Janaína Paschoal diz que Temer trabalhou ao lado de Lula para “minar Moro e salvar Dilma”

“Ele sempre foi aliado do PT”, garante Paschoal sobre Temer

Marianna Holanda
Estadão

O uso da palavra “golpe” pelo ex-presidente Michel Temer no programa Roda-Viva, na última segunda-feira, dia 16, provocou reações entre políticos que atuaram pelo impeachment de Dilma Rousseff em 2016. A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL), autora do pedido que acabou afastando a petista da Presidência, foi uma delas.

Segundo ela, Temer trabalhou ao lado do ex-presidente Lula para salvar Dilma: “Ele (Temer) sempre foi aliado do PT”. A advogada diz que, para o emedebista, foi “péssimo virar presidente”, porque seus “negócios” ganharam visibilidade. Procurado, o emedebista não quis se manifestar.

Em entrevista ao Roda Viva, na noite de segunda-feira, 16, Temer chamou impeachment de “golpe”. Nesta terça, dia 17, contudo, o ex-Presidente disse ao programa Timeline Gaúcha que o impedimento foi  legal e percorreu o caminho natural.

O que a senhora achou de Temer ter dito que é golpe?

Olha, ele sempre foi aliado do PT. Os diálogos do Intercept mostram que, em meio ao processo de impeachment, ele estava em altas conversas com Lula, objetivando minar Moro e salvar Dilma. Para ele, pessoalmente, foi péssimo virar presidente. Os “negócios” dele ganharam visibilidade. Só os petistas insistem em culpá-lo. Ele não teve nenhuma participação no impeachment. Havia uma grande acordo entre os partidos, para manter seus esquemas. Talvez por isso ele fale em golpe.  

Você diz que “havia um grande acordo entre os partido, para manter seus esquemas” durante o governo Dilma?

Claro! Se não tivesse, a oposição teria trabalhado e eu não precisaria ter virado a vida de cabeça para baixo!

Como que o impeachment teve então o apoio maciço do Congresso na votação? Inclusive do MDB de Temer.

Foi a luta do povo. A pressão. O meu trabalho técnico, a pressão popular e alguns políticos mais jovens. Foi bem mais complexo do que tentam fazer crer. Os políticos tradicionais, inclusive FHC, não queriam. O impeachment abriu a caixa de pandora, que eles querem fechar.

Diante da sua visão sobre Temer, dos “negócios” dele, esquemas, a senhora avalia que foi a coisa certa a fazer o impeachment? Porque, saiu o PT, com acusações de corrupção, mas entrou um partido com outras acusações de corrupção.

Sim. Eu faria tudo de novo. Os crimes precisam ser punidos, não importa quem os cometa. Vamos limpando aos poucos. O que você queria? Que eu me conformasse?

E a senhora avalia que o governo Bolsonaro está dando continuidade a essa “limpeza”? No combate à corrupção?

O governo eu não sei. Eu estou.

No começo da conversa, a senhora cita as conversas divulgadas pelo site The Intercept. Considera que são verdadeiras, então?

Eu não tenho como afirmar que os diálogos são fidedignos, que não houve alterações. O certo seria entregar tudo para perícia. Mas os próprios interlocutores não os negam. Como eu poderia negar?

Como você avaliaria então o comportamento dos procuradores da força-tarefa da Lava Jato e do então juiz Sérgio Moro nelas?

Não há nenhuma nulidade. Estão forçando uma situação, para anular toda a operação e beneficiar corruptos das mais diversas legendas. O juiz não cometeu ilicitudes.

E o Ministério Público?

Não houve nulidades. O único ponto que entendo deva ser regulamentado (para todos os funcionários públicos, inclusive Ministros do Supremo) são as palestras.

9 thoughts on “Janaína Paschoal diz que Temer trabalhou ao lado de Lula para “minar Moro e salvar Dilma”

  1. “Janaína Paschoal diz que Temer trabalhou ao lado de Lula para “minar Moro e salvar Dilma””

    -Todos sabemos que bandido é aliado de bandido.
    Ou você queria que bandido fosse aliado da Justiça e da Polícia?
    -Quando algum bandido tem amigos nessas duas instituições, pode saber que tal amigo não passa de um bandido infiltrado no Estado para barganhar benefícios para os seus comparsas do crime organizado!
    Ponto final.

  2. Essa Janaína tem algum transtorno sério que lhe causa confusão mental ou ainda apresenta quadro de possessão diabólica que leva a se comportar como alguém que mereça uma camisa de força e muitas doses de calmante.

    • Jornal “CONGRESSO EM FOCO”

      Janaina Paschoal questiona sanidade mental de Bolsonaro antes de deixar grupo de WhatsApp do PSL

      Por Débora Álvares Em 20 maio, 2019 – 20:44 Última Atualização 20 maio, 2019 – 21:03

      Governo Legislativo

      Janaina Paschoal foi a deputada mais votada da historia brasileira, coautora do pedido de impeachment contra Dilma Rousseff.

      Deputada mais votada da história, Janaina Paschoal tem protagonizado desde domingo (19) uma guerra contra o “bolsonarismo” nas redes sociais que culminou com sua saída do grupo de WhatsApp da bancada do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

      “Amigos, vocês estão sendo cegos. Estou saindo do grupo. Vou ver como faço para sair da bancada. Acho que ajudei na eleição, mas preciso pensar no país. Isso tudo é responsabilidade”, disse a deputada estadual paulista antes de deixar o grupo.

      Apesar de dizer que pretende deixar a bancada, a deputada nega que isso seja um movimento de saída do PSL, menos ainda de oposição ao presidente. “Quando deixamos de apoiar alguém, paramos de tentar melhorar esse alguém. É o contrário. Quero que o governo dê certo. Não pretendo sair do PSL. Os partidos também precisam de alguma pluralidade”, afirmou ao Congresso em Foco na noite desta segunda (20).
      18 set, 2019

      “Que se dane se é filho do presidente”, diz Major Olimpio

      18 set, 2019

      A saída brusca foi uma reação a um vídeo que Jair Bolsonaro compartilhou em seu Facebook no qual o pastor Steve Kunda apresenta o presidente como escolhido por Deus.

      Janaina criticou a postagem no grupo de WhatsApp antes de deixá-lo e questionou a sanidade mental de Bolsonaro: “Eu peço que vocês assistam e respondam: ‘O senhor, um presidente da República, na plenitude de suas faculdades mentais, publicaria um vídeo desse?’”.
      A deputada tem demonstrado incômodo sobre a manifestação do dia 26 convocada pelo governo e estimulada por aliados no Congresso nas redes sociais. “Propositalmente, ele [Bolsonaro] está confundindo discussões democráticas com toma-lá-dá-cá”, escreveu Janaina em um dos posts.
      Janaina Paschoal.

      ✔@JanainaDoBrasil • 19 de mai de 2019 Respondendo a @JanainaDoBrasil

      Muitas pessoas bem intencionadas estão me escrevendo, de todos os cantos do país, pedindo áudios e vídeos, convocando para manifestações no próximo dia 26/05.

      Janaina Paschoal

      @JanainaDoBrasil

      Eu não vou gravar áudios, nem vídeos, por uma razão: essas manifestações não têm RACIONALIDADE. O Presidente foi eleito para GOVERNAR nas regras democráticas, nos termos da Constituição Federal. Propositalmente, ele está confundindo discussões democráticas com toma-lá-dá-cá.

      13:17 – 19 de maio de 2019
      Informações e privacidade no Twitter Ads
      3.948 pessoas estão falando sobre isso

      Para ela, não existe um movimento conspiratório contra o presidente, como ele faz crer ao convocar a manifestação. “Quem o está colocando em risco é ele, os filhos dele e alguns assessores que o cercam. Acordem! Dia 26, se as ruas estiverem vazias, Bolsonaro perceberá que terá que parar de fazer drama para TRABALHAR! Para ela, “o presidente está gerando o caos”.
      Janaina Paschoal

      @JanainaDoBrasil
      • 19 de mai de 2019
      Respondendo a @JanainaDoBrasil

      Estão causando um terrorismo onde não há! As pessoas estão apavoradas, escrevendo que nosso presidente está correndo risco. Ele não é amado pela esquerda, pelos formadores de opinião? É verdade.
      Janaina Paschoal

      @JanainaDoBrasil
      Mas quem o está colocando em risco é ele, os filhos dele e alguns a

  3. Temer não presta por ideologia, por isso estará sempre do lado do mal.
    É corrupto da pior espécie e logo será apanhado novamente pela lava jato.
    Sua semelhança com lula salta aos olhos e confirma a tese de que ideologia não escolhe berço, pois ambos aparentemente diferentes na educação são francos ladrões dp dinheiro do povo brasileiro.
    Logo estará junto na cadeia com lula e Dilma.

    • Mas não era vc que escrevia aqui “Viva Temer! Tens honra!”? Não foi vc que disse que o povo pediria a reeleição de Temer?
      Agora tá renegando se vabagundo de estimação? Como vc se sentiu vendo Temer ser preso este ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *