Janot dá entrevista mas não fala sobre a perícia na Câmara

Janot alega que pediu calma aos procuradores que investigam Cunha

Deu no Estadão

Alvo de ataques por parte do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se defendeu das acusações de que tem conduzido as investigações da Operação Lava Jato com parcialidade. “O trabalho está sendo impessoalmente conduzido”, disse Janot, sobre as investigações de políticos que correm perante o Supremo Tribunal Federal, nas quais Cunha é investigado por possível participação no esquema deflagrado pela Operação Lava Jato.

Desde a abertura do inquérito no STF, o presidente da Câmara acusa Janot de “escolher a quem investigar” e de existir “uma querela pessoal”.

Janot pediu que a equipe que conduz as investigações mantenha o foco e a calma, mesmo sob pressão, sem citar nominalmente nenhum dos políticos investigados. “Nesse momento de turbulência queria lembrar a todos que estão envolvidos nesse processo, por mais pressão que possa existir, que temos que ter muita calma, foco no que se busca”, disse Janot, citando ainda música do compositor Walter Franco: “É tudo uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo”.

50 INVESTIGADOS

Atualmente, 50 pessoas estão sob investigação perante o STF, conduzida pela Procuradoria-Geral da República, entre eles 48 políticos e dois operadores do esquema. Janot frisou, durante sua fala, que a investigação dos políticos teve início em 16 de janeiro neste ano e se trata de apuração “ostensiva”. “Acho que os resultados são visíveis”, disse o procurador-geral.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Janot pediu calma aos procuradores, mas assim já é demais. Hoje faz uma semana que foram encerradas as buscas no sistema de informática da Câmara e ainda não liberaram nenhuma informação. O povo quer saber se Eduardo Cunha fez os requerimentos para pressionar a Mitsui, mas Janot pede calma. Por que será? Cadê o resultado da perícia? (C.N.)

5 thoughts on “Janot dá entrevista mas não fala sobre a perícia na Câmara

  1. Calma ??? !!!
    Não, senhor Janot. E sim , ISENÇÃO e SERIEDADE.
    E não ”procurar”, e somente ”achar” ou melhor, ”fabricar”, o que interessa ao sistema.
    Tudo de encomenda
    Respeitem o brasileiro. ESTE SIM, já está começando a perder a calma.
    Devagar com o andor, que o ”santo” é de barro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *