Já se pode arredondar a Dívida Interna para R$ 3 trilhões!!!…

Luiz Cordioli

O jornalista Pedro do Coutto é gentil com os malfeitores ao afirmar, de forma singela, que “a Dívida Interna passa de 2 trilhões de reais”. Está correta sua afirmação, claro! Mas está parcial, atenuada. Tanto que poderia dizer, com igual correção, que ela passa de R$ 1.000,00.

Mas creio que uma tal ferida deve ser explicitada “in totum”. Nesta linha, no site da Auditoria Cidadã, http://www.auditoriacidada.org.br/, você tem a realidade: a Dívida Interna brasileira, no dia 25/9/12, era de exatos R$ 2.637.403.802.880,08, segundo as fontes oficiais, igualmente ali indicadas.

Assim, em futuros artigos, nosso amigo Pedro do Coutto já pode arredondar a Dívida Interna para R$ 3 TRILHÕES de reais, seja pela ideia de pressionar o absurdo, seja pelo arredondamento matemático, de cunho apenas numérico.

Sugiro também escrever TRILHÃO em maiúsculas, porque fica mais alto o tom, mais direta a afirmação e com isto alcança platéias mais distantes…

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 thoughts on “Já se pode arredondar a Dívida Interna para R$ 3 trilhões!!!…

  1. Aonde a dívida interna brasileira vai parar? Será que o Governo Federal não pode adotar providências para contê-la e até reduzí-la?

    • – apesar do Brasil ser o melhor país do mundo, tido desde o descobrimento como o “celeiro do mundo”, no entanto, é subdesenvolvido pelos canalhas que o governo, vagabundos, ociosos, ladravazes, mentirosos, dissimulados… os 3 poderes fazem de conta que são harmônicos e independentes, no entanto, os acordos, cambalachos, negociatas e negócios espúrios, deixam o suposto país de ricos, com a metade da população ignorante, doente, sem teto e endividada… tal qual o Brasil, que tem uma dívida externa de mais de 400 bilhões de dólares, e a dívida interna, pasmem, de mais de 3 TRILHÕES de reais… agora, pergunto: em que bolso está esta dinheirama toda??? – e o governo canalha diz que acabou com a pobreza, e que somos todos ricos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *