Jornal espanhol El País pede desculpas à Venezuela por publicar falsa foto de Chávez, mas será processado

Carlos Newton

O governo da Venezuela anuncia que abrirá processo contra o El País por ter publicado foto falsa de presidente, embora o jornal espanhol já tenha reconhecido o erro e pedido desculpas pela publicação da foto.

A cobertura dada pela imprensa espanhola sobre a saúde de Chávez, em especial pelo jornal , já vinha sendo alvo de críticas do governo, que o acusa de ser responsável pela divulgação de rumores infundados sobre a gravidade da saúde do líder venezuelano.

Segundo o noticiário da agência britânica BBC, a polêmica e falsa fotografia foi produzida a partir de um fragmento de um vídeo que mostra o close da cabeça de um homem sem cabelos e com um tubo saindo de sua boca.

O El País disse ter obtido a foto a partir de uma agência de notícias espanhola e acrescentou que não tinha como checar a autenticidade da imagem. Mesmo assim, o jornal optou pela publicação.
Como se sabe, Chávez convalesce há seis semanas em Cuba, após sofrer severas complicações em sua quarta cirurgia para combater um câncer na região pélvica. Desde então, ele não é visto em público nem fotografado.

RECUPERAÇÃO???

A BBC noticia que o presidente da Venezuela Hugo Chávez enfrentará a fase mais “complexa” e “profunda” de sua batalha contra o câncer, informou nesta quinta-feira o ministro de Relações Exteriores, Elias Jaua.

O chanceler disse que esteve com Chávez e conversou com ele. Afirmou ainda que Chávez se recupera, está consciente e tomando decisões em relação às políticas interna e externa do país.
“O presidente está em pleno processo de recuperação (do pós-operatório), no entanto, vem a batalha mais complexa e profunda da enfermidade”, afirmou Jaua, numa intervenção via telefônica transmitida pelo canal estatal.

O chanceler – que já foi vice-presidente e é um dos homens de confiança de Chávez – esteve em Havana nesta semana, onde a cúpula do governo teria voltado a se reunir com o mandatário.
Jaua não quis dar mais detalhes sobre a saúde presidencial, nem tampouco anunciou as decisões que teriam sido tomadas na reunião com o presidente. “Somos disciplinados”, disse, ao indicar que caberá ao vice-presidente Nicolás Maduro – que permanece em Havana – dar mais detalhes sobre a saúde do líder venezuelano.

Traduzindo tudo isso: as condições de saúde de Chávez continuam a ser um mistério impenetrável.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *