Jornalista denuncia ex-ministra de Dilma por terrorismo eleitoral

Circula na web
A secretária do Comitê Central de Campanha da deputada federal gaúcha reeleita e ex-ministra da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos Maria do Rosário aparece num telefonema gravado informando a uma beneficiária do Bolsa Família que o programa será extinto caso o PT perca as eleições para seus adversários no segundo turno.
A gravação foi obtida com exclusividade pelo jornalista Vitor Vieira e divulgada em primeira mão na madrugada de quinta-feira (16) em seu programa ‘Vide Versus’, na Rádio Vox, uma web rádio brasileira independente com 75 mil ouvintes diários.
No áudio, uma beneficiária do programa identificada apenas como Carla liga preocupada para o comitê da campanha de Rosário em Porto Alegre (RS), localizado à Avenida João Pessoa, 789, no bairro Cidade Baixa. Ela explica que o motivo de sua inquietação foi um telefonema recebido por sua cunhada avisando “sobre a possibilidade de perder o Bolsa Família” caso Dilma Rousseff não vencer as eleições.
A secretária informa que “a equipe que está fazendo esse trabalho (de telefonar para as pessoas para transmitir o comunicado) não está no momento” e em seguida colhe seu nome e telefone para que a equipe retorne depois para passar a “informação”.
Carla ainda diz que está preocupada porque vive do programa há 11 anos. Então, a a atendente reforça que “a equipe que tem essa informação” irá entrar em contato, porém, já adianta para ela um resumo:
“Realmente, senhora, se (o PT) perder o governo… nada disso vai se manter, tá? Mas a nossa equipe tem essa informação melhor porque está fazendo esse trabalho para alertar a população sobre esses benefícios que o governo dá.” “E com quem que eu falo?”, insiste Carla. “Não… Eles vão te ligar, tá, Carla? Pode deixar que eu vou passar para ela, tá?” “Tá bom então, obrigado.”
INFORMAÇÃO FALSA
Para Vitor Vieira, a se comprovar a afirmação da secretária, de que há uma equipe do comitê da campanha petista de Maria do Rosário espalhando a informação falsa sobre o fim do programa, configura-se “terrorismo eleitoral organizado pelo comitê de campanha do Partido dos Trabalhadores em Porto Alegre utilizando base de dados (cadastro com nome, telefone e e-mail) de um programa que é do Estado, para coagir eleitores que são beneficiários do Bolsa Família”.

17 thoughts on “Jornalista denuncia ex-ministra de Dilma por terrorismo eleitoral

  1. É preciso que a denúncia seja, IMEDIATAMENTE, formalizada.
    Aliás, os coordenadores da campanha de Aécio devem, IMEDIATAMENTE, ingressar com ação.
    Caso confirmar-se ter origem do ataque no partido (PT) e/ou ligações com Deputada Maria do Rosário, estará configurado CRIME ELEITORAL.
    A deputada, se comprovado envolvimento, poderá perder mandato.
    Aliás, a deputada no último mandato, praticou o que alguns classificam como “estelionato eleitoral”, embora facultado pela legislação vigente: elegeu-se, após posse (01.01.2011) licenciou-se e só retornou ao mandato em abril/2014. Ou seja, colheu votos para mandato e deixou um suplente atuar no seu período.
    Outros deputados/senadores praticam o mesmo ato desrespeitoso com seus eleitores.
    Não entendo como continuam dando mandatos para pessoas assim.
    Aqueles que os elegem e depois assistem largarem os mandatos para ocupar cargos no executivo, deveriam dar um pouquinho mais valor aos seus votos.
    Por fim, a deputada, profissionalmente, é professora.

  2. L. Costa, valeu a indicação. Já está no arquivo.

    Quando ouço e vejo Lulla, me compadeço daqueles que não sabem valorizar seu voto.
    Assim como Dillma, também elle foi INDIGNO com os mandatos recebidos e o cargo que ocupou.

    Parcela do povo que vota nelle e nella, certamente anda como gado, levado de um lado para outro e em troca de um “bolsa esmola”, por falta de conhecimento e com medo, continua votando nos piores. Ainda bem que esta gente não tem 30/40 anos de idade. Este país não suportaria muitos governos delles.

    Ah se fosse possível colocar para assistissem o video onde elle fala mal do “bolsa familia” e depois fala bem. Talvez chorassem de raiva e de ver como são usados. Ontem, como o PT acusava, usados pelos coronéis. Hoje, usados pelos próprios petistas.

    Esta parcela do povo continua marcada, com ferro e marca diferente, mas tratado igualmente como cago

    Mantidos vivos para que usem seus votos!

    E ainda tem gente que defende a corrupção, os malfeitos, as cafajestices, as canalhices
    desta corja política.

    E para justificar usam os crimes e safadezas praticados pelos seus antecessores.

    No fundo, bem lá no fundo, são piores do que foram seus antecessores.

  3. Algum desmentido ou comentário da deputada Maria do Rosário?
    A coisa deve estar feia: ela não é de ficar calada.
    Será que ainda não sabe como aconteceu o fato? Também não sabe o que acontece no comitê?
    Ou estará esperando esfriar e o assunto ser engolido pelo próximo escândalo?
    Vamos ficar de olho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *