Janot diz a Maia que vai propor um projeto alternativo sobre abuso de autoridade

Resultado de imagem para janot e rodrigo maia

Janot foi à Câmara fazer uma “visita de cortesia” a Maia

Deu no Correio Braziliense

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sugeriu ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a elaboração de um novo projeto para atualizar a lei de abuso de autoridade. As propostas atualmente em tramitação no Congresso são vistas pelo Ministério Público e pelo Judiciário como uma forma de retaliação à Operação Lava-Jato.

Entre os assuntos abordados no encontro, Janot reconheceu a necessidade de uma lei “que possa atender com modernidade essa questão” do abuso de autoridade, mas em termos bem diversos dos que vêm sendo tratado pelo Congresso. Esse novo projeto seria apresentado por Janot aos deputados em 2017.

REUNIÃO NA CÂMARA – Responsável por chefiar a negociação de delações que atingem em cheio o mundo político, Janot se reuniu com Maia por cerca de 30 minutos na Câmara. Também estavam presentes o líder do DEM na Casa, Pauderney Avelino (AM), o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Osmar Serraglio (PMDB-PR), e o deputado Marcos Rogério (DEM-RO).

Segundo parlamentares que participaram do encontro, o clima da reunião foi “ameno” e Janot manifestou a intenção de “distensionar as relações” entre Congresso e Ministério Público. Os congressistas disseram que vão avaliar a sugestão de Janot, porém consideram que não há “pressa” para atualizar a lei no próximo ano. O maior interessado, afirmaram, é o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que termina o mandato em fevereiro.

Para Pauderney, Janot “entende que é pela via da política que as soluções precisam ser dadas”. “O importante é que essa visita veio tentar valorizar essa relação e tentar refazer as pontes institucionais”, disse o líder do DEM.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
  Muito interessante e instigante essa iniciativa do procurador-geral da República. Após a reunião, foi cercado pelos repórteres e disse que não se sentia constrangido de se reunir com políticos citados na lista da Odebrecht, assinalando que o importante é manter o diálogo e o respeito entre os poderes da República. (C.N.)

16 thoughts on “Janot diz a Maia que vai propor um projeto alternativo sobre abuso de autoridade

  1. Rio – A delação de Marcelo Odebrecht tem um trecho que narra pormenores do encontro do executivo com o presidente Michel Temer e o chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, no palácio do Jaburu em 2014. O relato está sublinhado no documento enviado pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal. Por conta da Lava Jato, o senador Renan Calheiros estaria fora de uma provável reforma ministerial. A ideia de aproveitar o senador alagoano chegou na antessala do presidente da República.

  2. “Aprovação em tempo recorde (O Antagonista)

    Brasil 20.12.16 19:48
    Menos de cinco minutos. Esse foi o tempo que, segundo a Folha, os vereadores de São Paulo precisaram para aprovar um aumento de 26,3% de seus próprios salários.

    Com isso, a partir de 2017, cada um dos 55 vereadores receberá quase R$ 19 mil. O reajuste não depende da sanção do prefeito. João Doria, que assume em poucos dias, já disse que era contra.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *