Janaina sinaliza saída do PSL e diz que Bolsonaro parece ter problemas mentais

Resultado de imagem para janaina paschoal

Janaina acha que ninguém pode se declarar “enviado por Deus”

Joelmir Tavares
Folha

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL) afirmou nesta segunda-feira (20) que os colegas de partido dela “estão cegos” e sinalizou que quer deixar a bancada da legenda na Assembleia Legislativa de São Paulo. Eleita com mais de 2 milhões de votos, a maior votação na história recebida para o cargo no país, a advogada que se notabilizou com o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) fez críticas nos últimos dias à manifestação que está sendo convocada para domingo (26) em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Amigos, vocês estão ​cegos. Estou saindo do grupo, vou ver como faço para sair da bancada. Acho que os ajudei na eleição, mas preciso pensar no país. Isso tudo é responsabilidade”, escreveu ela no grupo de WhatsApp dos deputados estaduais da legenda. Em seguida, Janaina saiu do grupo.

“ENVIADO POR DEUS” – Ela também mandou um áudio aos colegas questionando um vídeo postado por Bolsonaro em que um pastor o defende como um político “estabelecido por Deus” para guiar o Brasil.

“Eu peço que vocês assistam e me respondam se um presidente da República, na plenitude das suas faculdades mentais, publicaria um vídeo desses. Por favor”, disse ela na gravação.

Um rompimento imediato com o PSL seria delicado para a parlamentar por causa da regra de fidelidade partidária. Ela não indicou estar disposta a abrir mão do mandato, e a legenda não pretende expulsá-la. Uma eventual troca de legenda só poderia ocorrer durante a chamada janela partidária.

AUTENTICIDADE – A Folha não conseguiu contato com a deputada, mas confirmou a autenticidade da mensagem. Segundo a rádio Jovem Pan, a parlamentar disse que o conteúdo da conversa é verdadeiro.

Até o início da tarde, Janaina permanecia em outros grupos de WhatsApp ligados ao partido, como um que só trata de assuntos relacionados ao plenário da Assembleia e que tem entre os membros deputados e assessores e outro em que integrantes da sigla falam sobre relações com a imprensa.

No fim de semana, em redes sociais, a deputada se colocou contra os atos que estão sendo preparados para domingo. “Pelo amor de Deus, parem as convocações! Essas pessoas precisam de um choque de realidade. Não tem sentido quem está com o poder convocar manifestações! Raciocinem! Eu só peço o básico! Reflitam!”, escreveu em uma rede social neste domingo (19).

IMOBILISMO – Nesta segunda, ela fez novos ataques, dizendo que “o governo se coloca em uma situação de imobilismo e chama as pessoas para tirá-lo do imobilismo. Por quê?”.

Janaina lembrou que discordou da decisão do Planalto de apoiar a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a presidência da Câmara dos Deputados. “Tivesse o presidente apoiado um presidente da Câmara coerente com os novos paradigmas… tivesse orientando seus líderes a votar contra medidas restritivas de seus poderes… tivesse se esforçado para defender a Previdência e, ainda assim, o Congresso o estivesse sabotando, obviamente, eu apoiaria as manifestações. Mas não foi isso que aconteceu. Por quê?”, escreveu ela.

Antes do episódio, Janaina já vinha acumulando desgastes com colegas do PSL na Assembleia, por frequentemente ter opiniões divergentes em relação ao posicionamento da bancada.

ESTATAIS – Na semana passada, ela fez parte da ala do partido que votou favorável a um projeto de interesse do governador João Doria (PSDB), o que prevê o enxugamento de estatais. Em conversas anteriores à votação, ela se contrapôs firmemente aos companheiros de PSL que optaram por obstruir a pauta.

A parlamentar também se tornou alvo de apoiadores do “núcleo duro” do bolsonarismo, por questionar posicionamentos do presidente e de seu entorno. Ela mantém uma linha de apoio crítico, mesmo fazendo parte da sigla de Bolsonaro.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGCom a coragem que a caracteriza, Janaina Paschoal diz o que todos veem, mas ninguém se arrisca a declarar – realmente, Bolsonaro não parece estar em seu juízo perfeito. Admitir ser um “enviado de Deus” para salvar o Brasil é um pouco demais. (C.N.)

24 thoughts on “Janaina sinaliza saída do PSL e diz que Bolsonaro parece ter problemas mentais

  1. Será que a jurista Janaína Conceição Paschoal para afirmar que o novo Presidente do Brasil parece ter problemas mentais, levou em consideração que nunca antes na história desse pobre país viu ou ouviu falar de um presidente sendo patrulhado sobre cada palavra que emite, diria até humilhado pela grande imprensa do Brasil, ridicularizado, insultado, ameaço de morte, caluniado, e isso todos os dias, todas as horas, em todos os minutos?
    Se não me falha a memória, todos os outros presidentes eleitos após o juramento da posse, governaram sem sofrer esse massacre diário que é disparado contra o atual presidente do país.
    Penso, salvo melhor juízo, todos que foram eleitos e empossados para a presidência da república tiveram paz e tempo para o desenvolvimento dos seus trabalhos.
    Todos nós estamos no mesmo barco que está à deriva em consequência dos últimos desgovernos que arruinaram essa pobre nação.
    VAMOS NOS UNIR PELO BEM DO BRASIL, PELO BEM COMUM DO SOFRIDO POVO BRASILEIRO!
    Chega desse massacre diário contra o novo presidente do país.
    Vamos torcer, sobretudo trabalhar para que TUDO dê certo e esse pobre país possa voltar a trilhar o lema da bandeira nacional: ORDEM e PROGRESSO.
    É um direito seu não gostar do novo presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro, no entanto, torcer CONTRA o povo brasileiro, eu diria até contra você mesmo, não tem a menor LÓGICA.
    O país está DEVASTADO, haja vista os últimos desgovernos.

  2. Sr. João Amaury Belem, parabéns
    pela coragem, com muito conhecimento,
    de contrapor a nobre parlamentar, que
    um dia chegou a chorar, perante a
    ex-presidente Dilma, em prol do nosso
    amado Brasil.

  3. O problema do brasileiro é o brasileiro, mas não o do povão, mas da elite.

    Cá pra nós , no popular, o bicho é doido mesmo.
    Não consegue se controlar e aí se afoga num xarope emocional , se rasga todo e abre a boca e para falar besteira.

    Não consegue mesmo enxergar a realidade em toda a sua extensão e acaba se perdendo em detalhes, achando com muito orgulho que está descobriu a pólvora.

    Resumindo: é um descontrolado mental.
    Taí essa histérica Janaína para não nos deixar mentir.

  4. Correção

    Onde se lê:
    1 ‘se rasga todo e abre a boca e para falar besteira.’ é ‘se rasga todo e abre a boca para falar besteira.’

    2 ‘achando com muito orgulho que está descobriu a pólvora’. é achando com muito orgulho que descobriu a pólvora.’

  5. Durante a campanha, Bolsonaro dizia ser uma missão divina, a sua candidatura. Cabalando votos para se eleger, não me lembro da Janaína criticando. Além do mais, quem disse que ele era um “enviado de Deus” foi um pastor, o PR compartilhou o vídeo. Como se não bastasse o patrulhamento das falas do PR, o editor e a Janaina estão colocando palavras na boca alheia. Autoritários são os outros.

  6. Quem não fica apenas sentadinho dedilhando mas circula pela vida real percebe que um ódio nuncadantes foi inolucalado na sociedade e esta condição vai dar M.

  7. Certíssima.
    Fechado com a Janaina.
    O cara é um energúmeno.
    E votei na peça.
    Não vai durar muito.
    Fraquíssimo,
    Tomara que caia
    Pelo menos temos um vice bom.
    Deus nos livre.

    Fábio Vale BH.

  8. Janaína deu seu despacho de encruzilhada.
    Será que temos a encarnação de Simão Bacamarte querendo internar o ordinário do Bolsonaro, segundo Tabata, na Casa Verde como doido?
    Se Janaína insistir no intento vou começar a Revolta da Canjica pra esvaziar o hospício.
    Tenho dito!

  9. Se esta mulher fizer um teste psicológico saberemos o porquê de suas reações. Uma alucinada que ganhou fama no impeachment e acha que pode desafiar 60 milhões de eleitores. Imagina este estrupício de vice, o país estaria no chão.

Deixe uma resposta para Renato Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *