João Paulo II defendeu o contato com os espíritos

José Reis Chaves

O saudoso pastor presbiteriano e escritor Nehemias Marien, do Rio, um dos maiores biblistas brasileiros de todos os tempos, disse que a Bíblia é um manual de psicografia do princípio ao fim, ao que acrescento: e também de psicofonia. Ele ganhou o concurso promovido pela antiga TV Tupi, sobre a Bíblia, no programa “O Céu é o Limite”, de J. Silvestre. Nehemias Marien concorreu com vários padres e pastores doutores em Bíblia.

A Igreja, até meados do século XX, condenou muito o espiritismo e até excomungava os espíritas. Mas hoje não faz mais isso. E como os pastores têm herdado os erros da Igreja do passado, eles ainda atacam o espiritismo, uma parte deles mais por não ver seu dízimo diminuído.

Moisés proíbe o contato com os espíritos (Deuteronômio capítulo 18), mas as 613 leis mosaicas não devem ser confundidas com as leis divinas. Estas, sim, valem para sempre. As mosaicas são temporárias e, às vezes, são até contrárias às leis divinas do Decálogo. Uma mosaica até manda matar a pedradas os filhos rebeldes (Deuteronômio 21: 21).

Moisés proibiu o contato com os espíritos dos mortos por causa da ignorância do povo que nada conhecia de mediunidade para exercer essa prática de contato com os espíritos. Aliás, até hoje, isso é um assunto pouco conhecido.

É PRECISO ESTUDAR

Para entender bem de mediunidade, a pessoa tem que estudar uns cinco anos, um estudo, pois, equivalente ao de uma faculdade. Em outra passagem, Moisés até elogia Eldade e Medade, que estavam recebendo espíritos e profetizando (Números 11: 24 a 30).

Um texto de uma clareza meridiana sobre o contato com os espíritos nos é ensinada por João Evangelista (1 João 4: 1). Ele nos pede que examinemos os espíritos para sabermos se são de Deus ou do mal, para que, como se diz, não tomemos gato por lebre. Observe-se que a palavra “espíritos” está no plural e também em grego (“pneumata”), espíritos esses que, no texto, podem ser maus ou bons.

E os evangélicos querem teimar em dizer que são incondicionalmente maus todos os espíritos que se manifestam, com exceção do Espírito Santo trinitário dogmático, que respeitamos e muito, mas que não é bíblico. Inclusive, a Igreja Ortodoxa Oriental, conhecida pela sua fidelidade aos princípios bíblicos do cristianismo nascente, discorda também do cristianismo ocidental em algumas questões trinitárias.

ESPÍRITO SANTO

E podemos dizer que Deus é, por excelência, o “Espírito Santo”, pois não há outro espírito mais santo do que Ele, que é o Pai (o chefão) dos espíritos (Hebreus 12: 9). “O Espírito de Deus descendo como pomba”, chamado de “Espírito Santo” e tido como Deus (Mateus 3: 16).  Mas o Espírito Santo na Bíblia é mesmo o conjunto de todos os espíritos, pois cada um de nós é um Espírito Santo. “Nosso corpo é santuário do (dum) Espírito Santo (1 Coríntios 6: 19). Ele é a nossa alma que habita em nosso corpo, dando-lhe vida. O espírito de Daniel é um dos deuses santos (Daniel 4: 8).

Deuses são espíritos humanos encarnados ou desencarnados. “Vós sois deuses” (Salmo 82: 6; e João 10: 34).  E eis o que disse são João Paulo II na Basílica de São Pedro, em novembro de 1983: “O diálogo com os mortos não deve ser interrompido, pois, na realidade, a vida não está limitada pelos horizontes do mundo” (“Veja”, edição 1.899, de 6 de abril de 2005, página 93).

Recomendo o livro “Os Espíritos se Comunicam na Igreja Católica”, de Paulo Neto, GEEC Publicações, Divinópolis, MG.

47 thoughts on “João Paulo II defendeu o contato com os espíritos

  1. Caros CN e Antonio Rocha … Bom Natal!

    Primeiramente … elevemos nossa mente e nosso coração às Alturas … e lá está Jesus a nos abençoar!

    Aproveitemos para nos alegrar com mais um aniversário dEle!

    Parabéns … Jesus Cristo … por mais um ano de Mestrado … estamos nos esforçando para AMAR … aguardamos sua Volta!!! !!! !!!

  2. Sr. José Reis, o Velho Testamento, lido ( não estudado) ao pé da letra, comete “crimes desumanos”, e Jesus, no alerta, quando ele afirma: NÃO VIM DESTRUIR À LEI, MAS CUMPRIR, ESSA LEI, SÃO OS 1O MANDAMENTOS, SENDO OS 3 PRIMEIROS ESPIRITUALISANTES, E OS 7 DISCIPLINARES, POIS, O QUE ELE PREGOU E EXEMPLIFICOU, RESUMIU:
    “AME À DEUS SOBRE TODAS AS COISAS, AO PRÓXIMO COM O A SÍ MESMO, AÍ ESTÃO TODAS AS LEIS E OS PROFETAS.
    Infelizmente, 2 mil anos são passados, hoje, se comemora a data de seu natalício, e o menos homenageado é E’LE, pois, materializaram seus ensinos com Papai Noel, fazendo-O o maior vendedor comercial do Mundo, em detrimento dos ‘VALORES ESPIRITUAIS”, o resultado está aí: CAOS MORAL DA HUMANIDADE DA COMUNIDADE CHAMADA CRISTÃ, QUE NÃO EXISTIRIA, SE TIVESSEMOS OBSERVADO PELO SÉCULOS PÓS “CRISTO” SEU EVANGELHO (CÓDIGO DA VIDA) DE AMOR AMOR FRATERNO.
    RESUMINDO: A DOR QUE NOS VISITA É FRUTO DE NOSSA INCÚRIA MILENAR, ALIMENTADA PELO EGOÍSMO.

  3. Caro Antonio Rocha … continuemos nosso diálogo ecumênico e inter-religioso … coloquei no post anterior do senhor Sylo Costa um comentário sobre o que o senhor escreveu sobre CV = Cristo Voltará … onde está afirmação da avó do escritor israelense Amós Oz sobre o Messias:
    1 – para cristãos … já veio e é Jesus;
    2 – para judeus … ainda estão esperando.
    … … …
    No início dos Evangelhos, está lá:
    “1. Tendo, pois, Jesus nascido em Belém de Judá, no tempo do rei Herodes, eis que magos vieram do oriente a Jerusalém. 2. Perguntaram eles: Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no oriente e viemos adorá-lo. (Mt 2)

    Os magos do oriente reconhecem o Nascimento do Rei dos Judeus!!!
    … … …
    No fim dos Evangelhos, está lá:
    “1. Levantou-se a sessão e conduziram Jesus diante de Pilatos, 2. e puseram-se a acusá-lo: Temos encontrado este homem excitando o povo à revolta, proibindo pagar imposto ao imperador e dizendo-se Messias e rei. 3. Pilatos perguntou-lhe: És tu o rei dos judeus? Jesus respondeu: Sim. 4. Declarou Pilatos aos príncipes dos sacerdotes e ao povo: Eu não acho neste homem culpa alguma. (Lc 23)

    Jesus se reconhece Rei dos Judeus!!!
    … … …
    “28. Da casa de Caifás conduziram Jesus ao pretório. Era de manhã cedo. Mas os judeus não entraram no pretório, para não se contaminarem e poderem comer a Páscoa. 29. Saiu, por isso, Pilatos para ter com eles, e perguntou: Que acusação trazeis contra este homem? 30. Responderam-lhe: Se este não fosse malfeitor, não o teríamos entregue a ti. 31. Disse, então, Pilatos: Tomai-o e julgai-o vós mesmos segundo a vossa lei. Responderam-lhe os judeus: Não nos é permitido matar ninguém. 32. Assim se cumpria a palavra com a qual Jesus indicou de que gênero de morte havia de morrer (Mt 20,19). 33. Pilatos entrou no pretório, chamou Jesus e perguntou-lhe: És tu o rei dos judeus? 34. Jesus respondeu: Dizes isso por ti mesmo, ou foram outros que to disseram de mim? 35. Disse Pilatos: Acaso sou eu judeu? A tua nação e os sumos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste? 36. Respondeu Jesus: O meu Reino não é deste mundo. Se o meu Reino fosse deste mundo, os meus súditos certamente teriam pelejado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu Reino não é deste mundo. 37. Perguntou-lhe então Pilatos: És, portanto, rei? Respondeu Jesus: Sim, eu sou rei. É para dar testemunho da verdade que nasci e vim ao mundo. Todo o que é da verdade ouve a minha voz. 38. Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade?… Falando isso, saiu de novo, foi ter com os judeus e disse-lhes: Não acho nele crime algum. (Jo 18)

    João, em seu evangelho, dá mais detalhes … Jesus aproveita para uma rápida evangelização de Pilatos – se interessa em saber se o Evangelho chegara aos ouvidos de Pilatos – e anuncia o que incomoda a muitos: a VERDADE (demostrando que veio trazer a Salvação necessária, após o Pai da MENTIRA ter seduzido nossa mãe Eva) … e dá uma dica – meu Reino não é deste mundo … … … e o que é MUNDO para Jesus???

    “7. Entretanto, digo-vos a verdade: convém a vós que eu vá! Porque, se eu não for, o Paráclito não virá a vós; mas se eu for, vo-lo enviarei. 8. E, quando ele vier, convencerá o mundo a respeito do pecado, da justiça e do juízo. 9. Convencerá o mundo a respeito do pecado, que consiste em não crer em mim. 10. Ele o convencerá a respeito da justiça, porque eu me vou para junto do meu Pai e vós já não me vereis; 11. ele o convencerá a respeito do juízo, que consiste em que o príncipe deste mundo já está julgado e condenado. (Jo 16) … … … para Jesus – não crer nEle, nisto consiste o pecado do mundo!!! !!! !!!

  4. E continua o diálogo sobre o Reinado de Jesus:

    “1. Pilatos mandou então flagelar Jesus. 2. Os soldados teceram de espinhos uma coroa e puseram-lha sobre a cabeça e cobriram-no com um manto de púrpura. 3. Aproximavam-se dele e diziam: Salve, rei dos judeus! E davam-lhe bofetadas.

    4. Pilatos saiu outra vez e disse-lhes: Eis que vo-lo trago fora, para que saibais que não acho nele nenhum motivo de acusação. 5. Apareceu então Jesus, trazendo a coroa de espinhos e o manto de púrpura. Pilatos disse: Eis o homem!

    12. Desde então Pilatos procurava soltá-lo. Mas os judeus gritavam: Se o soltares, não és amigo do imperador, porque todo o que se faz rei se declara contra o imperador. 13. Ouvindo estas palavras, Pilatos trouxe Jesus para fora e sentou-se no tribunal, no lugar chamado Lajeado, em hebraico Gábata. 14. (Era a Preparação para a Páscoa, cerca da hora sexta.) Pilatos disse aos judeus: Eis o vosso rei! 15. Mas eles clamavam: Fora com ele! Fora com ele! Crucifica-o! Pilatos perguntou-lhes: Hei de crucificar o vosso rei? Os sumos sacerdotes responderam: Não temos outro rei senão César! 16. Entregou-o então a eles para que fosse crucificado. (Jo 19)

  5. Os judeus fazem uma opção HISTÓRICA e PROFÉTICA:

    1 – “1. Então Moisés e os israelitas entoaram em honra do Senhor o seguinte cântico: “Cantarei ao Senhor, porque ele manifestou sua glória. Precipitou no mar cavalos e cavaleiros. 2. O Senhor é a minha força e o objeto do meu cântico; foi ele quem me salvou. Ele é o meu Deus – eu o celebrarei; o Deus de meu pai – eu o exaltarei. 3. O Senhor é o herói dos combates, seu nome é Javé. … 18. O Senhor é rei para sempre, sem fim!” (Ex 15) … … … Moisés, após a Libertação, não se proclama rei!!!

    2 – “4. Todos os anciãos de Israel vieram em grupo ter com Samuel em Ramá, 5. e disseram-lhe: Estás velho e teus filhos não seguem as tuas pisadas. Dá-nos um rei que nos governe, como o têm todas as nações. … 7. O Senhor disse-lhe: Ouve a voz do povo em tudo o que te disseram. Não é a ti que eles rejeitam, mas a mim, pois já não querem que eu reine sobre eles. 8. Fazem contigo como sempre o têm feito comigo, desde o dia em que os tirei do Egito até o presente: abandonam-me para servir a deuses estranhos. 9. Atende-os, agora; mas declara-lhes solenemente, dando-lhes a conhecer os direitos do rei que reinará sobre eles. … 18. E no dia em que clamardes ao Senhor por causa do rei, que vós mesmos escolhestes, o Senhor não vos ouvirá. 19. O povo recusou ouvir a voz de Samuel. Não, disseram eles; é preciso que tenhamos um rei! … 22. E respondeu-lhe o Senhor: Ouve-os; dá-lhes um rei. Samuel disse aos israelitas: Volte cada um para a sua cidade”. (1Sm 8) … Israel quer ter rei!!! e o que diz a Escritura???

    “14. Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, e tiveres tomado posse dela, e nela te estabeleceres, se disseres: quero ter um rei sobre mim, como o têm todas as nações que me cercam -, 15. elegerás aquele rei que o Senhor, teu Deus, tiver escolhido, e este será um dos teus irmãos: não poderás escolher para rei de Israel um estrangeiro que não seja teu irmão. (Dt 17)

    Ao escolher César como Rei … os sumos sacerdotes não seguiram a Escritura!!! e até hoje estão sem REI!!!

  6. Caro Antonio Rocha … a PROFECIA é claríssima:

    18. E no dia em que clamardes ao Senhor por causa do rei, que vós mesmos escolhestes, o Senhor não vos ouvirá.

    O único rei escolhido sem ter sigo UNGIDO = CÉSAR!!! !!! !!!

    Se não foi ungido … não foi por escolha do Senhor!!! e assim termina a GENEALOGIA Davídica em JESUS!!!

    E como começou a genealogia davídica???

  7. Terminemos a meditação sobre Jesus … rei dos judeus!!! depois, voltamos à dinastia davídica!!!
    … … …
    “Por cima de sua cabeça penduraram um escrito trazendo o motivo de sua crucificação: Este é Jesus, o rei dos judeus”. (Mt 27,37) … “A inscrição que motivava a sua condenação dizia: O rei dos judeus”. (Mc 15,26) … “34. E Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Eles dividiram as suas vestes e as sortearam. 35. A multidão conservava-se lá e observava. Os príncipes dos sacerdotes escarneciam de Jesus, dizendo: Salvou a outros, que se salve a si próprio, se é o Cristo, o escolhido de Deus! 36. Do mesmo modo zombavam dele os soldados. Aproximavam-se dele, ofereciam-lhe vinagre e diziam: 37. Se és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo. 38. Por cima de sua cabeça pendia esta inscrição: Este é o rei dos judeus. (Lc 23) … … … “19. Pilatos redigiu também uma inscrição e a fixou por cima da cruz. Nela estava escrito: Jesus de Nazaré, rei dos judeus. 20. Muitos dos judeus leram essa inscrição, porque Jesus foi crucificado perto da cidade e a inscrição era redigida em hebraico, em latim e em grego. 21. Os sumos sacerdotes dos judeus disseram a Pilatos: Não escrevas: Rei dos judeus, mas sim: Este homem disse ser o rei dos judeus. 22. Respondeu Pilatos: O que escrevi, escrevi. (Jo 19)
    … … …
    E Pilatos reconhece que Jesus é Rei dos Judeus!!! !!! !!!
    … … …
    O Evangelho começa com os Magos do Oriente reconhecendo Jesus como Rei dos Judeus!!! e termina com Pilatos da Roma do Ocidente também reconhecendo Jesus como Rei dos Judeus!!! !!! !!!

    • Lionço, sou imensamente grato pelos seus textos. Escreva sempre. Presenteio vc agora com uma nota de Huberto Rohden, ex-jesuíta gaúcho e professor de Filosofia, que foi colega de Einstein na Universidade de Nova York. Rohden traduziu do texto original grego, com as variantes da Vulgata, o Novo Testamento completo, 526 páginas, esta edição foi publicada em 1935, uma raridade…

      Diz a nota=presente de Natal: “Nenhum homem viu a Deus em sua divindade; mas o Homem-Deus nos veio dar notícias do Pai Eterno”.

      Abração !

  8. Curiosa a postura do sr. José Reis Chaves ao invocar, presumo eu, a autoridade do Papa João Paulo II, para tentar “convalidar” sua tese de “contato” com os “espíritos”… É pétreo na Doutrina Católica, desde sempre, meditada e sistematizada pela Patrística, pelos Doutores da Igreja, (também vivenciada pelos místicos/místicas elevados à honra dos altares) e sempre reafirmada pelo Magistério que não há, a partir da Revelação neotestamentária “contato e/ou comunicação” entres pessoas vivas e “espíritos”, seja as almas de pessoas falecidas, seja seres etéreos (arcanjos, arcanjos e quejandos). O que é afirmada como matéria de fé, para os católicos são as “aparições” de Maria as quais ocasionam milagres. Os milagres são explicitados à “luz” da doutrina Católica como sendo fenômenos, não fatos, que possuem “efeitos” manifestos e “causas” ocultas, ou seja, que não são desvelados e, por se darem num contexto religioso (re-ligare) são por isso dignos de fé. Quanto aos textos joaneus, os mesmos foram escritos no contexto da cultura helênica de então, daí serem permeados pela dialética: transcendência/imanência; luz/trevas; verdade/mentira… Na Teologia Católica há autores que “lembram” que possível eventualidade de São João Evangelista ao ter escrito “seu” evangelho, o fez como contraponto e defesa da Revelação do Divino Mestre ante a “sedução” da Gnose, que aliás foi a primeira da heresias que a Igreja se deparou ao longo da História… Até mesmo a parênese sobre “o mau rico e o pobre Lázaro” (cf. Lc 16,19-29) não tem conteúdo mistagógico; tem somente caráter de admoestação moral (ética). Não há pontos “de contato” entre a Doutrina de fé da Igreja (Católica Romana) e o Espiritismo. É admirável e digno de louvor, a prática da caridade “cristã” daqueles que professam sinceramente a Doutrina Espírita. Em termos práticos, convergem no campo ético (fazer), mas não há convergência quanto a Moral (costumes e subjetividade).

  9. A descendência davídica de Jesus é realçada em Mateus:

    “1. Genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. … 5. Salmon gerou Booz, de Raab. Booz gerou Obed, de Rute. Obed gerou Jessé. Jessé gerou o rei Davi. 6. O rei Davi gerou Salomão, daquela que fora mulher de Urias. … 16. Jacó gerou José, esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado Cristo. 17. Portanto, as gerações, desde Abraão até Davi, são quatorze. Desde Davi até o cativeiro de Babilônia, quatorze gerações. E, depois do cativeiro até Cristo, quatorze gerações. Nascimento de Jesus … 20. Enquanto assim pensava, eis que um anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos e lhe disse: José, filho de Davi, não temas receber Maria por esposa, pois o que nela foi concebido vem do Espírito Santo. (Mt 1)

    Enquanto o judeu Mateus realça Jesus como filho de Abraão e como rei dos filhos de Abraão … … … o gentio Lucas realça Jesus em sua Humanidade ao ir até Adão e passando por Noé!!!

    “23. Quando Jesus começou o seu ministério, tinha cerca de trinta anos, e era tido por filho de José, filho de Heli, filho de Matat, … 31. filho de Meléia, filho de Mena, filho de Matata, filho de Natã, filho de Davi, … 34. filho de Jacó, filho de Isaac, filho de Abraão, filho de Taré, filho de Nacor, … 36. filho de Cainã, filho de Arfaxad, filho de Sem, filho de Noé, filho de Lamec, … 38. filho de Henós, filho de Set, filho de Adão, filho de Deus”. (Lc 3)

    “1. Eis os filhos que a Davi nasceram no tempo em que estava em Hebron: o primogênito Amnon, filho de Aquinoã de Jezrael; o segundo, Daniel, de Abigail, de Carmelo; … 5. Eis os que lhe nasceram em Jerusalém:
    6. Simaa, Sobab, Natã, Salomão, quatro filhos de Betsué, filha de Amniel; (1Cr 3)
    … … …
    Depois continuamos sobre a Dinastia Davídica … Governo Mundial … NOM … e o desejo de Netanyahu de declarar o atual Israel como terra dos judeus!!! a ligação dos EUA com Israel!!! e o caso do Brasil, terra de mais de 40.000.000 filhos de Sara!!! !!! !!!

  10. Religião é um negócio tão curioso e intrigante que leva as pessoas até a dissertar e debater sobre leis elaboradas há 3.500 anos, como se elas estivessem prestes a ser aprovadas pelo Congresso…

  11. Religiões é um bom negócio para enriquecimento sem produzir nada.
    Para atrair mais adeptos, nos programas religiosos de televisão, aparece
    filas diárias de pessoas dando testemunho de curas, de que estava falido
    e após entrar para igreja ficou muito bem de vida, com carros do ano uma
    bela casa, casa de campo etc, sem dúvida que isso atrai mais adeptos, e
    consequentemente mais dízimos.
    Existe uma lista enorme de espíritas aqui no Brasil que realmente fizeram curas operando
    os pacientes com instrumentos rudes sem anestesia e, sem que o doente
    sentisse dor. Outros médios faziam operações sem cortes (operação invisível).
    Não se pode negar a existência do espírito e evidentemente do espiritismo.

  12. Jesus é chamado de “filho de Davi”:

    1 – “Partindo Jesus dali, dois cegos o seguiram, gritando: Filho de Davi, tem piedade de nós!” (Mt 9,27)

    2 – “A multidão, admirada, dizia: Não será este o filho de Davi?” (Mt 12,23)

    3 – “E eis que uma cananéia, originária daquela terra, gritava: Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim! Minha filha está cruelmente atormentada por um demônio”. (Mt 15,22)

    4 – “30. Dois cegos, sentados à beira do caminho, ouvindo dizer que Jesus passava, começaram a gritar: Senhor, filho de Davi, tem piedade de nós! 31. A multidão, porém, os repreendia para que se calassem. Mas eles gritavam ainda mais forte: Senhor, filho de Davi, tem piedade de nós! (Mt 20)

    5 – “9. E toda aquela multidão, que o precedia e que o seguia, clamava: Hosana ao filho de Davi! Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus! 14. Os cegos e os coxos vieram a ele no templo e ele os curou, 15. com grande indignação dos príncipes dos sacerdotes e dos escribas que assistiam a seus milagres e ouviam os meninos gritar no templo: Hosana ao filho de Davi! 16. Disseram-lhe eles: Ouves o que dizem eles? Perfeitamente, respondeu-lhes Jesus. Nunca lestes estas palavras: Da boca dos meninos e das crianças de peito tirastes o vosso louvor (Sl 8,3)? (Mt 21)
    … … …
    6 – “35. Continuava Jesus a ensinar no templo e propôs esta questão: Como dizem os escribas que Cristo é o filho de Davi? 36. Pois o mesmo Davi diz, inspirado pelo Espírito Santo: Disse o Senhor a meu Senhor: senta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos sob os teus pés (Sal 109,1). 37. Ora, se o próprio Davi o chama Senhor, como então é ele seu filho? E a grande multidão ouvia-o com satisfação. (Mc 12)

    7 – “41. Jesus perguntou-lhes: Como se pode dizer que Cristo é filho de Davi? 42. Pois o próprio Davi, no livro dos Salmos, diz: Disse o Senhor a meu Senhor: Senta-te à minha direita, 43. até que eu ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés (Sl 109,1). 44. Portanto, Davi o chama de Senhor! Como, pois, é ele seu filho? (Lc 20)
    … … …
    Vejamos agora porque Davi é tão importante no CUMPRIR PROFÉTICO!!!

  13. http://tribunadainternet.com.br/projeto-da-equipe-economica-depende-da-estabilidade-politica/ tem pesquisa bíblica sobre NOM – Nova Ordem Mundial!!!

    http://tribunadainternet.com.br/o-alvo-e-a-petrobras/#comments tem outra pesquisa sobre como se consegue formar um Governo Mundial!!!
    … … …
    E é com o Rei Davi que se estabelece Nova Ordem Mundial … ao se tornar vencedor de todos seus inimigos:

    “1. Ora, tendo o rei Davi acabado de instalar-se em sua residência, e tendo-lhe o Senhor dado paz, livrando-o de todos os inimigos que o cercavam, 2. disse ele ao profeta Natã: Vê: eu moro num palácio de cedro, e a arca de Deus está alojada numa tenda! … 4. Mas a palavra do Senhor foi dirigida a Natã naquela mesma noite, e dizia: 5. Vai e dize ao meu servo Davi: eis o que diz o Senhor: Não és tu quem me edificará uma casa para eu habitar. 6. Desde que tirei da terra do Egito os filhos de Israel até o dia de hoje, não habitei casa alguma, mas, qual um viandante, tenho-me alojado sob a tenda e sob um tabernáculo improvisado. 7. E em todo esse tempo que andei no meio dos israelitas, falei eu porventura a algum dos chefes de Israel que encarreguei de apascentar o meu povo: por que não me edificas uma casa de cedro? 8. Dirás, pois, ao meu servo Davi: eis o que diz o Senhor dos exércitos: eu te tirei das pastagens onde guardavas tuas ovelhas para fazer de ti o chefe de meu povo de Israel. 9. Estive contigo em toda parte por onde andaste; exterminei diante de ti todos os teus inimigos, e fiz o teu nome comparável ao dos grandes da terra. 10. Designei um lugar para o meu povo de Israel: plantei-o nele, e ali ele mora, sem ser inquietado, e os maus não o oprimirão mais como outrora, 11. no tempo em que eu estabelecia juízes sobre o meu povo. Concedo-te uma vida tranqüila, livrando-te de todos os teus inimigos. O Senhor anuncia-te que quer fazer-te uma casa. 12. Quando chegar o fim de teus dias e repousares com os teus pais, então suscitarei depois de ti a tua posteridade, aquele que sairá de tuas entranhas, e firmarei o seu reino. 13. Ele me construirá um templo, e firmarei para sempre o seu trono real. 14. Eu serei para ele um pai e ele será para mim um filho. Se ele cometer alguma falta, castigá-lo-ei com vara de homens, e com açoites de homens, 15. mas não lhe tirarei a minha graça, como a retirei de Saul, a quem afastei de ti. 16. Tua casa e teu reino estão estabelecidos para sempre diante de mim, e o teu trono está firme para sempre. 17. Natã comunicou a Davi todas as palavras dessa revelação. (2Sm 7)
    … … …
    O Senhor promete uma Casa Real a Davi … afirma que o Filho de Davi é quem construirá o Templo que Davi pretendera edificar … … … ora, Salomão realmente construiu o Templo do Monte Sião em Jerusalém … porém, o Templo foi destruído por Nabucodonosor … e Israel e Judá deixaram de ter reis … … … então, era esperança de Israel que em algum dia se restabelecesse a Casa Davídica!!! !!! !!!

  14. Vou repetir o comentário que fiz em outro post desse cidadão:

    Trata-se de uma forçação de barra daquelas. O espiritismo, uma seita que não resiste à mais elementar análise – basta ler Kardec e constatar -, manipulando dados e textos bíblicos para se escorar no prestígio judaico-cristão.

    Vocês já foram mais criativos, quando criavam mitos como Chico Xavier.

  15. “3. Davi derrotou em seguida Hadadezer, filho de Roob, rei de Soba, quando este foi restabelecer o seu exército junto do rio. (2Sm 8) … “15. Os arameus, vendo-se batidos pelos israelitas, reuniram-se em massa. 16. Hadadezer enviou então um delegado para mobilizar os arameus de além do rio, e estes vieram para Helão, tendo à sua frente Sobac, general de Hadadezer. 17. Davi, informado disso, reuniu todo o Israel, passou o Jordão e foi contra o Helão. Houve uma dura batalha entre os arameus e Davi, 18. mas os arameus fugiram diante de Israel; Davi matou-lhes setecentos cavalos de carros e quarenta mil homens. Feriu também o seu general Sobac, que morreu naquele mesmo lugar. 19. Todos os reis que eram vassalos de Hadadezer, vendo-se vencidos pelos israelitas, fizeram paz com eles e tornaram-se seus tributários. Daí por diante os arameus não ousaram mais dar socorro aos amonitas”. (2Sm 10)

    “3. Davi venceu, em seguida, Adarezer, rei de Soba, em Hamat, quando estava a caminho para estabelecer seu domínio sobre as margens do Eufrates. (1Cr 18)
    … … …
    E temos Davi reinando desde a fronteira do Egito até as margens do rio Eufrates!!!

  16. Não tendo mais inimigos a vencer … o rei Davi:

    1 – “1. A cólera do Senhor se inflamou novamente contra Israel e excitou Davi contra eles, dizendo-lhe: Vai recensear Israel e Judá. 2. Disse, pois, o rei a Joab e aos chefes do exército que estavam com ele: Percorrei todas as tribos de Israel, desde Dã até Bersabéia, e recenseai o povo, de maneira que eu saiba o seu número. 3. Joab disse ao rei: Que o Senhor, teu Deus, multiplique o povo cem vezes mais do que agora, aos olhos do rei, meu senhor. Mas que pretende o rei, meu senhor, com isso? 4. A ordem do rei, no entanto, prevaleceu sobre a opinião de Joab e dos chefes do exército. Eles deixaram o rei e foram fazer o recenseamento do povo de Israel. 5. Passaram o Jordão e começaram por Aroer e a cidade situada no meio do vale, indo em seguida por Gad até Jaser. 6. Foram depois a Galaad e à terra dos hiteus, em Cades, e chegaram até Dã. Dali se dirigiram para Sidon. 7. Atingiram a fortaleza de Tiro e passaram em todas as cidades dos heveus e dos cananeus, chegando até o Negeb de Judá, em Bersabéia. 8. Percorreram assim toda a terra e voltaram a Jerusalém ao cabo de nove meses e vinte dias. 9. Joab entregou ao rei o resultado do recenseamento do povo: havia em Israel oitocentos mil homens de guerra, que manejavam a espada; e, em Judá, quinhentos mil homens. 10. Depois que foi recenseado o povo, Davi sentiu remorsos e disse ao Senhor: Cometi um grande pecado, fazendo isso. Mas agora apagai, ó Senhor, a culpa de vosso servo, porque procedi nesciamente. (2Sm 24)
    … … …
    “1. Levantou-se Satã contra Israel, e excitou Davi a fazer o recenseamento de Israel. 2. Disse Davi a Joab e aos chefes do povo: Ide, fazei o recenseamento dos israelitas desde Bersabéia até Dã e fazei-me um relatório, para que eu saiba o número deles. 3. Respondeu Joab: O Senhor multiplique seu povo cem vezes mais! Não são todos eles, ó rei, meu senhor, os servos de meu senhor? Por que, no entanto, exige meu senhor isso? Por que sobrecarregar Israel de um pecado? 4. Mas o rei persistiu na ordem que dera a Joab. Joab partiu e percorreu todo o Israel, depois retornou a Jerusalém. 5. E entregou a Davi a lista do recenseamento do povo: havia em todo o Israel um milhão e cem mil homens aptos para o manejo da espada, e, em Judá, quatrocentos e setenta mil. 6. Não fez o recenseamento da tribo de Levi nem de Benjamim, porque a ordem do rei lhe repugnava. 7. Deus não viu isso com bons olhos e feriu Israel. 8. Davi disse a Deus: Pequei gravemente agindo de tal maneira. Agora dignai-vos perdoar a iniqüidade de vosso servo, porque agi em completa insensatez. (1Cr 21)
    … … …
    Por que o General Joab custa a cumprir a determinação real??? ??? ??? e por que Davi reconhece ter pecado??? ??? ???

  17. Pingback: João Paulo II defendeu o contato com os espíritos | Debates Culturais – Liberdade de Idéias e Opiniões

  18. Caros CN e Ricardo Froes … Bom dia!

    http://tribunadainternet.com.br/a-morte-anunciada-do-dia-das-maes-e-do-dia-dos-pais-em-sao-paulo/#comment-161041 tem:

    “Meditei … meditei … … … MEDITEI!!! !!! !!! e o resumo está acima. Nas 8 partes anteriores está o desenvolvimento completo do que já meditei e escrevi até hoje. Apresento esta parte 9 tentando me adaptar à Ciência, pesquisando textos da Wikipédia. Assim que puder, apresentarei a Parte 9b.
    … … …
    Fiquem com Deus. Leôncio Ramos Ferreira (Batismo) Lionço Ramos Ferreira (Civil) Lionco Ramos Ferreira (Informática) kkk KKK KAKAAKAAA, chegamais, papagaio repetidor dor dor das doutrinas de YAHWEH YESHUA RUAHHH HHH HHH”



    Tenho comentado colocando pesquisas que faço … claro que pedi autorização ao nosso incansável Carlos Newton!!! algumas já as finalizei … outras estão em andamento … quanto à pesquisa atual, é relativa aos momentos em que vivemos e sua relação quanto à Volta de Cristo … antes teremos Apostasia – Falso Profeta – AntiCristo – sem esquecermos da Queda da Babilônia que levará à NOM – Nova Ordem Mundial … … … é pesquisa semelhante à do Jose Guilherme schssland … está atualizada ao momento atual … … … estou dando uma parada – não pretendo avançar o CUMPRIR PROFÉTICO!!! !!! !!!

    Abraço do Lionço ex-papagaio chegamais

    • Caro José Guilherme … minhas meditações são de fundamento católico … e baseadas nas Escrituras Judaicas e Cristãs … são essencialmente ESCATOLÓGICAS – atualmente estou meditando sobre CV = Cristo Voltará, conforme nosso amigo Antonio Rocha colocou!!!
      Ricardo Froes nos convidou a meditar sobre a BENIGNIDADE de Papá … Francisco Bendl deu uma bela resposta … … … e estou meditando como esta BENIGNIDADE sucede(u) na história dos judeus … estou comentando usando os Livros dos Macabeus, que registram a Nova Ordem Mundial Grega com Alexandre Magno e seus sucessores … e o surgimento da Ordem Mundial Romana definitiva!!!

      • Também esta página acima reclama semelhante a nós:

        http://www.rainhamaria.com.br/Pagina/17322/ATENCAO-Novamente-nao-estou-recebendo-as-mensagens-enviadas-atraves-do-formulario-do-Fale-Conosco com:

        ATENÇÃO: Novamente não estou recebendo as mensagens enviadas através do formulário do Fale Conosco
        28.12.2014 – Nota de http://www.rainhamaria.com.br
        Por Dilson Kutscher
        Peço desculpas, mas caso tenham enviado mensagens pelo formulário do “Fale Conosco”, e ainda não tenham recebido resposta, é por causa novamente de uma falha “desconhecida” no sistema, as mensagens não estão sendo enviadas para mim. Achei muito estranho, não receber as dezenas de mensagens que sempre recebo diariamente.
        Conforme já disse, este site vem sofrendo fortes ataques de hackers, visando destruir essa “trincheira de combate” contra a apostasia, a Sodoma Moderna que se instalou nesta sociedade, que se rebelou contra as Leis e preceitos do Altissimo. É a rebelião final a DEUS, destes homens dominados pelas forças das trevas. É uma guerra de fato, do pequeno Davi contra Golias. Uma batalha que lutamos na proporção de 10 soldados da Luz…para 1000 do inimigo servindo as trevas.
        Pois…DISSE O REI JESUS… “A messe é grande, mas os operários são poucos”. (São Mateus 9, 37)
        Enviem mensagens, por enquanto, diretamente para… rainha.maria@uol.com.br

      • Minha posição é de respeito e obediência a qualquer Papa, conforme: “31. Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como o trigo; 32. mas eu roguei por ti, para que a tua confiança não desfaleça; e tu, por tua vez, confirma os teus irmãos. (Lc 22)”
        … … …
        Está Francisco Pedro se sentindo na peneira??? Oremos por ele!!! porque até Jesus rogou por Pedro para que este não perdesse a fé … e ainda, confiante em que Sua oração teria efeito, colocou Francisco Pedro como confirmador dos irmãos!!! Papá … fortaleça a Fé de Francisco Pedro … obrigado, por Jesus!!!
        … … …
        Está lá: http://fratresinunum.com/2014/11/29/obediencia-respeito-nao-vamos-tolerar-nenhuma-licao-de-moral-daqueles-que-moralmente-assassinaram-bento-xvi/#comment-100510

        Lionço Ramos Ferreira
        29 novembro, 2014 às 2:25 pm
        0 0 Rate This
        Para os admiradores do Emérito Bento XVI:
        1 – Nas audiências das 4ªs feiras, magistralmente Papa Ratzinger historiou didaticamente toda a Teologia … … … confirmando a Doutrina!!!
        2 – Paralelamente … ia aperfeiçoando a Legislação Vaticana … em relação aos crimes praticados pelo Clero – principalmente os de pedofilia e de má gestão financeira.
        3 – Era a pessoa mais indicada para este aggiornamento das leis; pois, como Cardeal só podia aplicar a legislação vigente (principalmente, a deixada por São João XXIII).
        4 – Ao tornar as leis mais rigorosas (tornando os eclesiásticos iguais aos civis) … foi incomodando os lobos (que se infiltraram na Igreja também porque a legislação era brandíssima para os crimes eclesiásticos).
        5 – Também finalizou a Profecia ao informar que estamos no tempo de Governo Mundial.
        6 – Como Testamento deixou: o verdadeiro profeta católico obedece somente a Deus … … … quem não quiser obedecer, tem que se assumir PROFETA!!! !!! !!!”

  19. Caro Ricardo Froes … uma rápida pesquisa sobre o momento religioso atual … apresento ao senhor porque tenho lido vários comentários seus sobre religião … está lá:

    “4. Eis o que diz o Senhor meu Deus: 5. Apascenta estas ovelhas destinadas ao matadouro, que são compradas e degoladas impunemente, cujos vendedores dizem: Bendito seja o Senhor! Eis que estou rico! – sem que nenhum pastor tenha compaixão delas. 6. Por minha vez, não pouparei mais os habitantes desta terra – oráculo do Senhor. Entregarei os homens uns aos outros e nas mãos de seu rei; devastarão o país e não livrarei ninguém de sua mão. 7. Pus-me então a apascentar as ovelhas destinadas ao matadouro, as mais miseráveis do rebanho. Escolhi dois cajados, aos quais chamei respectivamente Benignidade e Liame, e comecei a apascentar o rebanho. 8. Despedi os três pastores desde o primeiro mês: eu estava cansado deles, e eles estavam desgostados de mim. 9. Eu declarei: Não quero mais saber do ofício de pastor. Pereça o que perecer, morra o que morrer! Os que restarem, que se devorem uns aos outros. 10. Tomando então Benignidade, meu cajado, quebrei-o, rompendo assim o pacto concluído com todos os povos. 11. Ele foi quebrado naquele dia e os mercadores de animais que me observavam, perceberam que aquilo indicava um oráculo do Senhor. 12. Eu disse-lhes: Dai-me o meu salário, se o julgais bem, ou então retende-o! Eles pagaram-me apenas trinta moedas de prata pelo meu salário. 13. O Senhor disse-me: Lança esse dinheiro no tesouro, esta bela soma, na qual estimaram os teus serviços. Tomei as trinta moedas de prata e lancei-as no tesouro da casa do Senhor. 14. Depois tomei o meu cajado Liame e quebrei-o, rompendo assim o pacto de fraternidade entre Judá e Israel. 15. O Senhor disse-me: Aparelha-te agora como um mau pastor. 16. Estou pronto a suscitar nesta terra um pastor que não terá cuidado das ovelhas que perecem, não buscará as que se desgarram, não curará a que for ferida, nem alimentará a sã; mas comerá a carne das melhores e lhes arrancará as unhas. 17. Ai do mau pastor que abandona o seu rebanho! Que a espada fira o seu braço e o seu olho direito! Que seque seu braço e seja coberto de trevas o seu olho direito!” (Zc 11)

    Há os que se enriquecem às custas do trabalho alheio – é a chamada concentração de renda = Babilônia!!!
    Escolhe 2 cajados – quando um só é o usual para um pastor!!!
    Despede os 3 pastores (Pai Filho Espírito Santo) – indicando Apostasia!!!
    Quebra o cajado Benignidade!!!
    Quebra o cajado Liame!!!
    Aparelha o mau pastor!!!

    São 2 Papas de cajado quebrado … um renuncia sem forças … outro detecta 15 doenças e se chama por Bispo de Roma!!! e o mau pastor??? ??? ???

  20. Por falar em benignidade, eu gosto muito dessa passagem do Deuteronômio, que mostra o quanto Deus é benigno:

    Deuteronômio 28:15-68

    Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do Senhor teu Deus, para não cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então virão sobre ti todas estas maldições, e te alcançarão:
    Maldito serás tu na cidade, e maldito serás no campo.
    Maldito o teu cesto e a tua amassadeira.
    Maldito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e as crias das tuas vacas, e das tuas ovelhas.
    Maldito serás ao entrares, e maldito serás ao saíres.
    O Senhor mandará sobre ti a maldição; a confusão e a derrota em tudo em que puseres a mão para fazer; até que sejas destruído, e até que repentinamente pereças, por causa da maldade das tuas obras, pelas quais me deixaste.
    O Senhor fará pegar em ti a pestilência, até que te consuma da terra a que passas a possuir.
    O Senhor te ferirá com a tísica e com a febre, e com a inflamação, e com o calor ardente, e com a secura, e com crestamento e com ferrugem; e te perseguirão até que pereças.
    E os teus céus, que estão sobre a cabeça, serão de bronze; e a terra que está debaixo de ti, será de ferro.
    O Senhor dará por chuva sobre a tua terra, pó e poeira; dos céus descerá sobre ti, até que pereças.
    O Senhor te fará cair diante dos teus inimigos; por um caminho sairás contra eles, e por sete caminhos fugirás de diante deles, e serás espalhado por todos os reinos da terra.
    E o teu cadáver servirá de comida a todas as aves dos céus, e aos animais da terra; e ninguém os espantará.
    O Senhor te ferirá com as úlceras do Egito, com tumores, e com sarna, e com coceira, de que não possas curar-te;
    O Senhor te ferirá com loucura, e com cegueira, e com pasmo de coração;
    E apalparás ao meio-dia, como o cego apalpa na escuridão, e não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.
    Desposar-te-ás com uma mulher, porém outro homem dormirá com ela; edificarás uma casa, porém não morarás nela; plantarás uma vinha, porém não aproveitarás o seu fruto.
    O teu boi será morto aos teus olhos, porém dele não comerás; o teu jumento será roubado diante de ti, e não voltará a ti; as tuas ovelhas serão dadas aos teus inimigos, e não haverá quem te salve.
    Teus filhos e tuas filhas serão dados a outro povo, os teus olhos o verão, e por eles desfalecerão todo o dia; porém não haverá poder na tua mão.
    O fruto da tua terra e todo o teu trabalho, comerá um povo que nunca conheceste; e tu serás oprimido e quebrantado todos os dias.
    E enlouquecerás com o que vires com os teus olhos.
    O Senhor te ferirá com úlceras malignas nos joelhos e nas pernas, de que não possas sarar, desde a planta do teu pé até ao alto da cabeça.
    O Senhor te levará a ti e a teu rei, que tiveres posto sobre ti, a uma nação que não conheceste, nem tu nem teus pais; e ali servirás a outros deuses, ao pau e à pedra.
    E serás por pasmo, por ditado, e por fábula, entre todos os povos a que o Senhor te levará.
    Lançarás muita semente ao campo; porém colherás pouco, porque o gafanhoto a consumirá.
    Plantarás vinhas, e cultivarás; porém não beberás vinho, nem colherás as uvas; porque o bicho as colherá.
    Em todos os termos terás oliveiras; porém não te ungirás com azeite; porque a azeitona cairá da tua oliveira.
    Filhos e filhas gerarás; porém não serão para ti; porque irão em cativeiro.
    Todo o teu arvoredo e o fruto da tua terra consumirá a lagarta.
    O estrangeiro, que está no meio de ti, se elevará muito sobre ti, e tu mais baixo descerás;
    Ele te emprestará a ti, porém tu não emprestarás a ele; ele será por cabeça, e tu serás por cauda.
    E todas estas maldições virão sobre ti, e te perseguirão, e te alcançarão, até que sejas destruído; porquanto não ouviste à voz do Senhor teu Deus, para guardares os seus mandamentos, e os seus estatutos, que te tem ordenado;
    E serão entre ti por sinal e por maravilha, como também entre a tua descendência para sempre.
    Porquanto não serviste ao Senhor teu Deus com alegria e bondade de coração, pela abundância de tudo.
    Assim servirás aos teus inimigos, que o Senhor enviará contra ti, com fome e com sede, e com nudez, e com falta de tudo; e sobre o teu pescoço porá um jugo de ferro, até que te tenha destruído.
    O Senhor levantará contra ti uma nação de longe, da extremidade da terra, que voa como a águia, nação cuja língua não entenderás;
    Nação feroz de rosto, que não respeitará o rosto do velho, nem se apiedará do moço;
    E comerá o fruto dos teus animais, e o fruto da tua terra, até que sejas destruído; e não te deixará grão, mosto, nem azeite, nem crias das tuas vacas, nem das tuas ovelhas, até que te haja consumido;
    E sitiar-te-á em todas as tuas portas, até que venham a cair os teus altos e fortes muros, em que confiavas em toda a tua terra; e te sitiará em todas as tuas portas, em toda a tua terra que te tem dado o Senhor teu Deus.
    E comerás o fruto do teu ventre, a carne de teus filhos e de tuas filhas, que te der o Senhor teu Deus, no cerco e no aperto com que os teus inimigos te apertarão.
    Quanto ao homem mais mimoso e delicado no meio de ti, o seu olho será maligno para com o seu irmão, e para com a mulher do seu regaço, e para com os demais de seus filhos que ainda lhe ficarem;
    De sorte que não dará a nenhum deles da carne de seus filhos, que ele comer; porquanto nada lhe ficou de resto no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertará em todas as tuas portas.
    E quanto à mulher mais mimosa e delicada no meio de ti, que de mimo e delicadeza nunca tentou pôr a planta de seu pé sobre a terra, será maligno o seu olho contra o homem de seu regaço, e contra seu filho, e contra sua filha;
    E isto por causa de suas páreas, que saírem dentre os seus pés, e para com os seus filhos que tiver, porque os comerá às escondidas pela falta de tudo, no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertará nas tuas portas.
    Se não tiveres cuidado de guardar todas as palavras desta lei, que estão escritas neste livro, para temeres este nome glorioso e temível, o SENHOR TEU DEUS,
    Então o Senhor fará espantosas as tuas pragas, e as pragas de tua descendência, grandes e permanentes pragas, e enfermidades malignas e duradouras;
    E fará tornar sobre ti todos os males do Egito, de que tu tiveste temor, e se apegarão a ti.
    Também o Senhor fará vir sobre ti toda a enfermidade e toda a praga, que não está escrita no livro desta lei, até que sejas destruído.
    E ficareis poucos em número, em lugar de haverem sido como as estrelas dos céus em multidão; porquanto não destes ouvidos à voz do Senhor teu Deus.
    E será que, assim como o Senhor se deleitava em vós, em fazer-vos bem e multiplicar-vos, assim o Senhor se deleitará em destruir-vos e consumir-vos; e desarraigados sereis da terra a qual passais a possuir.
    E o Senhor vos espalhará entre todos os povos, desde uma extremidade da terra até à outra; e ali servireis a outros deuses que não conheceste, nem tu nem teus pais; ao pau e à pedra.
    E nem ainda entre estas nações descansarás, nem a planta de teu pé terá repouso; porquanto o Senhor ali te dará coração agitado, e desfalecimento de olhos, e desmaio da alma.
    E a tua vida, como em suspenso, estará diante de ti; e estremecerás de noite e de dia, e não crerás na tua própria vida.
    Pela manhã dirás: Ah! quem me dera ver a noite! E à tarde dirás: ah! quem me dera ver a manhã! pelo pasmo de teu coração, que sentirás, e pelo que verás com os teus olhos.
    E o Senhor te fará voltar ao Egito em navios, pelo caminho de que te tenho dito; nunca jamais o verás; e ali sereis vendidos como escravos e escravas aos vossos inimigos; mas não haverá quem vos compre.

  21. Caro Fróes,
    Certamente a Bíblia se lida de forma “ipsis litteris” será uma coleção de livros contraditórios.
    Mas isso tu sabes.
    A questão é se podemos traçar um paralelo entre o Velho e o Novo Testamento.
    Nos meus parcos conhecimentos e limitada capacidade de interpretação, digo que não.
    Apesar de a Religião Católica usar o Velho Testamento em ordem cronológica diferente da apresentada no Torá, esta parte da Bíblia é judaica.
    Se, para quem é cristão e não judeu, a própria definição de Novo Testamento significa, a meu ver, diferentes meios de se professar a fé em um único Deus, os católicos veem em Cristo o Filho deste Deus e, os judeus, apenas como um profeta.
    A partir desta distância estabelecida pela diferença de ambas as crenças, mesmo havendo um único Deus, porém para os católicos há a Santíssima Trindade, a cisão está estipulada.
    Desta forma, quando apresentas um texto do Velho Testamento – olho por olho, dente por dente – e ênfase à desobediência, lembro que o Deus judaico havia perdido a paciência com o homem em várias ocasiões:
    Ao expulsar Adão do Paraíso;
    O Dilúvio;
    Sodoma e Gomorra.
    O “Velho” arrasa com os humanos sem dó nem piedade!
    Muito diferente de Cristo, seu filho, que veio com a mensagem maravilhosa do Perdão, acrescida da máxima “amai-vos como eu vos amei”.
    Entretanto, podemos observar no Velho Testamento algumas passagens verdadeiramente épicas entre Deus e o homem, quando Deus concedia este privilégio para muito poucos.
    Para mim, Fróes, aquela que nos faz reconhecer o quanto somos pequenos, apesar de ambiciosos, é aquela entre Deus e Jó, quando o homem justo questiona os critérios divinos quanto à sua sorte, mesmo sendo um obediente servo do Senhor.
    Olha só os questionamentos de Deus ao humano Jó:

    Jó 38

    O Senhor fala

    1Então foi a vez do Senhor responder a Job num redemoinho:

    2 “Porque é que usas a tua ignorância para negar a minha providência?
    3 Agora, portanto, prepara-te porque
    vou fazer-te algumas perguntas e terás de me responder.
    4 Onde estavas tu quando eu fundava a terra?
    Responde-me, se tens sabedoria para isso.
    5 Sabes quem lhe determinou as dimensões e quem lhe fez o plano?
    6/7 Sobre o quê, que estão apoiadas as suas bases,
    e quem foi que assentou a sua pedra fundamental,
    quando as estrelas produziam harmonias juntamente
    e todos os anjos gritavam de alegria?
    8 Quem foi que pôs limites aos mares,
    quando eles se agitam e transbordam das suas profundidades?
    9/11 Quem os revestiu de nuvens e de espessas trevas,
    e os encerrou nas paredes dos oceanos, dizendo-lhes:
    ‘Até aqui, e não mais adiante; aqui rebentarão as vossas vagas alterosas’?
    12/13 Alguma vez pudeste tu mandar à manhã que aparecesse,
    e à alvorada que se levantasse lá para os lados do nascente?
    Alguma vez foste capaz de dizer à luz do dia
    que se espalhasse até às extremidades da Terra,
    para pôr fim à maldade da noite?
    14/15 Então a Terra se apresenta grandiosa
    como as dobras de um belo manto colorido,
    ou perturbar o refúgio dos malvados,
    ou suspender um braço que se ergue, decidido a atacar?
    16 Já alguma vez conseguiste explorar as fontes donde vêm os mares,
    ou andado sobre os seus profundos abismos?
    17 Foram-te já alguma vez reveladas as portas da morte?
    18 Dar-te-ás conta da verdadeira extensão da Terra?
    Responde-me a isto, se fores capaz!
    19/20 Donde vem a luz, como a alcanças?
    Fala-me sobre as trevas. Donde vêm elas?
    Terás tu possibilidade de encontrar os seus limites,
    ou de chegar à sua origem?
    21 Mas se calhar sabes isto tudo!
    Porque nasceste antes que tudo tivesse sido criado, não?
    E como és tão experiente …
    22 Já pudeste conhecer os segredos da neve,
    ou ver onde o granizo é feito e armazenado?
    23 Porque o reservei para quando precisar dele, para o dia da peleja.
    24 Sabes como se difunde a luz?
    E por onde é que o vento oriental invade a Terra?
    25 Quem foi que cavou as gargantas, entre as montanhas,
    por onde correm os ribeiros formados pelas chuvas?
    Quem abriu o caminho ao relâmpago,
    26 que faz com que a chuva caia sobre as terras desertas,
    27 para que os terrenos secos e áridos fiquem saciados de água,
    e se renove a erva tenra?
    28 Terá a chuva um pai? Donde vem o orvalho?
    29 Quem fez aparecer o gelo e a geada?
    30 Porque a água torna-se em gelo e fica como uma rocha dura.
    31 Serás tu capaz de fazer reter as estrelas?
    Ou de impedir o avanço do Oríon ou das Plêiades?
    32 Poderias controlar a sequência das constelações,
    ou determinar, à tua responsabilidade,
    a deslocação da constelação da Ursa Maior,
    e da Ursa Menor, através dos céus?
    33 Sabes tu as leis do universo,
    e de que maneira os céus influenciam a Terra?
    34 Poderias tu gritar para as nuvens
    e fazeres-te inundar por torrenciais aguaceiros?
    35 Serias capaz de dar ordens aos raios,
    e eles dizerem-te: ‘Pronto, aqui estamos!’
    36 Quem estabeleceu a ciência que faz a chuva cair das nuvens
    e o nevoeiro subir da terra?
    37/38 Quem terá sabedoria suficiente para saber a quantidade das nuvens?
    Quem é que inclina os cântaros do céu, para que chova,
    quando tudo se encontra seco e o pó se acumula em montões?
    39/40 És tu capaz de caçar uma presa, tal como o faz a leoa,
    para satisfazer o apetite dos filhotes que estão na toca,
    ou que esperam no meio da selva?
    41 Quem é que fornece alimento aos corvos,
    quando os filhos gritam a Deus
    e desfalecem nos ninhos por não terem que comer?”

    Cristo veio com esta humildade, este reconhecimento que somos mesmo diminutos diante da grandeza do Pai, e que podemos facilmente transferir para nossos filhos quando a autoridade paterna é questionada, pois antes de eles virem ao mundo por onde estavam?
    A Bíblia é inimitável por essas variações que apresenta para interpretações, que mudam de pessoa para pessoa, situação financeira, momento psicológico, cultura, tradição, modos e costumes, experiência de vida, se a pessoa é casada ou solteira, se nova ou velha, alta e baixa, magro ou gorda, feio ou bonito.
    Para cada um de nós ler a Bíblia e interpretá-la surgirão versões as mais curiosas, hilárias, sérias e absurdas definições, porém, sendo escrito de forma cabal, absoluta, sem direitos a interpretações, que há um Deus para todos, e não cada um com o seu Deus, de acordo com a sua conveniência e interesse, lógico.
    Para certas pessoas, faz-se necessário o controle;
    Para outras, a responsabilidade sempre estará presente em suas atitudes;
    Pois, para cada uma delas, Deus saberá julgar conforme a vida que tiveram, e até onde entenderam o mistério da criação do homem, de onde viemos, para onde vamos e estamos aqui para quê?!
    Um abraço, Fróes.

  22. “12. Suplico aos que lerem este livro, que não se deixem abater por esses tristes acontecimentos, mas que considerem que esses castigos tiveram em mira não a ruína, mas a correção de nossa raça; 13. porque é sinal de uma grande benevolência a seu respeito o fato de não suportar por muito tempo os maus e de, ao contrário, castigá-los sem tardança. 14. Quanto às outras nações, o Senhor espera pacientemente, antes de puni-las, que tenham enchido a medida de suas iniqüidades; a nós, porém, ele prefere não nos tratar assim, 15. com receio de ter que nos punir mais tarde, quando tivermos pecado demasiadamente. 16. Assim, não nos retire ele jamais a sua misericórdia e não abandone seu povo, no momento em que o corrige pela adversidade! 17. Mas que tudo isso seja dito apenas a título de lembrança, e, com estas palavras, voltemos à narração. (2Mc 6)

  23. Caros CN e Ricardo Froes … Bom dia!

    O acesso está esquisito!!! às vezes, só consigo trocando tribunadainternet por carlosnewton.
    … … …
    Está lá em Deuteronômio 28:36 – “O Senhor te levará a ti e a teu rei, que tiveres posto sobre ti, a uma nação que não conheceste, nem tu nem teus pais; e ali servirás a outros deuses, ao pau e à pedra.” … “14. Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, e tiveres tomado posse dela, e nela te estabeleceres, se disseres: quero ter um rei sobre mim, como o têm todas as nações que me cercam -, 15. elegerás aquele rei que o Senhor, teu Deus, tiver escolhido, e este será um dos teus irmãos: não poderás escolher para rei de Israel um estrangeiro que não seja teu irmão. (Dt 17)

    Vejamos como acontece(u) isto???

    Saudações!

  24. As citações acima não se aplicam ao fim dos Reinos Antigos … pois tanto o Reino de Israel, conquistado pela Assíria … quanto o Reino de Judá, conquistado por Nabucodonosor da Babilônia … tinham reis filhos de Abraão, Isaque e Jacó!!!

    Em Daniel temos dissertação sobre as Novas Ordens Mundiais, que se sucederiam após Babilônia!!! que foi conquistada pelos Medos e Persas, dos quais era rei Ciro!!!

    Está lá:

    “1. Ora, aconteceu que, já senhor da Grécia, Alexandre, filho de Filipe da Macedônia, oriundo da terra de Cetim, derrotou também Dario, rei dos persas e dos medos e reinou em seu lugar. 6. Enfim, adoeceu e viu que a morte se aproximava. 7. Convocou então os mais considerados dentre os seus cortesãos, companheiros desde sua juventude, e, ainda em vida, repartiu entre eles o império. 8. Alexandre havia reinado doze anos ao morrer. 9. Seus familiares receberam cada qual seu próprio reino. 10. Puseram todos o diadema depois de sua morte, e, após eles, seus filhos durante muitos anos; e males em quantidade multiplicaram-se sobre a terra. 11. Desses reis originou-se uma raiz de pecado: Antíoco Epífanes, filho do rei Antíoco, que havia estado em Roma, como refém, e que reinou no ano cento e trinta e sete do reino dos gregos. (1Mc 1)
    … … …
    Temos aí medos e persas … gregos … romanos!!!

  25. É interessante ler o capítulo inteiro … o domínio dos sucessores de Alexandre está no auge … porém, Roma está fazendo admiradores:

    1. Pela voz da fama soube Judas que os romanos eram extremamente poderosos, que se mostravam benevolentes para com seus aliados, e que a todos os que recorriam a eles ofereciam sua amizade, porque eram verdadeiramente potentes.
    2. Contaram-lhe também seus combates, suas façanhas junto aos gauleses, aos quais haviam vencido e subjugado;
    3. como haviam chegado à Espanha para se apoderar das minas de prata e de ouro que ali existem e, como, por sua sabedoria e longanimidade, eles haviam conciliado todo o país,
    4. por mais que ele fosse afastado deles; como haviam derrotado reis que haviam surgido contra eles das extremidades da terra, e os haviam aniquilado devidamente, enquanto outros lhes pagavam o tributo anual.
    5. Filipe Perseu, rei dos ceteus, e outros se haviam insurgido contra eles, mas tinham sido derrotados e subjugados.
    6. Antíoco, o Grande, rei da Ásia, lhes tinha movido guerra com cento e vinte elefantes, cavalaria, carros e um numeroso exército, mas havia sido aniquilado por eles.
    7. Eles o haviam tomado vivo e haviam imposto a ele e aos seus sucessores um grande tributo, a entrega de reféns e a cessão de um território,
    8. arrebatando-lhe a Índia, a Média, a Lídia e suas melhores regiões que eles deram ao rei Eumenes.
    9. Os gregos haviam querido atacá-los para exterminá-los, mas eles o souberam
    10. e enviaram um general que os atacou, levando a perecer um grande número, arrastou ao cativeiro suas mulheres e seus filhos, saqueou e tornou-se senhor do país, destruiu suas praças fortes e os reduziu à servidão, que ainda durava.
    11. Haviam eles igualmente arruinado e subjugado ao seu domínio os outros reinos e as ilhas, que lhes haviam resistido.
    12. Por outro lado, conservavam sua proteção a seus amigos e aliados, estendiam seu poder sobre os reinos vizinhos ou distantes e todos os que ouviam pronunciar seu nome, temiam-nos.
    13. Aqueles que eles queriam auxiliar e ver reinar, reinavam com efeito, mas os que eles não queriam, eram exilados. Engrandeciam-nos muito.
    14. Apesar de tudo isso, ninguém deles trazia diadema, nem se envolvia com púrpura, para se engrandecer.
    15. Eles tinham estabelecido entre si um conselho supremo onde, cada dia, trezentos e vinte conselheiros discutiam assuntos do povo, para governá-lo bem.
    16. Cada ano confiavam a autoridade suprema a um só homem, que comandava em todo o território e todos obedeciam a um só, sem haver ali entre eles nem inveja nem ciúme.
    17. Escolheu Judas a Eupolemo, filho de João, filho de Acos, e Jasão, filho de Eleazar, e enviou-os a Roma, para estabelecer amizade e aliança com eles,
    18. pedindo-lhes que os libertasse do jugo que os gregos, como estavam vendo, faziam pesar sobre Israel, reduzindo-o à escravidão.
    19. Dirigiram-se eles a Roma, apesar da duração da viagem, e entraram no Senado, onde disseram:
    20. Judas Macabeu, seus irmãos e todo o povo de Israel nos enviaram a vós, para concluir aliança e paz, e para que nos conteis entre vossos amigos e aliados.
    21. Essa linguagem agradou aos romanos e
    22. eis a cópia da carta que os romanos mandaram gravar sobre tabuletas de bronze e enviaram a Jerusalém, para ali ficar como memorial da paz e da amizade de sua parte:
    23. Felicidade para sempre aos romanos e ao povo judeu, por terra e por mar! Longe deles esteja a espada e o inimigo!
    24. Se sobrevier uma guerra contra os romanos ou contra um de seus aliados em todo império,
    25. o povo judeu tome as armas por sua vez, conforme o permitirem as circunstâncias e isso de boa vontade.
    26. Não fornecerão aos adversários nem trigo, nem armas, nem dinheiro, nem navios, segundo a vontade dos romanos. Os judeus observarão esses contratos sem receber nada.
    27. Por outro lado, se for o povo judeu o atacado, os romanos tomarão armas voluntariamente por eles conforme as circunstâncias o indicarem.
    28. E não será fornecido aos combatentes nem trigo, nem armas, nem dinheiro, nem navios, conforme a vontade de Roma, e esses contratos serão observados sem fraude.
    29. Por essas palavras os romanos aliaram-se com os judeus.
    30. Se uns ou outros contratantes quiserem ajuntar ou subtrair e essas cláusulas, farão a proposta, e o que for acrescentado ou tirado será ratificado.
    31. Pelo que toca aos danos causados pelo rei Demétrio, eis o que nós lhe escrevemos: Por que fizestes pesar vosso jugo sobre os judeus, nossos amigos e aliados?
    32. Se, pois, eles vierem a nós outra vez contra vós, nós lhes faremos justiça e vos combateremos, por terra e mar.
    (1Mc 8)

  26. “17. O combate tornou-se mais encarniçado, e, tanto de um como de outro lado, caíram muitos feridos. 18. Judas mesmo caiu morto, e então todos os outros fugiram. … 28. Reuniram-se todos os amigos de Judas e disseram a Jônatas: 29. Após a morte de Judas, teu irmão, não há mais ninguém como ele, para opor-se a nossos inimigos, a Báquides e aos que odeiam nossa raça. 30. Por isso, nós te escolhemos hoje por chefe, para nos conduzires ao combate. 31. A partir dessa hora, Jônatas tomou o comando e assumiu o lugar de seu irmão Judas. (1Mc 9)

    E a Bíblia vai registrando uma NOM – Nova Ordem Mundial – a ROMANA!!!
    “1. Jônatas aproveitou-se das circunstâncias favoráveis e escolheu alguns homens, que enviou a confirmar e renovar a amizade com os romanos. 2. Com este mesmo objetivo enviou cartas também aos espartanos e a outros países. 3. Os embaixadores chegaram a Roma e dirigiram-se ao Senado, onde disseram: O sumo sacerdote Jônatas e o povo judeu enviaram-nos a vós para a renovação da amizade e da aliança com eles como outrora. 4. E deram-lhes, para as autoridades locais, um salvo-conduto, recomendando que os deixassem voltar sãos e salvos à Judéia.

    5. Eis a cópia da carta que Jônatas escreveu aos espartanos: 6. Jônatas, sumo sacerdote, o conselho da nação, os sacerdotes e todo o povo judeu, a seus irmãos espartanos, saúde!
    7. Outrora, Onias, sumo sacerdote, recebeu de Areu, vosso rei, uma mensagem em que se dizia que éreis nossos irmãos, como o comprova a cópia, aqui anexa.
    8. Onias acolheu o enviado com honra e aceitou a carta, na qual havia referências à aliança e à amizade.
    9. Por nosso lado, embora não tenhamos necessidade dessas vantagens, tendo para nossa consolação os livros santos, que estão em nossas mãos,
    10. resolvemos renovar os laços de fraternidade e de amizade convosco, com receio de que nos tornássemos estranhos a vós, porque já decorreu muito tempo após vossa passagem junto a nós.
    11. Sem cessar, em toda ocasião, nas grandes festas e em outros dias solenes, nós nos lembramos de vós, nos sacrifícios que oferecemos e nas nossas preces, como é justo e conveniente pensar nos irmãos.
    12. Alegramo-nos com o que ouvimos dizer de vós.
    13. Quanto a nós, vivemos entre tribulações e guerras incontáveis: todos os reis que nos cercam nos têm combatido.
    14. Em todas essas guerras não quisemos, todavia, ser pesados, nem a vós, nem aos outros aliados e amigos,
    15. porque temos por auxílio o socorro do céu; com isso pudemos escapar aos nossos inimigos, os quais foram humilhados.
    16. Escolhemos, pois, a Numênio, filho de Antíoco, e Antípatro, filho de Jasão, e nós os enviamos a renovar, com os romanos, a amizade e a aliança de outrora.
    17. Do mesmo modo encarregamo-los de ir-vos saudar e de entregar-vos, de nossa parte, esta carta, que visa a reavivar nossa fraternidade.
    18. Teríamos muito prazer em receber uma resposta vossa sobre esse assunto.
    19. Eis a cópia da carta enviada outrora:
    20. Areu, rei dos espartanos, ao sumo sacerdote Onias, saúde!
    21. Achou-se, num escrito sobre os espartanos e os judeus, que estes povos são irmãos e descendem de Abraão.
    22. Agora que sabemos isto, faríeis bem em nos escrever, se gozais de paz;
    23. nós também escrever-vos-emos. Vossos rebanhos e vossos haveres são nossos e os nossos são vossos. Enviamo-vos esta mensagem para que sejais informados disso.
    24. Soube Jônatas que os generais de Demétrio haviam voltado com tropas muito mais numerosas que anteriormente, para guerreá-lo.
    25. Saiu, pois, ele de Jerusalém e foi ao seu encontro no país de Amatis, sem lhes deixar tempo para invadir seu próprio país.
    26. Mandou espiões ao acampamento dos inimigos; esses regressaram e lhe contaram que os inimigos se preparavam para lançar-se sobre eles durante a noite.
    27. Ao pôr-do-sol, ordenou Jônatas aos seus que velassem e empunhassem as armas, prontos para o combate, durante toda a noite, enquanto ele postava sentinelas ao redor de todo o acampamento.
    28. Ouvindo falar que Jônatas e seus soldados estavam prontos para o combate, os inimigos ficaram tomados de sobressalto e de pavor, e retiraram-se, acendendo fogueiras em seu acampamento.
    29. Jônatas e seus companheiros viram queimar os fogos, e não perceberam nada até de manhã;
    30. puseram-se então a persegui-los, mas não os apanharam, porque eles haviam atravessado o rio Eleutério.
    31. Voltou-se então Jônatas contra os árabes, chamados zabadeus, abateu-os e carregou seus despojos.
    32. Em seguida, reuniu seu exército, alcançou Damasco e percorreu toda aquela região.
    33. Por seu lado, Simão investiu até Ascalon, e até as fortalezas vizinhas. De lá dirigiu-se a Jope e ocupou-a,
    34. porque ouvira falar que os habitantes tinham a intenção de entregar a cidadela às tropas de Demétrio. Ele colocou, pois, ali, uma guarnição para defendê-la.
    35. De volta a Jerusalém, Jônatas convocou os anciãos do povo e tomou com eles a decisão de edificar fortalezas na Judéia,
    36. de erguer muralhas em Jerusalém, e de construir um muro elevado entre a cidadela e a cidade, para separá-la desta, isolá-la completamente e impedir que ali se vendesse ou comprasse alguma coisa.
    37. Formaram-se grupos para reconstruir a cidade, os quais ergueram de novo o muro da torrente do lado leste, e restauraram a parte cognominada Cafenata.
    38. Simão edificou Adida, em Sefela, e a muniu de portas e ferrolhos.
    39. No entanto, Trifon planejava reinar sobre a Ásia, tomar o diadema, e levantar a mão contra o rei Antíoco.
    40. Mas receava que Jônatas não o permitisse e combatesse seus esforços; por isso, procurou apoderar-se dele, para dar-lhe um fim. Partiu, pois, para Betsã.
    41. Jônatas saiu ao seu encontro e atacou Betsã com um exército de quarenta mil homens de escol.
    42. Vendo que ele se aproximava com um numeroso exército, Trifon, receou lançar-lhe a mão.
    43. Recebeu-o com grande honra, apresentou-o a todos os seus amigos, ofereceu-lhe presentes, e ordenou às suas tropas que lhe obedecessem, como a ele mesmo.
    44. Depois disse a Jônatas: Por que fatigaste todo este povo, uma vez que não estamos em guerra?
    45. Envia-os de volta a suas casas e escolhe alguns para ficarem contigo. Após isso, acompanhar-me-ás a Ptolemaida e entregarte-ei a cidade, todas as outras fortalezas, as outras tropas e todos os funcionários; feito isto, retirar-me-ei, porque foi para isso que vim.
    46. Jônatas confiou, fez o que ele dizia, e reenviou as tropas, que regressaram à terra de Judá.
    47. Reteve todavia três mil homens, dos quais enviou dois mil à Galiléia e conservou consigo mil.
    48. Mal penetrara Jônatas em Ptolemaida, os habitantes fecharam as portas, prenderam-no, e passaram a fio da espada todos os que estavam com ele.
    49. Por sua vez, Trifon enviou à Galiléia e à grande planície um exército e cavaleiros, para esmagar os que Jônatas para lá enviara.
    50. Mas estes, ouvindo dizer que Jônatas fora morto com todos os seus companheiros, encorajaram-se mutuamente e marcharam em boa ordem, prontos para o combate.
    51. Seus perseguidores viram que eles queriam defender sua vida, e regressaram,
    52. enquanto os judeus entravam de novo, sãos e salvos, na terra de Judá. Choraram Jônatas e os seus e foram tomados de grande inquietude, e todo o povo caiu na desolação.
    53. Todos os povos circunvizinhos procuraram oprimi-los, dizendo entre si:
    54. Eles não têm ninguém para comandá-los nem para socorrê-los: é o momento de atacá-los e destruir sua lembrança dentre os homens”.
    (1Mc 12)

  27. Caros CN e Ricardo Froes … Bom dia!

    Desculpas por o capítulo 12 ter ido inteiro … até é bom … pois os livros dos Macabeus não constam em várias Bíblias!!!

    Continuemos a mostrar como Roma vai se tornando Governo Mundial – é interessante constatar que Roma valoriza muitíssimo sua amizade com os judeus … e que estes também valorizam a FRATERNIDADE com os espartanos!!! São pactos e renovação de pactos QUE VALEM ATÉ HOJE … pois são BÍBLICOS!!! !!! !!!

    É só lembrar que Francisco Pedro (Roma) convidou Bartolomeu I (Grécia) para as preces comuns Israel (judeus) – Palestina (que disputa a terra, ou parte dela)!!! !!! !!!
    … … …
    “8. e todos responderam, gritando: Tu és nosso chefe em lugar de Judas e de Jônatas, teu irmão; 9. combate por nós e nós faremos tudo o que disseres. 10. Então Simão reuniu todos os que podiam lutar, apressou-se em terminar os muros de Jerusalém e fortificou o recinto.
    … … …
    41. Foi no ano cento e setenta que o jugo dos gentios foi afastado de Israel, 42. e que o povo começou a datar os atos e os contratos do primeiro ano de Simão, sumo sacerdote, chefe do exército e governador dos judeus. (1Mc 13)

  28. “4. Na Judéia reinou a paz, enquanto viveu Simão. Procurou o bem-estar de seu povo, e este se agradou do seu poder e reputação. … 12. Cada um podia assentar-se sob sua parreira ou figueira sem recear o inimigo. … 16. A morte de Jônatas foi bem depressa conhecida em Roma e até em Esparta, provocando grandes pesares. 17. Mas, logo que os romanos e os espartanos souberam que seu irmão Simão se tinha tornado sumo sacerdote em seu lugar e governava o país com as cidades que ali se achavam, 18. escreveram-lhe em tabuletas de bronze para renovar a amizade e a aliança, outrora concluída com seus irmãos Judas e Jônatas. 19. Essas mensagens foram lidas diante da assembléia em Jerusalém e eis a cópia daquela que enviaram os espartanos: 20. Os arcontes da cidade de Esparta ao sumo sacerdote Simão, aos anciãos, aos sacerdotes e ao povo judeu, seu irmão, saúde! 21. Os mensageiros que enviastes ao nosso povo contaram-nos vossa celebridade e glória, e nós nos regozijamos com sua chegada. 22. Nós consignamos, como segue, a proposta que eles fizeram às deliberações do povo: Numênio, filho de Antíoco, e Antípatro, filho de Jasão, vieram a nós, da parte dos judeus, para renovar sua amizade conosco. 23. Pareceu bem ao povo recebê-los com honra e depositar uma cópia de suas palavras nos arquivos públicos, para que ficasse na memória do povo de Esparta; e sobre isso enviamos um cópia a Simão, sumo sacerdote.

    24. Em seguida, Simão enviou Numênio a Roma, com um grande escudo de ouro, que pesava mil minas, para confirmação da aliança com os romanos. 25. Quando o povo foi informado disso tudo, disse: Que sinal de reconhecimento daremos a Simão e a seus filhos? 26. Ele mesmo, seus irmãos e a casa de seu pai mostraram-se valorosos, venceram os inimigos de Israel e asseguraram-lhe a liberdade. Gravaram, pois, uma inscrição em tábuas de bronze e colocaram-nas entre as estelas conservadas no monte Sião. 27. Eis a cópia dessa inscrição: No dia dezoito do mês de Elul, do ano cento e setenta e dois, o terceiro ano do pontificado de Simão, em Asaramel, 28. na grande assembléia dos sacerdotes, do povo, dos chefes da nação e dos anciãos do país, foi declarado isto: No momento em que as guerras renasciam sem cessar no país, … 38. Depois disso o rei Demétrio confirmou Simão no cargo de sumo sacerdote, 39. contou-o no número de seus amigos e demonstrou-lhe uma grande consideração. 40. Com efeito, ele soube que os romanos davam aos judeus o nome de irmãos, de amigos e de aliados e que haviam recebido com honras os enviados de Simão. 41. Soube também que os judeus e seus sacerdotes haviam consentido que Simão se tornasse seu chefe e sumo sacerdote, perpetuamente, até a vinda de um profeta fiel, 42. que tomasse o comando do exército, cuidasse do culto, designasse superintendentes para os trabalhos, as regiões, os armamentos e as fortificações; 43. que se ocupasse do culto e fosse obedecido por todos; que, no país, todos os atos fossem escritos em seu nome; e que andasse vestido de púrpura e trouxesse fivelas de ouro. 44. Não seria permitido a ninguém do povo ou dos sacerdotes rejeitar uma só de suas disposições, contradizer suas ordens, convocar uma assembléia no país sem o seu assentimento, vestir-se com púrpura ou usar uma fivela de ouro. 45. Quem quer que agisse contra essas decisões ou violasse uma, seria culpado. 46. Aprouve ao povo permitir a Simão agir conforme essas disposições. 47. Simão aceitou. Prontificou-se a ser sumo pontífice, chefe do exército, governador dos judeus e dos sacerdotes e exercer autoridade sobre todos. (1Mc 14)
    … … …
    Já coloquei que Israel fez amizade com Babilônia … e acabou dominado por quem???
    Estou colocando que os judeus fazem amizade com Roma … e dará em quê???
    Atualmente, os amigos de Israel são os EUA!!!

  29. Destaco do capítulo 14 acima: “41. Soube também que os judeus e seus sacerdotes haviam consentido que Simão se tornasse seu chefe e sumo sacerdote, perpetuamente, até a vinda de um profeta fiel,” … … … confirma que os judeus estavam esperando a VINDA DO PROFETA FIEL!!! !!! !!!
    … … …
    “15. Nessa ocasião, Numênio e seus companheiros voltaram de Roma com cartas dirigidas aos reis e aos povos. Eis o conteúdo: 16. Lúcio, cônsul romano ao rei Ptolomeu, saúde! 17. Os embaixadores enviados por Simão, sumo sacerdote, e pelo povo judeu, como amigos e aliados vieram a nós para renovar a amizade e a aliança de outrora. 18. Trouxeram eles um escudo de ouro de mil minas. 19. Nós resolvemos então pedir aos reis e aos países, que não lhes causem mal, nem lhes façam guerra, a eles, às suas cidades, e aos seus campos, e nem se aliem a seus inimigos. 20. Aprouve-nos aceitar seu escudo. 21. Se judeus apóstatas se refugiaram junto a vós, entregai-os ao sumo sacerdote Simão, para que ele os castigue segundo sua lei.

    22. A mesma carta foi enviada ao rei Demétrio, a Átalo, a Ariarates, a Arsaces 23. e a todos os países: a Sampsamo, aos espartanos, a Delos, a Mindo, à Siciônia, à Cária, a Samos, à Panfília, à Lícia, a Halicarnasso, a Rodes, a Fasélides, a Cós, a Siden, a Arado, a Gortine, a Gnido, a Chipre e a Cirene. 24. A cópia dela foi enviada ao sumo sacerdote, Simão. (1Mc 15)
    … … …
    Roma já está podendo … hein!!!

  30. “1. Subindo de Gazara a Jerusalém, veio João anunciar a seu pai os atos de Cendebeu; 2. mandou então Simão vir seus dois filhos mais velhos, João e Judas, e lhes disse: Eu, meus irmãos e a casa de meu pai temos resistido aos inimigos de Israel desde nossa juventude até o dia de hoje, e, muitas vezes, conseguimos libertar a nação. 3. Mas já estou velho, enquanto que vós, graças a Deus, tendes a idade necessária. Tomai, pois, o meu lugar e o de meu irmão; ide combater por nossa raça, e que o socorro do céu esteja convosco. 4. João recrutou no país vinte mil combatentes e cavaleiros. Foram eles contra Cendebeu e acamparam em Modin. … 23. As outras palavras de João, suas guerras e os seus feitos que realizou com valentia, como construiu as muralhas, 24. tudo isso está narrado nos anais de seu pontificado, desde o momento em que ele se tornou sumo sacerdote depois de seu pai”. (1Mc 16)
    … … …
    Aí termina 1 Macabeus … em 2 Macabeus também há referências ao subir romano:

    “Apesar dos privilégios obtidos do poder real por João, o pai de Eupolemo, que foi enviado aos romanos para concluir um pacto de aliança e de amizade, ele introduziu ímpios costumes, desdenhando as leis nacionais”. (2Mc 4,11)

    6. Jasão massacrou sem piedade seus próprios concidadãos, esquecendo-se de que uma vitória ganha sobre compatriotas é a maior das desgraças, e agiu como se alcançasse um troféu dos seus inimigos e não dos seus congêneres. 7. Todavia, não lhe foi possível conquistar o poder, e só recolhendo de sua maquinação a vergonha, fugiu de novo para a terra dos amonitas. 8. Pereceu, enfim, miseravelmente, porque, acusado junto de Aretas, rei dos árabes, fugiu de cidade em cidade e, perseguido por todos, detestado como violador de leis, desprezado como carrasco de sua pátria e de seus concidadãos, foi levado para o Egito. 9. Aquele que tinha lançado fora de sua pátria tanta gente pereceu numa terra estrangeira, tendo ido para junto dos espartanos, com a esperança de ali encontrar refúgio, por causa de uma origem comum 10. e, após ter lançado por terra tantos homens, sem sepultá-los, não foi chorado por ninguém, não recebeu as honras dos funerais e nem um lugar no túmulo de seus pais. (2Mc 5)

    “10. Nicanor esperava obter, com a venda dos judeus que fossem aprisionados, os dois mil talentos que o rei devia como tributo aos romanos. … 36. E ele, que tinha prometido pagar o tributo aos romanos com o dinheiro que tiraria da venda dos cativos de Jerusalém, publicou que os judeus possuíam um protetor e que se tornavam invulneráveis quando observavam as leis estabelecidas por ele”. (2Mc 8)

    “15. Dizia ele que tornaria iguais aos atenienses todos os judeus que havia julgado indignos de sepultura e bons para serem atirados com seus filhos às aves do céu e aos animais selvagens como pasto. (2Mc 9)

    “16. Eis em que termos Lísias escreveu aos judeus: 17. Lísias ao povo judeu, saúde. João e Absalão, vossos mensageiros, entregaram-me vossas propostas e rogaram-me que as cumprisse. 18. Expus, portanto, ao rei tudo o que devia comunicar-lhe, e ele anuiu a tudo o que era possível. 19. Se vós, pois, permanecerdes nessas boas disposições para com o Estado, continuarei doravante a obter-vos favores. 20. Eu incumbi vossos mensageiros e os meus de tratarem convosco as cláusulas da proposta e os pormenores. 21. Passai bem. Ano cento e quarenta e oito, aos vinte e quatro do mês de Dióscoro.
    22. Era este o conteúdo da carta do rei: O rei Antíoco a seu irmão Lísias, saúde! 23. Tendo partido nosso pai para junto dos deuses, desejamos que os povos que pertencem ao nosso reino possam dedicar-se tranqüilamente aos seus negócios. 24. Soubemos, no entanto, que os judeus resistem em adotar os costumes helênicos, conforme a decisão de nosso pai; preferem conservar suas tradições e pedem que lhes deixemos seus costumes. 25. Querendo, pois, que esse povo viva igualmente em paz, decretamos que o templo lhes seja restituído e que possam viver segundo as leis de seus antepassados. 26. Farás bem em lhes mandar mensageiros, para concluir a paz com eles, de modo que, conhecendo nossas intenções, fiquem tranqüilos e voltem sem receio a seus afazeres.
    27. Eis a carta do rei ao povo judeu: O rei Antíoco ao conselho dos anciãos e aos demais judeus, saúde! 28. Fazemos votos de que estejais passando bem; nós estamos com boa saúde! 29. Contou-nos Menelau que desejais retornar aos vossos negócios. 30. A todos os que vierem para o meio deles até o dia trinta do mês de Xântico, eu estenderei a mão. 31. Permito também aos judeus que usem dos seus alimentos e dos seus costumes, como outrora; e ninguém dentre eles será molestado por transgressões passadas. 32. Incumbi Menelau de ir tranqüilizar-vos. 33. Passai bem. Ano cento e quarenta e oito no dia quinze do mês de Xântico.
    34. Do mesmo modo, os romanos enviaram aos judeus uma carta nestes termos: Quinto Mênio, Tito Mânio, legados romanos, ao povo judeu, saúde! 35. Damos nosso assentimento a tudo o que Lísias, parente do rei, vos outorgou. 36. Quanto ao que ele julgou necessário submeter ao rei, enviai-nos alguém sem demora, a fim de que, após um exame, possamos falar-lhe de modo mais vantajoso para vós, porque vamos para Antioquia. 37. Apressai-vos, pois, em nos enviar mensageiros, para que saibamos bem quais são vossos desejos. 38. Passai bem! Ano cento e quarenta e oito no dia quinze do mês de Xântico”. (2Mc 11)

  31. Caro Ricardo Froes … saudações!

    Com João (Hircano), os idumeus são obrigados ao judaísmo (acabando a briga dos irmãos Esaú x Jacó) … e a Iduméia some da história!!! não sem dar reis – Dinastia Herodiana sucedendo à Asmonéia dos Macabeus!!! e a Dinastia Davídica não era esquecida!!!

    Pelo menos, Asmoneus eram judeus filhos de Abraão, Isaac e Jacó … e Herodianos eram filhos de Abraão, Isaac e Esaú!!!

    César não tinha nenhuma vinculação com Abraão … e aí a tríplice profecia se cumpre até hoje!!! !!! !!!

    Os judeus e herodianos acabam sendo conquistados pelos romanos … só que observe bem a PROFECIA:
    “Deuteronômio 28:36 – “O Senhor te levará a ti e a teu rei, que tiveres posto sobre ti, a uma nação que não conheceste” … “18. E no dia em que clamardes ao Senhor por causa do rei, que vós mesmos escolhestes, o Senhor não vos ouvirá. (1Sm 8)” … “15. elegerás aquele rei que o Senhor, teu Deus, tiver escolhido, e este será um dos teus irmãos: não poderás escolher para rei de Israel um estrangeiro que não seja teu irmão. (Dt 17)” … … … não se aplica só aos judeus … também vale para o rei não judeu escolhido!!! !!! !!!

  32. Vejamos como a PROFECIA acontece(u):

    1 – ao se rebelarem contra os romanos … Deus não houve os apelos na destruição do Templo e na mudança de nome de Judéia para Palestina!!! etc etc etc … conforme “18. E no dia em que clamardes ao Senhor por causa do rei, que vós mesmos escolhestes, o Senhor não vos ouvirá. (1Sm 8)” … não são César os que fazem tais coisas contra os judeus??? ??? ???
    2 – só que tem também para César: quem acaba com o Império Romano do Ocidente são os bárbaros, nação não conhecida pelos judeus!!! wikipedia: Após a morte de Teodósio I em 395, o império foi dividido pela última vez.6 O Império Romano do Ocidente acabou em 476, quando Rômulo Augusto foi forçado a se render ao chefe militar germânico Odoacro.7
    3 – wikipedia: O Império Romano do Oriente (conhecido como Império Bizantino) chegou ao fim em 1453, com a morte de Constantino XI Paleólogo e com a invasão da cidade de Constantinopla pelos turcos otomanos, liderados por Maomé II, o Conquistador.8 … os turcos também – nação não conhecida pelos judeus!!!
    … … …
    Só que há um porém … os Césares eram Pontifex Maximus!!! !!! !!!

  33. wikipedia: “Na Roma Antiga, a expressão latina pontifex maximus (literalmente “máximo construtor de pontes” ou “supremo construtor de pontes”) designava o sacerdote supremo do colégio dos sacerdotes, a mais alta dignidade na religião romana. 1 Inicialmente somente os patrícios podiam ocupá-lo, até um plebeu ser designado para o cargo em 254 a.C.. De início um posto religioso durante a república, foi gradualmente politizado até ser incorporado pelo imperador, a partir de Augusto. A última referência do uso do título pelos imperadores foi por Graciano,2 imperador de 375-383, que, no entanto, decidiu omitir as palavras “pontifex maximus” de seu título3 4″ … … … Lista incompleta …
    753 a.C. – 712 a.C. – Reis de Roma

    63 a.C. – Júlio César
    44 a.C. – Lépido
    12 a.C. – Augusto
    12 a.C. a 376 d.C. – Imperadores romanos
    A partir do século XV, o título de pontifex maximus passou a ser aplicado para os papas19 (ver restantes papas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *