de Jair Bolsonaro trocar a bandeira de seu “Posto Ipiranga”

  1. Prezado José Carlos Werneck,

    Concordo plenamente com você – leio com muito gosto as suas colunas, sempre a trazer interpretações lúcidas e responsáveis da realidade.
    Entretanto observo que o foco do keynesianismo – que os países subdesenvolvidos (chamados eufemisticamente de “em desenvolvimento”) centra-se no investimento e não no consumo.
    Tive um choque cultural, quanto estudante de economia ouvi de um professor essa afirmação.
    Tanto que o que conduziu nossa economia para o abismo foi o incentivo ao consumo pelo ex-presidente, hoje presidiário, Lula. Trocou-se o consumo seguro e sustentável do consumo advindo dos investimentos pelo consumo numa economia em processo de estagnação, em função da crise mundial que, mais cedo ou mais tarde, tomaria nosso país, mergulhado na ilusão do consumo. Daí as demais tragédias – elevação do déficit público, recessão, desemprego, aumento da divida pública etc. – advieram.

    • Errata:

      onde lia-se: “que os países subdesenvolvidos (chamados eufemisticamente de “em desenvolvimento”) centra-se no investimento e não no consumo.”

      Leia-se : que os países subdesenvolvidos (chamados eufemisticamente de “em desenvolvimento”) deveriam obrigatoriamente adotar – centra-se no investimento e não no consumo.”

      • Errata:

        Onde lia-se: “Trocou-se o consumo seguro e sustentável do consumo advindo dos investimentos pelo consumo numa economia em processo de estagnação, ”

        Leia-se: “Trocou-se o consumo seguro e sustentável advindo dos investimentos pelo consumismo numa economia em processo de estagnação,

  2. “Os mais de 50 milhões de eleitores que levaram Jair Bolsonaro à Presidência da República estão se sentindo vítimas de estelionato eleitoral, devido à presença altamente nefasta deste ministro no comando da Economia do País!”

    Os eleitores de Bolsonaro sempre souberam quem seria o ministro da economia. E Guedes segue com apoio. Quem não gosta de Guedes são os comunistas.

  3. EXATAMENTE – Leiam no link a análise cortante que contraria o pensamento tosco acerca do caos econômico, o texto embasa com irrefutável correção as verdadeiras causas da crise. “É disto que se trata! TODOS os números provam esta tese irrespondível: com preços altos dos produtos tradicionais brasileiros no exterior, expandiu-se o consumo de massas criando a ilusão de avanço. Com a queda profunda dos preços, o fenômeno inverso, um empobrecimento acelerado! Nenhuma mudança nas estruturas , especialmente a dos tributos e a manutenção da mesma política econômica de FHC durante todo o período PT, revelaram que nada mudou!”, comentou o ex-ministro Ciro Gomes ao postar o texto em suas redes sociais. https://portaldisparada.com.br/politica-e-poder/a-leitura-politica-errada-de-lula/amp

  4. Senhor Antonio, o problema todo não é só Bolsonaro.
    O problema são seus ditos auxiliares.

    Vejamos, sem ir muito longe.
    Collor – um desequilibrado doidão.
    FHC, sociólogo de m…,que chegou a dizer que esquecessem o que escreveu.
    Lula, especialista em sindicato profissional, e em trair “amigos”.
    Dilma, uma senhora que não sabe a diferença entre uma jaca, e uma melancia.
    Temer, mais conhecido como vampiro, com a visão totalmente distorcida, já que para ele tudo é sangue.
    Agora, Bolsonaro, não importando quem votou nele ou não, temos que tentar acordar esta anta, para ver se o mesmo acha um caminho plausível.

    Enfim, rezemos……..

  5. Nem tudo está perdido. É animador ver aqui algumas pessoas de alto gabarito que não obstante terem apoiado e votado em Bolsonaro, e até brigado por ele, reconhecerem que, infelizmente, não passa de apenas mais 171 eleitoral, sendo certo que os demais candidatos tb não teriam margem de manobra pra coisa nenhuma sem apelar para a conciliação nacional que daria apenas mais algum fôlego mas que tb não resolveria o país como todos necessitamos, solução essa que só será possível via projeto desenvolvimentista nacional próprio, novo e alternativo de política e de nação, que, antes das eleições alertou a todos, inclusive neste espaço, que Bolsonaro tb seria apenas mais 171 eleitoral. Agora, a esta altura do campeonato, existe apenas uma saída honrada e honrosa para a família Bolsonaro, tal seja puxar a rendição do sistema político apodrecido em prol da implementação do Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, pela redenção da Política, do Brasil e do povo brasileiro.

  6. Werneck é sempre conciso, contundente, vai direto ao ponto e sem subterfúgios.

    Afirma que Paulo Guedes vai nos levar à ruína, que concordo.
    Mas, o atual governo já pegou o país falido, a bem da verdade.

    O que me deixa irritado e me dá vontade de chutar o balde na cara dos nosso poderes, é que o remédio que querem nos dar não é para salvar o Brasil, mas para extirpar o povo, eliminar o cidadão, que julgam culpado pela falência econômica, principalmente o pobre que recebe o … SALÁRIO MÍNIMO!

    O mediamento é contra o povo, pois trata-se de veneno, como se fôssemos um filósofo da Grécia Antiga que teve de tomar cicuta, Sócrates!

    O mal deste país é o povo, acusam-nos os poderes constituídos, pois suas regalias, mordomias, suplementos salarias, aposentadorias especiais, indenizações individuais, estas não corem risco algum, claro!

    Não aceito e repudio que sejamos nós a arcar com erros clamorosos e corrupção instituída pelos poderes, os danos e prejuízos que nos ocasionaram!

    Injusto, malévolo, cruel, hediondo, um genocídio que se viu apenas em guerras e revoluções no passado.

    Causa-me espécie que o ministro da Fazenda ou Economia, tenha agora o desplante de esmagar mais ainda o povão, no lugar de melhorar a vida dos pobres e miseráveis, de modo que possam contribuir com melhores arrecadações para o erário!!!

    O cara é estúpido?
    Mal intencionado?
    Está a serviço de quem?

    Guedes deveria apresentar no seu primeiro dia no governo um plano factível para incentivar o emprego. Tirar do desespero milhões de seres humanos que estão à míngua, mas omitiu-se.

    Deveria, então, se a reforma da Previdência não lhe sai da cabeça, implantar uma auditoria vigorosa e descobrir aonde estão as falhas que a deixaram arruinada.
    Ao mesmo tempo, instituir medidas de caça aos sonegadores ou de acordos para os inadimplentes começarem a restituir a Previdência!

    Guedes não só deixou de tomar essas providências, como quer aumentar nossos danos e prejuízos, logo o povo, que não tem mais nada para ser extraído, explorado, tungado!

    Dá a impressão, que o ministro conhecido como da turma dos “Chicago Boys”, imagina que o cidadão é descartável, mera peça de uma engrenagem que emperrou, que pode ser substituída sem qualquer problema.

    Pobres, miseráveis, desempregados, endividados, desesperançados, alquebrados, doentes, idosos, crianças, mulheres, homens, jovens, definitivamente que se virem, que encontrem soluções para suas mazelas, problemas, dificuldades.
    Os Três Poderes devem se manter imunes às crises e protegidos de um possível colapso econômico, evidentemente, logo, pagará o pato ou os custos dessas modificações o coitado do trabalhador, enquanto Suas Excelências vivem impunemente as delícias dos extremos!

    Aliás, o Supremo já demonstrou como quer viver às nossas custas:
    à base de iguarias, bebidas importadas e finas, sobremesas exóticas, toalhas e guardanapos de linho egípcio, taças de cristais vindas da Boêmia, um garçom para cada três ministros, onde durante suas lautas refeições haverá uma orquestra de câmara, entoando desde o nosso samba até as mais belas páginas da música erudita, das canções sertanejas até às modas de viola, de tangos e boleros, calipsos e rumbas, twist e rock.
    Claro nós, os que tudo suportam calados e resignados, dançando conforme o tom de Suas Excelências!

    Bom, tem um detalhe importante que Paulo Guedes não está se dando conta:
    se acabar conosco, com o pobre e miserável, quem irá lhes sustentar??!!

    Tá feia a coisa, muito feia.

    Werneck, aplaudo o teu artigo.
    Um forte abraço.
    Saúde, muita Saúde, meu amigo!

  7. Recebi o e-mail de um extraordinário amigo meu, que diz o seguinte, e corrobora o que eu disse acima:

    “Uma licitação de 241 itens de compras de móveis e acessórios da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) foi suspensa na segunda-feira (23/04/2019) antes da abertura das inscrições de empresas.
    O edital previa, entre outras coisas, a compra de 2 mil pênis de borracha.
    Mas o que chamou a atenção do juiz foi a solicitação de 400 mil cadeiras para a instituição com 28 mil alunos – uma proporção de 14 cadeiras por aluno.
    É para isso que as universidades públicas querem dinheiro?”

    Preocupante de um lado, curioso de outro, será saber de que forma os pênis de borracha serão usados:
    em quem e por quê!!!!????

    Os caras estão brincando com fogo, e vai ter muita gente mijando na cama por isso!!!!

  8. A verdade como Ela realmente é , infelizmente. E não encará-la, enfrentá-la e resolvê-la, significa apenas aumentar o potencial da bomba-relógio que pode explodir a qualquer momento. E não será surpresa para ninguém.

  9. Sr Werneck;
    Octávio Bulhões e Roberto Campos (austeros),
    sofreram críticas pesadas em 1964. Tempos depois foram reconhecidoscomo vencedores.
    Thatcher ( austera) também sofreu críticas pesadas nos 2 primeiros anos de governo.e depois foi vitoriosa.
    Meireles (2003 e 2004) fez política austera. A Economia só foi começar a reagir timidamente em 2005 e maravilhosamente bem em 2006.

  10. A piada que vi aqui em alguns comentários:
    “Guedes vai nos levar a ruína”

    Não enxergam um palmo à frente do nariz quem os teceu, pois o país já está arruinado pela esquerda que, nos últimos 16 anos mentiu, roubou e até matou, destruindo a economia, deixando mais de 13 milhões desempregados.

    • Perfeito.
      Beiram o rididiculo.
      Seria bom explicar aos baluartes formadores de opinião que nem todo brasileiro é um “analfabeto funcional” ou até mesmo um tolo motivado.
      Keynes…..na altura do campeonato?
      Roberto Campos estava certissimo.
      Nós precisamos é de uma Tatcher e não de Uma Dilmanta Dislexa

      • Beiram o ridículo. Correto, só esqueceu que também são psicopatas e perigosos. Falar em Keynes com o Brasil com uma dívida bruta de 80% do PIB, falta é miolo e vergonha na cara dos esquerdopatas.

  11. Perfeito.
    Falar em Keynes nessa altura do camoeonato beira leviandade.
    Chega de Socialismo moreno. Chega de socialismo fabiano.
    A fronteira Venezuelana está totalmente aberta, será que D.Gleisi , por exemplo, largaria a sua casinha junto ao maridinho larapio, para morar em Caracas?
    Vamos acordar.
    Onde se encontram os maiores focos de corrupção?
    Precisa dizer mais alguma coisa?
    Precisamos é de uma Tatcher isso sim.

  12. Respeitosamente, acredito que o Brasil não precise de ninguém ou de qualquer plano para sair desta enrascada que se encontra.

    Basta, pela primeira vez na nossa história, que nossos governantes pensem no povo, e não somente em roubar para enriquecer!

    Não somos o mal desta nação, mas as suas vítimas!

    Não podemos mais ser acusados de culpados pela crise que nos encontramos, pois as medidas visam exatamente que amarguemos mais pobreza e miséria, na razão inversamente proporcional às riquezas e opulências de nossas castas!

    Providências, planos econômicos?
    A solução é fechar o Legislativo, e teremos mais de 40 bilhões por ano para equilibrar a nossa receita!!!!

  13. E de cair o queijo, Keynes…. hahahaha…. Desde que essa praga surgiu que o Brasil aplica Keynes e o resultado é um desastre atras do outro! Mas vamos tentar de novo né? Dessa vez vai funcionar! E por que não, nunca funcionou em lugar nenhum, mas isso lá é motivo pra não tentar?

    Keynes o gênio que criou a teoria que cavando um buraco para fechar outro se esta gerando riqueza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *